FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. Amnésia


Fic: Just like heaven


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Just Like Heaven – Capitulo XI – Amnésia

Na enfermaria Gina estava dormindo profundamente, Madame Promfrey estava preocupa, pois ela dormia há 18 horas sem nenhum medicamento.
Ela foi obrigada a forçar que Gina acordasse, já havia tentado antes mas sem sucesso, utilizando um pouco de éter.
Gina abriu os olhos, Madame Promfrey alegrou-se.
-Você se sente bem querida? –perguntou aflita.
-O que... O que aconteceu? – perguntou Gina fracamente.
-Não sei trouxeram você aqui há 18 horas e você acordou agora.
-Me sinto fraca.
-Logo logo você voltará a descansar. Mas primeiro responda, onde você conseguiu esse ferimento querida?
-Eu não... Eu não sei... Eu não me lembro...
-Preciso saber querida, o que causou isso, está muito infeccionado e eu não conheço a substancia que está causando tudo isso...
-Desculpe, mas minha cabeça dói.
-Descanse querida cuidarei de você.
E Gina adormeceu.

++

Duas horas depois Gina acordou para tomar o seu remédio se sentia tonta sua cabeça doía muito.
-Srta Weasley, tem visita! – disse Madame Promfrey alegremente Trazendo um rapaz a frente de Gina.
Ela não podia distinguir quem era sua vista estava embaçada e ela se sentia fraca demais para lembrar.
-Como você esta? – perguntou o rapaz que tinha uma voz familiar.
-Eu... Me sinto fraca...
-Vim aqui para...
-Desculpe, mas não quero conversar – disse Gina em uma voz quase inaudível.
-Sei que você deve está se sentindo fraca para falar, mas pode me ouvir?
-Preciso de descanso.
-Você ouviu! Para fora! – disse Madame Promfrey colocando o rapaz pra fora da enfermaria.

++
Gina olhava confusa, não conseguia compreender o que estava acontecendo, várias pessoas iam visitá-la, mas ela não conhecia nenhuma delas, apenas a mulher boa que cuidava dela e colava todos os estranho, que a perturbavam, pra fora.
-Srta Weasley – chamou Madame Promfrey – Como se sente?
-Bem... Acho... Enfermeira pode me responder umas perguntas?
-Claro querida!
-Por que eu estou aqui?
-Você está doente.
-Onde eu estou?
-Na enfermaria.
-De onde?
-Ai Merlin! Gina você está com amnésia!
-Acho que não... Eu me lembro de quem eu sou, dos meus pais e irmãos, mas não consigo me lembra que lugar é esse. Eu nunca estive aqui antes... Hogwarts não é aquela escola que meus irmãos freqüentam?
-Amnésia parcial... – disse Madame Promfrey – Isso não é bom minha querida... Sim eles freqüentam, e você também.
-Desde quando?
-Desde seu primeiro ano...
-E eu estou no...?
-Sexto.
-Mas eu não lembro.
-Com o tempo você vai se lembrar de tudo minha querida, agora descanse amanhã você irá ter alta.
-E eu vou continuar aqui?
-Vai, sinto muito, mas não posso te mandar para casa, você não tem nada, vai ter que ficar aqui até o natal.
-E quanto tempo falta pro natal?
-Um mês.
-Tudo isso?!
-Até lá você já deve está bem melhor...
-Espero.
-Agora vá dormir amanhã você vai ter um dia cheio.

++

Gina acordou e se arrumou para tomar o café da manhã, foi levada para o salão por um monitor. Ao sentar-se á mesa da Grifinória muitas pessoas a cumprimentaram, e Gina educadamente respondeu, mesmo não se lembrando de nenhuma delas.
-Bom dia Gina, como está? Se sente melhor – perguntou Rony.
-Ron é você?! – perguntou ela atordoada.
-É claro que sou eu, quem mais seria o Percy?
-Você está tão diferente do que eu me lembrava. Tão mais alto...
-Você acha? Eu acho que não cresci nada nessa semana que você esteve na enfermaria. Afinal como você conseguiu esse ferimento?
-Eu não sei... Eu...
-Como isso – disse Rony apontando para o curativo na testa de Gina. – Pode te derrubar por tanto tempo, é apenas uma ferida...
-Eu não me lembro de nada Rony, a enfermeira disse que eu estou com amnésia parcial...
-Então é por isso que você não me reconheceu direito.
-Onde estão Fred e Jorge?
-Eles não estudam mais. Eles abriram uma loja de logros no Beco Diagonal.
-Você precisa me ajudar...
Gina nem conseguiu terminar a frase, pois Harry entrou no salão e todos se voltaram para ele.
-Ai Merlin é o Harry Potter. – disse Gina animada.
Harry se aproximou da mesa.
-Onde você estava? – perguntou Hermione que veio correndo.
-Eu tive que fazer umas coisas. – disse Harry encabulado.
-Nós ficamos preocupados. – disse Rony.
-Gina você está bem? – perguntou Hermione percebendo a presença da menina.
Gina assentiu.
-Como você some assim? – continuou Hermione
-Eu precisei! – disse Harry chateado.
-Pensei que você confiasse em nós! – exclamou Rony.
-E confio... Logo vocês saberão...

++
Gina estava sentada no jardim ela iria passar o dia isenta de aulas, por pedido do professor da primeira aula. Ela observava o terreno da escola com curiosidade.
“É tudo tão lindo” pensou ela.
Para passar o tempo Gina pegou um pergaminho e começou a escrever o lembrava.
“Será que eu tenho algum diário? Mais tarde vou procurar no dormitório” pensou ela.
Seu novo diário começava com sua conversa com Rony e a chegada de Harry tinha um breve comentário sobre Hermione e também sobre a aula que assistira. A maior parte era sobre o jardim, o lago, e como ela queria que Harry estivesse ali com ela. Assim que ela terminou de escrever uma pessoa se aproximou.
-Oi Weasley!
-Desculpe, mas...
-O que está fazendo aqui? Filando aula?
-Não! Não eu fui liberada e...
-Hum... Por causa disto? – perguntou ele apontando para o curativo na testa de Gina.
-Mais ou menos...
-Onde estão seus amiginhos não deviam esta com você depois de ser atacada...
-Eu fui atacada?
-Claro que fu... Você não se lembra?
-Não...
-Você não lembra de que?
-De nada desde que entrei em Hogwarts. A enfermeira disse que eu estou com amnésia parcial.
-Você sabe quem sou eu?
-Não...
-Não?! Não lembra nadinha de mim?
-Não... Quer dizer, lembro...
-O que?
-Que você foi me visitar na enfermaria.
-Bem já que você não lembra de mim vou me apresentar novamente. Sou Addan Herison prazer. – disse ele estendendo a mão.
-Você não quer companhia? Já que não pode assistir aula...
-Você ficaria aqui comigo?
-Eu não tenho aula hoje fui suspenso...
-Por que?
-Eu quebrei algumas coisas importantes...
-Ah...
-O que você estava fazendo?
-Ah! Nada... Nada... – disse Gina escondendo o pergaminho.
-Adoro esse jardim. – disse Gina após um longo silencio.
-Mas você nem lembra dele.
-Eu sei, mas me sinto bem aqui...
-Entendo.
-Você sabe quem... Ou o quê me atacou?
-Ninguém sabe...
-Queria tanto descobrir...
-Por que?
-Nada...
-Sabe Gina nunca tive chance de conversar com você... Você é legal...
-Sério?! Por que nunca conversamos antes?
-Por que eu sou soncerino e você grifinoriana...
-E...
-Bom são casas rivais e...
-Ah! Eu te detesto certo?
-Bom... Acho que sim...
-Então por que você veio conversar comigo? Isso não faz sentido...
-Eu sei, mas eu nunca resisti a uma discussão contigo...
-Você veio para brigar comigo?
-Foi...
-Mas por que...
-Quando você disse que não lembrava de mim... Eu decidi te conhecer, a verdadeira Gina que andava escondida...
-Bem nós só trocamos poucas palavras como você pode dizer que me conhece?
-Eu não devia estar aqui né?
-Eu não sei... Eu... Eu estou gostando da sua companhia, talvez você não seja tão detestável quanto eu pensava ... Antes.
-Eu penso o mesmo de você...
-Por que você me contou isso?
-Porque se você recuperar a memória você iria lembrar de tudo e ia brigar comigo... Mas você já sabe de tudo.
-Faz sentido... Posso te fazer uma pergunta Addan?
-Pode...
-Você está afim de mim?
-Nosso você é direta... Bem... Não... Quer dizer não sei... Nesses poucos minutos aqui conversando com você... Eu me senti diferente, mas tecnicamente afim de você...
-Entendo. Desculpe se pareci oferecida é que você está sendo tão gentil e...
-Em momento difíceis a gentileza se torna mortal...
Ambos riram e se entreolharam.
-Você não tem namorada Addan?
-Não.
-Você é tão bonito...
-Você acha? Quer dizer, você também é bonita...
-Eu acho que nunca me senti assim...
-Assim como?
-Eu não sei... Acho que sensações não são apagadas por amnésia.
-O que você quer dizer?
-Quero dizer que eu nunca odiei você... Eu acho...
-Ah! Eu... Odiei você... Mas...
-É eu acho melhor eu ir – disse Gina interrompendo Addan.
-Até mais então...
-Acho melhor não nos vermos, já que esse ódio existe...
-Você não entendeu...
-Adeus!
Draco Malfoy ficou olhando Gina se afastar.
“Ruivinha maldita” pensou ele.
. . . . . . . . . . . ............................................................................................................... . . . . . . . . . . .

Espero que vocês tenham gostado do capitulo inteiramente Draco e Gina!!

Comentem!!



Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.