FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. O Peso do Mundo


Fic: Tudo pelo qual eu estou vivendo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

3- O Peso do Mundo






Hermione corria desesperada pelo castelo, passava pelas janelas que mostravam o céu completamente negro, só iluminado pelos raios. O único som que ela conseguia ouvir era dos trovões e o som do seu choro. Tinha a sensação de que suas pernas tinham vida própria, nunca pensou que pudesse correr tão rápido e nem sabia por que estava correndo.

Ela avistou a porta de madeira e não se importou em parar pra abri-la, simplesmente a empurrou e entrou na sala.

Draco se assustou com o barulho da porta, parecia que alguém a havia derrubado no chão. Virou-se e viu Hermione com o rosto vermelho, parecia estar correndo, e viu as lágrimas grossas que lhe percorriam o rosto.

Hermione não se importou com a presença dele, apenas fechou a porta com cuidado, andou devagar até o canto da parede, sentou-se, escondeu o rosto e sentiu tudo desabar mais uma vez. Chorava descontroladamente. Chegava a ficar sufocada, tentava a todo custo continuar respirando. Ficou cerca de uma hora assim até se acalmar. Quando olhou em volta deparou com o loiro sentado ao seu lado. Ele parecia ter o olhar perdido, então percebeu que ela havia parado de chorar e a olhou, viu seus olhos completamente vermelhos e o rosto cansado, preferiu não perguntar nada, sabia que nessas horas o silêncio era muito melhor. Apenas pegou um lenço em seu bolso e entregou a ela. Hermione ficou parada um tempo pensando se deveria aceitar, pegou o lenço e secou as últimas lágrimas que ainda caiam. Viu ele se levantando e lhe estendo a mão para ajudá-la a levantar. Ela segurou sua mão e levantou e por mais impossível que isso fosse ele a acompanhou até o quadro da mulher gorda, não disse uma palavra o caminho todo.

- Obrigada... - disse Hermione antes de passar pelo quadro. Só recebeu um sorriso como resposta.





Hermione abriu os olhos e viu a claridade cinzenta que vinha da janela. Ficou deitada repassando tudo o que havia acontecido e lembrou-se do lenço. Tateou a mesinha de cabeceira e o encontrou. Olhou bem pra ele, viu as letras DM bordadas em preto, e só agora percebeu o perfume que tinha aquele lenço, era o perfume dele.O mesmo perfume que havia sentido quando esbarrou nele.Guardou o lenço dentro de uma gaveta e levantou.Era domingo e não tinha muita coisa pra fazer, já tinha terminado as lições e os trabalhos, decidiu ir até o jardim.

Estava frio lá fora. O vento bagunçava o cabelo de Hermione, mas ela não se importava com isso. Estava sentada debaixo da mesma árvore do dia anterior. Tentava se manter aquecida ali, não queria ficar dentro do castelo, certamente Harry e Rony estariam lá e ela não queria encontrar com eles Sentia raiva dos dois, raiva por eles não a entenderem. Eles lhe faziam falta apesar de tudo, mas não queria ter que explicar seu sumiço nas férias, não queria ter que lembrar de tudo aquilo, era recente ainda mas não queria lembrar, se esforçava todos os dias pra apagar aquela memória da sua mente.


O sol começava a desaparecer no horizonte e as luzes alaranjadas iluminavam o rosto da menina. Sabia que assim que anoitecesse seria impossível agüentar aquele frio. Hermione se levantou e sentiu tudo a sua volta rodar, apoiou-se na árvore e esperou tudo voltar ao normal. Não estava bem, não estava nada bem. Caminhou com dificuldade para dentro do castelo. Sentia suas forças se esgotando mais a cada passo que dava.

Andou por um corredor deserto e seguiu a direita, viu Harry vindo na direção contrária. Hermione virou tentando fugir antes que ele lhe visse, tudo que menos queria agora era falar com Harry. Mas era tarde demais.

- Hermione espera! –Harry gritou andando mais rápido para alcançá-la.

Hermione tentou correr, mas não conseguiu. Sentiu Harry a segurando pelo braço e a virando de frente para ele.

- O que você tinha ontem Mione?

- Nada... –Hermione falou com a voz baixa, não se sentia nada bem, precisava sair dali, não queria falar com ele, não queria.

- Me deixa ir Harry, eu tenho muita coisa pra fazer. –Disse na esperança que ele a deixasse.

- Não Mione, nós precisamos conversar.

- Agora não Harry...

- Agora sim Mione!

- Não! – Hermione gritou alterada, precisava sair dali a todo custo. - Eu não quero e nem vou falar com você agora Harry! Não adianta!

- Mas Mione...

- Me solta Harry! Você não tem o direito de me fazer ficar aqui! Você não pode me forçar a falar com você!!

- Mione eu sou seu melhor amigo!! Eu e Rony. Entenda que nós somos seus amigos Mione!! Nós amamos você! Eu te amo!!

- Se você me ama então me deixe em paz!!! – Hermione gritou com o único fio de voz que ainda tinha. Com suas últimas forças se soltou de Harry e correu. Correu o máximo que pôde até sua visão embaçar. Parecia que estava carregando o peso do mundo em suas costas. Hermione parou cansada e caiu no chão. Não conseguia levantar. Ouviu passos apressados vindo ao seu encontro e um par de braços lhe envolverem, foi quando tudo escureceu.







Já havia anoitecido e Draco estava voltando da torre de astronomia. Estivera lá a tarde toda na esperança de que ela aparecesse. Andava pelo corredor quando viu um corpo caído a alguns metros. Foi se aproximando até distinguir quem era. Correu ao seu socorro e pegou-a nos braços quando ela fechou os olhos. Levantou-se e andou apressado para a enfermaria. No meio do caminho deparou-se com Harry. Passou por ele como se não o tivesse visto. Harry correu até ele.

- O que aconteceu com ela Malfoy? O que você fez com ela?!?

- Eu não fiz nada Potter! Ela estava desmaiada no meio do corredor quando eu a encontrei.

- É mentira sua!! Ela tava ótima!!

Draco não parava de andar um só minuto e nem sequer olhava pra Harry. Não pensava muito em responder ou ficar fazendo ofensas. Só queria chegar logo na enfermaria. Suas pernas o guiavam e estavam quase correndo.

- Anda, diz logo o que você fez com ela!!!

Draco não respondeu. Entrou na enfermaria ainda sendo seguido por Harry. Madame Pomfrey apareceu assustada pelo barulho da porta.

- Merlin, o que aconteceu com ela?

- Eu a encontrei caída no corredor. –Draco disse num tom quase desesperado, que foi notado por Harry.

Madame Pomfrey indicou uma cama para que Draco colocasse Hermione e logo expulsou os dois de lá. Fora da enfermaria Harry falou novamente.

- O que você quer com a Hermione Malfoy?!?
Draco o olhou surpreso, sendo pego de surpresa por aquela pergunta.

- Eu não quero nada com essa sangue-ruim! – disse no seu tom mais esnobe possível, que não conseguiu convencer Harry.

- Pensa que eu não vi o jeito que você estava desesperado Malfoy?? Você nunca socorreria a Mione, não em perfeita sanidade. O que ela é pra você?!? Responda!!

- Ela não é nada pra mim Potter!!!! – Draco sentiu como se aquelas palavras o ferissem, sabia que aquilo não era verdade.



Hermione acordou e os dois puderam entrar, com a condição de que não perturbassem a menina.

- O que aconteceu com ela Madame Pomfrey? – Draco perguntou.

- Ela não tem se alimentado bem ultimamente, está quase anêmica.

Ouvindo aquilo Harry lembrou que desde o início das aulas não via mais Hermione no almoço e no jantar. Todos aqueles dias elas simplesmente sumia nos intervalos e nos finais das aulas.

- Eu vou ter que ficar aqui por muito tempo? – Hermione falou ainda fraca.

- Você só poderá sair daqui amanhã a tarde. – disse a enfermeira. – eu vou voltar pra minha sala e vocês dois – disse olhando para Harry e Draco – não façam ela se alterar. – e saiu andando até a sala no final da enfermaria.

- Quem me trouxe para cá?

- Eu... – disse Draco sorrindo pra ela.

- Ah... obrigada.- Hermione retribuiu o sorriso.

Harry observava tudo inconformado, aquela não podia ser Hermione, não podia ser a sua melhor amiga. * como ela pode sorrir pro Malfoy??*.

- Por que você não tem se alimentado direito Mione? – Harry resolveu se pronunciar pra acabar com aquela cena totalmente surreal que ele presenciava.

- Por motivos que você não merece saber Harry. – Hermione disse secamente olhando pra ele - e por favor, vá embora. Eu não quero ver você por um bom tempo.

- Não Mione... – Harry olhou pra ela surpreso.

- Por favor, vá embora Harry.

- Mione eu...

- Será que você não entende quando uma garota te manda embora Potter? – disse Draco com seu típico sorrisinho sarcástico – Ela não pode se alterar.

- Eu vou embora, por que eu sei que você não ta bem agora Mione, mas nós ainda vamos conversar.

Hermione observou Harry indo embora, não queria ter falado assim com ele, mas não queria ter que lembrar da discussão que tiveram. Foi tirada de seus pensamentos quando viu Draco sentando na cadeira que havia ao lado da cama e a olhando como se esperasse uma resposta.

- Que foi? – indagou curiosa.

- Nada, só estou esperando você me dizer por que tudo isso aconteceu.

- Você não ouviu Madame Pomfrey? Eu me alimentei mal, foi por isso que eu desmaiei.

- Mas não foi a isso que eu me referi, e sim ao fato de você não ter se alimentado, deve ter algum motivo.

- Falta de fome ué. – respondeu como se fosse a coisa mais óbvia do mundo.

- Alguma coisa aconteceu pra que você perdesse a fome assim.

- Olha Malfoy, eu já agradeci por você ter me trazido até aqui, então você já pode ir embora.

- Eu não saio daqui até você me contar o que foi que aconteceu. – disse Draco cruzando os braços e se recostando na cadeira, esperando que ela falasse.

Hermione não sabia se ria ou se chorava. Abriu a boca pra tentar argumentar alguma coisa, mas desistiu quando percebeu que ele não estava brincando. * mas será possível que nem assim ele me deixa em paz?? Ò.ó!!!*. Ela não iria falar, até por que nem ela mesma sabia por que não tinha mais se alimentado direito. Lembrou da torre e das suas crises de choro, mas não diria isso a ele. *mas peraí, ele sabe disso, ele estava lá... ò.o*. Mas sabia que isso não iria convencê-lo, ele iria perguntar por que ela ficava na torre chorando.

- Tem alguma coisa haver com o motivo pelo qual você fica chorando na torre de astronomia? – perguntou como se estivesse estampado na cara dela.

* Isso não é possível!!! Ele só pode praticar legilimência O.o*

- sim... – respondeu receosa de que ele continuasse o interrogatório.

- ah.... e você não pretende me contar por que você fica lá chorando né?

- Não.

- hm.... tudo bem, não vou ficar fazendo perguntas pertinentes, você precisa descansar, ta com uma cara péssima.

- Algumas horas de sono não vão me fazer ficar bonita Malfoy ¬¬.

Ele sorriu. O mesmo sorriso lindo de sempre, encantador.

- Você precisa se olhar mais no espelho Granger... – disse olhando pro lado, quase num sussurro.







N/A: sorry pela demora... tava com preguiça de escrever, mas felizmente tive meu surto habitual de inspiração...

Thankx a todos que comentaram e tiveram paciência com essa autora desnaturada....u.u....


se continuarem comentando eu penso em começar a escrever o 4º capítulo....

kisses***l

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.