FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

10. A poção


Fic: Just like heaven


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Just Like Heaven—Capitulo X – A poção

Depois do almoço todos foram paras as aulas da tarde que foram bem tranqüilas, mas Harry não apareceu em nenhuma delas.
-O que será que aconteceu com o Harry? Ele simplesmente sumiu! – disse Hermione a Rony no salão comunal da Grifinória
-Ele é um traidor isso sim! Deve ter ido caçar as Horcruxes sem nós!
-Ele não faria isso com agente... Ele precisa de nós não é?
-Ele precisou de nós Torneio Tribruxo?
-Precisou! E muito, mas você não ajudou!
-E você fez alguma coisa?
-Tentei ajudar, enquanto você desconfiava dele!
-Não vamos discutir por isso vamos? Depois da Lilá, discutir é meu ultimo recurso...
-Você está certo, talvez o Harry esteja precisando de nós! Mas como vamos achá-lo?
-Posso ver se ele deixou o Mapa do Maroto lá em cima...
-Vamos! – disse Hermione se levantando
Eles subiram até o dormitório e vasculharam as coisas de Harry, olharam em tudo, mas nada.
-Já sei! – disse Hermione pegando a varinha – Accio Mapa do Maroto!
O pergaminho saiu de seu esconderijo, embaixo do colchão de Harry e parou na mão de Hermione.
-Prontinho – disse ela sorrido
-Hermione você é demais – disse Rony abraçando Hermione
A porta se abriu e Rony soltou Hermione num susto
-Desculpe se eu atrapalhei algo – disse Dimas parado na porta
-Não, não... Você não atrapalhou nada! – disse Rony nervosamente
-Certo, o segredinho de vocês está guardado, ninguém precisa saber que...
-Que nada Simas! – disse Hermione severamente – O que você viu foi apenas um abraço entre amigos!
-No dormitório vazio? Vocês não podiam fazer isso lá embaixo não?
-Não nós só viemos...
-Você nos pegou Simas – disse Hermione interrompendo Rony – Mas não conte a ninguém certo?
-Eu sabia! Quer dizer... Certo!
-Agora se nos permitir vamos para um lugar mais sossegado... Vamos Rony!
Ele seguiu a garota resmungando. Depois de encontrarem uma sala de aula vazia e se acomodarem ele disse:
-Por que você fez isso? Disse ao Simas que nós...
-Se disséssemos a verdade podíamos colocar o Harry em perigo, não sabemos o que ele está fazendo.
-Entendo – disse Rony desanimado – Eu pensei que nós... Ah esqueça.
-Temos que achá-lo, você trouxe o mapa?
-Sim está aqui – disse Rony tirando um pergaminho do bolso.
Hermione pegou a sua varinha e disse:
-Juro solenemente não fazer nada de bom!
Eles ficaram procurando um pontinho que indicasse Harry Potter, mas não o encontraram, já era noite e o castelo não tinha muito movimento, e um ponto em especial chamou a atenção deles, era Narcisa Malfoy que chegava sorrateiramente.
-O que você acha que ela estava fazendo? – perguntou Hermione?
-Não sei... Bom, ela é professora, não precisa de autorização para sair.
-Ele não está aqui... Onde será que ele está? Rony – choramingou ela – estou com medo, com medo que o Harry não volte.
-Ele irá voltar! – disse ele confortando ela em seu abraço – Ele vai voltar.
Ao sentir o abraço forte de Rony e o seu corpo quente a confortando, ela se lembrou de Jorge.
Ele prometeu me ajudar pensou ela Amanhã vou escrever para ele

++

Assim que amanheceu, Hermione enviou a carta para Jorge contando tudo que havia acontecido desde que ela havia chegado em Hogwarts, sobre os novos professores, o desaparecimento de Harry e a sua idéia sobre a poção, no final ela marcou um encontro na sala precisa para aquela noite.
Ao descer para o café encontrou Rony todo radiante conversando com Gina, que parecia muito preocupada.
-Bom dia – disse Hermione em um longo sorriso.
-Bom dia – respondeu Rony abobalhado.
-Mione, você viu o Harry... – perguntou Gina tentando disfarça a sua preocupação – Eu não o vejo desde o almoço de ontem e...
-Eu também estou preocupada –disse Hermione sentando-se à mesa da Grifinória ao lodo de Gina – Espero que ele apareça logo.
-Ele sumiu sem deixar nenhum vestígio...
-Eu sei...
++

Depois do jantar Hermione se arrumou discretamente para não acordar as suas colegas de quarto que já estavam dormindo e se dirigiu para o dormitório masculino.
Entrou no quarto onde Harry dormia e deu de cara com Rony.
-Olá, Mione! – disse ele contente.
-Oi, Ron... – disse desconcertada.
-Veio saber do Harry?
-Foi... Eu queria... – ela fez uma pausa – Olhar o mapa novamente...
-Acabei de fazer. Não adianta ele não está em lugar nenhum.
Preciso da capa. pensou Hermione
-Eu tenho uma idéia... Vi um feitiço de localização um dia desses... Vou precisar de algo que o Harry use muito, algo pessoal.
-Você vai roubar uma cueca dele? – perguntou Rony incrédulo.
-Não precisa ser tão pessoal assim! Algo de uso quase diário, com laços, de preferência sangüíneo.
-A capa! – disse Rony triunfante.
-Isso! – respondeu Hermione alegremente – Vou pegar a capa – disse ela vasculhando as coisas de Harry e pegando a capa – Aqui está, vou levá-la!
-Posso te ajudar? – perguntou Rony sorrindo.
-É melhor não... Vou... Vou precisar de concentração, preciso ficar sozinha.
-E pra onde você vai?
-Sala precisa – disse Hermione sumindo do quarto.
Não é completamente uma mentira. Pensou ela.
Ela saiu do salão comunal, vestiu a capa e correu.

++

Chegou a sala precisa na hora marcada, o lugar estava cheio de estantes com livros e ingredientes, havia um sofá aconchegante coberto com uma pele marrom, um caldeirão e uma mesa com duas cadeiras.
Hermione sentou-se no sofá, estava muito cansada, havia muito tempo que não dormia direito.
Da próxima vez vou colocar uma cadeira aqui. Pensou ela se enrolando na pele que ela concluiu ser de urso.
Passou alguns minutos apenas descansando à espera de Jorge ela olhou para o seu relógio, ele estava atrasado 15 minutos.
Será que ele não vem? pensou tristemente.
Cansada de esperar começou a se mexer, já sabia perfeitamente qual seria a poção que iria fazer. Pegou um livro e achou o que desejava. Começou a separar os ingredientes.
Um barulho de vidro quebrando desconcentrou Hermione, inconscientemente ela se escondeu atrás de uma estante.

++
Gina corria pelos corredores com pressa. Ficara até mais tarde – bem mais tarde, até perdera o jantar – tirando dúvidas com a professora Sprout.
Foi muita sorte ter conseguido sair da conversa redundante da professora antes que se tornasse tarde demais.
Na verdade, dizia a se mesma, foi até bom assim tive certeza que o Harry não apareceu.
Ela resolveu pegar um atalho atrás de uma tapeçaria, mas quando entrou, se bateu com última pessoa que pensava em encontrar, Draco Malfoy.
-Acho que você nunca olha por onde anda, Malfoy.
-Acho que você anda me perseguindo, pobretona – disse Draco sarcástico.
Gina bufou e tentou ir embora, mas Malfoy puxou-a pelo cabelo e disse:
-Ah não... Por que vai embora agora? Eu ainda nem me vinguei de você.
Ele prendeu o corpo dela de frente pra parede e puxou a varinha e empurrou contra o pescoço dela. Ele a fez bater a cabeça na parede, e ela gemeu de dor.
- Me larga Malfoy... Se não – disse Gina entre dentes.
-Se não o que? – perguntou ele apertando a varinha no pescoço dela. - IMPE...
-Quem está ai? – perguntou a voz de Filch no fim do corredor.
Draco bufou, jogou Gina contra a parede e ela caiu no chão sangrado.
-Você não vai contar a ninguém sobre isso! – disse Draco sussurrando no ouvido de Gina.
-Por que não contaria?
-Porque eu sei que não vai contar – disse ele desaparecendo no corredor.
Os passos de Filch já estavam próximos
-Quem está ai? – ele viu Gina tentando se levantar – Detenção para a senhorita!
Ele não ligou para os protestos da garota de que precisava da enfermeira.
-Pare de resmungar garota! Guarde isso para a diretora da Grifinória!
Ela foi levada até o gabinete de Laura Lawrence.
-Ora, Argo, que surpresa! – ela olhou o relógio – A essa hora então.
-encontrei essa aluna da sua casa sentada em um corredor – disse ele triunfante – Certamente fugiu de mim e caiu...
-Não se ponha em tão alta estima, Argo... – disse Lawrence em um tom superior – Pode ir.
-Mas senhora, devo...
-Você não deve protestar! E não adianta me xingar em pensamento, porque eu não lifo
Filch arregalou os olhas e saiu da sala resmungado. Ela olhou para Gina.
-Oh, Merlin, você está machucada...
-Não foi nada professora eu... Espera ai... Foi sim professora foi muito... Eu me machuquei por...
A voz de Gina estava falhando a cada palavra, e antes de terminar a frase ela desmaiou

++
Será o Rony? pensou Hermione em uma onda de temor.
A voz de Filch soou alto e forte.
-Aquela menina! Fugiu de mim... Ela estava em minhas mãos.
Ao perceber que Filch estava distante, ela lembrou que colocou um captador de voz, para não ser descoberta quando saísse.
Ela saiu de seu esconderijo e viu a porta se abrir um calafrio passou em seu corpo, era Jorge que entrou ofegante.
-Quase não consigo entrar! Você fez um trabalho magnífico... Só esqueceu que eu tina que entrar!
-Obrigada... Pensei que você não vinha mais... – disse Hermione meio confusa.
-Começou o trabalho sem mim! –Observou Jorge
-Não tenho muito tempo...
-Agora estou aqui, e não perderemos mais tempo!
Fred sentou ao lodo de Hermione e começou a analisar os ingredientes cortados no mesa.
-Por que você não pediu ajuda ao Harry? Ele é muito bom em poções e está mais perto também.
-Bom... O Harry não está normal... Ele sumiu a quase dois dias... E não contei sobre minha mãe.
-O Harry sumiu?
-Foi.
-Que estranho... Por que? Por que você não contou?
-Não sei... Não senti firmeza em ninguém sabe, o Rony é meio bobo, leva tudo na brincadeira, o Harry tem tantos problemas com você-sabe-quem... Eu não tive coragem de contar, eles iam ficar tão preocupados...
-Eles são seus amigos Mione!
-Eu sei... Mas você vai me ajudar... E vai dar tudo certo ai então eu conto...
-Você não acha que eles vão ficar chateados?
-Eles vão entender... Espero pensou ela.
-Sabe Mione eu sinto sua falta lá na loja... Você fez um ótimo trabalho lá.
-Adorei trabalhar com vocês... Se não fosse o incidente com o Fred... Talvez eu volte nas férias...
-Espero que vocês se acertem... Pelo menos como amigos.
-A culpa não foi minha, Jorge! Ele não precisa me agarrar! Muito menos duas vezes!
-Eu sei, mas você podia voltar a ser amiga dele...
-Talvez, mas ele tem que me respeitar! Não sou qualquer uma pra ele chegar e me agarrar!
-Eu sei, e sei que ele sabe disso... Ele só se precipitou...
-Não defenda seu irmão Jorge! E na festa?
-Bom... Ele gostou realmente de ter te beijado e achou uma oportunidade na festa... Achou que você ia perdoar ele.
-Perdoaria, se ele me pedisse perdão de um modo diferente!
-Certo, certo, certo.Ele errou, e você fez o que gritou com ele, entenda Mi...
-Entenda você Jorge, minha mãe está doente não tenho tempo para gastar com o Fred, muito menos discutindo sobre o que passou sobre quem estava certo, errado, ou meio certo.
-Muito bem... Então acho que não vai te interessar se eu disser que o Fred está namorando... – disse Jorge com malicia.
-Não! - disse Hermione firmemente – Vamos ao trabalho agora?!
-Vamos!
Por que eu me importaria?! pensou Hermione.

++

Harry andava desesperadamente pela floresta proibida.
Eu consegui ,pensou ele, Agora não falta muito.
E desapareceu na escuridão


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.