FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

22. Capítulo 21: Desafio Encerrado


Fic: Férias de Verão


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

CAPÍTULO 21: DESAFIO ENCERRADO

*******************

- Calma Gina! – disse Hermione segurando a amiga pelos ombros.

- Não dá! – disse fazendo “respiração de cachorrinho”.

- Gina você não tá grávida... – Hermione levantava as sobrancelhas.

- Eu sei... Mas tô nervosa... Sabe, eu vou ficar noiva hoje!

- Se você não quer que seus pais saibam até o Harry chegar, então é melhor falar baixo – Hermione falou como se explicasse para uma criança.

Elas estavam no quarto de Gina que ficava na Toca. Tinham marcado um jantar. Gina tinha dito que precisava comunicar algo muito importante, por isso todos os Weasleys estariam ali nesta noite.

- Cadê o Rony? – disse ela indignada – Eu estou precisando do meu irmão preferido!

- Ele tá com o Harry... Que precisa do melhor amigo dele!

- Tem razão – respondeu ela sem-graça – Eu tô bem? – falou enquanto girava no próprio eixo.

- Está linda Gi... O Harry vai adorar.

A simples menção do nome dele fez Gina corar. Ela colocou as mãos no rosto e deixou-se cair na cama.

- Ai, eu não acredito que daqui a algumas horas serei noiva do Harry!!!! – ela se levantou sorrindo – Eu espero isso desde os dez anos!

- Eu sei... Parece que realmente você não conseguiu arrancar o Harry de dentro de você...

- Eu nem sei o que deu em mim pra aceitar um pedido desse jeito... Foi tão rápido! As coisas aconteceram de forma tão inesperadas...

- Rápido! – exasperou-se Hermione – Há cinco anos que o Harry deixa bem claro o que quer com você... Foi só você dar uma brecha, que ele não perdeu tempo.

- Mas a forma como ele pediu...

- Foi um tratamento de choque... E que pelo visto funcionou... Olha só sua cara de felicidade!

- Pra ficar completo, só faltava você ser minha cunhada – Gina falou manhosa.

- Gina...

- Ah vamos! O Rony está solteiríssimo. Esqueceu a Luna. Que já está em outra – Hermione sorriu ao lembrar da cena Draco/Luna narrada por Gina.

- Gina, não começa...

- Meu irmão é lindo! Ruivo. Alto. Forte. Engraçado. Gostoso. Relativamente inteligente. – disse olhando para cima – Amigo. Corajoso. Fiel. Tem o coração enorme. Se importa com você...

- Ginevra Molly Weasley... Falando desse jeito até parece que seu irmão é uma mercadoria em exposição numa vitrine...

- Morre de ciúmes do Vítor Krum. E do John Fontaine. E do Antony Goldstein. E de qualquer ser do sexo masculino que se aproxime de você... – disse ela ignorando o comentário da morena.

- Gina! – Hermione estava corada.

- Tá. Desculpa. Mas pelo que eu já vi e ouvi... Ele parece ter “pegada” – Gina fez o sinal de aspas com as mãos – Dizem que ele beija muito bem...

- É Gina – respondeu Hermione impaciente – Eu já tive a oportunidade de conferir isso!

- Mas isso já faz tempo...

- Quem disse? – disse Hermione tentando parecer casual.

O queixo da ruiva caiu.

- Quando? – disse cerrando os olhos.

- No dia da festa do Ministério...

- ...

- Ai Gi! – disse Hermione com lágrimas se formando – Eu preciso falar com alguém... Eu tô tão envergonhada!

- Que foi Mione? – Gina sentou ao lado de Hermione com a expressão preocupada.

- Eu agarrei seu irmão... – as lágrimas escorrendo pelo rosto da morena.

Gina teve que se segurar para não rir.

- Por que você faria isso? – disse ela em tom irônico, mas que Hermione não percebeu.

- Porque eu estava bêbada... A gente tava dançando... Na casa dele... Aí de repente eu não consegui mais... Eu só queria beijá-lo – ela sorriu boba – provar dos lábios dele de novo...

- E ele? – perguntou Gina.

- Ele não facilitou muito as coisas, sabe?

- O Rony recusou?!

- Não! Pelo contrário... Ele me... “pegou” sabe? – disse Hermione fazendo o sinal de aspas com os dedos – De um jeito tão... Forte... Delicado ao mesmo tempo... Definitivamente, seu irmão beija divinamente!

- Ah... Foi por isso que você levou o vestido pro conserto... Foi ele quem quebrou a alça?

Hermione balançou a cabeça timidamente.

- E? – perguntou Gina com expectativa na voz.

- Ele quis parar... Disse que estávamos bêbados... Mas eu não deixei.

Gina abriu um sorriso.

- Então?...

- E a gente ficou se agarrando por um tempo... Aí a gente subiu... Aí o Rony parou tudo. Disse que não podíamos... Estávamos bêbados.

- Ai que fofo! Esse é meu trasguinho preferido! – disse Gina sorrindo – E no dia seguinte?

- Teve a briga das alianças.

- O quê?! Vocês não conversaram sobre isso? – ela passou a mão nos cabelos em sinal de frustração – Meu Deus! Vocês são inacreditáveis! Depois disso, nem uma palavra?

- Não. Eu tenho “amnésia alcoólica” – a morena fez o sinal de aspas com os dedos. – Já tive uma vez. Tive novamente!

- Eu não acredito... Você é inacreditável Hermione!

****************************

- Finalmente meu cunhado! – disse Rony sorrindo.

- Finalmente noivo da Rosa – disse Harry.

- Insistir, persistir, não desistir!

- E olha que eu tava quase desistindo...

- Mas você é um cara decidido e realmente queria entrar para a família Weasley... É eu sei. Nós somos os melhores! Vamos?

- Peraí... Estava quase esquecendo uma coisa – e subiu as escadas correndo, voltando segundos depois.

- Que é isso? – perguntou Rony ao ver um pergaminho nas mãos do amigo.

- Meu discurso, de pedido de casamento. Eu preciso de palavras bonitas hoje...

- Cola? – perguntou Rony sorrindo.

- Um lembrete.

Eles sorriram. Harry respirou fundo.

- Eu tô nervoso...

- Tá é com cara de bobo isso sim!

- Ron... Ela vai casar comigo... Comigo! – Harry sorria de orelha a orelha.

- Mamãe vai ficar tão feliz! Ela quase morreu, quando a Gina ficou com o Malfoy... Não queria que ele entrasse pra família.

- Eu quase morri quando ela ficou com o Malfoy – disse o Harry triste. – Mas pelo menos foi por pouco tempo.

- Um mês e meio... – disse Rony – Pra mim foi muito tempo. Na verdade nem foi um namoro, eles apenas saíram juntos... Maaaas... Você sempre foi o preferido de Molly Weasley pra casar com a Gina...

- É... Eu sei. Eu com a Gi, e você com a Mione.

- Mamãe sonha demais... – disse o ruivo tentado desconversar.

- Você mesmo falou que na noite das nomeações...

- Ela estava bêbada... – cortou Rony – E nem lembra de nada.

- Como é que você sabe que ela não lembra?

- Experiências anteriores...

- Hã? – disse Harry sorrindo.

- Lembra quando a Gina terminou as provas do concurso pra entrar na escola de medibruxaria?

- É, você me contou... Parece que ela e a Mione tomaram um porre né?

***FLASHBACK***

Rony ia chegando em casa. Queria dar um abraço bem apertado na irmã. Estava chegando de uma viagem com o Cannons, haviam ganhado o jogo contra as Hollyhead Harpies e já estavam nas quartas de finais do campeonato inglês.

Pelo que sabia, seus pais estavam na Romênia visitando Carlinhos e os gêmeos em Hogsmead.

Entrou na casa, que estava silenciosa. De repente um barulho vindo do alto da escada chamou sua atenção. Era Hermione que vinha descendo. Mas ele percebeu que havia algo errado. Ele subiu as escadas correndo e a conseguiu ampará-la.

- Ro-Rony – disse ela com a voz arrastada e um sorriso abobalhado no rosto.

Então ele percebeu.

Hermione estava trêbada*.

- Meu Deus Hermione... O que houve?

- Estamos comemorando, Gina está praticamente dentro da escola de medibruxaria!!!! – disse ela livrando-se dele.

- Mas... – ele suspirou – Cadê a Gina?

- A Gi? – ela riu – Capotou na cama... Rsrsrs... – de repente ela fez uma cara séria e pronunciou – Eu acho que ela é fraca pra bebida – e estourou na gargalhada.

- Oh, meu Merlin... E vocês estão sozinhas?

- Não. – disse ela passando a mão no peito dele – Estamos com você! – e pressionou o dedo indicador no nariz do ruivo.

- Vocês estavam sozinhas... – disse ele num suspiro cansado.

- Na verdade, já que a Gi apagou, agora nós dois estamos sozinhos... – disse ela se aproximando.

Rony arregalou os olhos quando a morena avançou em seus lábios. Ela forçava a língua entre os lábios dele para aprofundar o beijo, mas Rony estava estático.

“Hermione não é assim.”

- Se mexe Rony! – disse ela manhosa – Eu não posso te beijar sozinha sabia?

- Hermione... Você não está bem...

- Eu tô ótima – e tentou beijá-lo novamente.

- Hermione... – disse ele se afastando.

- Escuta... Que tal a gente mandar o Lupin pro espaço e...

- Mione...

- Você não me acha bonita como antes? – disse ela fazendo beicinho.

- Por Merlin, você é linda! Mas...

- Eu sei que você sente desejo por mim... Já mostrou isso...

Ela não ia parar. Ele sabia disso. Quando aquele olhar determinado brincava nas íris cor de chocolate, significava que ela iria até o fim. Ele já tinha visto aquele brilho antes...

Então ele teve uma idéia. Somente uma coisa poderia vencê-la.

- Tem razão... – disse ele com um sorriso maroto – Vamos mandar o Lupin pro espaço!

Ela abriu o maior sorriso que ele já vira e se jogou nos braços dele em busca de um beijo. O qual foi correspondido com vontade.

Era preciso distraí-la. Somente o cansaço seria capaz de vencê-la.

Beijavam-se ardentemente, Rony sentia o gosto de wisky de fogo nos lábios dela. As mãos de Hermione bagunçando o cabelo dele. As mãos de Rony passeando pelas costas dela. Ele a conduziu para o seu quarto e Hermione o puxou para a cama.

Agora ele estava sobre ela que o envolveu com a perna esquerda. Imediatamente o corpo dele se manifestou. Tudo bem que ele não ia até o fim, com ela bêbada, mas ele definitivamente não podia controlar seu sistema nervoso parassimpático com Hermione se esfregando nele daquele jeito. Enfim, não conseguiu conter um gemido.

- Viu? – disse Hermione no ouvido dele – Eu sabia que você me queria...

E puxou a camisa dele, deixando-o com o tórax dele a mostra. Rony sem pensar capturou os lábios dela em um beijo apaixonado. Num movimento rápido Hermione ficou por cima dele e sorriu maliciosa enquanto tirava a blusa cor de rosa diante o olhar abobalhado de Rony.

Como ele queria ir até o fim!

Mas não podia. Não com ela naquele estado. Rolou sobre ela antes que tirasse o sutien. Se ela fizesse aquilo, com certeza ele não se controlaria mais.

- Mione...

- Hum?

- Eu acabei de chegar, estou suado... É melhor tomar um banho antes...

- Não precisa. – disse ela manhosa – A gente vai suar mesmo...

- Mas você merece o melhor. – ela sorriu – Vou tomar um banho rápido.

- Eu vou com você.

- Não!!! Você vai me esperar. Quero estar perfeito pra você – ele sorriu.

- Tudo bem. Mas nada de ducha fria viu? – sorriu maliciosa.

- Ducha fria é para quem quer se aquietar... E quem disse que eu quero ficar quieto?

Ela gargalhou. Ele correu para o banheiro. Despiu-se, ligou o chuveiro no mais frio e enfiou-se lá dentro.

Passaram-se 40 minutos do seu “banho rápido” e ele achou que já era seguro sair. Abriu a porta do banheiro lentamente e percebeu que Hermione adormecera. Seu plano tinha dado certo, embora ele estivesse com uma vontade louca de acordá-la e continuar o que haviam começado.

Pegou a moça delicadamente nos braços e a levou pra o quarto da irmã, onde ela poderia dormir tranquilamente até que a ressaca chegasse.

Depois daquele dia, Rony tentou – sutilmente – tocar no assunto, para ver se Hermione lembrava do que tinha feito. Mas as tentativas foram infrutíferas. O ruivo então concluiu que ela tinha amnésia alcoólica.

***FIM DE FLASHBACK***
********************************

Rony e Harry aparataram na Toca e foram recebidos por Molly.

- Oh, meu Roniquinho! – disse ela fazendo Rony se abaixar para ela lhe dar um beijo na testa. – E Harry querido! – ela abraçou o moreno – Estou ansiosa pra saber o que a Gina quer nos contar. Será que ela vai trazer um novo namorado?

Rony percebeu que o amigo de repente ficou com um tom de pele esverdeado.

- Deixe de especulações Molly! – Arthur se aproximou dos dois homens e os cumprimentou sorridente.

- Harry! – era Hermione que vinha descendo as escadas. – pensei que não chegavam mais – disse abraçando o amigo.

- É que o Harry demorou muito pra se arrumar – cortou Rony – Até parecia um noivo!

Harry fuzilou o amigo com o olhar. Hermione segurou um risinho.

De repente Gina desceu as escadas. Harry paralisou olhando para ela, que estava com um vestido simples que ia até os joelhos, verde de alças, os cabelos soltos sobre os ombros.

Minutos depois todos os Weasley e agregados haviam chegado e conversavam animadamente na sala. Gina sentiu alguém lhe puxar pelo braço, era Harry que a levou discretamente para fora da casa.

- Nervoso? – perguntou ela.

- Apavorado. – respondeu ele sorrindo. – Eu acho que devíamos ter contado pra eles que voltamos a nos entender...

- E estragar a surpresa? – respondeu ela marota – Nem a pau!

Ele sorriu encantado com a beleza dela.

- Então... Você acha melhor falarmos antes ou depois do jantar? – perguntou Harry com os olhos brilhando.

- Antes... – respondeu confusa – Ou depois... Ah, não sei! – ela riu nervosa.

- Eu acho...

- Depois! – cortou ela – Depois do jantar a gente fala. É melhor.

- Certo...

- Vamos voltar pra dentro? Pode ser que alguém repare na nossa ausência...

Mas foi calada pelos lábios de Harry, num beijo apaixonado, calmo, suave.

- Ficou doido... E se alguém vê...? – perguntou ela após o beijo, ainda de olhos fechados.

- Um pouquinho de aventura não faz mal – disse ele rindo.

************************

O jantar transcorreu animado. Como sempre, Molly tinha caprichado no cardápio e, segundo Rony, isso por si só já bastava para que a reunião familiar fosse perfeita. Todos paparicavam Fleur que havia confirmado a gravidez uma semana atrás (mesmo Gina, cochichou para Hermione que aquilo era um motivo justo para uma trégua com a “Fleuma”) e falavam sobre futilidades e até sobre a possível indicação de Arthur para Ministro da Magia.

- Gina meu bem – disse Molly – Você marcou este jantar porque tinha algo importante a dizer. Mas até agora não se pronunciou... Será que você pode acabar com nossa espera?

Gina abriu a boca para dizer algo, mas Harry a interrompeu com um gesto.

- Na verdade – iniciou ele – Eu preciso fazer um pedido á vocês.

Ele se levantou. Gina estava praticamente da cor dos seus cabelos, sentada ao lado de Rony, que a abraçava pelos ombros. Harry puxou um pergaminho de dentro do bolso da calça, ajeitou os óculos no rosto, pigarreou e começou:

- Bom... Minha vida foi um pouco fantástica. Sabe, daria até uns sete livros ou filmes talvez – todos riram – Minha vida nunca foi fácil... Houve muitas reviravoltas nela... E... Bom... Algumas dessas reviravoltas foram culpa do Rony – ele apontou para o amigo que arregalou os olhos – Ele fez o favor de entrar na mesma cabine que eu naquele 31 de agosto... E desde então eu ganhei muita coisa. Por ele ter chamado uma certa garotinha de “pesadelo”, eu ganhei uma irmã – sorriu para Hermione – Por ter me acolhido em sua casa, eu ganhei uma família. Uma mãe... Um pai... Irmãos... E até cunhadas! Mas acima de tudo, por culpa do Rony eu encontrei o amor da minha vida. Obrigado cara... – ele sorriu para o amigo – É incrível como aquela garotinha que dizia que meus “olhos eram verdes como sapinhos cozidos” tornou-se a mulher que eu sonho para ser minha esposa.

Gina sorriu entre as lágrimas e corou.

-Sinceramente eu não sei exatamente em que momento a irmãzinha do meu melhor amigo se tornou o amor da minha vida. Sei que foi no sexto ano do colégio, sei que eu odiei Dino Thomas por uns tempos, sei que eu não dei a mínima por beijá-la na frente de toda Grifinória, sei que não estava nem aí pros seis irmãos mais velhos que ela tem... Sei que a perdi por uma idiotice minha...

Molly e Arthur se entreolharam intrigados. Gina nunca quis falar sobre o fim do namoro dela com Harry.

- Mas o que é de mais certo na minha vida – continuou o moreno – é que os momentos onde posso dizer que fui realmente feliz, foram ao lado da minha linda Rosa.

Hermione não conseguia mais segurar as lágrimas de emoção e deixou as lágrimas caírem, encostando a cabeça no ombro ruivo mais próximo. George fez uma careta de estranhamento quando sentiu Hermione repousar a cabeça em seu ombro. Rony ao longe, sorriu.

Harry caminhou até Gina, pedindo permissão com o olhar para tirá-la de perto de Rony, que consentiu com um aceno de cabeça.

Harry deixou o pergaminho cair e segurou as duas mãos de Gina, olhando-a nos olhos.

- Eu a amo. Tanto que chego a duvidar se minha vida pode ser possível sem você ao meu lado. Eu preciso desta Rosa pra me sentir verdadeiramente completo. Eu respiro seu perfume... E não tenho mais medo de que o mundo saiba disso.

Molly, que já havia entendido, chorava copiosamente amparada pelo marido que tinha os olhos marejados. Ao fundo podia-se ouvir os fungados de Fleur. Penélope sorriu abobalhada. E todos os irmãos Weasley apenas estavam atentos às próximas palavras de Harry.

- Por isso, - ele se voltou para Molly e Arthur – eu venho diante de minha família pedir permissão para dividir um altar e toda minha vida com a mais bela Rosa que meus olhos já enxergaram – ele baixou a cabeça, engoliu em seco, levantou o olhar para seus pais adotivos e perguntou – Molly, Arthur... Vocês me dariam a mão de Gina em casamento?

Neste momento só se ouviam os soluços altos de Molly.

- Oh, Harry querido... – e levantou-se para abraçar os dois.

Arthur se levantou encarou Harry com um sorriso no rosto e depois voltou-se para a filha, mas desta vez com uma expressão séria.

- Você quer? Isso lhe fará feliz?

- Nada me fará feliz se eu não estiver com o Harry. Hoje eu tenho certeza disso. – respondeu Gina com lágrimas nos olhos e as mãos dadas com Harry.

- E você Molly, o que acha? – perguntou Arthur.

Os dois jovens olhavam apreensivos para a matriarca ruiva.

- Eu sempre sonhei com essa notícia!

- Bom, confesso que foi algo inesperado. Mas se vocês querem tanto... E demonstram se gostar tanto... Quem somos nós pra pensar em impedir alguma coisa! – disse Arthur com um sorriso – Se bem que jamais passaria por nossa cabeça impedir a união de vocês dois... – ele adquiriu um ar brejeiro e completou – Mas obrigado pela consideração, mesmo assim!

Todos riram da gracinha do Sr. Weasley. Então Harry tirou a caixinha das alianças do bolso e delicadamente colocou uma no dedo anular da mão direita de Gina. Logo após ela colocou a outra no dedo do rapaz.

Rony olhou para a caixinha causadora de tanta confusão. Depois fitou Hermione que tinha lágrimas nos olhos e um enorme sorriso nos lábios... Aqueles lábios... Ele sorriu ao reparar que ela ainda tinha a cabeça encostada no ombro de George, que parecia desconfortável com o gesto da garota e abraçava-a pelos ombros dando palmadinhas leves. Claro, ele nunca vira Hermione frágil antes. Realmente, para o gêmeo devia estar sendo com se a visse sem entender algum livro.

- Que tal tomarmos cerveja amanteigada para comemorar! – sugeriu Fred.

- Ótima idéia! – concordou Rony.

Todos foram para a cozinha onde, com um movimento de varinha de Fred, várias canecas surgiram e depois algumas garrafas de cerveja amanteigada.

Conversaram animadamente sobre a possível data do casamento de Harry e Gina. Os dois estavam sentados em um canto de mãos entrelaçadas e apenas riam das especulações da família.

- Oh, Merlin... Estou tão feliz! – exclamou Molly – Agora falta pouco pra que os Weasley estejam completos, para eu ter a família perfeita... – ela olhou para Hermione e sorriu – Hermione minha filha, quer mais cerveja amanteigada?

Rony engasgou-se com o líquido em sua caneca. Hermione corou violentamente. O restante apenas segurou o riso.

- Cla-claro Molly – Respondeu baixinho a morena.

- Molly! – disse Arthur sem-graça.

- Que foi? – perguntou a senhora Weasley com a expressão mais inocente do mundo.

********************************

A hora foi avançando e logo chegou o momento em que Harry tinha que ir embora.

- Tenho uma reunião no Ministério amanhã... Mais uma – disse entediado.

- Vamos Harry. Estas reuniões são muito importantes! – disse Percy.

Fred e Jorge fizeram uma careta por trás do irmão.

- Vem, eu te levo até lá fora – disse Gina.

Harry enlaçou os dedos entre os da noiva e saíram para os fundo da Toca, onde ele poderia aparatar.

- Obrigada por não ter desistido de mim. – disse ela voltando-se para ele.

Ele acariciou o rosto dela e disse baixinho?

- Obrigado por ter dado o braço a torcer.

Ela gargalhou. Harry não se conteve mais e a trouxe para um beijo suave.

- Eu te amo – disse quando se separaram.

- Hoje eu sei, que também te amo muito – respondeu a moça, que de repente sorriu marota – Finge que não tá olhando...

- O quê?

- Curiosos!!!!

Rapidamente Gina virou-se a apontou o dedo indicador para a janela da cozinha onde toda sua família (incluindo Hermione), estavam bisbilhotando os dois. Dentro de casa, todos tentavam sair da janela e fingir que não estavam ali, mas a tentativa de discrição foi inútil e os dois jovens noivos ficaram um bom tempo rindo da situação.

*******************************

Na manhã seguinte Hermione acordou com as bicadas de uma coruja em sua janela. Levantou-se preguiçosamente e tirou um pergaminho com o brasão de Hogwarts da perna da coruja.

Curiosa, a morena abriu o selo que fechava a carta e leu-a avidamente.

Cara Hermione,

Como estão suas férias? Espero que esteja se divertindo e descansando, pois acredito que você merece.
Será que poderíamos almoçar juntas hoje? Tenho algo importante a resolver com você. Não precisa franzir a testa em preocupação. Conheço-a bem e sei que está fazendo isso... Não é nada grave.
Se possível, me encontre no “Mágico Sabor” às 12h.
Aguardo resposta.

Atenciosamente,
Minerva McGonagall.


Hermione riu ao perceber que realmente tinha franzido a testa como a ex-professora havia mencionado.

Escreveu em poucas palavras que estaria no lugar e hora combinados e enviou novamente pela coruja. Após isso tomou um banho rápido, desceu e encontrou Rony esperando-a para o café.

- Recebi uma coruja agora...

- Foi? – disse Rony colocando um pedaço de bacon na boca.

- Era da Minerva. Pediu que eu me fosse almoçar com ela hoje...

De repente Rony levantou a cabeça em direção à amiga. Sua expressão entre divertida e preocupada.

- Algum problema? – perguntou a moça.

- Não, nenhum – disse o ruivo voltando a olhar para o prato – Er... Quer muito ir?

- Claro! Por quê?

- Nada não – ele sorriu para ela – Tenha um bom almoço!

****************************

Hermione chegou ao Beco Diagonal às 11h55min. Caminhou apressadamente até o “Mágico Sabor” e imediatamente avistou o chapéu pontiagudo lilás da professora McGonagall.

- Boa tarde Minerva – disse ela com um sorriso nervoso.

- Ah! Olá querida! – a senhora levantou-se para cumprimentá-la com um abraço.

- Eu a fiz esperar?

- Não. É que eu tive que resolver umas coisas no Gringotes, por isso cheguei mais cedo.

Fizeram os pedidos e enquanto saboreavam a comida iam conversando sobre amenidades.

- E então, como está Hermione?

- Bem. Acho que eu realmente precisava de umas férias. – elas riram.

- Tem razão... Aquelas olheiras que costumavam ficar embaixo de seus olhos, sumiram! Temos que agradecer ao Sr. Weasley.

Hermione tinha dito á Minerva que Rony a convidara para passar as férias na casa dele. Entretanto, não lhe falou da aposta. Sentiu vergonha.

- Porém ainda vejo uma ruguinha em sua testa. Há algo lhe preocupando?

“Ah, não... somente o fato de eu estar cada vez mais atraída pelo meu melhor amigo e quase tê-lo estuprado na semana passada”

Hermione deu um sorriso meio forçado.

- Claro que não! Está tudo bem. E em Hogwarts? Como estão as coisas por lá.

- Excelentes. Sem os alunos, a paz reina nos terrenos de Hogwarts.

- Espere até começar o ano letivo...

- Bem, querida... É sobre isso que eu quero falar.

Hermione lhe lançou um olhar intrigado, mas deixou a professora continuar.

- Você sabe que, por motivos de saúde, o professor Daves está pedindo afastamento.

Hugo Daves era um senhor que havia assumido a cadeira de Transfiguração logo após a guerra. Entretanto, um pequeno acidente com uma poção o havia deixado com uma pequena irritação, um tanto irritante, em sua garganta: um pigarro que não passava.

- Sim, eu sabia do problema do Sr. Daves, mas pensei que com a aplicação de poções...

- Pois é, nenhuma funcionou até agora e ele resolveu ir para o Oriente, tentar um tratamento... Por tanto, eu queria convidá-la para assumir a matéria de Transfiguração no lugar dele.

Hermione não gostou nem um pouco da conversa. Gostava de dar aulas de Defesa Contra a Arte das Trevas. Era experiente no assunto. Os alunos estavam satisfeitos com suas aulas...

- Mas... E DCAT? Quem vai assumir a matéria?

- Eu pensei em Harry Potter. Sabe, já que ele está desempregado agora...

A expressão de Hermione mudou instantaneamente. Um sorriso enorme em seus lábios. Afinal não havia ninguém melhor que Harry para o cargo. E ele poderia voltar à Hogwarts...

- Claro que eu aceito! Eu gosto de Transfiguração! – disse ela sorrindo. – Quando vai falar com ele?

- Na verdade eu já havia sondado a possibilidade de ele aceitar. Só faltava sua resposta definitiva.

- E quando ele começa?

- 1º de setembro. Se quiser, você mesma pode dar a notícia a ele. E poderia me fazer o favor de entregar isso a ele?

Minerva entregou um pergaminho à moça.

- São minhas felicitações pelo noivado com Gina Weasley. Molly me contou hoje de manhã.

Hermione sorriu. Definitivamente a vida de seu “irmão” estava entrando nos eixos certos.

*****************************

- Boa tarde Draquinho! – disse Gina ao encontrar o amigo tomando chá na lanchonete do hospital.

Ele estreitou os olhos. Detestava que lhe chamassem assim

- Boa tarde Gininha – disse em tom entediado.

- Não adianta! Hoje você não vai me irritar! – ela tinha um sorriso “tenho 32 dentes” no rosto.

- É – ele bebericou mais um pouco de sua xícara – Um noivado há muito desejado deve trazer bastante alegria...

- Hã? – perguntou Gina.

- Ora Gina... Já estou sabendo do seu noivado com o Potter.

Gina fez uma cara escandalizada.

- Caramba! As notícias aqui não voam... Aparatam!!!!

- Vamos lá Ruiva... Estamos em um hospital. – disse como se fosse a coisa mais óbvia do mundo – Dezenas de mulheres cruzando estes corredores e você queria que as fofocas não se espalhassem? É muita ingenuidade sua. – e tomou mais um gole do seu chá.

- Quem te contou? – perguntou já risonha.

- Digamos que uma enfermeira disse pra outra que uma faxineira falou pra uma de nossas alquimistas que ouviu da assistente de uma medibruxa residente que uma recepcionista tinha visto uma aliança no seu dedo anular esquerdo quando você chegou... – ele parou para retomar o fôlego – Ah, a parte do Potter, fui eu quem deduziu.

Gina riu.

- Pode rir... – ele tentava se manter sério – Mas esse é a vida cotidiana dentro do mais famoso hospital bruxo da Grã-Bretanha.

- E a Luna? – ela perguntou enxugando os olhos de tanto rir.

- Você não vai me deixar em paz mesmo né?

Ela negou fortemente com a cabeça.

- Digamos que todo bruxo um dia cansa de ficar sozinho.... Não vê meu padrasto? – Gina sorriu – Bem, querida... Se me der licença tenho que voltar ao trabalho.

- Ei! – chamou Gina quando ele já estava se levantando – Não vai me dar os parabéns?

- Francamente Ginevra! Noiva do Cicatriz?! Eu jamais lhe parabenizaria por isso... – respondeu fingindo indignação.

*****************************

Hermione chegou em casa e viu Dafne indo para a lavanderia carregando uma pilha de roupas tão grande que chegava lhe cobrir o olhos.

- Quer ajuda Dafne? – adiantou-se Hermione.

- Oh não senhorita! Obrigada! – disse a elfo sem realmente enxergar com quem falava. O senhor Rony está no quarto. Acho que está tomando banho.

- Tudo bem Dafne, obrigada.

A morena subiu as escadas e entrou no quarto. Tirou os sapatos, separou uma roupa e foi em direção do banheiro. Aquele fim de verão estava impossível de quente!

Entrou no banheiro e levantou os olhos para o espelho. O que viu a fez soltar um grito de horror.

**********************************

Rony saiu do banheiro com a toalha na mão e secava os cabelos displicentemente. Estava doido que Hermione chegasse logo, queria muito saber o que McGonagall queria com ela e quais seriam as conseqüências deste encontro.

De repente um grito o fez acordar dos seus devaneios. E o grito vinha do cômodo ao lado.

- Hermione! – disse para si.

Em cinco passos largos ele chegou ao quarto da amiga com a expressão transformada de preocupação.

- Hermione?!

Mas o que ele viu fez com que as linhas de seu rosto mudassem automaticamente. O que antes era preocupação, agora era tentativa de segurar o riso.

- Ronald Weasley, você pode me explicar o que é isso?!?!?!?!?!

Diante dele estava uma Hermione com um olhar mortal... e cabelos roxos.

- Oh, oh... Eu acho que você descumpriu o trato...

Ela estreitou os olhos perigosamente e Rony achou que a coisa mais sensata a fazer era correr.

- Realmente Hermione... Você não fica muito bem de roxo... Eu prefiro a Tonks. – disse ele rindo enquanto descia as escadas.

Hermione o alcançou já no térreo e pulou em suas costas, dando pequenos socos nos ombros largos. Rony apenas gargalhava da indignação da amiga.

- FAZ MEU CABELO VOLTAR AO NORMAL!!!

Ele apenas ria. Não conseguia se conter, embora soubesse que isso fosse a melhor coisa a ser feita.

Dafne, que tinha ouvido todo o barulho, correu para a sala a fim de ver o que estava acontecendo. Vendo a cena de Hermione e Rony implicando um com o outro (mais uma vez), ela apenas balançou a cabeça negativamente e foi cuidar de seus afazeres.

Rony ajoelhou-se no carpete da sala de vídeo e deixou Hermione escorregar em segurança para o chão.

- Shhhh... Calma Estrela... O que a McGonagall queria com você?

Hermione sentou no carpete e cruzou os braços sobre o peito, fazendo uma cara emburrada.

- Queria falar sobre uma mudança de cargo...

Um brilho de compreensão passou pelos olhos do ruivo,

- Então meu bem, é por isso que seu cabelo está assim... A aposta...

- Mas eu não trabalhei... – exaltou-se a morena.

- Falou sobre trabalho – cortou ele – Dá no mesmo... Na verdade, eu já esperava que isso fosse acontecer. – Hermione lhe lançou um olhar inquisidor – Quando você disse que ia conversar com McGonagall. Eu desconfiava que tivesse a ver com Hogwarts...

De repente, ela ficou rubra e Rony não conteve o riso diante do contraste entre o “vemelho-raiva” e o roxo em sua amiga.

Num momento ele estava sentado e rindo dela, no outro foi derrubado de costas no chão, com Hermione por cima dele xingando e praguejando.

- Quanto tempo esse feitiço dura?????? Desfaça-o AGORA!!!!!!!!

- Não dá pra desfazer, tem que esperar o efeito passar. – disse ele sentando-se e tentando acalmá-la com um abraço.

- E quanto tempo dura? – perguntou ela mais calma, mas ainda ofegante.

- Só dezoito horas.,

- Dezoito horas?!?!?!?!

- Dezoito horas.

- Mas Rony... São dezoito horas...

- Exatamente... Dezoito horas... – disse ele com ar divertido. – Vamos ficar repetindo o tempo do efeito é?

Ela bufou e se afastou olhando para ele com a expressão de cachorrinho abandonado, abriu a boca para dizer alguma coisa, mas ele a cortou.

- Não há nada que se possa fazer a não ser esperar.

- Humpf!

- Ninguém vai ver...

- Humpf!

- Vamos Mionezinha... Deixe de birra vá... – ele falou como se estivesse tratando com uma criança de 3 anos.

Ela baixou os olhos, suspirou e depois fitou o amigo.

- Peça! – ela disse finalmente.

- O quê?

- Vamos, peça logo!

Ele olhou para ela intrigado.

- Você ganhou a aposta... – ela suspirou tristemente – Pode pedir o que quiser... Eu farei.

Os olhos dele se iluminaram. Hermione ficou seriamente angustiada diante do sorriso vitoriosos dele.

- Tem razão... Eu tenho que pedir né? – Hermione engoliu em seco – Pois eu quero que você fique aqui até o dia de retornar à Hogwarts.

- Ora Rony! Francamente! – ela se exasperou – Peça outra coisa!

- O quê?

- Faça um pedido que valha a pena!

- Mas...

- Aproveite bem esse pedido!

- Mas eu quero que você fique!

- E eu vou ficar. Você pedindo ou não, vim passar todas as minhas férias com você... Isso quer dizer, até o dia 31 de agosto. – ela disse simplesmente.

- É que eu pensei... Com o fim da aposta, você poderia querer ir embora...

- Pensou errado. – ela deu o sorriso inclinado que ele tanto gostava.

Ele abriu um sorriso imenso.

- Eu podia pedir que você parasse de se corresponder com o Krum... – ele falou com um ar sonhador que lembrava Luna.

- Ora vamos Rony!... – ela começou.

- Mas eu quero que você venha passar um final de semana por mês comigo... Para sempre. – cortou ele.

Ela sorriu.

- Você tem certeza? Eu posso ser bem chata às vezes...

- Sabe, eu posso ser mal-humorado de vez em quando. Assim ficamos quites.

Ela estendeu os braços para ele que a recebeu acolhedoramente.

- Bobo!

- Teimosa!


******************************
* Trêbada: do potiguar, alguém que está muuuuito bêbado.

Oi!

Postei rápido desta vez... ^.^
Quero dizer que agora que H/G se acertaram de vez, as coisas vão se focar no meu casal lindo e fofo: R/H.

Viram como a Hermione é saidinha? E o Rony teve motivos pra impedir que acontecesse no capítulo anterior. Como diz uma amiga minha “essas quietinhas são as piores!”... Ops! Eu sou quietinha! >,< kkkkk

E então, o que acharam do capítulo? Eu não gostei muito... mas digamos que eles precisavam de um momento mais “light” sem tanta tensão sexual pairando no ar kkkkkk

E para aqueles que acharam – no capítulo anterior – que a cena inicial era com R/H, parabéns! Caíram direitinho kkkkk Eu realmente queria confundir vocês *autora com cara de anjinho*

Bom, algumas pessoas vêm perguntando se eu vou escrever mais fics após esta. A resposta é: claro que vou! Nossa, isso vicia! Já tenho duas histórias... talvez eu poste elas de uma vez só... pra não perder o fio da meada sabe? Uma será focada no Sirius (tem o título provisório de “O cão e o Rouxinol”) e a outra nos fundadores de Hogwarts (título provisório de “Hogwarts, um sonho”). Espero que vocês gostem ^.^

Ah, como alguns comentaram, quero dizer que eu também acho Draco Black meio estranho, mas é uma forma de ele afirmar que rompeu com o pai (que está em Azkaban) e tudo o que ele representa.

Eu muuuuuuito obrigada pela colocação no ranking da Floreios! Caramba, medalha de prata!!!! Eu adoro prata! ^.^ Affe, affe... fiquei até emocionada!

Agora aos comentários:

Carol_hg: Leitora nova! \o/ Espero que continue gostando... já que H/G se acertaram e fica só faltando R/H. Beijos!

Letícia M. Klein: Que bom que gostou! Bom, um dia a lucidez passa kkkkk Beijos!

Izaura: Obrigada! Beijão!

Lindsay Redwood: Brigadinha… pode deixar que assim que der eu passo lá viu? Besos!

Wellington Dias Burgos; Sueniaaraujo; Sâmya Carvalho; Catia Bell: Atualizada! Atualizada! Atualizada! Atualizada! Atualizada! Atualizada! Atualizada! ^.^Besos!

Deya-amy_loka: Eita! Cadê o barulhinho de censura? Kkkkkk Brincadeira... Não subestime o Rony... Besos!

*Gina Potter*: Tudo vai se acertar… prometo! Beijos!

Jujubalândia: Persistir, insistir, não desistir kkkkkk Besos!

Lica Martins: Nossa, obrigada por indicar minha fic… R/H tá demorando, pq eles são os principais... tem que fazer o suspense! ^.^ Fico feliz que a NC tenha agradado... e H/G é realmente fofo!!! Ah, tenta achar a música do Ricky... é linda! Besos!

Carol Marvila: Capítulo novo para matar a curiosidade! Beijos!

Bell *.*: Tem que ter suspense! É pra atrair a atenção de vocês kkkkkkkkkkk Beijos!

Fabiola: Uma H/H?!?!?! Nossa, que honra!!!! Bem vinda e obrigada pelos elogios! Beijos!!!

Andréa Salles: Pelo bem de todos… aquí está o novo capítulo!!! ^.^Beijos!!!


Camila Zavolski: Brigada ^.^ Eis o novo capítulo... Beijos!

Charlotte Ravenclaw: Calminha... eles vão se inspirar sim... mas é que eles são Rony e Mione... as coisas não podem ser tão fáceis né? Beijos!

Karol Malfoy: Quer mais? Então tá aqui! ^.^ Beijos!

Emi_mione: Olá, minha companheira de msn e angústia de não conseguir postar kkkkkk Olha só! Mais um em tempo recorde! Kkkk Beijos!!!!!!

Jeann Potter: Desejo atendido! Beijokas!

Nina Black: Que bom que você tá gostando ^.^ E Draco e Luna... acho que eles são mais complicados que R/H kkkkk Assim que der vou na sua sim! Já está favoritada! Beijos!

Hermione Silva: Nossa, que rapidez! ^.^ Fico feliz que tenha gostado! Beijos!

Patoloko: Cedo nada! Eu é que sou lenta! Kkkkkk Beijos!

LUISÂO: Antes que você enlouqueça, aquí está o novo cap. Besos!

Iris Gonzaga: Que bom que você gostou! Fiquei super insegura com a nc, mas já que foi aprovada... ^.^ Bom, R/H são engraçados mesmo kkkkk Beijos!

Bruna Perazolo: Você vai dançar o tango de “Vem Dançar”???? Caramba! Perfeito! Meu professor quer montar uma coreografia comigo e pediu pra eu fazer um vestido igual ao da “loura-metida a veela-abusada”. É lógico que farei kkkkkkk Gostou do pedido? Eu tentei fazer da forma mais Weasley possível... Ah, a Mione e o Rony vão se entender sim! Parabéns pelo níver!!! Depois conta como foi a apresentação! Beijos!

Agatha Malfoy: Atualizada! Beijos!

Ana Carol: Bom, acho que eles vão ficar juntos e felizes para sempre sim (não que isso exclua umas briguinhas de vez em quando hehehe), mas não agora... são muito teimosos pra isso! Brigada pelo carinho, beijos!

Jeann: Brigada! Capítulo fresquinho pra vocês! Beijos!

Dani_Potter: Eita! Você é mais H/G? Então, gostou do pedido? Espero que sim... Beijos e até o próximo!

Tata Lima: Pensou que era R/H é? kkkk Mas fica tranqüila, não foi só você! Beijos!

Ruiva Potter: kkkkk realmente, Rony mais lúcido é que Hermione é coisa difícil de se ver kkkkkk A parte da Gina era só pra fazer um suspense... ^.^ R/H vão se acertar sim, é só ter um pouquinho de paciência... E sim, pretendo escrever novas fics, como já disse acima. Quanto á idéia do cap bônus... pensarei seriamente na proposta ;] Besos!

Agatha Malfoy: Olá! É bom saber que vocês estão gostando. Besos!

J.NMT: Espero que os próximos capítulos agradem tanto quanto os passados! Beijos e obrigada pelos elogios!

Bruno Rodrigues: Pra você ficar feliz de novo, aqui está o capítulo novo! Obrigada! Beijos!

Nary: Pois é... fiquei tão feliz! Espero que tenha gostado deste capítulo... Depois te passo uns passos (o.O) de tango... Xêro!

Kekinha Malfoy: Brigadinha... Pedido atendido! Beijos!

Srtáh Míííhh: Você se sente parte da história? Que bom! A intenção é essa ^.^ Se você fica assim lendo, imagina eu que escrevo rsrsrsrs Besos!

LiLi N.: Gostou? Brigada ^.^ Andou lendo meus pensamentos é? Isso que dá descuidar na oclumência rsrsrsrs Pode deixar que estou preparando um momento bem fofis pro nosso casal lindo! Beijos!

Ara Potter: Brigada! Ei, já estou lendo “Com o tempo tudo muda” e estou adorando! Assim que terminar, comento tá? Besos!

RaFael_MaRvoLo: Brigada >.< Beijos!

Amanda Morais: Oi! Quanto ao comentário do capítulo anterior... posso dizer que foi uma dose de poção revigorante! Adorei mesmo... Fica tranqüila que a fic vai focar me R/H agora. Sabe, o casal principal sempre enrola mais... rsrsrsrsrs Nossa, que bom que você gostou de D/L. Quanto ao comentário do Draco, ele precisava de uma desculpa né? ^.^ Sim, e pode comentar muito viu? Ah, e pedir atualização também... é um direito dos leitores! Besos!

Stefanie: *autora corada de vergonha* Nossa, brigada pelos elogios! Fico feliz que a NC tenha agradado e que esteja gostando da fic. E pode deixar, que outras fics virão! Besitos!

Olívia Mirisola: gostou do acerto entre H/G? Que bom! Ah, e parece que ainda não se acostumou com as “brigas” entre R/H... eles sempre se acertam no final... acredite! ^.^ Ah, e Draco Black é mesmo uma figura rsrsrsrs Beijos!

Mayana Sodré: Achou que a Gina não ia aceitar é? kkkk foi só pra dar o clima de suspense! Obrigada pelos elogios e beijos!

Leo Potter: Fico tão feliz de ter escrito algo que tenha agradado tanto! >.< Com certeza agora é a vez de R/H. Obrigada sempre e beijos!

Raah Black: Obrigada!!! Pode deixa, que o que é de R/H, está guardado... besos!

LoL No Fate: Muito obrigada! Mais uma que se enganou no começo do capítulo 20! *carinha de satisfação* Mas pode deixa, tudo vai acontecer em seu devido tempo! Besos!

Lamarck: Muito, mas muito obrigada mesmo! ^.^ Beijokas!

Val Weasley: XD Nossa, valeu mesmo! Bom saber que a NC agradou... fiquei tão nervosa, foi a primeira que escrevi... Pois é... O Harry chora, o Ron briga... esses são nossos heróis! kkkk Ah, e pode comentar quando puder, eu entendo bem essa história de tempo ^.^ Besos!

Sally Owens: Olá, moça autora de umas das melhores fics da F&B! ^.^ Que bom que você gostou do capítulo... pois é, a primeira cena era pra confundir mesmo hehehe Já que eu consegui alegrar seu coraçãozinho H/G, alegra o meu R/H vai... mata o Rony não kkkkkk todo mundo tá te pedindo isso né? Mas é pq ele é “mais bonito que o Harry... mais alto... mais forte... ele é ruivo” (conhece estas falas? Rsrs), sabe seduzir, é um ótimo pai e marido perfeito! Ei, eu já imaginei umas duas formas de mantê-lo vivo depois daquela cena kkkkkk Pense no que o desespero não faz! Kkkkkk Ah, e uma coisa que eu esqueci de comentar nos comentário da fic (o.O)... amei cena da Umbridge! Fiquei radiante! Besos niña e boa sorte na sua tese!

Amanda Regina Magatti: *autora escondida atrás de um pilar* Esconde a varinha por favor... Não me azara não... =D Não foi dessa vez que o Rony e a Hermione se “pegaram”, mas tá perto viu? Então o que achou do confronto... mas se bem que com o Harry fofo daquele jeito não dava pra ter “confronto” ^.^ Como você disse (nas entrelinhas), eu não sou má, sou escritora rsrsrsrs Besos!

LUISÂO: Pois é, R/H brigando é sempre hilário... ah, e eles não dormiram juntos AINDA... ^.^ Beijos e muito obrigada!

Mila Feitosa: Aê! Colega de tango! Rsrsrsrs Gostou mesmo do Harry pedindo a Gina em casamento no capítulo anterior? E neste? ^.^ Beijos e obrigada!

Natércia Aguiar: Valeu pelos elogios! ^.^ Espero que o casamento também agrade... aguarde cenas dos próximos capítulos rsrsrs Besos!

Humildemente Ju: Oi... sem azarações tá? ^.^ Para que eu começasse a focar em R/H, eu tinha que resolver primeiro H/G. Pode deixar, a partir de agora momentos com o casal briguento mais perfeito serão constantes! Beijos!

Audrey Raphaella: *autora muito feliz* Obrigada pelos elogios! Muitos beijos!!!!

Tammie: Obrigada! Que bom que gostou do acerto entre H/G... e eu achei que o Rony tinha que ter o bendito momento de lucidez, achei uma atitude fofa a dele. Eu acho que a Mione vai seguir seus conselhos ^.^ Beijos!

Remaria: Fico feliz que tenha gostado. Continua na torcida tá? Besos e obrigada!

A(lmp)³: Pois é... não foi dessa vez que R/H foram para os finalmente... mas se bem que essa idéia de acordar juntos e dar um berro é ótima! Dá uma fic e tanto! Você bem que podia escrever... ou então me dá uma autorização *autora se fazendo de desentendida* Beijos querida!

Marina Lestrange: Besos, besos!!! Espera que tudo vai se acertar!

Molly: Pois é, a vez dos angustiados já chegou... e a dos cabeças duras também está próxima! rsrsrsrsrs Beijos!

Dibiela: Beijos querida e obrigada!

Expert2001: Vixi! 40?! kkkkk Não tenho imaginação pra tanto! kkkk Mas outras virão viu? Beijos!

Gina W.Potter: Obrigada pelos elogios! Talvez eu siga o conselho de fazer uma short à parte... aff! Nem sei se tenho talento pra uma coisa mais explícita kkkkk Beijos!

Andressa Domingues: Brigada!!!! Beijos!

Priscila Louredo: É né... a Gina se rendeu... Realmente, a Mione tinha que ter agarrado ele, mas ele tinha que ser gentil né? ^.^ Ele é o trasguinho mais fofo do mundo mágico kkkkkkk Besitos querida!

Mayara Potter: Olhos marejados é? *autora fazendo dancinha da vitória* Desculpa, mas é bom saber que fazemos os leitores se emocionarem ^.^ Eu não vi a cena do Danilo e da Aninha... fiquei curiosa agora ahuahuahua Besos!

L.Käfer: Lendo escondida no trabalho?! Tsc, tsc, tsc... Coisa mais feia. Mas se bem que eu fazia a mesma coisa kkkkkkkkkkk Só toma cuidado pro patrão não ver tá? ^.^ Besos!!!!!

Carol Cardilli: Você achou rápido? E todos esses anos em que o Harry ficou tentando o perdão da Gina... Bom, mas já que eles se acertaram, vai ter mais tempo pro traguinho lindo e pra castanha teimosa kkkkkkk Beijos!

Ah... Tango é perfeito!!!!!!

Besitos,
Até a próxima!!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lana Silva em 02/10/2011

- Caramba! As notícias aqui não voam... Aparatam!!!!

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Morri capitulo divo *----------------------*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.