FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. PARTE 3


Fic: A HISTORIA DE ALEXIA EVANS RIDDLE


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

nt... AH!!!! Aline.....o Luigi é LINDO!!!!!!!!!!!!!!! hehe, imagina um rapaz alto, moreno claro com porte ateltico, já que ele joga futebol, ah... olhos azuis heh... quase um Bruno Gagliasso HUHUHUHU.... bom ta a 3 parte ai

comentem... PLEASE

bjooooooooooooooooooooo

*****************************************************

McGonagall e Alexia chegaram numa grande mansão, era um lugar lindo.

- Onde nós estamos Senhora? – perguntou.

- Estamos na sede da Ordem da Fênix querida, você vai ficar aqui até o inicio das aulas dia 01 de setembro.

Alexia estava encantada com a beleza da casa.

- Minerva, que bom que chegaram – disse Tonks se aproximando das duas. – você deve ser Alexia.

- Sim, muito prazer.

- O prazer é meu, sou Nymphadora Tonks, mas pode me chamar de Tonks – disse apertando a mão de Alexia.

Alexia sorriu.

- Venha vou mostrar o seu quarto.

- Vá querida, descanse um pouco, depois do jantar iremos conversar sobre a escola.

Alexia acompanhou Tonks pela escadaria, elas chegaram a um quarto enorme onde tinha um banheiro só para ela, uma cama confortável, alguns livros, e um sofá perto de uma lareira.

- Fique a vontade Alexia, se precisar de alguma coisa é só pedir.

- Obrigada Tonks, eu agradeço a hospitalidade.

Tonks saiu do quarto deixando Alexia finalmente sozinha depois de tudo o que aconteceu.

Alexia percorreu o quarto todo com os olhos, depois se jogou na cama, onde chorou, colocou toda a dor que sentia para fora, chorou tanto que até adormeceu.

Mas tarde já na hora do jantar, McGonagall foi ao quarto de Alexia para chamá-la.

- Alexia, acorde querida, está na hora do jantar.

Alexia se mexeu na cama e sorriu para a professora.

- OK, eu já vou Senhora, mas antes posso fazer uma pergunta?

- Claro minha filha.

- A senhora me disse que minha mãe tinha uma prima, ela ainda está viva? Por que se ela estiver eu poderia morar com ela não poderia? Agora que eu não tenho mais ninguém.

- Você tem a nós minha querida, mas respondendo a sua pergunta, sua mãe tinha uma prima sim, mas infelizmente você não vai poder ficar com ela, pois “você-sabe-quem” também a matou junto com o marido, mas vamos descer, irei te explicar melhor.

- Aquele maldito! Ele não perde por esperar!

Durante o jantar Alexia foi apresentada para outros os bruxos da ordem, entre eles Moody Olho-Tonto e Remo Lupim.

- Remo vai ser seu professor em Hogwarts – disse Tonks.

- Verdade? O Sr vai lecionar o que?

- Defesa contra as artes das trevas, e já estou sabendo das suas grandes façanhas Alexia. – respondeu com um sorriso amável.

- Obrigada Sr. – respondeu Alexia corada.

Após terminarem de comer, se dirigiram a sala de reunião da Ordem, era uma sala imensa, onde havia muitas esculturas, quadros, no centro estava uma mesa oval na parede tinha um quadro de um bruxo que Alexia reconheceu, Alvo Dumbledore, ele sempre visitava sua mãe e ela no Brasil.
O Bruxo sorriu para Alexia, está retribuiu.

- Senhora, por que tem o retrato do Sr Dumbledore aqui? – perguntou Alexia estranhando.

- OH! querida, você não soube ainda, Alvo também foi morto alguns meses atrás, depois te explicou melhor – pediu a professora com os olhos marejados e mudando de assunto.

- Tudo bem Senhora.

A professora sorriu em, agradecimento pela discrição da garota.

- Você vai para Hogwarts com um nome falso Alexia, precisamos te manter anônima o mais tempo possível. – disse McGonagall.

- Certo! E como vou me chamar?

- Seu nome será Alexia Smith – respondeu Moody.

- Professora, eu queria pedir um favor, eu quero ficar na sonserina.

- Na sonserina? Por que isso Alexia? – perguntou Tonks.

- Para que o meu plano dê certo eu preciso ficar na sonserina – disse Alexia.

- De que plano você está falando? – perguntou Moody.

- Eu jurei junto ao caixão da minha mãe que iria vingar a sua morte e é isso que eu vou fazer, só aceitei vir para cá e deixar a minha vida por causa disso. – respondeu Alexia num tom totalmente decidido que os outros nem tentaram argumentar.

- Se você está decidida Alexia, pode contar com a nossa ajuda – disse Remo.

- Obrigada! Professor Lupim. – disse sorrindo

Alexia contou tudo o que planejava e eles lhe deram informações de como proceder na escola, principalmente o fato dos grifinórios odiarem os sonserinos.

- Bom melhor irmos dormir, o dia hoje foi cansativo – disse Tonks levantando da mesa.

- Antes, gostaria de fazer mais uma pergunta. – pediu Alexia.

- Faça querida. – respondeu McGonagall, Tonks sentau novamente.

- Quem era a prima da minha mãe? Lembro que a senhora comentou que ela estava grávida quando ajudou minha mãe.

- Você tem razão Alexia, ela teve um filho, e morreu para salvar a vida dele, a prima de sua mãe chamava-se Lílian, era casada com Thiago Potter.

- Potter? Então ela era mãe do Harry Potter? – perguntou Alexia espantada.

- Isso mesmo, ela e Thiago enfrentaram “você-sabe-quem” para salvar Harry Potter.

- Então ele é meu primo? – perguntou.

- Primo distante, mas sim podemos dizer que vocês têm algum parentesco.

Alexia ficou pensativa por alguns instantes e finalmente levantou.

- Posso me retirar senhora? - pediu

- Claro! Alexia – respondeu McGonagall.

- Boa noite a todos – disse Alexia se despedindo.

No quarto, Alexia estava arrumando suas coisas quando viu o porta-retratos, deitou na cama e logo estava perdida em seus pensamentos enquanto apreciava a fotografia.
“Finalmente vou te conhecer meu lindo, você não imagina como está o meu coração, ainda mais agora que soube que temos um vinculo familiar, embora pequeno, mas sabe o que me mais dói? É o fato de ter que ficar longe de você, pelo que fiquei sabendo, vou ter que fingir que te odeio”.

Alexia adormeceu abraçada ao porta-retratos.

Os dias passavam lentos para Alexia a saudade dos amigos tornava tudo pior, mas ainda não poderia entrar em contato com eles só quando fosse para a escola, conforme ia se aproximando o dia do inicio das aulas o nervosismo ia aumentando.

Um dia Alexia teve uma surpresa, estava descendo para tomar café quando Tonks veio correndo.

- Alexia desculpe, mas você terá que ficar no seu quarto, não saia de lá por nada nesse mundo, teremos visitas hoje, e ninguém pode saber que você está aqui.

- Está bem Tonks, mas quem vem? – perguntou não conseguindo esconder a curiosidade.

- O Sr. Artur Weasley e Harry Potter.

- Harry Potter?!

- Isso mesmo Alexia e esse é o motivo para você não aparecer, vou pedir para trazerem seu café no quarto.

- Tudo bem Tonks, ficarei no quarto.

Tonks saiu apressada deixando Alexia tremula.

“Oh! Merlin, Harry Potter, não poderia ser outra pessoa, tinha que ser justamente ele”.

Alexia andava de um lado para outro nervosa no quarto, “não posso perder essa oportunidade de vê-lo, se eu der uma espiadinha de longe não vai fazer mal nenhum, vou tomar cuidado”. Alexia saiu do quarto procurando não fazer barulho e se escondeu perto da escada, de onde daria para ver o saguão de entrada, passado algum tempo ela finalmente viu, era ele, Harry Potter acabava de chegar acompanhado de um homem ruivo, que deveria ser o Sr Weasley.

- Oh Merlin, como ele é lindo! – exclamou baixinho para si mesma.

Ficou observando até ele adentrar pela porta onde era a sala de reunião da Ordem, depois disso correu para seu quarto, não queria que ninguém visse que ela tinha desobedecido a uma ordem. Jogou-se na cama e pegou o porta-retratos que estava escondido debaixo do travesseiro.

- Como posse sentir isso por você? Responde-me o que você tem que me fascina tanto assim? – perguntava para o retrato.

O sentimento que tinha parecia aumentar cada vez mais, não sabia o por que disso, só tinha certeza que era um sentimento muito bom, que parecia preencher um pouco o vazio que sentia no coração.

Finalmente chegou o dia do inicio das aulas, Alexia estava tensa, andava de um lado para o outro no quarto, que nem viu Tonks entrar no quarto.

- Ansiosa Alexia? – perguntou Tonks assustando Alexia.

- Ham?! Oi Tonks, nem vi você entrar, estou muito ansiosa sim.

- Não se preocupe, Remo e Minerva estarão lá o tempo todo, se precisar de alguma coisa é só pedir.

- Obrigada Tonks, eu não sei nem como agradecer.

- Não precisa Alexia, você já é parte da família.

Tonks abraçou Alexia, tinham se tornado muito amigas, pois uma fazia companhia para outra.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.