FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Capítulo 1


Fic: Uma ruiva um pouco confusa JL


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 1


Verdadeiro Lar.


Neste exato momento estou sentada, dentro de um avião. Isso mesmo, eu Lily Evans, que morro de medo de altura, estou dentro de um avião. Ai, meu Deus! Sempre que ando “nisso” tenho um treco! Penso até que vou morrer...Calma Lily, você consegue sobreviver, por mais alguns minutos. Afinal, já devemos estar chegando...

Por que estou aqui mesmo? Oh, sim, estou me mudando para Londres. Vou morar com minha mãe, que se chama Nicole Lupin.

Meu pai e minha mãe se separaram quando eu tinha sete anos, desde então eu e minha irmã morávamos com meu pai nos EUA. Mas agora ele se mudou para a Alemanha, e como eu não quis ir junto, vim parar aqui neste avião. Vou morar com minha mãe e seu novo marido, em Londres.

Mamãe dois anos depois de se separar de papai, casou-se com Jonathan Lupin. Um homem muito gentil e educado, que tem um filho chamado Remus Lupin. Remus tem a minha idade, e o considero meu irmão de verdade! Somos muito amigos, ele é um fofo. Adoro muito os dois! Eles são super legais comigo e com mamãe!

Já Petúnia, minha irmã de sangue, os odeia. Acho que ela deve ter alguns “probleminha” cerebrais, ou muito ciúme mesmo... Esse foi um dos motivos por ela não ter vindo junto, morar em Londres. Estou tão feliz por isso, afinal finalmente me livrarei de Petúnia-chatascósvica-Evans. Ela é tão chata, tão chata, que meu Deus! Vivíamos brigando, é “vivíamos” porque agora, acabou-se! Ela tem uma certa “inveja” de mim, que eu nunca entendi bem o por que... Mas azar, já decidi parar de tentar descobrir isso, há muito tempo.

Voltando ao assunto “avião”... Aí meu Deus! Este “troço” está balançando! Coloquei meu cinto o mais rápido possível. Será que ele vai cair? Eu vou morrer! Calma Lily, você não vai morrer, é só uma turbulência... Assim espero.

- Senhores passageiros, esta tendo uma turbulência. Coloquem os cintos por favor. – pediu a aeromoça, com o microfone nas mãos.

Viu é só uma turbulência, não vou morrer! Sabe, não vou querer andar nessa coisa de novo, tão cedo...

- Senhores passageiros, a turbulência acabou, mas peço que continuem com os cintos pois, já vamos aterrissar.

Ufa... A tortura acabou! Na próxima vez que eu for viajar, vou preferir ir de navio. Mas e se o navio afundar, igual ao “Titanic”? Ih, é melhor eu continuar viajando de avião mesmo, afinal, ele é considerado um dos transportes mais seguros que existem! Mas espera um pouco... O avião pode cair e eu nem vou ter tempo de me salvar! E no navio, é diferente, caso ele afunde, eu posso pular na água, e sair nadando. Mas tem um pequeno detalhe, eu não sei nadar... É acho que vou continuar andando de avião mesmo. Ah, não sei qual dos dois é melhor... Ah, já sei, sim! Acabei de me lembrar, que no navio tem aqueles botes, que caso ele afunde e só subir num deles... Mas e se acabarem os botes na hora?! Aí eu vou morrer, mesmo! Ou seja, avião, realmente, é a melhor opção...Pelo menos, espero que seja...

Vocês devem estar pensando: “mas que garota confusa, não sabe decidir o que quer.” Eu sempre fui assim, mas será que vou continuar sendo confusa, para o resto de minha vida? Não sei...Talvez seja assim para sempre, talvez não...Sim, não, sim, não, sim, não... Ah chega! Depois decido isso...

Continuando, ser assim “um pouco” confusa é uma de minhas características mais marcantes. Mas quase ninguém sabe disso, pois essa confusão toda, só acontece em minha mente.

Às vezes fico pensando, será que isso só acontece com as ruivas? Então eu penso melhor e concluo que... Sou, definitivamente, uma exceção!

Mas agora neste momento, a coisa que eu mais quero é: sair desse avião o mais rápido possível!



Saí do avião e me dirigi à entrada do aeroporto. Quando cheguei lá, avistei minha mãe, Jonathan e Remus. Fiquei tão feliz em vê-los! Tinha um ano nos que nós não víamos, desde as férias passadas. Quando ela me viu, abriu um enorme sorriso, e veio correndo em minha direção. Que mico... Ela poderia vir andando, né?! Assim não chamaria tanta atenção...

- Filha, que saudades! - ela me abraçou tão forte, que até fiquei meio dolorida quando me soltou.

- Eu também estava com muita saudade, mãe!

- Lily, quanto tempo!- falou Jonathan enquanto me abraçava, não tão forte como minha mãe, ufa! - Como você cresceu desde o ano passado, e nossa como está bonita!

Corei ao ouvir isso. Vou lhe contar um segredinho, eu costumo corar a toa, mesmo. O pior de tudo é que sou ruiva, e quando uma ruiva cora, você percebe rapidamente.

- Brigada – falei, ainda corada. – Remus!- só agora o vi, ao lado de meu padrasto. – Que saudades!

O abracei também. Ele estava bem diferente, cresceu bastante de um ano para outro.
Estava bem mais forte também! Resumindo, estava lindo.

- Também estava morrendo de saudades! – respondeu ele, rindo.

- Agora mocinha, pode contar todas as novidades. - falou minha mãe.

Fomos andando em direção ao carro, enquanto eu contava as novidades. Entramos nele e fomos para casa. Estava doida para chegar, deitar na cama, e dormir bastante! Acordar só no dia seguinte.



Como é bom estar em casa, eu estava morrendo de saudades daqui! Não sei, mas me sinto melhor nesta casa, com minha mãe do que com meu pai. Ele vivia na rua, ou estava trabalhando. Eu o via uma vez ao dia, isso quando via! Mas aqui nesta casa, eu tinha minha mãe, que me dava todo carinho do mundo, meu padrasto, que eu considerava um pai, e Remus, que era o melhor irmão do mundo. Aqui sim, era minha verdadeira casa.

Agora, o que eu mais quero é tomar um banho bem gostoso, comer algo, e cair na cama. Fui no meu quarto, e logo depois para o meu banheiro. Liguei o chuveiro bem quente. Amo tomar banho de água quente, ele me deixa super relaxada.

Quando saí do banho, senti meu estômago roncar. Sou uma pessoa muito esfomeada. Não fico mais de três horas sem comer. E já faz cinco horas que eu não como, não sei como estou agüentando tanto tempo! Deve ser o nervosismo de andar de avião, por isso nem senti nada.

Acabei de colocar meu pijama lindo, de sapo. Desci as escadas correndo, de tanta fome que estava, e fui direto para a cozinha. Eu estava morrendo de saudades da comida da minha mãe, ela é super boa!

- Calma Lily, a comida não vai sair do lugar - falou mamãe, sorrindo ao me avistar.

- Mãe eu estou morta de fome, estou a quatro longas horas sem comer. -falei fazendo cara de coitada, enquanto me sentava à mesa, ao lado de Remus.

- Oh, isso é um milagre - falou ele, sorridente.

- Eu estava tão horrorizada com a idéia do avião cair, que acabei esquecendo de tudo. - expliquei.

- Não sei por que você tem tanto medo de avião... – indagou meu querido irmão.

O principal motivo é: eu morrer de medo de altura! E bem, o avião voa, alto, bem alto, alto mesmo! Demais até...

- Reminho, você sabe o motivo.

Já contei isso para ele, bilhões de vezes! Mas parece que ele não me escuta, ou sei lá! Vai ver que entra por um ouvido, e simplesmente sai pelo outro...Aí depois, vem me perguntar a mesma coisa.

- Mãe a comida tá pronta?

- Aqui filha. – respondeu ela, enquanto me alcançava um enorme prato de comida.

O cheiro estava tão bom! Fazia tanto tempo que eu não comia uma comida tão boa quanto à de mamãe. Quando eu morava com meu pai, só comia em restaurantes, e a comida não era nada boa, perto dessa. Aí como eu estava com saudades dessa comida!

- Mãe, você não sabe como estava com saudades da sua comidinha. – falei sorrindo para ela.

- Eu sei disso. – respondeu ela, dando me uma piscadela.

- Ainda não descobri, como você consegue ser tão magra assim. – exclamou Remus.

- É, sabe...Eu também não. – respondi risonha.

Falam que isso é de família, sabe? Porque toda a família de minha mãe é assim, magrela. Eu a puxei, posso comer o quanto quiser, que não engordo! Que bom! Mas não pense que eu sou uma daquelas pessoas magricelas que até parecem um palitinho, não, não. Sou meio termo, tenho um corpo bem bonito.

- Mãe eu vou sair com o pessoal, ok? - falou Remus para minha mãe que estava sentada do nosso lado.

- Ta bom meu filho, mas não chega tarde. Fala com seu pai também, tá?

- Pode deixar, vou lá em cima falar com ele.

Minha mãe e Remus se tratavam assim, como mãe e filho, mesmo não sendo de sangue. A mãe dele tinha morrido quando ele era novo ainda. Depois que seu pai conheceu minha mãe, ele ganhou uma nova mãe e eu, sua nova irmã. Ele era o melhor irmão que alguém poderia ter!

Agora que acabei de comer, eu vou deitar na minha cama. Afinal, só conseguia pensar nela.

- Vou dormir - dei um beijo em mamãe. Já estava a caminho do meu quarto quando ela falou:

- Já?

- Você não sabe como estou com sono.

Já estava até bocejando, estava morta. Nem consigo mais ficar em pé. Também não é para tanto, consigo ficar em pé sim, mas isso é só para dizer o quanto estou cansada.


Cheguei no meu quarto, e deitei embaixo da coberta, mesmo estando quente. Não consigo dormir sem um cobertor em cima de mim, é costume. Era verão, odeio calor, e amo frio. O bom é que já estava acabando, isso significa que as férias também estão acabando. Isso é ruim, essa era a última semana pra morgar em casa. O que era horrível. Pior que vou mudar ter que mudar de colégio, e não conheço ninguém lá. Odeio trocar de colégio! E não vou estudar no mesmo colégio que o Remus! Buááááá.... Eu queria, mas mamãe não deixou pois, ela me colocou em uns dos melhores colégios de Londres. Neste colégio só tem CDF. Pois neste colégio só aceitam pessoas que tiram notas muito boas. Então minha querida mãe tentou me matricular lá. Eu estava crente que não iriam me aceitar, mais adivinha?! Eles me aceitaram! Isso faz as pessoas pensarem que eu também sou CDF. Ahhh!!!


Quando estava pegando no sono, ouvi algumas gargalhadas lá embaixo, com certeza eram os amigos do Remus que tinham chegado. Ah! Eu mato esses caras! Eles falam muito alto... Será que não respeitam a lei do silêncio? Depois das dez da noite não se pode mais fazer barulho. Mas, pensando bem, era eu que estava dormindo muito cedo. Ainda eram oito horas da noite, ou seja, eles poderiam ficar mais duas horas fazendo barulho.

Quando estava quase dormindo de novo, mesmo com o barulho lá de baixo, alguém bateu na minha porta. Hoje eu mato um....

Sabe quem era? Meu irmão.

- Vim te dar boa noite - disse ele, dando me um beijo na bochecha.

- Boa noite, irmão mais querido do meu coração! - falei sorrindo – E boa noitada.

- Bom sono. - falou ele, dando outro beijo em mim - Tchau.

Dito isso, foi embora. Ele é tão fofo! Como posso ter raiva dele? Ele é o melhor de todos!

Agora eu posso dormir em paz, que bom! Parece que eles já se foram. Espero que ninguém bata mais na minha porta, e atrapalhe meu sono.

Rolei de um lado para outro. Nada de conseguir dormir. Que raiva, agora eu não consigo dormir! Tinham que me acordar... Ah, eu mato todos os amigos do Remus e ele! Agora o que me resta fazer é ver TV. Espero que esteja passando algo que preste...

Eu liguei na Warner, estava passando Smallville. Eu amo Smallville! É a melhor série do mundo! E ainda por cima tem aquele cara lindo, perfeito, o Clark Kent! O episódio que estava passando, eu já tinha visto um milhão de vezes, mas não cansava de ver. Fiquei vendo TV, e nem percebi a hora passar. Quando fui ver no relógio, já eram dez da noite, e eu estava começando a ficar com sono.

Como estava morrendo de cede, desci e fui beber água, e aproveitei para comer um pão. Voltei ao meu quarto, para finalmente, dormir. Agora posso descansar em paz. Não há ninguém para me atrapalhar. E quem me atrapalhasse, agora eu juro que matava de verdade.



N/B: aaah! Eu A M E I betar esse cap!!! *___* tá tãããão demais :DDD espero que o povo comente U_U pq se não, eu vou fritar todo mundo, e dar de comida para a Lula gigante o_ó muahahaha XD~ tá brincadeiraaaa :x maas meeeu, vamos combinar que a juu escreve SUPER MEGA HIPER bem, nééé :DDD~ eee que essa história vai ficar demais ;DD e claro, essa fic tem uma beta incrível! Iauhaiuahiuahiauahiu XD vamos combinar 8DD tá, não vou mais encher o saco de vocês :x Leiam a fic, votem e comentem o_ó XD beijos! :* Jujuuuu A M E I *___* demais, demais, demais, MESMO =DDD \super fã\ mil beijos pra ti, fofoleti (LLLLLLL) ah, estou esperando o próximo cap. em XDD (y) :D~ :*** (LLLLLLLLLL) \o\~


N/A: Eu não acredito que a fic esta de volta, estou TÃO feliz XDD Quero agradecer MUITO a minha beta querida, Léti!!! Briga por betar esse cap, você esta me ajudando MUITOO!!
Espero que vocês gostem da fic ;) E dessa vez ela não vai ser deletada de novo, prometo XDD Comentem bastante para me deixar feliz, assim o capitulo vai sair bem rápido!!



Agradecimentos a:

Léti Potter (Estou tãooo feliz por você ser minha beta XD Que bom que você gosta da fic!!! Brigada pelos comentários!!!) Sam radcliffe( Brigada pelo comentário XD Aki esta o 1º cap :D Espero que goste!) ,Bel Black, Mano Coimbra, Delly Black, Dayy, Anna Diggory, Cá ( BRIGADAAAA!!! AMEI ¹²³ a capa XD você jah sabe disso pq eu já te disse um milhão de vezes, haushaushauhsauh!! Brigada pelo comentário XD), Tia Fer( Ehhhh!!! Que bom q vc comentou :D que bom XD), Zoey Evans Black, =]Ana Carla Xd( oiii!!! Eu tinha desistido da fic porque estava sem tempo de escrever e também queria refazer a fic :D mas agora ela esta de vola XD), Babi Ribeiro ( uhaushauhsauhsauhauhsauhsau ;x claro que sei como você ama corrigir, até era por isso que demora meses para corrigir um cap uhsaushaushaushauhsauh!! Bjo ManaXD)Duda Black




Beijoo para todos ;**

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.