FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. O Baile de Inverno


Fic: Amor X Paixão


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

AMOR X PAIXÃO


V – O Baile de Inverno


Gina nunca havia visto a amiga tão linda, tanto que teve que empurrar Hermione para a frente do espelho, para ela mesma ver o quão bonita estava.


-Nossa... – ela murmurou, virando de costas. – Não é que eu fiquei legal?


-Legal? – Luna perguntou, incrédula. – Você está maravilhosa!


E realmente estava: trajava um vestido curto, rodado, de seda, tomara-que-caia, azul-bebê, e seu cabelo estava solto, liso, com cachinhos nas pontas.


-Não exagerem – Hermione passou por elas indo até a porta do quarto e abrindo-a. – Vocês vão ficar aí?


Gina e Luna deram uma última olhada no espelho e seguiram a amiga para o local do baile, pois haviam combinado de encontrar seus pares lá.


*-*-*-*-*-*-*


Os garotos já se encontravam no salão principal, esperando suas parceiras. Estavam praticamente iguais: vestiam smokings e gravatas borboleta pretas.


Várias mesinhas estavam espalhadas pelo salão, mas a decoração era completamente diferente do que eles imaginavam: grandes faixas douradas estavam penduradas por toda a extensão dele, haviam também faixas das casas de Hogwarts e de Phoenix e as bandeiras dos E.U.A e da Inglaterra tremulavam em cima da mesa posta no centro do salão, aonde os professores se encontravam.


Draco não estava diferente dos outros garotos, e esperava Hermione ao pé da escada que dava no salão principal, ansioso, pois ali também permanecia Harry, e seria ótimo ver a cara dele ao assistir Draco Malfoy dançar com sua amada, pois ele não era tão tapado assim para não perceber os olhares apaixonados que Harry lançava à Mione.


-Meu Merlin! – Draco murmurou, ao vê-la ir ao encontro dele. – Você está linda!
Hermione sorriu, sem-graça, e olhou para Harry, que a olhava fascinado e não notou Cho chegar ao lado dele.


-Tá, Malfoy, chega de gracinhas e vamos para a nossa mesa! – Hermione falou, aceitando o braço que ele oferecia.


Os monitores-chefes deviam ficar numa mesa próxima à mesa dos professores, pois eles abririam o baile junto com os alunos dos E.U.A. Draco e Hermione foram até lá e sentaram-se, esperando a formatura começar.


*-*-*-*-*-*-*


-Você tá linda! – disse Rick, sentando-se ao lado de Gina na mesa dos alunos de Phoenix.


-Obrigada! – ela corou. – Você também não fica atrás.


-Obrigado! – ele pegou a mão dela, que estava em cima da mesa, e lhe deu um beijo. – Essa noite vai ser a melhor de toda a minha vida.


-Da minha também... – Ginny deu um curto beijo nele.


Os dois ficaram observando a movimentação no salão. Alunos das duas escolas caminhavam para lá e para cá, alguns nervosos por causa da formatura e outros procurando seus pares perdidos. Entre eles, estava Fred Fortman, que sentou-se ao lado do casal, ofegante.


-Oi, pessoal! – ele disse, recuperando o ar.


-Olá! – Gina e Rick o cumprimentaram.


–A Sra. Feeling disse que já vai começar a formatura – ele olhava para os lados, nervoso. – E eu não sei aonde a Rita foi parar...


-Calma! – Rick riu. – Eu a vi quando eu vinha para cá, ela já deve estar por aí.


-Tomara... – ele olhou para trás e a viu conversando com umas alunas de Phoenix. – Ah, achei ela!


Fred a chamou, e os dois sentaram-se ao lado de Gina e Rick, para assistir a formatura, que iria começar.


*-*-*-*-*-*-*


-Então, Harry, como eu estou? – Cho perguntou, puxando sua cadeira para mais perto dele.


Ela trajava um vestido verde, extremamente curto (P#*@), de alcinhas e seu cabelo estava preso num coque.


-Você está linda! – Harry disse, ainda observando Hermione, que conversava com Draco, ao longe.


-Você não tira os olhos da Granger... – ela sussurrou no ouvido dele. – desse jeito eu vou ficar com ciúmes.


-Não precisa! – ele voltou seu olhar para Cho. – Ela é só minha amiga, nada mais...


-Olá, galera! – Ron os interrompeu, se sentando junto a eles com Luna. – Como está o movimento?


-Nada mal... – Harry agradeceu mentalmente por ele chegar, aquele papinho com a Cho já tava cansando-o.


Enquanto eles conversavam, Chang ficou encarando Hermione, que de vez em quando olhava para Harry, e isso já estava a incomodando.


-“Essa nerd...” – ela pensava. – “Ano passado eu me vinguei dela, e esse ano me vingarei outra vez... Hehehe...”


*-*-*-*-*-*-*


Todos se calaram quando Dumbledore e a Sra. Feeling levantaram-se da mesa dos professores.


-Professores e alunos – ele começou. – Hoje nossos companheiros da escola Phoenix se formarão, neste belo Baile de Inverno organizado por eles e pelos monitores-chefes de Hogwarts – nesse ponto, Hermione corou, pois todos olharam para ela e Draco. – Com certeza este é o baile mais belo realizado até agora aqui na escola, e espero que todos se divirtam, mas primeiro eu chamo a Madame Nora Feeling para dar início à formatura.


Ela se levantou e caminhou até uma mesa aonde se encontravam muitos canudos para ser entregues aos alunos.


-Agora - ela começou. - eu chamarei os alunos da Escola de Magia e Bruxaria Phoenix para receberem seus diplomas de conclusão – ela abriu um imenso pergaminho. – Quem eu chamar se aproxime da mesa para receber seu canudo... Srta. Alice Roberts...


Ela levantou-se e foi até a Sra. Feeling, e assim foi, até todos estudantes terem recebido seus diplomas, e quando a cerimônia de formatura acabou, Dumbledore se levantou outra vez.


-Bem, agora daremos início ao Baile de Inverno – todos começaram a gritar, ansiosos. – Peço que os monitores-chefes de Hogwarts, Sr. Malfoy e Srta. Granger, se dirijam até o centro do salão principal e abram o baile juntamente com os formandos de Phoenix...


Os dois se levantaram, e Hermione pode ouvir vários garotos assobiando para ela, que parecia ser a garota mais bonita da noite. Quando chegaram no centro, Draco pegou a mão de Mione e enlaçou sua cintura, a trazendo para mais perto.


-Se prepare para dançar como nunca dançou na vida, Hermione – ele murmurou no ouvido dela, fazendo-a se arrepiar.


Depois deles, todos os formandos os seguiram e também dançaram, ao som de uma bela valsa, tocada pelo som mecânico, pois não havia grupo musical.


-“Que perfume bom...” – Mione pensava, enquanto dançava com Draco. – “E ele dança tão bem... Ai, que vergonha, todos estão olhando para nós e eu aqui, com essa cara de boba...”


Logo, a música acabou, dando lugar a uma mais agitada, e os outros alunos foram até a pista de dança improvisada, aproveitando aquele raro momento de diversão, como fazia tempo não tinham. Hermione e Draco foram até a mesa de bebidas, e ele ofereceu a ela um copo com um líquido vermelho, que soltava fumaça.


-O que é isso? – ela perguntou, observando o copo.


-É ponche, Hermione – ele sorriu maliciosamente ao dizer o nome dela.


-Olha aqui, Malfoy – ela disse, dando ênfase ao nome dele. – eu não te dei intimidade para dizer o meu nome.


-E aquele beijo não significou nada? – dizendo isso, ele se aproximou dela, tanto que podiam sentir a respiração um do outro.


-N-não! – Hermione respondeu, se afastando dele.


-Tudo bem! – Draco tomou um gole de ponche. – Mas você pode me chamar só de Draco, ouviu?


-Tá – ela olhou para a pista de dança e viu Ron e Luna dançarem animadamente, de forma um tanto engraçada.


-Qual é a graça? – Draco perguntou, vendo-a rir.


-Nada, Draco.


Nesse momento, Hermione viu Harry e Cho dançando, alegremente, no meio da pista. Ela sentiu tanta raiva que só conseguiu pensar numa coisa: fazer ciúmes nele.


-Vamos! – ela disse, puxando Malfoy para dançarem também.


Ele depositou o copo na mesa e a seguiu, intrigado. Quando estavam próximos dos dois, Mione enlaçou Malfoy pelo pescoço e começaram a dançar, de uma forma um tanto sensual.


-Nossa... – Draco disse, no ouvido dela. – Não sabia que você sabia dançar assim.


-Assim como? – ela perguntou, olhando de esguelha para Harry, que também a olhava.


-Assim... – ele a puxou para MAIS perto, tanto que Hermione se assustou.


-Que isso, Draco? – ela se afastou um pouco, mas continuou dançando. – Não precisa ficar tão perto para nós dançarmos, ok?


-Tá! – ele olhou para o lado e viu Harry os fitando, e percebeu que Cho se esfregava nele, mas parecia que Potter não dava a mínima. – Você viu o seu amiguinho?


-Quê? – ela indagou. – Quem?


-O Pottinho ali! – Draco apontou para ele, que ainda os fitava. – Ele deve estar gostando dos amassos que a Chang está dando nele...


Hermione ao ouvir isso, sentiu um aperto no coração e queria sair correndo dali, para não ter que ver o seu amado com outra. Mas ela se conteve, não deixaria se abalar por pouca coisa (até parece!), então puxou Draco para saírem da pista de dança, e foram se sentar na sua mesa.


-Por que você nos trouxe para cá? – ele indagou, irritado, sentando-se no seu lugar. – Não agüentou ver o Potter com a Chang?


-Cala a boca, MALFOY! – ela exclamou, tomando um gole de cerveja amanteigada.


-Uhh, o que aconteceu com o DRACO? – ele perguntou, dando um sorrisinho malicioso.


-Ah, não enche! – Hermione estava nervosa, só de pensar em Harry com Cho ela sentia calafrios, ódio, raiva, tudo o que ela não gostaria de sentir num baile tão lindo como aquele.


*-*-*-*-*-*-*


A música rolava solta no salão principal, e Harry não estava a fim de ficar ali, tão próximo a Cho, pois ela se esfregava muito nele, e ele não era de ferro.


-Sabe, Harry – ela começou, passando os braços pelo pescoço dele. – Eu acho que você deve estar com um problema de torcicolo.


-Por quê?! – Harry perguntou, curioso.


-Porque desde que começou o baile, você não tira os olhos da Granger.


Harry virou-se para ela, para fitá-la pela primeira vez naquela noite. Cho estava bonita, mas não se comparava à Hermione, nunca a havia visto tão bela como hoje, e era extremamente irritante ter que ver ela com Malfoy, o nojento que não dava bola para ela. Harry havia acreditado na mentira de Mione, para ele, Draco não sabia que Mione gostava dele, e isso o revoltava, porque Harry queria ser amado por aquela garota especial, a única que realmente balançara seu coração, de uma forma que nenhuma garotinha de Hogwarts conseguira, pois pretendentes para ele não faltavam.


-Er... Cho, vamos parar um pouquinho? É que eu estou cansado.


-Bom, tudo bem! – Chang o acompanhou até a mesa de bebidas. – Depois a gente dança outra vez, não é?


-Claro! – Harry observava Cho beber um líquido verde, que cheirava muito forte, parecia ser puro álcool.


Ele ficou ali, olhando seu par beber exageradamente, mas não fez nada, pois essa era uma boa oportunidade para fugir um pouquinho dela e procurar Hermione. Ele saiu de fininho, enquanto Cho emborcava o qüinquagésimo copo, e se dirigiu à mesa dos monitores-chefes, aonde encontrou uma Hermione brava, de braços cruzados, e um Draco feliz, bebendo cerveja amanteigada.


-Olá! – ele disse, sentando-se ao lado dela. – Está gostando do baile?


-Ah, claro! – Mione mentiu, não queria que ele pensasse que ela não gostasse de estar perto de Draco. – E você?


-É... – ele apontou para a mesa de bebidas, aonde Chang se encostava para não cair, e continuava a beber. – Eu acho que meu par está um pouquinho bêbado... Hehehe!


-Pensei que ela estava feliz de ter vindo ao baile com você...


-Deve estar – Harry respondeu, ignorando os olhares assassinos que Draco lhe lançava. – Você quer dançar?


-Claro! – Hermione respondeu, olhando de soslaio para Malfoy, que virou o rosto e emborcou mais um copo de cerveja.


Os dois foram para a pista e lá Harry a enlaçou pela cintura, porque era uma música lenta. Ele pode sentir o doce aroma de jasmim que ela emanava, e ficou embriagado com aquele perfume, então repousou sua cabeça no ombro dela.


-Você está linda, sabia? – ele murmurou, ao pé do ouvido de Mione.


-O-obrigada! – ela sentiu arrepios por todo o corpo, estar tão próxima dele era maravilhoso, e Hermione tinha que aproveitar cada instante com ele, pois logo teria que entrega-lo para Cho, que lhe roubaria mais um amor, o que certamente causaria um estrago maior do que da última vez.


-Você tem um cheiro bom... – ele sussurrou, a trazendo mais para si.


-Obrigada outra vez! – ela repousou a cabeça no peitoral definido dele, e continuou dançando, embalada pela música que tocava.


*-*-*-*-*-*-*


Cho observava Harry e Hermione dançarem, e não gostou nada do que via. Ela estava tão bêbada que a qualquer minuto iria para cima de Mione e arrancaria seu par dela.


-Você não vai fazer nada? – Draco perguntou, chegando na mesa de bebidas, quase vazia.


-Claro... hic... Que eu... hic... Vou fazer! – ela depositou o copo que segurava na mesa e já ia indo para a pista se Draco não a segurasse.


-Calminha aí, sua bêbada! – ele disse, a encostando na mesa, pois Cho estava tão alta que não conseguia nem se manter de pé.


-Eu não... hic... estou bêbada... hic – ela disse, cambaleando.


-Ah, claro! – Draco disse, irônico, - Mas você não vai conseguir nada indo lá, deste jeito.


-Você tem... hic... Uma idéia melhor... hic?


-Sim, é o seguinte...


*-*-*-*-*-*-*


Gina não sentia suas pernas, nem sabia como ainda dançava com Rick, naquele estado de torpor.


-Você dança muito bem – ele disse, a olhando nos olhos.


-Obrigada, você também! – ela deu um selinho em Rick, e depois recostou sua cabeça no tórax dele.


Os dois dançavam abraçadinhos, sem darem bola para o resto dos alunos e do mundo, para eles só importavam ter um ao outro, nada mais.


-Sabe, acho que esta noite as estrelas devem estar muito bonitas... – Gina disse, com os olhos fechados.


-Vamos até a torre de astronomia? – Rick sugeriu, levantando o queixo dela.


-Vamos! – ela concordou, o beijando apaixonadamente.


Os dois pararam de dançar e seguiram para a torre, o que não demorou muito e eles já estavam lá.


-Você tinha razão – Rick disse, observando as estrelas, abraçado por trás de Gina.


Os dois ainda podiam ouvir a música que tocava no salão principal, alta mais lenta, e dançaram ali, abraçados, tendo como únicas testemunhas a lua e as estrelas, que pareciam apreciar aquele jovem casal apaixonado.


-O Dino me mostrou uma sala muito legal, você quer ver? – ele perguntou, de repente, a soltando.


-Claro! – Gina respondeu, segurando a mão dele, e o seguindo para fora da torre de astronomia.


Ela caminhava decidida, junto ao amado. Aquela seria a noite em que viraria uma mulher, de verdade, pois amava Rick como nunca amou ninguém na vida, e sabia que a sala que ele queria lhe mostrar era a sala precisa, o que seria uma boa oportunidade para isso.


*-*-*-*-*-*-*


Luna estava deitada entre as pernas de Rony na beira do lago de Hogwarts. Ela fitava a lua, e pensava em como amava aquele garoto, que a abraçava fortemente.


-Nunca me senti tão feliz em toda a minha vida – ele disse, a abraçando com mais força. - Não queria que esta noite acabasse nunca mais.


-Eu também... - Luna suspirou, se aconchegando nos braços dele. - Tá tão bom, ficar aqui com você, que só de pensar que quando terminarmos as aulas eu vou ter que me separar de você, já me dá um aperto no coração.


-Como assim? - Rony perguntou, espantado, virando o rosto dela com as mãos, para a olhar nos olhos. - Quem disse que a gente vai se separar?


-Bem.. - ela tinha tristeza na voz. - Eu quero ser jornalista, e certamente você vai seguir outra profissão, então vamos ter que nos separar para podermos estudarmos...


-Não precisa se preocupar – ele deu um selinho suave nela. - Eu já me decidi qual carreira vou seguir, quero ser jogador de quadribol, mas isso não vai interferir em nada no nosso relacionamento, vamos continuar juntos, nem que eu tenha que viajar todos os dias para te ver.


-Oh, Rony... - lágrimas desceram pelo rosto de Luna, e ele as secou com as mãos.


-Eu te amo... - ele sussurrou.


-Eu também te amo – ela inclinou-se e o beijou, ardentemente, esquecendo de todas as preocupações que a afligiam.
O beijo ficou mais quente, eles não queriam se soltar. Uma mão de Ron desceu até as coxas dela, a fazendo gemer. Ele as acariciava, não podendo mais esperar para tê-la por inteiro.


Luna não estava com medo, pelo contrário, sabia que ele era o homem de sua vida e que não a machucaria. Acariciava a nuca dele, sentindo as carícias ficarem cada vez mais ousadas. Rony tirou o casaco e camisa, logo depois tirando o vestido dela. Não havia ninguém por perto, todos estavam no baile, e como ali era um lugar mais afastado, não se importaram com isso, apenas amaram-se com todo o fervor de duas almas apaixonadas, pois o que importava era que eles se amavam, se pertenciam, e nada nem ninguém neste mundo os separaria.


*-*-*-*-*-*-*


Cho ria, depois de ouvir o plano de Draco, que não era bem um plano. Ela observava seu amado e Hermione dançando, sorridentes, no meio da pista de dança.


-Quando você vai lá acabar com a festinha do Potter?
-Já já, Draco... hic... Só vou deixar a Granger... hic... saborear mais um... hic... pouquinho o MEU Harry – ela tomava uma bebida estranha, na verdade havia tomado todos os tipos de bebida que tinham naquela mesa, não sobrava quase nenhuma para contar história.


-Se você cair bêbada antes de fazer o planejado eu te mato, Chang – Draco grunhiu, a observando cambalear.


-Calminha, Draquinho! - ela se aproximou mais dele, que pode sentir o hálito forte de álcool dela.


-Se você não estivesse tão bêbada até que daria um caldo, huahuahua... - ele gargalhou, feliz por estar próxima a hora dele sair vencedor em vez do Potter.


*-*-*-*-*-*-*


Gina e Rick beijavam-se apaixonadamente na sala precisa, que havia se transformado num quarto, parecido com aqueles de motéis. Eles estavam deitados na cama em forma de coração, e as velas acesas davam ao lugar um clima pra lá de romântico.


-Te amo, sabia? - ele murmurou, quando separaram-se para recuperarem fôlego.


-Aham... - ela se aproximou mais, pronta para beijá-lo outra vez. - Eu também te amo...


O beijo era ardente, cada vez que se beijavam parecia que eletricidade passava por seus corpos, e agora não era diferente.


Rick desamarrou o vestido do pescoço dela, e a olhou nos olhos, como que esperando por um sinal para seguir em frente. Ela apenas sorriu, e ele tirou a roupa dela, apreciando o corpo alvo que se revelara por baixo dos panos.


-Você é linda... - Rick sussurrou no ouvido da ruiva, que se arrepiou.


Ela tirou a camisa dele, e o próprio tirou a calça, e num movimento encerrou a distância que os separavam, e no momento seguinte, eles não pensavam em mais nada, apenas se amavam, sem pensarem no baile que rolava solto lá em baixo.


*-*-*-*-*-*-*


Hermione dançava com Harry a um bom tempo, mas não ligava para a dor nos seus pés por causa dos saltos altos, queria estar com seu amado para sempre.


-Você está cansada? - ele preguntou, notando ela ofegar.


-Não... Você está? - ela falou, com receio.


-Não, aguento o tranco – eles riram, e voltaram a dança, sorrindo como nunca.


Mione sentia-se embriagada pelo perfume dele, mesmo suado ele era lindo. Os cabelos rebeldes, molhados de suor, caiam sobre a testa dele, dando lhe um ar sensual. Harry sem dúvida era o garoto mais bonito daquele baile, e dançava com uma garota a altura dele, porque Hermione estava realmente linda, seus cabelos pareciam intocados, mantinham-se da mesma maneira desde o início do baile, e ela tinha um corpo perfeito, tanto que Harry perdia-se nas curvas dela.


*-*-*-*-*-*-*


-”É agora ou nunca... Prepare-se, Granger, sua hora chegou, queridinha...” - Cho andou decidida até a pista de dança.


*-*-*-*-*-*-*


Hermione sentiu alguém puxá-la para trás, e quase caiu em cima de uma casal.


-O que significa isso? - ela perguntou, confusa, vendo Cho, podre de bêbada, parada a sua frente, entre ela e Harry.


-Significa que está na hora... hic... de você ir embora.


Harry não entendeu nada, num minuto dançava com Hermione, no outro Cho brigava com ela.


-Era só o que me faltava – Mione falou, irritada. - Vai embora você, tá bêbada, nem se aguenta em pé, e vem me falar para eu ir embora?


-Você pensa que eu não sei que... hic.. você gosta do Harry? - Cho disse, rindo. - Mas se enxerga sua nerd... hic... ninguém gosta de pessoas como você... hic... ele gosta é de mim.


Harry estava perplexo, só podia ser mentira o que ela havia dito, Mione não gostava dele, e sim de Draco. Todos pararam de dançar e observavam a discussão, alguns até gritavam: “Porrada! Porrada!”.


-Sua... Vagabunda... - Mi gritou, morrendo de vergonha, pois Harry a olhava confuso, esperando uma resposta dela.


-Ahh, a nerd... hic... não vai chorar, vai? - Chang ria, descontrolada, cambaleando.


-Você vai ver, sua vadia... - Hermione ia partir para cima dela, mas subitamente, Cho beijou Harry, que tentava desesperadamente se soltar dela.


Hermione não pode suportar isso, lágrimas desceram de seus olhos e ela correu para fora do salão, sem se importar com as pessoas que a olhavam intrigadas.


-”Não vou conseguir suportar isso... Mais uma vez...” - ela correu, chorando, para os jardins do castelo, e nem percebeu que chovia, como naquela fria noite do ano passado.


*-*-*-*-*-*-*


N/A: Oi, pessoas! Cá estou eu para atualizar a fic, ehh!! Estou me animando com a minha historinha, mtas idéias surgiram d repente em minha cabeça, e vcs naum perdem por esperar... hehe! Eu tive uma crise, ou melhor, uma deprê, e quase q naum atualizo mais a fic... Mas umas boas almas comentaram, e me deixaram mto feliz!! Vou fazer uns pequenos agradecimentos aos poucos comentários que me alegraram e me encorajaram a continuar a fic, até mais!


: Nossa... Perfeita? Acho q naum eh pra tanto, rsrs. Obrigada pelo coment, vc sempre comenta, naum eh? Fiquei até sem graça, hehe! Mas eh mto bom saber q as pessoas q leram a fic desde o começo ainda naum desistiram dela. Pode deixar, no cap. 6 eu revelo o q houve no ano passado! Mto obrigada, mesmo, bjux!


Marcele: Olá, seja bem-vinda a minha fic! Espero q vc continue lendo-a e comentando-a! Sinto mto, mas naum deu para eu revelar o aconteceu nesse cap., senaum ia ficar mto grande! Mas fique calma, no próximo será revelado! Obrigada pelo coment e volte sempre, bjinhus!


Ane: Calma, moça! Como eu já disse, naum foi dessa vez q eu pude revelar o segredinho! Eu naum sou má... só um pouquinho, rs rs, obrigada pelos coments, bjux!!


N/A 2: Depois de tantas cenas românticas, no Baile de Inverno acontece um barraco! E agora? O q Hermione fará? E Harry? Será q ele vai deixar sua amada sofrer sozinha? Será q ele naum se tocou q ela gosta eh dele e naum do Draco? Naum percam o cap. VI, finalmente saberemos o q houve no ano anterior.


Bjux, Xauuu!!!


Lulu Potter

























































































































Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.