FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. O Retorno A Toca


Fic: The Seven Gates - Capitulo NOVO - O Céu Iluminado


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

. . . O ar pareceu faltar aos pulmões de Hermione, ela se sentiu zonza e os olhos marejaram imediatamente. Lá estava o ruivo sorrindo após quatro anos de separação.

~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~

Quando Rony entrou na sala ele olhou todos que estavam lá presentes... Procurando... Quando os olhos azuis dele se encontraram com os castanhos de Hermione foi como se os dois tivessem sido atingidos por um choque elétrico. Talvez nenhum dos dois estivesse preparado para esse contato ainda... Hermione sentiu um estranho revirar no estomago, e imediatamente sentiu o um calor na face, indicando que ruborizara... Rony ficou congelado onde estava simplesmente incapaz de desviar os olhos da morena.

“Como ela continua linda depois de todos esses anos!” Ele pensou quando viu que Hermione continuava exatamente como ele se lembrava, exceto talvez, por seu corpo que agora apresentava curvas mais sinuosas... Um corpo de mulher.
Por um momento delirante Rony teve vontade de atravessar a sala diretamente em direção à garota e beija-la, nem se quer se importava que todos Weasleys estivessem ali observando. Sobrou vontade... Faltou coragem. Os pensamentos foram interrompidos quando alguém o apertou forte pela cintura.
A senhora Weasley se jogou no filho lhe dando um abraço de quebrar costelas, lagrimas escorriam pelos olhos da matriarca dos Weasleys. Depois todos os ruivos foram se aproximando de Rony e lhe abraçando, até Angelina e Fleur foram cumprimentar o cunhado que havia passado quatro anos distante da família. Hermione foi à única que permaneceu no mesmo lugar, incapaz de desgrudar os olhos de Rony... E incapaz de se aproximar para falar com o ruivo.

- Calma pessoal! – Disse Rony quando todos o enchiam de perguntas – Eu preciso de descanso ok? – Ele ergueu o braço enfaixado para que todos vissem.

- Como raios você machucou esse braço? – Jorge perguntou enquanto se sentava em uma das cadeiras da cozinha puxando Fred para o colo.

- O trabalho de Auror não é nada fácil sabia? – Ele também se sentou, todos os Weasleys ainda tinham toda a atenção voltada para ele – Mas agora eu quero saber quem é esse rapazinho ruivo aqui...

Ele olhou diretamente para Fred, que sorriu e estendeu a mão em sinal para que Rony a apertasse – Fred Weasley! – Ele disse quando Rony sacudia de leve a mão do garoto.

- E eu sou seu Tio Rony... – Ele sorriu enquanto puxava alguma coisa de dentro do casaco – E isso é para você...

Ele entregou ao garoto um embrulho um pouco amassado, que era visivelmente muito maior que o bolso interno do casaco de onde havia saído. O garoto pulou do colo do pai agarrando o presente e levando para um canto

– Muito obrigado Tio Rony! – Foi o que o garoto disse enquanto se distanciava. Rony sorriu vendo o sobrinho desembrulhar a vassoura e o bastão de batedor novos...

- Eu tenho uma coisa aqui para minha sobrinha também... – Ele pareceu estar procurando algo dentro do bolso do casaco – Na verdade... Eu trouxe presentes para todos vocês! – Disse um sorridente Rony tirando vários embrulhos de todos os formatos de dentro do casaco. Todos os Wealseys abriram seus respectivos presentes agradecendo sem parar a um Rony extremamente encabulado.

- Então Rony... – Disse Gui calçando as novas botas de couro de dragão que havia ganhado do irmão. – Veio para ficar ou vai desaparecer novamente?

Rony sorriu – Dessa vez eu vim para ficar... Amanhã cedo eu vou procurar um lugar para ficar e... – Ele foi interrompido pela senhora Weasley.

- Como assim um lugar para ficar? Você vai ficar aqui! – Disse a senhora como se fosse a coisa mais obvia do mundo.

- Posso passar um tempo aqui mamãe? Até encontrar alguém lugar para mim? – Rony olhou esperançoso para a mãe.

- Mas é claro que sim! – Disse ela se aproximando e abraçando o filho mais uma vez – Vai ser bom você passar um tempo aqui... Vai poder se alimentar de verdade... Você está muito magro! Aposto que mal se alimentou enquanto esteve fora!

- E por falar nisso – Percy disse se sentando ao lado do irmão mais novo – Onde você esteve esse tempo todo?

- Em todo lugar... – Disse Rony displicente – Grécia, Irlanda, França, Rússia, Egito... – Ele contava nos dedos enquanto falava – Conheci montes de pessoas fascinantes...

Rony começou a narrar suas viagens pelo mundo... Mas Hermione não escutava nenhuma palavra, a cabeça dela rodava... Lá estava o Rony a quem ela tanto sentia falta, há quatro anos não se viam... E agora que ele estava lá nem sequer havia falado com ela. Ela se sentiu desconfortável, como se não pertencesse aquele lugar.
Rony continuou contando sobre suas viagens enquanto a senhora Weasley enchia um prato com comida recém preparada. Mione nem reparou que admirava o ruivo enquanto ele comia desajeitado devido ao braço enfaixado...
O mesmo Rony de sempre... Mastigando tudo depressa, sorridente, fazendo elogios a comida da mãe com a boca cheia... Rony estava um pouco mais forte do fora no passado, e aparentava estar realmente cansado... Mas fora isso continuava tudo exatamente como ela se lembrava: As sardas, o sorriso meio torto, os olhos azuis que a encantavam, o jeito de criança que a fazia esquecer dos problemas...
Rony percebeu que Hermione o olhava intensamente; Lançou um sorriso à garota, que ficou imediatamente vermelha, lançou um sorriso tímido e desviou os olhos de Rony imediatamente.
Quando Rony terminara de comer (a senhora Weasley reencheu o prato do rapaz diversas vezes), ele se espichou preguiçosamente na cadeira. - Mamãe, eu não sei como eu pude sobreviver esse tempo todo sem a sua comida! – Ele esfregou o estomago em sinal de aprovação a comida.

~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~

Enquanto Rony continuava a contar historias de suas viagens e ser bombardeados de perguntas pela família, Hermione foi até a pequena sala d’A Toca, desabou sobre o sofá e esfregou os olhos com força.

- E agora Mione? Gina caminhou em direção à amiga e sentou-se no sofá ao lado dela. – E agora o que você vai fazer?

- Com relação a que? – Hermione falou séria, sem se quer olhar para a amiga.

- Sobre o meu irmão é claro! – Disse Gina num tom ligeiramente indignado – Vocês não se falam desde que você...

- Não vou fazer nada... – Hermione interrompeu depressa – Você sabe por que eu me separei do Rony... Vamos deixar as coisas como estão... Quem sabe eu não consigo ao menos a amizade dele de volta?

Gina bufou nervosa – Já faz quatro anos Mione! Eu não acredito que depois de tanto tempo você ainda acredite naquela besteira!

- Não é uma besteira! – Hermione finalmente encarando a amiga – É pelo bem dele e você sabe disso! – ela tinha uma expressão dura no rosto, uma expressão amargurada – Alem disso Gina... Ele nunca iria me perdoar se soubesse...

- Mione... Você ao menos tem que tentar!

- Tentar o que? – As duas deram um pulo quando a voz de Rony soou alta atrás delas, ele vinha saindo da cozinha.

- Nada Rony... – Gina disse – Conversa de mulher.

- Humm... – O ruivo olhou da irmã para Hermione desconfiado – O Harry ta te chamando na cozinha...

- ah... Obrigado... - Ela se levantou rápido e foi em direção à cozinha, não pelo chamado do marido, mas sim por que sabia que assim Rony e Hermione ficariam sozinhos.

- Mione... Será que você pode me ajudar com as minhas coisas – Ele apontou para o malão que ainda estava na sala – Com o braço desse jeito vai ser difícil levar lá até meu quarto lá em cima...

Hermione ficou estática por um momento. Após todos esses anos havia imaginado como seria reencontrar Rony, ouvi-lo falar mais uma vez o som do nome dela, mas ele estava bem ali, falando com ela como se nada jamais houvesse acontecido... Falando com certa... Indiferença.
Ela assentiu com a cabeça e com um floreio da varinha fez o malão de Rony flutuar, ela seguiu com ele escada acima, escutava as suas costas os passos do ruivo, isso a deixava apreensiva...

“Como é que ele consegue me deixar tão abalada sem nem ao menos fazer nada?” ela se perguntou quando abriu a porta do quarto e fez com que o malão caísse graciosamente no chão. O quarto continuava exatamente como sempre fora: os velhos posters descascados do Chudley Cannons e livros espalhados por toda parte. Com uma pontada de tristeza no coração ela se lembrou da ultima vez que os dois estiveram juntos naquele quarto...

- Obrigado Mione... – A voz de Rony a acordou dos devaneios.

- De nada... – ela falou baixinho.

- Espera! – Rony disse quando ela fez menção a sair do quarto. – Eu ainda não entreguei o seu presente... – Ele enfiou a mão no bolso interno do casaco novamente, retirando um embrulho retangular que ele entregou a Hermione – Na confusão que estava lá embaixo acabei me esquecendo...

Era uma mentira é claro... Ele havia planejado usar o presente como desculpa para ficarem sozinhos. Ele assistiu apreensivo ela abrindo o embrulho, a capa do livro ficando a amostra aos poucos...

- Hogwarts uma História? – Hermione indagou confusa quando viu a capa do livro extremamente velho e surrado. – Rony você sabe que eu já li um milhão de vezes!

- Olhe a primeira pagina... – Ele disse com um sorriso maroto no rosto. Ele apenas observou enquanto a garota cuidadosamente abria o livro e corria os olhos pela pagina amarelada, o coração dele batendo rápido em apreensão.

- Rony! É a primeira edição! O primeiro a ser vendido! – Ela encarava o livro e Rony totalmente surpresa com o presente.

- Comprei de um Irlandês que eu conheci na viagem... Ele me cobrou uma fortuna, mas eu sabia que você ia gostar... – ele foi falando muito encabulado. Hermione se atirou sobre ele num abraço forte. O cheiro dos cabelos dela encheu as narinas de Rony e ele sentiu um frio passando por todo o corpo dele, ao mesmo tempo, era como se o toque de Hermione ascendesse uma brasa dentro dele... Era uma sensação inexplicável, um misto de emoções e sentimentos todos num só abraço. Ele devolveu aperto do abraço na mesma intensidade.
Hermione não sabia explicar o que havia acontecido, por que de súbito havia perdido a compostura e se atirado nos braços do ruivo. A emoção falou mais alto que a razão.

- Eu senti tanta falta sua Mione...

- Eu... Eu também – Ela disse quase sem voz. Ficaram abraçados por vários minutos, mas Rony nem percebeu. Ele continuou aproveitando aquela sensação fantástica que era estar perto de Hermione novamente. Quando os dois se afastaram ele jurou ter visto Mione enxugando discretamente os olhos, preferiu não dizer nada.

- Eu acho que eu já vou... Já está tarde... – Ela foi falando muito corada, encarando os próprios pés enquanto seguia em direção a porta.

- Certo... Mione, tudo bem se agente almoçar junto amanha? – Ela o olhou depressa – Tem uma coisa que eu tenho que te falar...

- Ah... Tudo bem... – Ela concordou timidamente. Os dois desceram as escadas lentamente, Hermione nem se atrevendo a olhar para Rony... Ela achava que não agüentaria e o abraçaria novamente.

~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~

Quando os dois apareceram na cozinha Gina lançou um sorriso malicioso a Hermione que corou violentamente.

- Mal chegou e já está desaparecendo novamente Rony? – Jorge disse alegremente sentado a mesa – Mas dessa vez deu pra ver que foi por um bom motivo... – Ele olhou direto para Hermione e piscou pra Rony. As orelhas do ruivo ficaram imediatamente vermelhas e ele balbuciou algo inaudível.

Hermione estava extremamente envergonhada, todos olhavam dela para Rony com grandes sorrisos. - Acho melhor nós irmos Angelina... – Jorge foi se levantando – Já está ficando tarde e nós já abusamos muito da hospitalidade dos meus pais...

- Ora fique mais um pouco! – A senhora Weasley disse depressa – Amanhã é domingo Jorge!

- Eu sei mãe... O movimento na loja é maior no domingo...

Todos os Weasleys foram se levantando e se despedindo. – A comida estava ótima. – Harry disse a Senhora Weasley – Parabéns novamente Senhor Weasley...

Do outro lado Gina se despedia de Rony e Mione.  - Vê se não some outra vez seu desmiolado! – Ela deu um forte abraço no irmão – Eu estava com saudades de você!

- Eu também estava com saudades de você tampinha...

Ela deu um tapinha no braço bom dele, enquanto Harry vinha se aproximando e deu um abraço no amigo. – Você está convidado para ir lá em casa sempre que quiser...

- Eu apareço por lá sim... – O ruivo disse quando eles se afastaram. Todos foram saindo e desaparatando no jardim, até que restou somente Rony e Hermione, O Senhor e a Senhora Weasley já haviam subido.

- Então... Nós nos vemos amanhã no almoço... – Hermione disse meio sem coragem de abraçar o ruivo.

- É... – Ele abriu os braços a chamando para um abraço... A garota não pode fugir.

- Foi bom te ver... – Ele sussurrou no ouvido dela. Ela não conseguiu dizer nada, o corpo inteiro dela tremeu.

“Assim fica difícil resistir...”
Ela pensou. Ele a acompanhou até o jardim e ela desaparatou diante dos olhos dele. Ele sorriu para olhando o lugar onde ela acabara de desaparecer, e ainda com a sensação do abraço dela, ele entrou n’A Toca.

~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~

Harry estava terminando de ler o pergaminho, estava sentado na mesa do escritório que mantinha em casa. O único som era o da pena arranhado o pergaminho em que ele fazia anotações.

- Você podia ter me contado que ia trazer meu irmão...

Harry assustou-se quando a voz de Gina soou da porta. Ela já estava usando a camisola de seda; os longos cabelos ruivos amarados num rabo de cavalo. Ela já estava a alguns minutos observando o marido, encostada no vão da porta com os braços cruzados.

- Ele só me mandou uma coruja avisando que havia chegado essa manha... – Disse Harry lançando um olhar para a ruiva e voltando a escrever apressado.

- O que você está fazendo? – disse ela se aproximando curiosa.

- Só estou terminando um relatório pro Ministro sobre a viagem do Rony... – Ele disse sem desgrudar os olhos do pergaminho.

Ela o abraçou por trás e sussurrou ao ouvido dele – Amanhã é domingo... Você pode terminar isso mais tarde...

- Gina... – Disse ele finalmente tirando os olhos do pergaminho e olhando para a esposa – Eu preciso terminar logo isso...

- Não precisa não... – Ela falou num sussurro quando começou a beijar o pescoço dele. Harry até tentou argumentar, mas quando ela foi mudando de posição e sentando no colo dele, todo o assunto do relatório já havia desaparecido da mente do moreno.

- Bom... – Ele falou com a voz mais seria que conseguiu – Pedindo desse jeito, fica difícil recusar...

Ele a beijou apaixonadamente, e por vários minutos ficaram somente assim, se beijando, sentindo o gosto e a textura um do outro. Os dois foram se levantando sem nem perceber, e trombando nas paredes foram em direção ao quarto. Quando chegaram os dois caíram pesadamente sobre a cama, Harry sentia o corpo dela contra o dele, a pele quente e macia... Ela puxava o moreno para mais perto num beijo cheio de desejo, as mãos passeando pelas costas e pela nuca dele, deixando os cabelos ainda mais bagunçados que o normal. Harry se afastou por um momento e admirou a ruiva ofegante.

- Eu te amo sabia? – Ele disse rouco.

- Claro que eu sabia! – ela falou sorrindo – Agora chega de conversa senhor Potter... – E ela o puxou novamente para o beijo.

~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~

Hermione estava deitada em sua cama, a primeira edição de “Hogwarts uma História” aberto em seu colo. Já havia lido o livro centenas de vezes, já havia decorado praticamente todas as palavras escritas nele... Mas agora enquanto ela folheava o livro as palavras pareciam ter um sentido totalmente diferente...

“Um presente do Rony...”.

Ela sorriu sozinha, fechou o livro e o colocou cuidadosamente na mesinha de cabeceira. Com um aceno da varinha as luzes do quarto se apagaram. Quase que imediatamente os olhos dela se abriram.
Ela não podia se aproximar de Rony... Ela sabia mais do que ninguém que era o destino dela permanecer longe do ruivo, e foi com os olhos em lagrimas que ela adormeceu, os olhos azuis cobalto de Rony foram a ultima coisa em que ela pensou.

~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~

Rony se sentou na beirada da cama, avaliando as paredes do antigo quarto com o olhar... Pensou no quanto sentiu falta d’A Toca e dos irmãos nesses longos quatro anos... Sentiu falta da comida da mãe... Do melhor amigo... E de Hermione.
Era estranho, agora que os dois haviam se reencontrado, Rony se perguntava como ele pode viver sem ela por perto. O cheiro do perfume dela ainda estava em sua roupa. Ele sorriu bobamente...
Amanhã os dois ficariam juntos... Sozinhos...

“Ora vamos... Você sabe muito bem que agora vocês não passam de amigos...” Ele pensou “Tudo que ela vai fazer é te ajudar...”.

Antes de se deitar ele enfiou a mão no bolso interno do casaco de viajem que estava usando, retirou o ultimo objeto que se encontrava lá, e o analisou por vários instantes: Uma pequena caixinha feita de rubi, com diversas runas gravadas na parte de cima.

~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~

NA: Pessoal MUITO OBRIGADO PELOS COMENTARIOS! =D OBS: Tenho que agradecer MUITO a Trícia Guima, que me informou que o Jorge se casa com a Angelina... Eu já corrigi... =P (E sim eu adoraria receber essa "árvore genealógica dos Weasley")

 ~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~~~~~♱♱♱~~~~

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Sheilinha Araujo em 01/06/2013

Won wu amo estes dois *-*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.