FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. Lithium


Fic: Tudo pelo qual eu estou vivendo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

4- Lithium



Hermione sentiu os raios de sol lhe aquecerem a face. Ainda estava na enfermaria, e não sabia por quanto tempo havia dormido. Abriu os olhos lentamente, esperou até se acostumar com a claridade. Ela pensou que estivesse sozinha ali quando sentiu que algo estava apoiado em sua mão esquerda.

Ela olhou para o lado e o viu, sentado na cadeira e apoiado na beirada da cama, com o rosto mais angelical que Hermione já vira em toda a sua vida. Parecia dormir profundamente. Ela não conseguia parar de olhar pra ele, seus olhos estavam hipnotizados. *ele até parece uma pessoa legal quando ta dormindo*.

Draco abriu os olhos devagar, viu que Hermione já tinha acordado e levantou rápido tentando esconder a expressão de sono.

Só então Hermione percebeu que ele havia dormido ali, *será que ele ta aqui desde ontem? Eu não lembro dele ter ficado aqui quando eu dormi*.

- Você ta aqui desde quando Malfoy?

- Desde hoje de manhã... - Draco falou num tom quase inaudível.

- Você por acaso dormiu durante a noite ¬¬?- Hermione perguntou depois de ver o estado em que ele estava.

- Não...

- Por quê??- agora ela estava curiosa

Draco não sabia o que responder, não podia simplesmente dizer que não tinha dormido à noite porque ficou preocupado com ela.

- Insônia - respondeu a primeira coisa que lhe veio a mente.

- Sei... ¬¬²

-Você ta se sentindo melhor?

Hermione foi pega de surpresa pela pergunta dele, até tinha se esquecido que havia desmaiado no dia anterior, e que havia sido socorrida por ele.

- sim...

- que bom...

Ela podia jurar que havia visto um sorriso no rosto dele.

- Você está perdendo as aulas da manhã Malfoy...

- Eu sei... Mas não to perdendo grande coisa... Agora tem aula de História da Magia, dormir na aula ou ficar aqui dá no mesmo... u.u- disse voltando ao seu tom normal esnobe.

- Tava demorando ¬¬³

Hermione ia falar alguma coisa quando Madame Pomfrey chegou e disse que ela poderia ir embora agora, não sem antes dar um monte de sermões.



- Você ia dizer alguma coisa antes da velha chegar.

*velha??o.O...que mal educado...*

- Eu só ia perguntar porquê você ficou lá na enfermaria comigo tanto tempo.

Hermione andava olhando os próprios pés, ao seu lado Draco pensava em uma resposta que não pudesse comprometê-lo.

-... –

- Não precisa responder... - A menina disse o olhando antes de sumir pelo corredor que levava à torre da grifinória.

*idiota... Porque você não respondeu... ù.ú...eu sou um idiota mesmo*...Draco saiu andando até as masmorras, teria aula com Snape agora, não podia se dar ao luxo de faltar.






Os pingos de chuva caiam apressados lá fora, o vento uivava contra as folhas e os troncos das árvores. A floresta proibida parecia ainda mais assombrosa aos olhos castanhos de Hermione, que tentava se manter aquecida enquanto olhava pela janela do dormitório. Estava na hora do jantar, mas novamente ela não tinha fome, ignorava completamente os sermões de Madame Pomfrey.


Tudo parecia tão nostálgico visto dali, e ela não sabia por que, mas estava angustiada, preocupada. Sentia seu coração acelerado e se desesperava mais por não saber o que era. Começava a se inquietar. Hermione decidiu ir andar um pouco, pra ver se descobria o que era aquilo, ou pra se acalmar.


Do outro lado do castelo lágrimas grossas deslizavam por um rosto pálido e frio. Draco se encontrava sentado na torre de astronomia, fazendo companhia à sua solidão. Se sentia tão mal que não conseguiu deixar suas lágrimas escaparem. Sentia vontade de gritar, de sair correndo dali, mas sabia que aquilo não iria adiantar, que não iria fazer sua dor sumir. Estava totalmente desnorteado, levantou-se do chão e começou a andar pela torre. Sentia sua respiração falhando e as lágrimas descendo cada vez mais grossas. Se desesperava a cada segundo. E gritou. Gritou tão alto que sua voz se igualou ao trovão que acabara de cruzar o céu. Sentia sua dor aumentando e apoiou-se a janela. Seus olhos estavam vermelhos, e incrivelmente escuros.




Hermione andava pelo corredor da biblioteca sentindo o ar gélido lhe tocar a face. Estava tremendo, mas não era de frio. Sabia que havia algo mais. Estava distraída em seus passos quando ouviu um grito. Um grito que a fez parar imediatamente. Seu coração acelerou e teve a impressão que havia parado de respirar. Tudo silenciou e Hermione pôde ouvir claramente as batidas. Correu, como nunca havia corrido em sua vida. E enquanto corria seu medo aumentava. Sentia seu coração na altura da garganta e não fazia a menor idéia se ainda respirava.


Parou de sobressalto em frente a porta, ofegava tanto que achou que fosse cair. A abriu e olhou assustada para o interior da sala.

Viu Draco apoiado na janela. Se aproximou lentamente tentando não fazer barulho.

- Malfoy...?- chamou-o baixinho.

Ele virou-se na direção dela. Hermione se assustou ao ver a expressão de ódio que ele tinha quando olhou pra ela.

- O que você quer Granger?!?!?!- Esbravejou cheio de raiva. Ela não tinha o direito de vir perturbá-lo logo agora.

- Nada, eu só...ouvi um grito...e pensei que pudesse ter acontecido alguma coisa...- ela disse com a voz calma, estava com medo da expressão dele. Sentiu muito medo de Malfoy naquele instante.

- Você pensa demais Granger!!!- Draco virou-se para a janela novamente.


Hermione ficou completamente paralisada. Não sabia como, mas aquelas palavras a feriram profundamente. Sentiu as lágrimas se formando em seus olhos e lutou contra elas, mas não conseguiu vencer.

Os trovões haviam parado e a chuva estava mais fraca agora. Draco ainda sentia uma vontade enorme de chorar mas não poderia fazê-lo na presença de Hermione. Sua raiva havia diminuído, se surpreendeu em não receber nenhuma resposta pelo que havia dito a pouco. E soube que havia cometido um erro grande quando sentiu o cheiro de lágrimas se misturando ao aroma de terra molhada que vinha dos jardins.


Sentiu sua garganta doendo. Havia feito ela sofrer, e não conseguia mover um só músculo para olhar pra ela.

Hermione sentiu-se confusa e profundamente triste.* o que eu fiz de errado??*. Arrependeu-se de ter ido até ali, queria voltar pra sua cama e chorar até dormir mas não conseguia se mover. Estava cansada demais pra andar todo o caminho de volta. As lágrimas caíam cada vez mais. Ela andou até a parede mais próxima e sentiu-se desabar no chão. Seu olhar vagou pela sala por um momento antes de se perder em suas mãos.* de novo essa dor...*. Hermione sentiu aquela dor tão familiar lhe atormentando denovo. E chorou, não silenciosamente como estava fazendo a pouco, mas dolorosamente. Não se importava de mostrar ao Malfoy que ele havia a ferido. Se recostou na parede ao seu lado e ali ficou sentindo a visão embaçar e sua respiração falhando cada vez mais.


Draco ouviu os passos de Hermione e achou que ela estava indo embora. Assustou-se com o barulho de seu choro. Não era como das outras vezes que ele a ouvira chorar. Agora era diferente, seu choro era desesperado, como o de alguém que chora sem saber a razão de seu sofrimento. A dor em sua garganta aumentou ainda mais quando lembrou que ele era o culpado. Virou-se para trás e a viu em um canto, abraçando os joelhos e com o olhar vazio. Sentiu seu rosto molhado outra vez, e a dor em seu peito aumentar. Como podia machucar alguém tão frágil assim?. Ele dirigiu-se até ela e sentou a sua frente. A observou chorar, e aquilo só piorava. Sentiu uma angústia tão grande que não conseguiu mais segurar o choro. Chorou como uma criança na frente dela, não se importava mais, só queria que aquilo parasse, o som das lágrimas dela ecoavam em sua mente ferindo seus ouvidos.


Hermione percebeu que Draco estava chorando e aquilo a deixou surpresa. Parou de chorar e ficou olhando pra ele. *Por que ele ta chorando agora?*. Sentiu pena dele. Sabia que ele estava tão triste quanto ela e por um momento esqueceu tudo o que havia acontecido. Não gostava de vê-lo chorando, era algo simplesmente horrível. Não queria mais ver aquilo, começou a se desesperar, e sem pensar o abraçou.


Draco ficou totalmente estático. Num momento estava chorando feito uma criança e no outro sentia dois braços lhe envolvendo o pescoço. Ficou sem reação e quando percebeu já estava abraçando Hermione também. Há muito tempo não recebia um abraço, e o último de que se lembrava havia sido um de sua mãe.


Hermione podia sentir o coração de Draco batendo acelerado, ele estava tão frio e suas lágrimas molhavam o seu casaco. Ele ainda não tinha parado de chorar e aquilo só a deixava mais nervosa e sem saber o que fazer.


- Tenta se acalmar...- falou quase chorando novamente.

- Eu não consigo me acalmar...- Draco disse com a voz triste e embargada- eu não sei o que há de errado comigo....

Hermione apertou o abraço e pediu a Merlin que aquilo acabasse.


Não soube distinguir quanto tempo eles ficaram assim. Só percebeu que ele havia parado de chorar quando se separaram. Viu o rosto dele vermelho sentiu vontade de abraçá-lo denovo.

- eu não quis dizer aquilo...eu tava muito nervoso...me desculpa?

Hermione quase arregalou os olhos.*DRACO MALFOY ME PEDIU DESCULPAS???O.O!!!!!!!!!!!!!!!!!!!*. Ela achou que estava com febre e estava ouvindo coisas, mas percebeu que não quando viu a expressão que ele tinha, de quem espera uma resposta.

- des...desculpo sim- sua voz falhou tamanha era a surpresa.



Os dois foram andando pelos corredores conversando baixo.Tudo lá fora estava quieto e podia se ver a lua brilhando no céu ainda escuro. Passava da meia-noite.


- Eu não quero me isolar e esquecer como é sentir saudades de alguém.- Hermione se pegou dizendo quando ele lhe perguntou por que ela chorava tanto por estar sozinha.

- Entendo.

- Mesmo?

- Sim. Isso também acontece comigo.

-...-

Haviam chegado perto do salão da grifinória e teriam que seguir cada um seu caminho. Estavam parados em silêncio olhando um pro outro.

- Você me perdoa por tudo que eu fiz e aceita ser minha amiga Hermione?- Draco disse olhando pro chão.

Hermione quase caiu no chão...*Ele me chamou de Hermione!ELE ME CHAMOU DE HERMIONE!!!!DRACO MALFOY ME CHAMOU PELO PRIMEIRO NOME!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!*eu só posso estar delirando*

-....-*barulhos de grilos ao fundo*

- Você me chamou de Hermione!!!

- É, eu sei...- disse como se fosse a coisa mais normal do mundo.

Hermione se acalmou da pancada que havia levado e voltou a olhar normalmente para ele.

- Você ainda não me respondeu...

-Ah...sim....- ela ficou vermelha por um instante e falou em tom baixo- eu te perdôo por tudo, qualquer coisa é melhor do que ficar sozinha.

Draco observou um sorriso na face de Hermione e viu ela se distanciando e sumindo pelo quadro da mulher gorda. Não havia entendido muito bem o que ela havia dito, só sabia que naquele instante sentiu vontade de ir correndo abraçá-la e não soltá-la nunca mais.






N/A: Sorry pela demora exagerada...preguiça e falta de inspiração são fodas...


agorah vcs jáh podem me trucidar....mas aí naum vai ter capítulo 5...Xb

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.