FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

10. O passado de Biatriz


Fic: Harry Potter e a grande batalha


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


-Tem certeza?- Dumbledore perguntou surpreso.


-Absoluta!- Raquel respondeu.- Não quero mais ficar em Hogwarts! Não se preocupe, o ensino daqui é muito bom, porém alguns... Alunos não me agradam e não estou disposta a terminar o ano letivo na companhia deles.


-Tudo bem! Terá sua transferência! Para qual escola a senhorita gostaria de ir?


-Para Beauxbatons!- Respondeu imediatamente. Dumbledore a encarou profundamente, como se pudesse ver sua alma e ler sua mente.


-Pois bem, saiba que a senhorita só poderá ir para outra escola no termino do trimestre! Portanto, só depois do natal!- Raquel suspirou e concordou com um aceno de cabeça. Se levantou e saiu da sala do diretor, sem pedir licença.


Estava andando rapidamente pelo corredor do segundo andar, quando viu um grupinho de alunos de Sonserina entrar no corredor. Bufou. Tinha certeza que Malfoy iria falar com ela. Assim que a viu, Malfoy abriu um sorriso de desdém e “obrigou” o resto do grupo tomar outro caminho.


-Escobar...Quero falar com você!- Malfoy disse. Raquel bufou e parou de frente para o loiro.


-Que é?- perguntou grossa.


-Quero saber por que me beijo ontem no jantar!- Malfoy perguntou, adquirindo uma expressão mais dócil.


-Por quê?- Raquel perguntou debochada-Pra poder mostrar ao Potter que eu não preciso dele! Para mostrar que não adianta ele vir querendo uma reconciliação, que não acontecera!


-O mestre não vai gostar disso!- Malfoy falou pensativo.


-Eu já falei com ele!- Raquel informou - Como disse, ele não gostou, mas não me importo! Aproveite, na próxima reunião que ele convocar e diga que eu não vou mais comparecer! Se ele perguntar o motivo diga que eu disse que não devo satisfação a um idiota igual a ele.- Malfoy arregalou os olhos, e Raquel continuou seu caminho até os jardins. Se sentou na beira do lago e ficou pensando.


Olhou ao redor e ao longe viu Hagrid dando aula para um grupo da Grifinória e da Corvinal. Pareciam ser do segundo ano.




Harry suspirou. Apoio o cotovelo no tampo da mesa e apoiou a cabeça nas mãos, entediado.


Estava na última aula do dia- História da Magia- quando se lembrou que marcara um encontro com Cho - sua professora, como vivia se lembrando-para depois da última aula, mas não estava com animo para ir. Estava cogitando a possibilidade de não comparecer e usar a desculpa que estava atolado de lições e acabara por se esquecer do encontro, quando o sinal tocou. Suspirou e juntou seu material:


-Você vai mesmo se encontrar com a Chang, Harry?- Lílian perguntou séria. Coisa muito rara.


-Eu não sei!- Harry respondeu sincero - Não estou com animo para ir vê-la!


-Então não vá!- Lílian pediu - Harry, mesmo que você a Raquel não admitam, todos já perceberam que ambos estão sofrendo com essa separação!


-Olha...-Harry começou, quando estavam saindo da sala-Eu admito que estou sofrendo, mas acontece que a Raquel é cabeça dura e não quer me deixar explicar o que aconteceu! Eu não vou insistir em uma coisa que ela não quer, mas também, não vou ficar sofrendo feito um condenado! Estou tentando superar!


-Com a pessoa errada, na hora errada!- Lílian interrompeu -Harry, vocês acabaram de terminar! Se você começar um relacionamento sério com a Chang agora, a Raquel vai ter certeza que você não a ama, mesmo que não seja verdade! Você tem que dar tempo ao tempo!- Lílian comentou, parando de andar, Harry fez o mesmo e a morena colocou uma mão no ombro do moreno.- A Raquel já sofre muito com esse tipo de assunto! E em todas às vezes ela foi usada! É assim que ela vai se sentir em relação a você, Harry! Usada! Eu tenho certeza que ela já está providenciando para que nunca mais tenha que falar contigo, nunca mais te ver!- Lílian sorriu tristemente e continuou seu caminho, deixando pra trás um Harry deprimido e confuso.


Desistindo de ir ao encontro com Cho, Harry suspirou e foi para a torre de Grifinória. Definitivamente, aquele não estava sendo seu dia.




Assim que o sinal que indicava que a última aula do dia acabara, Raquel se levantou da beira do lago e foi em direção a cabana de Hagrid. O meio gigante estava, ainda, do lado de fora da cabana, juntando seus livros e anotações das aulas. Sorriu fracamente, definitivamente Hagrid estava aprendendo a se organizar melhor para dar as aulas.


-Posso ajudar?- Raquel perguntou, assim que chegou ao lado do amigo, e sem nem esperar resposta começou a empilhar os livros do amigo. Hagrid sorriu agradecido e começou a juntar os pergaminhos.


-Como vai, Raquel?- Hagrid perguntou gentilmente. Hermione e Lílian haviam ido informar ao guarda caça o que estava se passando entre Raquel e Harry.


-Bem!- Raquel respondeu, dando de ombros.- E você?- perguntou por educação.


-Também!- Hagrid respondeu, erguendo a pilha de livros e indo para dentro da cabana, enquanto Raquel levava os pergaminhos.- Quer chá?


-Por favor!- Raquel respondeu, e Hagrid sorriu ao constatar que Raquel e Harry tinham a mesma maneira de dizer que queria algo, muito diferente de Rony ou Hermione.


-Então...Por que não a minha aula hoje de manhã?- Hagrid perguntou, não tinha tom de cobrança, mas sim de preocupação. Raquel deu os ombros.


-Tava falando com o Dumbledore!- Respondeu, enquanto observava o meio gigante colocar chá na sua xícara.


-Por quê?- Hagrid perguntou mais preocupado -O que você andou aprontando?- Raquel riu com a pergunta do amigo e antes de responder, Raquel deu um gole em seu chá.


-Não aprontei nada!- Respondeu sorrindo -Eu só estava resolvendo algumas coisas, mas nada muito grave!- respondeu, vendo que o meio gigante fez menção de falar.


-Espero que não seja mesmo, hein?- Hagrid brincou e Raquel sorriu agradecida.


-Eu também!- Ela brincou sorrindo de forma marota. Hagrid riu. Raquel ficou até o horário do jantar na cabana do meio gigante, que a acompanhou até o Salão Principal.




-Sinceramente, acho que você deveria ouvir a explicação dele!- Biatriz comentou, enquanto Raquel jantava com ela.


-Até tu?- Raquel perguntou, entre brincalhona e brava.


-Eu só acho!- Biatriz revidou sorrindo -Quem tem que tomar essa decisão, de ouvir ele ou não, é você!- explicou, antes de levar o cálice com suco, até os lábios. Um silêncio profundo caiu entre as duas.


-Bia...Se eu te perguntar uma coisa... Você me promete que não vai ficar brava, ou sair correndo?- Raquel perguntou, parecendo incerta.


-Prometer, eu não prometo, mas posso tentar!- Biatriz comentou, confusa.


-Certo...-Raquel disse, respirou fundo -É uma dúvida meio idiota, mas...Ai vai...-Respirou fundo novamente.- Por que, raios, a Mione meio que não te conhecia?- perguntou de um fôlego só. Biatriz olhou profundamente nos olhos de Raquel, suspirou, e abaixou a cabeça.


-Bom... Você sabe que eu e a Mione temos a mesma idade, mas... O que quase ninguém sabe, é que eu e a Mione não chegamos a nos conhecer! Na época que a família da Mione ia lá em casa, eu nunca estava. Em uma época era por que eu praticamente viva na casa de uma amiga minha, em outra foi por que eu tomei a pior decisão da minha vida, mas eu não estou a fim de falar dessa decisão!


“Continuando... Sempre que a Mione aparecia e eu, por ironia, estava em casa, eu não saia do meu quarto! Eu era muito tímida e não queria, por que não queria, sair daquele quarto!


Se me perguntarem, como, raios, eu perdi toda a minha timidez, eu simplesmente vou olhar para a pessoa e dizer: Não me pergunte, por que nem eu sei!


Numa noite de Natal, quando eu tinha quatro anos, foi a primeira e única vez que eu vi a Mione! É lógico que naquela época eu ainda não era tão... “Rebelde”...Minha personalidade mudou completamente! Antes eu talvez fosse uma menina doce, amável, enfim...Uma menina normal! Porém, depois daquela decisão que eu te falei...Eu mudei! Não digo que foi pouco, por que não foi! Eu mudei...Muito! Eu até diria que completamente!”


-Nossa...- Raquel comentou depois de um tempo de silêncio.- Bom...Obrigada por meio que se abrir comigo!- Falou sincera. Biatriz simplesmente sorriu fracamente, se levantou e foi para o Salão comunal de Sonserina.


N/A: Naum me matem!! Eu sei que esse capítulo ficou pequeno, mas se eu colocasse mais coisas sobre a Bia ia estragar o futuro! =P Bom...Lele...espero que esse capitulo tenha te ajudado a entender mais ou menos o por que da Mione meio que desconhecer a Bia! ;) EU JURO QUE O CAPITULO 11 TAH MAIOR!!!^^ Comentem e estou conseguindo dar uma boa atiantada na fic....dever ter percebido...Nunca posto duas vezes no mesmo diaXD~~ Bjins^^

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.