FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. Armadura Infernal


Fic: Harry Potter e o Portal de Etimoden


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

O dia amanhecia sem pressa, as flores balançavam nos canteiros e as arvores rugiam com a brisa leve. Harry estava abraçado a Hermione na cama que eles dividiam na hospedaria, Hermione não havia acordado desde o ritual e Harry dormia pesadamente.

Hermione abriu os olhos levemente sentindo-se abraçada fortemente por alguem cuja a respiração batia em sua nuca. Estava recuperada, afinal só havia desmaiado de exaustão por ter usado tanto poder. Olhou para os lados e se viu em um quarto de hospedaria, confortavel e aconchegante. Se virou vagarosamente para olhar o rosto de Harry. Este nem percebeu tal movimento, pois parecia desmaiado. Estava com uma expressão meio forçada, como se algo o incomodasse. Hermione colocou uma das mãos em seu rosto e ele abriu um pouco os olhos.

-Você acordou Hermione... – Falou pesadamente, com uma voz cansada.

- Shhhiii – Ela disse selando sua boca com um beijo. – Durma querido, você precisa descansar...

Este fechou os olhos e caiu em um sono profundo. Hermione o abraçou forte e ele se aconchegou em seu peito descansando. Luana parecia desmaiada na cama do lado, sua face estava palida e seu corpo largado na cama. Coitada devia ter sofrido muito com o ritual. Hermione fechou os olhos e concentrou a magia em seus olhos e os reabriu. Uma aura amarela clara circundava Luana enquanto esta dormia. Mione suspirou e desfez sua concentração, Luana estava bem. Fechou os olhos curtindo o momento de alivio.

Harry abriu os olhos levemente sentiu que Hermione nao estava na cama. Tateou a mesinha de cabeceira a procura dos oculos. Os enfiou na cara e sentou. O dia estava amanhecendo, pelo jeito dormira demais.

- Bom dia! – Comprimentou Hermione vindo correndo e se jogando em cima dele.

- Bom dia. – Respondeu a abraçando. – E a Luana?

- Está tudo bem com ela... Nova em folha. – Disse ela prontamente – Não está com Fo... – Não foi preciso perguntar, o estomago de Harry roncou tão alto que Hermione escutou e sorriu levemente enquanto Harry corava. – Vou pegar a sua comida um instante! – E desapareceu pela porta.

Que bom que Luana estava bem, pensava Harry. Era uma garota forte, Harry achou desde o começo que talvez ela não resistisse ao ritual. Mesmo assim tentaram fazê-lo, afinal se aquela criança nascesse seria um grande problema para aquele mundo. Harry relaxou a musculatura do rosto, afinal tudo dera certo. Não tudo... Ainda faltava Sirius. Oh Sirius aonde você está?!

- Podemos usá-lo mestre! – Dizia um homem de faces viperinas e olhos vermelhos feito fendas. - O garoto, se deixar este garoto viver todo seu reinado neste mundo será domado!

- Como posso ser detido por um garoto de no Maximo 17 anos! – Retrucou seu mestre se levantando e impondo seu respeito. – Sabes qual és meu poder! Sabes que nenhum ser neste mundo ou em qualquer outro podes me deter!

- E a profecia! O Senhor me contou! E não se esqueça que com 1 ano este garoto me derrotou... Meu poder não pode chegar a ser como o seu, mas sabes que não é tão reles a ponto de perder para um garoto de 1 ano! – Fallen Crown pensou um pouco. Seu discípulo estava certo... – Eu o subestimei mestre, e por isso caí uma vez, não cometa o mesmo erro que eu.

- Tudo bem... É melhor não subestimá-lo. – Afirmou Iskel sem expressão alguma em seu rosto. – Faça com que o garoto ponha as mãos na armadura e deixe o resto comigo.

Um brilho apareceu nos olhos de Voldemort. Harry Potter agora seria um homem morto... Quer dizer, Garoto morto acrescentou ele.

Algo iria acontecer, Harry sentia. Seu coração palpitava, estava com um pressentimento. Isso o deixava excitado, com certeza era uma batalha. Seu sangue fervia, sua aura saia de seu corpo em formas muito estranhas. Hermione entrou no quarto com a comida de Harry.

- Alguma coisa errada querido? – Perguntou ela docilmente vendo a aura de seu companheiro, clamando por algo.

- Não sei... Algo vai acontecer – Disse ele pegando seu prato de comida enquanto sua aura normalizava. – Eu sinto... E isso me deixa excitado – Um brilho sombrio apareceu em seu olhar.

- Com certeza deve ser uma batalha. Você fica louco antes de uma... – Comenta Hermione. Conhecia seu amado, sabia que ele era assim, iriam entrar em campos perigosos de agora em diante. Para Harry estar daquele jeito, devia ser algo grande.

A hospedaria era bem apresentável, mas ainda era meio decadente, afinal Harry a escolheu meio na pressa... Estavam em frente ao balcão, uma linda jovem vinha com uma bandeja na mão.

- O que desejam? – Perguntou ela gentilmente depositando a bandeja ao lado para atender-lhes.

- Viemos pagar pela hospedagem. Quanto custa? – Harry disse formalmente.

- É?! Vocês querem saber sobre a Armadura Infernal? – Dizia um homem com voz de contador de historias. Ele estava sentado em uma mesa perto do balcão. Tomou um belo gole de vinho enquanto contava para dois jovens aventureiros uns de suas historias. – A armadura mais forte e mais perigosa de todo o mundo?

Quando o homem disse esta frase os olhos de Harry brilharam. Ele já havia pago a conta e escutava atentamente o que o homem dizia. Olhou para a própria armadura e viu que usava um mero corselete de couro batido...

- Ouvi agora a pouco de um mercador viajante que um grande e nobre guerreiro caíra ao tenta alcançar esta grande armadura sem dono. – Contava ele enquanto os jovens da mesa se arrepiavam todo.

- E por que essa armadura seria forte e “perigosa”? – Perguntou Harry que já havia se aproximado para saber detalhes.

- Esta armadura garoto – Contou o velho misteriosamente. – É feita com ossos de Balrog... Sabes o que é um Balrog? – Harry acenou com a cabeça imaginando a incrível criatura das trevas que apenas viu em livros.

- E por que ela seria perigosa? – Insistiu agora com um brilho nos olhos.

- Por que ninguém até hoje foi visto andando com uma por ai garoto. E... Todos que se aventuraram por aquela montanha atrás desta lenda – Fez uma pausa que deixou a todos misteriosamente curiosos – Nunca mais voltaram...

- Onde fica essa montanha? – Perguntou Harry com os olhos faiscando.

- Hmm... Tem um bom espírito garoto. Será espírito suficiente para encarar a morte de frente?! – O velho sorriu de soslaio olhando nos olhos de Harry. O homem arregalou os olhos quando o olho do garoto de verde-esmeralda para um verde obscuro, incrivelmente parecido com o de um Leão. – Fica a leste daqui, siga a estrada por 10 minutos e verá a montanha...

- Obrigado – Dizendo isso Harry se levantou e seguiu para fora.

- Harry você não está pensando em...- Perguntou Hermione meio incerta do que Harry pretendia. Foi respondida com um olhar brilhando cheio de excitação. Bem parecido com o de uma criança que acaba de ganhar um presente. – Por Merlim... Você tem certeza Harry?! Mal sabemos sobre essa armadura. – Ele nem ao menos a estava escutando, pensou ela. Já era...

Já estavam na estrada a algum tempo montados em seus cavalos. Harry avistou a montanha a direita. Não era exatamente gigantesca, mas era grande o bastante para se nevar em seu topo. Coisa que nesta não acontecia... Harry nem ao menos ligou para este fato.

- Fique aqui. – Ordenou ao cavalo antes de começar a trilhar o caminho da montanha enquanto Hermione e Luana o seguiam.

Foram subindo, e não encontraram nenhum obstáculo. A estrada levava ao topo, parecia rodar a montanha. Hermione achou estranho não terem encontrado nada afinal já estavam quase no topo... Como muitos guerreiros podem ter morrido?!

Chegaram ao topo. Era uma vasta planície de rocha. Não havia relevo lá em cima a não ser por um altar bem no meio onde a armadura estava. Os olhos de Harry brilharam e ele andou a passos decididos até ela.

A armadura era avermelhada e um fogo negro leve pairava sobre ela reluzindo. (O formato vcs vêem na figura no final do capitulo... )

Harry a colocou ainda com os olhos brilhando e se olhou. No mesmo momento alguém sorria dizendo palavras em uma língua maldita e um portal se abria na frente de nosso Herói de olhos verdes e deste mesmo portal negro uma criatura gigantescamente escabrosa. Enquanto as garotas arregalavam os olhos e tremiam, Harry via o motivo de acordar agitado e sentir aquilo. Era por isso que estava esperando. Ele queria a armadura. Ele queria seus ossos de volta.


Image Hosted by ImageShack.us


Resolvi editar o cap espero que esteja melhor obrigado!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.