FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. A Mansão Dumbledore - 1º parte


Fic: A filha de Dumbledore.


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Grã-Bretanha- 10:40 da manhã: O cheiro de comida vindo da cozinha dos Dusley, fizera Harry acordar.Tateando em busca dos seus óculos, os achou,coloco-os vendo a hora no relógio.Pulou da cama, vendo que estava quase na hora de seus amigos chegarem para buscá-lo. Vestiu uma roupa, e desceu juntamente com o seu malão. Ouviu a sua tia dá um gritinho abafado quando ele entrou dentro da cozinha com malão de Hogwarts:
-Está louco, garoto! Aonde pensar que está indo?-pergunto Senhor Dusley inchando que nem um peixe boi.
-Meus amigos vêm me pegar às 11:30. Não vamos fazer barulho,apenas vamos ir embora.-disse Harry sendo servido de torradas mais toscadas do prato.
-Assim espero!-recrutou Walter voltando a ler o seu jornal matinal.Harry comeu o que foi servido, mesmo não querendo,e entrou na sala de estar,esperando Lupin e os outros.Ouviu o barulho da campainha, e foi atender dando de cara com uma cena nada comum: O seu ex-professor, Remus Lupin estava vestido com uma camisa social com três botões abertos,tinha pintado os cabelos de castanhos e tinha feito luzes dando um ar jovem ao seu rosto que continuava com as cicatrizes, usava uma calça de linho cinza escuro e sapatos social.E ao seu lado estava um mulher de cabelos negros que caiam em cascata pelas costas,olhos azuis delineado por lápis negro,vestia um conjunto de terninho feminino preto,que destacava sua pele branca e sua linda forma feminina,estava de meia calça e de sapato de bico e salto fino,era Tonks.O queixo de Harry foi ao chão e arregalou os olhos. Outra voz foi percebida,entre os dois,a do Moody:
-Grande mudança,não Potter?-perguntou Moody puxando o malão de Harry.
Harry confirmou com a cabeça ainda com a boca aberta.Tonks e Lupin riram:
-Olá Harry! O que achou de mim?-perguntou Lupin cumprimentando o garoto.
-Você está ‘simpático’,mas não faz o meu tipo!-respondeu o garoto em tom de gozação.Remus gargalhou.Tonks veio dando beijos no rosto do garoto.
-Oi Tonks.Como vai? Você está linda,nossa!-disse Harry observando Tonks ficar vermelha.
-Obrigada Harry! Nós mudamos de papel,eu fiquei do jeito de Lupin e claro que o Remo teve que ficar do meu jeito.-disse Tonks sorrindo.
-Você deveria ficar nessa transformação,sabia? Você fica deslubrante.-disse Harry sendo puxado por moody para uma rua deserta.
-Er...bem...essa é minha fisionomia verdadeira.-disse Tonks ficando mais vermelha ainda.
Remo deu um beliscão em Harry,e Harry encarou-o.Remo está com uma cara de...ah não podia ser...é ciúmes. Harry não pode falar porque sentiu uma coisa puxando o seu umbigo, e tudo começou a rodar.Caiu com toda força na grama, mantendo os olhos fechados por causa da tontura,sentiu uma mão acariciar o seu rosto:
-Harry,Você está bem?-perguntou uma mulher.Harry abriu os olhos e deu de cara com a sua professora de transfiguração,pelo menos ele achava já que seus óculos não estavam no seus olhos.
-Estou bem, professora.-disse Harry tentando enxergar o chão, até que uma pessoa colocou os seus óculos.Harry agradeceu e olhou pra cima, era Alvo Dumbledore sorrindo bondosamente.Harry levantou-se rapidamente, vendo um casa,uma casa não! Um mansão à sua frente, estava estático,o coração batia acelerado,quando ouviu a voz de Tonks.
-O Harry teve a mesma reação de choque que todos.-Tonks riu.
-Olá Harry! E Bem – Vindo a minha humilde casa.-exclamou Dumbledore sorrindo marotamente.
-Humilde? Desculpe Alvo.Mas sua casa, e quase do tamanho de Hogwarts!-recrutou Minerva.
Harry continuava a observar a mansão, era branca com detalhes em azul dando um destaque na casa, possuía um jardim enorme, com variedades de flores que exalavam um perfume embriagante.Tinha uma estrutura bem antiga, mas muito bem conservada, e na porta que dava pro lado interior da casa possuía um exuberante brasão; duas fênix se entrelaçavam e entre as duas possuía uma espada e uma varinha,e por ultimo um D era inscrito no brasão.Lupin o puxou pelo braço, para entrar na casa. Se a casa é linda por fora, dentro é melhor ainda. Harry estava tão espantado que esqueceu um degrau da pequena que escada que dava pra sala que quase caiu de cabeça no chão. Moody o puxou pela camisa,rolando o olhando olho normal em tom de impaciência.
-Cuidado menino! Eu sei que está emocionado, mas não precisa beijar o chão.-exclamou Moody de gozação fazendo todos rirem.
-Desculpe! É que...nossa! Isso é estranho! Nós não devíamos estar na casa do...-Harry começou a falar até lembrar do padrinho que morreu, calou-se. Todos olharam pra Harry com pesar.Dumbledore fez um movimento para todos deixarem eles dois sozinhos.Lupin fez um carinho no ombro de Harry e saiu como os outros.Dumbledore andou com Harry até um escritório.O garoto percebeu que o escritório,tinha vários quadros antigos,cada um com um antecedente da família Dumbeldore.Harry pode ver o seu próprio diretor e o seu irmão vestindo vestimentas bruxas, num quadro, ele deveria ter sido pintado quando era mas novo,pois a barba estava pequena,e não possuía nenhum cabelo branco,e embaixo tinha o seu nome e sobrenome,junto com o nome do irmão.E ao seu lado, estava um garota de mais ou menos vinte anos e um garoto de quase mesma idade,ela vestia um vestido longo,e tinha uma beleza infinita,o garoto era forte,era muito bonito igual a garota,e embaixo estava os nomes: Anna Dumbledore e Bryan Dumbledore Junior. Harry achou estranho, será que o seu diretor tinha alguma sobrinha e um sobrinho? Mas o irmão dele tinha filhos? O seu pensamento foi interrompido pela voz calma de Dumbledore:
-Harry,porque a morte de Sirius está te infligindo?
Harry encarou o seu diretor, odiava ter que tocar nesse assunto.
-Não quero tocar nesse assunto agora, professor. -disse Harry abaixando o olhar.Não agüentava mais as pessoas sentirem pena dele e acharem que ele era frágil, uma coisa que ele não era.
-Bom então, vou ter que esperar você responder a minha pergunta.-disse Dumbledore fazendo um movimento e logo Harry ouviu um ‘click’ de uma porta se fechando.Encarou os olhos azuis do professor com ódio.Dumbledore apenas o encarou sério.
-Não preciso de sua pena, Dumbledore -recrutou Harry com aspireza,fazendo todos quadros o olhassem com desprezo.
-Não estou com pena de você, Harry. Estou apenas preocupado.-disse Alvo com bondade.Harry não respondeu.Então Dumbledore continuou.
-Harry, Sirius não iria querer que você ficasse assim pela sua morte. Ele gostaria que você fosse feliz como qualquer outro garoto da sua idade.Ele amaria te ver junto aos seus amigos; rindo,se divertindo,namorando,estudando,ser uma pessoa.Harry você está se desfalecendo.
As lágrimas desciam pelo rosto do garoto, sua garganta estava seca, não conseguia pronunciar nenhuma palavra.Queria tanto que alguém o reconfortasse, uma pessoa que ele amasse.E com um gesto impulsivo, Harry abraçou Dumbledore.Que no começo levou um susto, mas o apertou contra o seu peito.Ficaram assim durante vários minutos...

-------------

França-14:00 da tarde: Anna andava com passos firmes até sua sala no ministério, acabara de se demitir.O ministro demorou um pouquinho para assimilar, e até tentou convencer a Anna, mas não adiantou de nada. Ela iria amanhã mesmo para Grã-Bretanha; Entrou em sua sala ouvindo o choro da Jô que já fora informada da demissão da Anna. Retirou tudo que tinha de pessoal em sua sala e foi se despedir das pessoas que a ajudaram.
Anna acabou de sair do ministério, andava pelas ruas de Paris, olhando os trouxas fazerem compras,indo pro trabalho,comendo em lanchonetes,e pensou que um dia eles poderiam saber que em outro ‘mundo’ está em guerra! Riu consigo mesma,chegou em seu apartamento,e encontro Mila limpando o chão.Já tinham feito as malas;Ou melhor as malas da Mila,já que ela levou a casa toda.

------------

Oiee Povo...
Essa é a primeira parte do capitulo...se vocês comentarem eu vou colocar a segunda,ouviu? Então vamos Comentar!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.