FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

15. Continuando com o show


Fic: Moulin Rouge - Amor em Vermelho


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 15: Continuando com o show




- Nós criaremos o primeiro e completamente moderno com eletricidade integral totalmente boêmio espetáculo teatral de canto e dança! – disse Zidler com energia e suas palavras foram recebidas com aplausos dos presentes que apoiavam a idéia.

Estavam todos no Moulin Rouge. Todos os cafetões (homens que trabalhavam lá) e as prostitutas ouviam o que Zidler dizia lá do alto no camarote.

Harry, Gina e Draco também estavam presentes. Gina desviou o olhar de Zidler para olhar Harry que a olhava direto, ela ia sorrir para ele quando notou que Malfoy também estava de olho nela e teve que sorrir para o loiro.

Naquela hora, uma bola gigantesca de ferro pesando 20 toneladas daquelas de um trator usado para demolir prédios apareceu com tudo às costas de Zidler quebrando a parede e o derrubando no chão, depois se retirou.

Todos os que ouviam as palavras de Zidler se assustaram com isso e levantaram-se de seus lugares assustados, no entanto, Zidler levantou-se do chão coberto de pó e não mudou sua atitude e ainda gritou animado.

- O show deve continuar!

***

Sim, o show continuaria. Mas Gina não cortejara com Malfoy naquela noite, nem na segunda.

Ela, Harry, Rony e Hermione estavam no apartamento de Harry ensaiando as falas para a peça e se divertindo muito.

Harry com as falas em mão recitava tentando parecer engraçado enquanto falava exageradamente. Gina estava sentada no sofá e Rony e Hermione estavam na cozinha preparando o jantar, todos riam muito.

- TRAIDORA! – gritava Harry – Louco de ciúmes, o cruel marajá força a cortesã dizer ao tocador de cítara que ela não o ama.

- Oh, que tristeza. – ria Rony.

Harry continuava:

- “Obrigado por me curar da minha ridícula obsessão pelo amor” diz o pobre tocador de cítara atirando dinheiro sobre ela e deixando o reino!

Harry fingiu que ia se jogar da janela e os dois irmãos mais Hermione gritaram “Não!” pensando que ele se jogaria mesmo, mas Harry voltava até eles rindo.

- Brilhante! Brilhante! – elogiava Hermione também rindo.

- Uma vida sem amor? Isso é terrível! – dizia Gina a sua fala rindo bastante.

- Sim, mas o tocador pega sua cítara mágica... – diz Harry ainda rindo se sentando ao lado de Gina e a abraçando e a beijando.

- Espere Harry, esse é o meu papel, meu papel Harry, não se atreva! – disse Rony rindo se aproximando do casal com um leitão assado numa bandeja acompanhado de Hermione. – A cítara mágica que só fala a verdade diz:

“A coisa mais importante que se pode aprender é amar, e em troca, amado ser.”

No dia seguinte; Harry e Gina estavam no camarim novo que ela ganhara de Malfoy se beijando loucamente com as falas na mão. Malfoy entrou no aposento sem bater e eles pararam de se beijar rapidamente tentando parecer que só estavam ensaiando há muito tempo.

- Um piquenique, doce dama? – disse Malfoy segurando uma cesta de piquenique.

- Oh, temos tantas coisas para fazer, tanto trabalho... – disse Gina tentando parecer normal.

- Se o escritor levar a cesta eu não vejo por que não fazer na minha presença. – disse Malfoy sorrindo metendo a cesta nos braços de Harry.

No outro dia; no salão de teatro em que todos ensaiavam, Harry dizia a Rony.

- Então o tocador de cítara cai do telhado e diz...

- Sim, eu sei. Não precisa dizer, Harry. – falou Rony tentando ignorar o amigo. – “A coisa mais importante que se pode aprender é...”.

No dia depois desse; Harry e Gina estavam mais uma vez no camarim dela se beijando freneticamente com as falas em mão e de novo de afastando bruscamente quando Malfoy, mais uma vez, entrou no camarim sem bater na porta carregado de coisas para ele e ela fazerem.

- Ainda não acabou, querida? – perguntou ele sem notar que a boca de Harry e Gina estava vermelha e borrada por causa do batom dela.

- Oh, doce duque. Tenho muitas falas, devo memorizá-las todas. – desculpou-se ela sorrindo.

Por mais que Malfoy tentasse, era fácil demais para o escritor e a triz principal inventarem desculpas para evitá-lo.

No dia seguinte; Malfoy e Gina estavam sentados lado a lado no salão observando todos ensaiarem. Harry se aproximou dos dois por trás e disse na maior cara de inocência:

- Mademosaile Gina, ainda não terminei de escrever a nova cena “Os amantes encontrar-se-iam na humilde casa do pobre tocador de cítara”. Será que poderíamos trabalhar nela mais tarde ou quem sabe a noite?

- Mas eu organizei um jantar magnífico para nós na torre gótica. – Malfoy apressou-se em dizer olhando para Gina antes que ela respondesse.

- Ah, a cena não é importante, nós podemos fazê-la amanhã. – disse Harry fingindo desapontamento e ficando de pé.

- Como ousa?! – questionou Gina fingindo surpresa e também ficando de pé para encarar Harry tentando não sorrir. – Não se pode esperar até amanhã. “Os amantes encontrar-se-ão na humilde casa do tocador de cítara” é a cena mais importante do espetáculo. Trabalharemos essa noite até houver completa satisfação.

Vendo que as coisas estavam fugindo de seu controle, Malfoy também ficara de pé para protestar.

- Mas... mas... minha cara...

- Caro duque, com licença. – disse ela se afastando dos dois.

Malfoy olhou assustado e indignado para Harry.

- Lamento. – disse o moreno e também se retirou com um leve sorriso no rosto.

_____________________________________________________________________________________

Continua...

No próximo capítulo...

“Nesse mesmo instante, Harry e Gina estavam atrás de uma cortina se beijando muito felizes por terem mais uma vez conseguido enganar Malfoy.”

“- Eu sei que o trabalho é importante, mas ela está sempre com o maldito escritor! Se eu não a vir esta noite, eu irei embora!”

“- EU OS VI JUNTOS! – gritou ele.”

“ (...) Fale com o rapaz e diga que acabou. (...)”

Bjus a todos

Lady Potter

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.