FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

9. PARTE 9


Fic: A HISTORIA DE ALEXIA EVANS RIDDLE


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________




Deixaram a casa em ruínas e voltaram ao Pub, se despediram dos dois homens e voltaram para a escola, as duas caminhavam em silencio, até que Pansy quebrou o silencio.

- Alexia o que meu pai quis dizer com Milady? – perguntou Pansy.

- Vamos encontrar com o Draco, ai eu explico tudo pra você.

Pansy concordou e caminharam até o salão comunal da sonserina.
Ao avistar Draco, Alexia abriu um imenso sorriso.

- Minha Lady, como você demorou – disse ele abraçando ela.

- Também estava com saudades meu Lorde – respondeu Alexia.

Alexia esperou que ficassem somente os três no salão para contar em detalhes.

- Tenho uma revelação para fazer a vocês – disse Alexia.

Draco olhou assustado para Alexia, mas esta o tranqüilizou com um olhar.

- Estamos ouvindo Alexia – pedia Pansy impaciente.

- Bom antes de dizer qualquer coisa devo lembrar os dois que isso não pode sair daqui, pois o Lorde das Trevas não iria gostar – disse se levantando.

Os dois concordaram.

- Começarei me apresentando novamente.

- Se apresentando? – perguntou Pansy.

- Isso Pansy, eu não me chamo Alexia Smith, meu nome verdadeiro é Alexia Evans Riddle.

- Riddle? – levantou Draco fingindo surpresa.

- Sim – respondeu Alexia.

- Você é filha do Lorde das Trevas? Por isso papai te chamou de Milady? – perguntava Pansy surpresa e entendendo tudo.

- Isso Pansy, eu sou a Lady das Trevas, única herdeira de Voldemort – disse Alexia com um sorriso triunfal, mas este era só de aparência pois por dentro ela estava odiando o que estava dizendo.

- Que demais, sou a melhor amiga da Lady das Trevas – Pansy não acreditava na sorte que tivera.

- E eu o futuro marido – dizia Draco num puro fingimento.

- Marido?! – Alexia sorriu – devo receber isso como um pedido?

- Claro minha Lady – Draco ajoelhou na frente de Alexia e continuou – Alexia você aceita se casar com esse loiro, alto, forte, lindo, sensual, gostoso, perfeito...

- Chega Draco, ou então vamos ficar até o fim das aulas ouvindo você enumerar as suas qualidades – cortou Alexia rindo do garoto.

- Está bem – respondeu Draco rindo também – mas é ai? Você aceita?

- Eu aceito sim meu Lorde, mas primeiro você vai ter que pedir para papai.

- Ai, eu estou ferrado então – disse Draco fazendo cara de pavor.

- Está mesmo Draco – ria Pansy.

Ficaram um pouco mais conversando, e depois se dirigiram ao salão principal para jantarem, logo depois de comerem Alexia e Draco deram uma desculpa a Pansy.

- Vamos nos ausentar por algum tempo Pansy, não precisa nos esperar – disse Draco abraçando Alexia.

- Claro, vocês têm que tirar o atraso mesmo, eu já roubei muito a sua Lady por hoje – disse Pansy rindo.

- Tchau Pansy – disse Alexia acenando.


Alexia e Draco saíram do salão deixando Pansy perdida em seus pensamentos.

“filha do Lorde, não sei se isso é bom, por mais que ela demonstre o contrario achava que Alexia tivesse algo de diferente, não consigo ver maldade nela, no fundo estou ate triste, eu odeio essa idiotice de guerra, odeio ter que fingir ser mal, droga, com ela achava que poderia ser verdadeira, mas me enganei”.

Draco conduzia Alexia para a sala precisa, ela estava angustiada.

- Eu não estava mais agüentando segurar, tinha que sair logo de perto da Pansy – disse Alexia com os olhos ardendo.

- Calma minha Lady, você está segura agora – Draco tentava a consolar – Chegamos.

Draco passou em frente do quadro pensando três vezes “eu preciso de um lugar aconchegante para conversar”.

Uma porta se materializou na frente dos dois.

- Venha Lady, vamos entrar, logo eles chegaram – Draco conduziu Alexia para dentro da sala.

Quando Alexia percebeu que estavam sozinhos não agüentou mais, abraçou Draco e chorou.

- Calma minha flor, eu estou aqui com você. – disse Draco.

Nesse momento Alexia lembrou do abraço e da proteção de Luigi. Olhou nos olhos de Draco e disse.

- O que seria da minha vida sem você meu amigo, esse seu cuidado e carinho é fundamental para mim.

- Uma vez te disse que daria a minha vida por você Alexia.

- Obrigada.

Nesse momento eles ouviram a porta se abrir e por ela entrar Harry, Gina, Rony e Mione.

Alexia começou a chorar novamente e correu em direção a Harry, este a abraçou forte.

- Já passou minha princesa, já passou – ele consolava Alexia.

- Ele é um traste, frio, cínico, nem se abalou quando toquei no nome da minha mãe. – disse ela entre soluços.

- Tente se acalmar Alexia, agora você esta segura – pedia Mione.

- Sente-se aqui – pediu Gina mostrando um sofá para Alexia.

Alexia sentou e se tranqüilizou um pouco. “OH Merlin! Obrigada pelos amigos maravilhosos que eu tenho”.

- Não sei o que seria da minha vida sem vocês, muito obrigado.

- Não tem que agradecer minha Lady – disse Draco

- Você consegue nos contar como foi? – perguntou Harry acariciando o rosto de Alexia.

-Sim, ele caiu direitinho na nossa, realmente acha que estou do lado dele – disse com um grande sorriso. – fiz conforme combinamos, disse que iria presenteá-lo com você Harry.

- Magnífico, estou orgulhoso de você minha vida – disse o garoto sorrindo.

- Ele não tentou nada contra você tentou? – perguntou Rony preocupado.

- Não Rony, eu só quase entrei em pânico na hora que ele disse que iria me marcar com a marca negra.

- Marca negra? – perguntou Harry bufando de raiva.

- Isso, mas não se preocupem consegui convencer ele a não fazer.

- Como você conseguiu isso? – perguntou Gina.
-
Disse que era arriscado alguém do castelo desconfiar, por que depois do ocorrido como o Draco, estavam revistando os alunos, principalmente os da sonserina.

- Essa é a minha garota – disse Harry enquanto a abraçava.

- Bom temos que seguir com o plano então, Alexia eu acho melhor você procurar a Prof. McGonagall e contar tudo a ela – disse Mione.

- Vou fazer isso agora mesmo Mione – disse Alexia – você vem comigo Draco?

- Vou sim, tchau minha linda – disse dando um selinho em Gina.

- Tchau Draco – respondeu a ruiva.

- Tchau meu amor – disse Alexia beijando o namorado.

- Se cuida princesa – respondeu Harry.

Alexia e Draco saíram da sala e seguiram em direção da sala da diretora.

- Vou te esperar no salão comunal, acho melhor você falar com a diretora sozinha – disse Draco.

- Está bem, te vejo depois – Alexia deu um beijo no rosto do amigo – obrigada Draco, eu te amo.

Ele sorriu e disse.

- Eu também te amo.

Alexia contou tudo em detalhes a Prof McGonagall.

- Ótimo trabalho Alexia, mas me diga como você está não deve ter sido fácil pra você? – perguntou a professora preocupada.

- Foi horrível senhora, ele é um crápula, cínico, eu tive que me controlar muito para não estragar tudo.

- Gostaria que tudo isso tivesse sido diferente, se Tom tivesse recebido amor, ele poderia ser diferente, você e o Harry poderiam ter tido uma família. – Alexia pode perceber lagrimas nos olhos da diretora.

- A senhora tem razão – Alexia abraçou a professora.

- Bom, mas infelizmente não foi assim – disse a professora se recompondo e secando as lagrimas.

Alexia concordou com um aceno de cabeça.

- No fim de semana, vocês irão comigo para a Ordem onde iremos definir os últimos detalhes – disse a professora.

- Certo! Senhora – responde Alexia saindo da sala – até mais.

Alexia deixou a sala da diretora e foi direto para o salão comunal da sonserina, lá encontrou Draco a esperando.

- Demorei muito? – perguntou sorrindo.

- Não minha Lady. – Draco retribuiu o sorriso e continuou - Melhor irmos dormir o dia foi muito agitado hoje, você tem que descansar.

- Certo, vamos então, tenha uma ótima noite meu Lorde – disse Alexia beijando o rosto de Draco.

- Você também minha Lady.

Mas durante a noite Alexia não conseguiu dormir direito, o encontro com Voldemort teimava em voltar a sua mente.

Os dias passaram e no domingo estavam todos no horário combinado na sala da diretora onde foram para Ordem numa chave de portal.
Todos da Ordem já se encontravam na casa, eles adentraram a sala de reunião e se juntaram aos outros na mesa.
A Prof McGonagall deu inicio a reunião.

- Boa tarde a todos, como vocês já estão sabendo, estamos reunidos hoje para acertar os últimos detalhes da batalha final. - todos concordaram e ela continuou – Alexia se mostrou uma grande bruxa e também uma excelente atriz ao conseguir convencer a Você-sabe-quem que ela estava do lado dele, agora teremos que fazer a nossa parte. Moody você poderia passar os detalhes?

- Claro Minerva, nós iremos colocar o plano em ação no próximo fim de semana – disse – Alexia você irá mandar um recado dizendo que irá entregar Harry para Voldemort no local onde há 16 anos atrás ocorreu a queda dele, vai convence-lo que é o local mais apropriado para isso.

- Pode deixar isso comigo, já sei exatamente o que argumentar com ele – disse Alexia, ela já tinha tudo em mente.

- OK no dia todos nos iremos dar cobertura para Harry e Alexia, iremos usar o feitiço Desilusionar onde ficaremos invisíveis de guarda caso aja algum problema como a presença de muitos comensais.

Todos concordaram, passaram a tarde toda acertando os detalhes.

- Quero mostrar uma coisa para vocês duas – disse Alexia apontando para Mione e Gina – venham comigo.

- Por que só para as duas? – perguntou Rony.

- Por que é assunto de mulheres Ronald – respondeu Mione.

- Nossa! Quanto segredinho hem?! – riu Harry.

As três meninas fizeram caretas e subiram para o quarto de Alexia.

- Entrem, fiquem a vontade – disse Alexia.

- Este é seu quarto? – perguntou Gina percebendo que tinha vários objetos pessoas de Alexia, várias fotos. Entre elas, percebeu uma de Alexia com um rapaz, abraçados.

- É meu quarto sim, eu vim para Londres em julho, então Tonks me hospedou aqui até que as aulas começassem.

- E quem é esse deus grego na foto com você? – perguntou Gina mostrando o porta-retratos.

Alexia sorriu.

- Este é o Luigi, estudou comigo na E M B A, nós namoramos antes de eu vir para Hogwarts.

- Namoraram?! – perguntou Gina com os olhos arregalados.

- Deixa-me ver – pediu Hermione pegando o porta-retratos da mão da Gina– nossa!

- Além de lindo, ele é uma pessoa maravilhosa. – disse Alexia.

- Tudo bem Ale – Gina sorriu marota – mas quer um conselho, não deixa o Harry saber disso, ele é muito ciumento.

- Gina tem razão Ale, melhor ficar entre nós – riu Hermione.

- Se as duas estão dizendo, eu não vou discordar – Alexia riu – bom mas o que eu quero mostrar para vocês não é esse porta-retratos, é outro.

Alexia se dirigiu ao guarda-roupa e retirou um outro porta-retratos.

- Mas vocês duas vão me prometer que não irão rir da minha cara – pediu Alexia já sabendo que isso não ia acontecer.

As duas concordaram.
Alexia entregou o porta-retratos e não deu outra, Mione e Gina gargalhavam.

- Eu não acredito – Gina enxugava os olhos – é uma foto do Harry.

Mione ria tanto que não conseguiu nem falar.

- Vocês duas prometeram – Alexia fingiu estar brava, mas na verdade ela estava se segurando para não rir também.

- Explica isso Ale? – finalmente Mione conseguiu dizer alguma coisa.

- Foi um presente, uma amiga me deu – Alexia riu ao lembrar de Amy – na verdade eu já era fã do Harry desde o torneio tri-bruxo – Gina e Mione olharam de canto para Alexia – está bem, está bem, eu sempre tive uma quedinha – mais um olhar – OK vocês venceram, eu já gostava muito do Harry, mas isso na época era algo impossível para mim, mas mesmo sabendo disso eu não me interessava por ninguém, vivia perdida nos meus livros, no dia do meu aniversário ganhei esse retrato da Amy, ela na verdade queria zoar com a minha cara, mas ficou desapontada quando viu que eu gostei. Desse dia para cá eu não larguei essa foto mais.

- Nossa Ale, que linda essa historia então esse amor já é de muito tempo? – disse Gina.

- Muito tempo Gina, vocês não imaginam a tortura que foi para eu fingir esse tempo todo – Alexia tinha os olhos marejados.

- Não fica assim Ale, agora você está junto dele, junto da gente, e é uma questão de tempo para tudo ficar em paz – respondeu Mione abraçando a amiga.

Gina também abraçou as duas e ficaram assim um tempo.

- Daria tudo para saber o que elas tanto conversam naquele quarto – dizia Rony roendo de curiosidade.

- Nos também Rony – Draco se divertia com a cara que Rony fazia.

Harry só acompanhava a conversa dos dois.

À noite voltaram para a escola e foram direto para o dormitório, estavam casados demais, e logo caíram num sono profundo.

No dia seguinte Alexia procurava por Pansy, logo a viu junto com algumas meninas do sexto ano.

- Pansy, eu preciso falar com você em particular.

- Claro amiga, vejo vocês depois garotas – disse saindo com Alexia.

- Pansy eu preciso entrar em contato com seu pai.

- Isso é fácil Alexia, eu tenho uma maneira de mandar cartas para ele, sem que passe pela vistoria do castelo.

- Ótimo Pansy, eu irei escrever e te entrego, mas preciso que você envie hoje mesmo. – pediu.

Alexia e Pansy se dirigiram ao salão comunal da sonserina, onde Alexia foi ao dormitório e logo voltou com pergaminhos e a pena.

- Vou escrever primeiro a carta para meu pai, depois eu coloco em anexo junto com a carta para o seu pai – disse Alexia.

Pansy concordou. Alexia pegou a pega e começou a escrever no pergaminho.




Milorde

Irei te entregar o presente no próximo fim de semana, e adoraria que fosse num lugar muito significativo para ambos, local onde a vingança será completa, onde há 16 anos houve o primeiro contato, e assim eu poderei terminar o que o senhor começou.

Espero por uma resposta

Sua Lady.




Alexia releu a carta e selou, depois escreveu um bilhete para o pai de Pansy.




Sr Parkinson

Peço que entregue essa carta que está em anexo ao Lorde das Trevas o mais rápido possível.

Obrigada

Lady Alexia





- Terminei você pode levar agora Pansy – disse Alexia entregando a carta para a garota.

- Agora mesmo, já volto – disse Pansy saindo do salão comunal e deixando Alexia com seus pensamentos.

“A sorte está lançada, espero que consiga convence-lo facilmente, você não perde por esperar papai”.


- Daria um beijo pelo seu pensamento minha Lady – Draco sussurrou no ouvido de Alexia.

- Você me assustou Draco – disse Alexia sendo trazida de volta à realidade.

Ele sorriu.

- Pansy foi despachar a carta, agora é só esperar pela resposta.

Draco ficou serio de repente.

- Não acho nada legal o fato de vocês irem sozinhos, eu poderia usar a capa do – nesse momento ele olhou para ver se ninguém estava olhando e sussurrou –Harry para dar cobertura.

- Nem pense nisso Draco Malfoy – disse Alexia se alterando – não quero que você corra nenhum perigo está me entendendo?

Draco se assustou com Alexia, então preferiu concordar com a garota.

- Vou a biblioteca – disse Alexia pegando suas coisas – você vai comigo?

- Vou sim – respondeu Draco.

Algumas horas depois Alexia assustou ao ver Pansy entrar na biblioteca apavorada.

- Alexia – Pansy entrava correndo com uma carta na mão.

Alexia olhou para Draco.

- O que houve? – perguntou para a garota.

- Chegou agora para você. – disse entregando a carta para Alexia.

Esta abriu e leu.

Minha Lady.

Percebo que você é mais ousada do que imaginava, local perfeito, eu estarei lá no sábado a meia noite esperando o meu presente.

Lorde Voldemort


- Ótimo – disse a garota com um sorriso enorme. – agora é só agir.***************

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.