FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Setembro chegou e a calmaria p


Fic: Harry Potter e a grande batalha


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


Dia primeiro de setembro chegou rapidamente e com ele a volta ás aulas em Hogwarts. Harry estava sentado conversando animadamente com Hermione, Rony, Raquel, Lílian e Biatriz.


Já estavam quase chegando e nada de Malfoy fazer seu ritual anual de ir até a cabine deles para atormentar:


-Graças a Merlin!- Raquel falou, quando Rony comentou- Se ele aparecer na minha frente eu sou capaz de arrancar aquela meleca que ele chama de cabeça!-Biatriz se levantou e parou no centro da cabine, Raquel e Lílian se entreolharam e soltaram risadinhas.


-Hem, Hem...- Biatriz imitou de um filme que havia assistido- Senhoras e senhores...- Começou com uma voz grossa e sacou a varinha- Sejam Bem vindos ao circo imperial Malfoy!- Todos da cabine riram. Biatriz transfigurou seus cabelos longos em um curto, loiro quase branco e penteados para trás.- Eu sou Draco Malfoy e vocês vão assistir á "Arranque a meleca que eu chamo de cabeça"- A cabine explodiu em risadas.


-Há, Há, Há!- Uma risada sarcástica veio da porta- Vejam só...Sou tão amado!


-Vejam só...O próprio Malfoy veio aqui para apresentar o Show!- Raquel falou, com um sorriso bobo no rosto, mas um ódio mortal no olhar.-Muito bem! Venha cá, Draquinho!- Falou sarcasticamente o puxando pelas vestes.


-Me solta sua sangue-ruim!- Ele falou se desvencilhando das mãos da moça.


-Então tira essa porcaria que chama de corpo da nossa cabine! A não ser é claro que queira que acabemos com sua raça!- Falou, pondo a varinha em punho, um brilho assassino passou por seus olhos. Malfoy olhou com desprezo para todos e saiu da cabine.-Bocoió!- Falou irritada.


-Calma!- Biatriz falou, transfigurando suas vestes em roupas de médica e fazendo seu cabelo voltar ao normal- Vamos...Calma... respira... Isso.... Inspira... Expira!- falava enquanto fazia uma massagem desajeitada, nos ombros da amiga, que começou a rir.


Depois de mais umas 2 horas de viajem eles finalmente desembarcaram na estação de Hogsmeade.


Enquanto Harry, Rony, Hermione e Raquel iam para as carruagens conversando animadamente, Biatriz ia para o barquinho temerosa.


Todos os alunos estavam conversando no salão principal quando as grandes portas de carvalho se abriam, por ela entrou a professora McGonagall, seguida por todos os alunos novos, entre eles Biatriz..


Dumbledore se levantou e todos se calaram:


-Sejam bem vindos há mais um ano letivo em Hogwarts! Antes de qualquer coisa, gostaria de dar alguns avisos de inicio de ano letivo para vocês!


"Alunos novos, fiquem sabendo que a floresta que faz parte da propriedade é restritamente proibida! E devo pedir que os alunos mais velhos também não entrem na floresta!- falou olhando para Harry e Raquel, que abaixaram a cabeça envergonhados- Bom, a lista de itens proibidos aumentou. Acredito que tenha , mais de 700 itens!"


"Em segundo lugar, hoje receberemos mais uma aluna transferida. Seu nome é Biatriz Granger! Ela vai cursar o sétimo ano e o chapéu seletor irá escolher sua casa.!"


McGonagall fez um sinal para Biatriz, que foi até o banquinho, nervosa. Depois que uns 5 minutos sentada o chapéu seletor finalmente falou:


-Sonserina!- A mesa da extrema direita começou a comemorar, porem as outras mesas ficaram pasmas: Uma Granger na sonserina?


-Antes da seleção dos alunos do primeiro ano, gostaria de apresentar a nova professora de Defesa Contra as Artes das Trevas, a nossa ex-aluna, Cho Chang!- Alguns poucos alunos assoviaram, alguns gritaram, poucos aplaudiram, e muitos reclamaram. Ela somente se levantou, fez um sinal com a cabeça para os alunos e se sentou novamente- Vamos a seleção!- Dumbledore falou e sentou-se, enquanto McGonagall chamava aluno por aluno:


-Fala sério!- Raquel falou indignada após a seleção- A Chang como professora, ECA!


-Francamente!- Hermione revidou- Ás vezes acho que você não tem 17 anos, Raquel!


-Por quê?- A moça perguntou irritada. Harry e Lílian se entreolharam preocupados


-Você age como uma criança! Como se você fosse o centro do mundo!- Hermione falou com seu velho tom mandão.


-Eu? Não sou eu que fico passando lição de moral na primeira pessoa que passa na sua frente! E eu que acho que sou o centro do mundo?- Raquel perguntou quase gritando, se levantou- Qual a nova senha, Granger?


-Unicórnio, mas...- Raquel não esperou o fim da frase, saiu correndo do salão principal.


-Por que fez isso, Mione?- Harry perguntou


-Isso o quê?- Hermione perguntou confusa. Harry se levantou e foi atrás de Raquel.


*******************



-Quel?- Harry perguntou entrando no dormitório feminino.


-Vai embora!- Ela falou com a voz abafada pelo travesseiro.


-Hei...Não precisa ser grossa!- Ele falou carinhosamente e se sentou ao lado dela na cama- Ta tudo bem!


-Não! Não ta tudo bem!- Ela gritou se virando para encara-lo. Estava com os olhos vermelhos e o rosto estava molhado.


-Hei...A calma!- Ele pediu e a abraçou. Raquel chorou por mais um tempo, sendo amparada por Harry.


-Por que ela fez isso?- Raquel perguntou do nada.


-Quem fez o quê?- Ele perguntou calmo.


-A Mione!- Raquel falou, saindo do abraço e começou a andar pelo quarto.- por que ela me falou aquelas coisas?


-Eu não sei!- Harry falou um tempo depois, no qual, ficou em silêncio pensando.


Raquel olhou para a porta e viu que por ela entrava as meninas do sétimo ano, olhou para Harry e sorriu. Ele corou, sorriu de volta e se retirou.




*********************

3 semanas se passaram desde o inicio do ano e Raquel e Hermione não se falavam.


Estavam indo para a de Feitiços, com Sonserina. Harry, Rony, Hermione, Raquel e Lílian iam para a aula entretidos em uma conversa sobre Quadribol, Raquel e Hermione evitando se falar. Mais há frente viram Biatriz conversando animadamente com Malfoy:


-Ala...- Raquel falou alto, para que Biatriz a ouvisse- Meu amor não fala mais comigo!-Biatriz olhou para trás, sorriu, falou alguma coisa para Malfoy, que assentiu, e foi até o grupo:


-Alô!- Biatriz falou, passando o braço por cima dos ombros de Raquel, que passou o próprio braço pela cintura da amiga-Mina, se ta uma gata!- Biatriz para Raquel, que riu.


-To com ciúme!- Raquel falou, fazendo bico.


-Por quê?- Biatriz perguntou marotamente.


-Você fala mais com o Malfoy do que comigo!- Raquel exclamou como se fosse a coisa mais óbvia do mundo.


-Oh!- Biatriz exclamou, drasticamente- Me desculpe, querida!- E nesse clima animado foram para a aula.




**************

Era uma manhã de sábado nublada e chuvosa. Harry, Raquel, Rony, Hermione e Lílian estavam sentados a mesa de Grifinória quando o correio coruja chegou. Entre as corujas castanhas e brancas, havia uma negra como a escuridão, que pousou na frente de Raquel. A coruja estendeu a pata, onde tinha um pergaminho negro, Rony arregalou os olhos, enquanto Raquel desamarrava a carta confusa.


-Quem será que me mandou?- Raquel perguntou mais para si do que para seus amigos.


-Provavelmente sua família!- Rony respondeu com um fio de voz.


-Quê?- Hermione perguntou- A fami...-Mas parou de falar ao ver que Raquel lia a carta, e a cada linha que lia ficava mais pálida e seus olhos se enchiam cada vez mais de lágrimas.


-Não...-Ela sussurrou- Não..É alguma brincadeira...Só pode ser!- Se levantou bruscamente da cadeira, e deixando os amigos e a carta para trás, saiu correndo do salão principal. Biatriz da mesa da sonserina, ao ver a amiga sair correndo, foi atrás, mas foi impedida por Draco que fingiu não notar a menina grifinória sair correndo.


Harry, que estava sentado ao lado de Raquel, pegou a carta e leu:


-O que houve?- Lílian perguntou preocupada.


-De acordo com essa carta...- Harry respondeu sério- O pai da Raquel sofreu um acidente, parece que é grave.


-Que acidente?- Lílian perguntou com a voz esganiçada.


-De carro! Acho que ele perdeu o controle ou algo assim e bateu! O irmão dela tava junto, mas quebrou um braço, mais nada!


-Coitada!- Hermione falou e suspirou.


-Eu vou falar com ela!- Harry anunciou e foi procurar a menina. A encontrou sentada perto da cabana de Hagrid, abraçada aos joelhos, o rosto enterrado nos braços, soluçando.


-Posso?- Harry perguntou baixinho.


-O quê?- ela perguntou assustada, levantando a cabeça, revelando o rosto lavado de lágrimas.


-Me sentar!- Ele explicou.


-Ah...Claro!- ela respondeu desanimada e voltou a enterrar a cabeça nos braços. Harry passou os braços pelos ombros dela e a trouxe para mais perto de si.


-Shi...Vai ficar tudo bem!- Ele sussurrou carinhosamente, em resposta obteve um soluço- Quel...Eu não gosto de te ver triste!


-É inevitável!- ela devolveu.


-Sei como se sente!- Harry falou, Raquel saiu do abraço com o rosto vermelho.


-Não! Você não sabe! Esqueceu que seu pai ta morto?- Ela falou sem pensar, Harry abaixou os olhos.


-Não! Eu não esqueci!- Ele respondeu magoado.- Mas posso imaginar como eu me sentiria se recebesse uma coruja falando que o Sirius ta mal! Você sabe...Eu o considero meu pai!


-Desculpe!- Raquel pediu o abraçando- Eu não...- Mas não pode terminar, pois Harry lhe calou com um beijo.


-Eu...-Harry sussurrou depois de um tempo, no qual, ambos ficaram se encarando.


-Só me diz por que fez isso!- Raquel pediu em não mais que um sussurro. Harry a encarou receoso. Será que ela estava bem o suficiente para ouvir uma declaração? Será que ela não acharia que ele estava querendo se aproveitar de seu estado emocional? Decidiu arriscar:


-Eu...Por que eu te amo!- Ele falou a olhando nos olhos. Raquel arregalou os olhos perante tal declaração.




UAU!!! hihi....Qual será a reação da Raquel perante tal declaração? Que rufem os tamboresXD~~hihi....Comentem!!^^ E aqui vai um pedacinho do próximo capitulo:




"Assim que entrou no Salão, olhou ao redor e viu Biatriz sentada á mesa de Sonserina comendo sozinha. Olhou para a mesa da Grifinória, Rony, Hermione e Lílian estavam entretidos em uma conversa animada. Não queria estragar o momento com suas angustias e tristezas. Foi até a mesa de Sonserina:
-Posso te fazer companhia?- Perguntou para Biatriz, que levantou os olhos, assustada.
-Claro!- Biatriz respondeu sorrindo. Raquel jogou sua mochila do lado do banco e se sentou de frente para a amiga, que estava sentada na ponta da mesa.- Por que você saiu correndo no café da manhã?"

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.