FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

12. A resposta e os testes


Fic: Harry Potter e a grande batalha


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


Harry suspirou resignado. Não podia acreditar que estava tendo àquela conversa com Rony. Certo, talvez fosse mais adequado que ele tivesse àquela conversa com Sirius, mas com Rony? Onde estava com a cabeça quando concordou com isso?


Suspirou. Olhou ao redor, não acreditava que ninguém naquela sala comunal inteira não notara seu desconforto. Talvez Hermione tivesse notado, mas Harry tinha a ligeira impressão que o ruivo pedira para a namorada não interferir.


-Você ta me ouvindo, Harry?- Rony perguntou ao notar a distração do moreno.


-Claro Rony!- mentiu.


-E o que eu acabei de dizer?- Rony perguntou desconfiado.


-Ah...Você venceu! Eu não ouvi!- Harry disse derrotado. Rony suspirou e deu de ombros.


-Já que não quer conversar sobre isso, não vou insistir!- Rony falou, bocejando. Fez um sinal para Hermione, que sorriu, falou alguma coisa para Raquel e Lílian, que sorriram e concordaram com um balançar de cabeça e saiu do salão comunal. Rony sorriu para Harry e foi atrás da morena. Harry se espreguiçou e foi para seu dormitório.




Raquel e Lílian gargalhavam, uma contava fatos “engraçados” para a outra e ambas explodiam em risadas.


-Ai então...Ela virou para ele e disse: Mas...O que você está fazendo aqui? Ai parece que ele virou, olhou para ela e depois olhou em volta e disse: Que eu saiba, eu moro aqui, mulher!- Lílian contava, enquanto Raquel gargalhava, quase deitando no sofá de tanto rir.


Assim que se recuperou do ataque de risos, Raquel olhou ao redor, ofegante, e percebeu que elas eram as únicas que ainda estavam acordadas.


-Que horas são?- perguntou para Lílian, está olhou para o relógio, enquanto bocejava.


-Duas e meia da matina!- Lílian respondeu, bocejou novamente e em reflexo, Raquel também o fez.


-Tarde!- Comentou e Lílian concordou com um balançar de cabeça.- E a Mione ainda não voltou! - Lílian concordou mais uma vez - O que será que ela e o Rony estão fazendo?- Perguntou maliciosa. Lílian riu.


-Nem te conto!- respondeu e Raquel riu.


-Bom, eu é que não estou a fim de esperar por eles!- A morena comentou, se levantando -Eu estou é a fim de ir pra minha caminha!- Lílian sorriu e ambas foram dormir.




Raquel suspirou e revirou os olhos, entediada. Olhou ao redor, todo o time prestavam extrema atenção no que Harry falava. Encostou a cabeça na parede e fechou os olhos. Será que tinha mesmo que comparecer a “porcaria” das reuniões do time?


Suspirou e abriu os olhos. Apoiou o cotovelo no joelho e a cabeça na mão, entediada. Olhou para Harry, tentando prestar atenção, mas não conseguia. Sempre que o fazia a imagem dele, Harry, e Chang se beijando invadiam sua mente, fazendo com que a morena tivesse uma vontade imensa de se levantar e esganar o moreno ali mesmo. Com cinco testemunhas.


-Bom, antes de dispensa-los, eu queria abordar mais um assunto com vocês!- Harry falou, quando todos já estavam em pé. Raquel bufou irritada e, assim como os outros, se sentou.


-Fale, Harry!- Lílian pediu. A menina havia sido escolhida como a nova batedora, uma vez que Stence Jacovits havia se formado no ano anterior.


-Bom como vocês devem ter notado a Raquel não compareceu aos últimos treinos!- Começou, e todos deram uma olhada rápida para a morena, que corou -Eu conversei com ela ontem para ver o motivo!- Acrescentou ao ver o olhar malicioso que Rony, Hermione e Lílian adquiriram ao ouvir isso.- Pois bem, pelo que ela disse, não quer mais fazer parte do time!- Falou, indo direto ao ponto.


-Quê?- Todos perguntaram juntos e olharam para a morena, que simplesmente deu de ombros.


-Que é?- Ela perguntou, ao ver que todos continuaram a olhar para ela.


-Por que vai sair do time?- Gina verbalizou a pergunta que todos queriam fazer.


-Por que não estou mais com pique para jogar Quadribol! Podem ter certeza que não é uma decisão precipitada! Tenho certeza que não irei me arrepender!


-Mas você ama jogar Quadribol!- Lílian falou.


-Não amo mais!- Ela mentiu -Quadribol, pra mim, perdeu a graça! Não quero mais fazer parte do time e está decidido!


-Certo!- Harry falou, pondo um fim à quase discussão das amigas.- Amanhã, sábado, iremos fazer testes para Artilheiros! McGonagall já reservou o campo para amanhã à tarde! Estão dispensados!- Falou rígido, todos protestaram, querendo discutir mais o assunto, mas a única coisa que o moreno fez foi negar com um aceno de cabeça e se retirar.


Todos olharam para Raquel, que simplesmente se manteve séria e se retirou.


-Por que ela tem que sair do time?- Gina perguntou, inconformada.


-Talvez por que não queira mais mostrar os mesmos interesses que o Harry!- Hermione respondeu pensativa.


-Ou talvez por que ela tomou alguma outra decisão, que com certeza foi precipitada!- Lílian argumentou. Todos olharam para ela e desejaram que Raquel não tivesse feito o que Lílian havia dito.




Harry andava distraído pelo castelo. Sabia que se desse continuidade á reunião, conseguiriam convencer Raquel a não sair do time, porém se a moça não queria, ele não iria fazer de tudo para que ela mudasse de idéia. Mas sentira que ela não contara a verdade, sentia que havia algo que a morena ainda escondia. Só queria saber o que era.


Estava quase saindo do castelo quando ouviu alguém chamar seu nome. Olhou para trás e viu Cho acenando para ele. Harry simplesmente suspirou e sorriu para a oriental.


-Pode me explicar o por que do senhor não ter aparecido ontem ao encontro?- Chang perguntou, se aproximando de Harry e passando seus braços pelos ombros dele.


-Esqueci!- Ele explicou. Chang o olhou divertida - Estava atolado de tarefas e não estava muito bem...Acabei esquecendo!Desculpa!


-Ah...Ta tudo bem!- Chang disse sorrindo, e logo ambos se beijaram. Harry sentia que havia algo extremamente errado ali, só não sabia o que era exatamente.




Raquel andou apressada pelo castelo, queria ir aos jardins para pensar um pouco, quando parou nos pés da escadaria de mármore e viu Chang e Harry se beijando. Suspirou. Revirou os olhos e pigarreou. Ambos se soltaram.


-Se eu fosse a diretora, ambos estariam expulsos!- Falou passando pelos dois e saiu do castelo.


Harry ficou olhando a morena se afastar e se lembrou das palavras de Lílian:


“É assim que ela vai se sentir em relação a você, Harry! Usada!”


Suspirou. Talvez a amiga tivesse razão. Olhou para Cho e viu que a oriental o olhava, parecendo tirar algumas conclusões que Harry supôs que não ficaria sabendo. Grande erro.


-Você ainda gosta dela, não é?- Cho perguntou, sem olhar diretamente nos olhos do moreno.


-Gosto!- Harry respondeu depois de suspirar.- Mas estou disposto a esquece-la! - Acrescentou. Cho o olhou curiosa- Pode ser que eu esteja me precipitando ficando com você, Cho, mas acho que não adianta nada eu ficar me prendendo a uma dor de cotovelo.


-Entendo...- Cho falou, abaixando a cabeça-Bom...- continuou depois de respirar fundo-Quando você achar que o tempo certo passou, pode me procurar!- Forçou um sorriso e foi para sua sala. Harry ficou a observando partir.


Suspirou, deu de ombros e foi até a cabana de Hagrid, talvez um chá com o meio gigante o ajudasse a pensar melhor.




Sábado amanheceu nublado, mas nem por isso alguns alunos do segundo ano em diante da Grifinória, deixaram de comparecer ao campo de Quadribol para fazer o teste para artilheiro.


Raquel passava algumas dicas para os candidatos:


-Se você perceberem que os Balaços iram atingi-los antes que possam ou passar a Goles para outro jogador ou manda-la para o gol, soltem-na! Se acharem que conseguem fazer o Giro da Preguiça sem perder as Goles, façam! Nunca, eu repito, nunca queiram mostrar que são os melhores nessa posição e não passar a bola! Esse é o pior erro que um Artilheiro pode vir a cometer!


-E se os outros Artilheiros estiverem marcados ou não estiverem perto dos Aros?- um segundanista perguntou.


-Ai você não passa, ué!- Raquel falou -Eu quis dizer que, se todos os Artilheiros estiverem em uma boa situação e possam jogar, o não passar de Goles pode ser muito, muito prejudicial! - Falou dando fim à “seção dica”.
Logo Raquel estava no ar, e um a um os candidatos iam fazer o teste, que durou a tarde toda. Quando estava anoitecendo, Harry liberou todos.


Raquel estava indo sozinha para a Torre de Grifinória, quando ouviu alguém chamar seu nome:


-Ah...Oi, Draco!- Disse sorrindo, assim que o loiro se aproximou.


-Oi!- Draco sorriu, e se aproximou mais da morena-Escuta... Eu queria saber se você já pensou naquela minha proposta!


-Já!- Raquel respondeu depois de um tempo.


-E...?- Draco perguntou depois de um tempo de silêncio.


-E...Que eu não cheguei á nenhuma conclusão!- Respondeu corando. Draco a olhou surpreso. Suspirou e, dando de ombros, foi embora.
Raquel sorriu triunfante, já sabia que resposta dar, porém queria deixar o loiro na expectativa, e pelo jeito conseguira.




Na manhã do outro dia, domingo, Harry decidiu anunciar o nome de quem ganhara a vaga de Artilheiro.


Estava tomando café, acompanhado de Rony e Hermione, quando viu Raquel entrar no Salão, acompanhada por Lílian. Suspirou e ficou olhando para o seu prato.


Por que tinha que ser tão difícil esquece-la, tira-la de vez do seu coração? Suspirou resignado. Olhou para a mesa dos professores, e viu Cho de cabeça baixa, comendo em silêncio.


Será que era como falavam? Que só se curava de um amor com outro? Não sabia, mas iria tentar, não agora. Quem sabe dali a algum tempo.
Levantou a cabeça, mas a abaixou novamente, pois Rony e Hermione (Que estavam sentados na frente do moreno) estavam se beijando. Revirou os olhos. Eles tinham que fazer àquilo na frente dele?


Suspirou resignado, e irritado se levantou, indo dar uma volta nos jardins. Rony e Hermione e olharam confusos, mas deram de ombros e foram namorar em outro lugar.


Harry suspirou, assim que chegou à beira do lago. Ao longe avistou Lílian e Hagrid conversando animadamente. Suspirou novamente e deu de ombros. Que mal faria ir falar com os dois amigos?




Raquel levantou um pouco tarde naquela manhã. Acabara indo dormir um pouco tarde, uma vez que ficara lendo um conto trouxa.


Assim que saiu da torre da Grifinória, foi até a cozinha (O café da manhã já tinha terminado), e se “empanturrou” de doces que Dobby, o elfo doméstico, lhe entregou.


Assim que terminou de comer, Raquel foi para os jardins. Foi até o lago e se sentou na beira. Ficou observando o efeito que a luz da manhã tinha sobre a água cristalina do lago.


Olhou ao redor, depois de um tempo, ao redor. Ao longe viu Harry, Hagrid e Lílian entretidos em uma conversa animada. Se Harry não estivesse lá, ela com certeza iria até os outros dois participar da conversa, mas como o moreno estava lá, decidiu continuar onde estava.


Voltou a pensar sobre o que pedira a Dumbledore há alguns dias, provavelmente se arrependeria dessa decisão quando já estivesse lá, mas no momento não se arrependia de nada. E iria mostrar a Harry que ela não precisava mais dele. Suspirou entediada e se levantou e entrou no castelo.


Estava indo para a biblioteca, quando avistou Draco no pé da escadaria de mármore com Crabbe e Goyle. Suspirou novamente. Estava na hora de dar sua resposta.


-Hei...Malfoy!- Chamou assim que estava perto o suficiente do loiro. Draco virou a cabeça ao ouvir seu nome ser chamado, e ao ver quem era sorriu, dispensou os dois amigos e foi até a morena.


-Sim?- Ele perguntou sorrindo mais do que antes.


-Já tenho uma resposta para sua proposta!- Raquel falou, indo direto ao ponto.


-E qual é?- Malfoy perguntou ansioso.


-Eu não quero ficar com você no baile!- Draco arregalou os olhos, parecendo chateado-Eu quero ficar com você até o baile.




N/A: Uau!!^^ como será que o Harry vai encarar essa "novidade"? Como será que fica a Cho na vida do menino que sobreviveu? hihi, bom, para tentar aliviar a anciedade de alguns em relação ao próximo capitulo, eu vou colocar uma parte dele aqui!^^




Assim que alcançou a porta da cabana do amigo, Harry ficou olhando para esta, pensando se ainda estava a fim de tomar chá com o meio gigante. Suspirando deu três batidas secas na porta da cabana. Latidos foram ouvidos e passos apressados.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.