FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. O outro lado de Krum


Fic: O diário de Hermione Granger


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________



** O outro lado de Krum**

Isso é bem de Gina: "O professor Snape é legal"
É isso aí. Ele é legal se você é Gina Weasley. E não é legal se você está levando bomba em Poções, como eu.
Ele não é tão legal assim, se obriga a gente a ficar na aula TODOS OS DIAS, das 2:30 até ás 3:30, para estudar o método DEMONSTRAÇÃO POR ABSURDO quando você podia estar passeando com a turma. Ele não é legal assim se chama sua mãe para uma conversa particular mãe/professor, diz que a filha vai levar pau em poções, porque é uma sabe-tudo intrometida, e depois CONVIDA ELA PRA SAIR.
E não é tão legal assim se está metendo a língua na boca da sua mãe.
Não que eu tenha visto eles fazendo isto. Eles nem saíram juntos ainda pela primeira vez. E não acho que minha mãe vá deixar que um cara meta a língua na boca dela no primeiro encontro.
Pelo menos, espero que não.
Na semana passada, vi Vitor Krum enfiar a língua na boca de Fleur Delacour. Vi bem de perto, porque os dois estavam encostados no armário de Vitor, que fica junto do meu. Achei aquilo nojento.
Embora eu não possa dizer que me importaria se Vitor Krum me beijasse desse jeito. Um dia desses, Gina e eu fomos na Dedosdemel comprar um pouco de balas para ela mandar pra Sra. Weasley e vi Vítor esperando perto do caixa. Ele me viu e até pareceu dar um sorriso, e disse:
- Oi
Ele estava comprando pirulitos refrescantes. A vendedora me deu amostras grátis desses pirulitos. Agora posso sentir o gosto da boca de Vítor sempre que quero, na privacidade da minha própria casa.
Gina diz que as sinapses do Vitor estavam provavelmente batendo pino naquele dia, devido a um ataque de insolação ou coisa assim. Disse que ele provavelmente pensou que eu parecia uma pessoa conhecida, mas que não podia situar na minha cara sem as paredes de blocos de cimento da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts atrás de mim. Por que outro motivo, perguntou ela, o cara mais popular do 7º ano diria oi pra mim, Hermione Granger, uma garota do 5º ano que não é ninguém?
Mas eu sei que não foi ataque de insolação nenhum. A verdade é que, quando está longe de Fleur e de todos aqueles seus amigos machões, Vitor é uma pessoa inteiramente diferente. O tipo de pessoa que não se importa se uma garota não tem peito e que tem cabelos inchados. O tipo de cara que pode ver alem de tudo isso, dentro das profundezas da alma de uma garota. Eu sei porque, aquele dia, na Dedosdemel, quando olhei dentro de seus olhos, vi uma pessoa profundamente sensível que há dentro dele lutando pra sair.
Gina diz que eu tenho imaginação hiperativa e necessidade patológica de inventar situações de intenso conflito em minha vida. E diz ainda que o fato de eu estar tão perturbada com minha mãe e o Profº Snape é um exemplo clássico dessa situação.
- Se você está tão perturbada assim, simplesmente diga isso à sua mãe - aconselha Gina - Diga a ela que não quer que ela saia com ele. Eu não compreendo você Mione. Você anda por ai mentindo sobre como se sente. Por que, para inicio de conversa, você não diz realmente o que sente? Seus sentimentos tem valor, sabia?
Oh, tudo bem. Como se eu fosse encher o saco da minha mãe com isso. Mamãe está completamente feliz com esse namoro que me dá vontade de vomitar. Ela passa o dia todo cozinhando. Não estou nem brincando. Pela primeira vez em meses, ela fez um prato de massa. Eu já havia aberto o cardápio de comida chinesa do Suzie's para pedir que mandassem alguma coisa em casa, quando ela disse:
- Oh, não, hoje á noite nada de macarrão frio com gergelim. Eu fiz um prato de massa de verdade.
Massa! Minha mãe fez um prato de massa!
Ela chegou mesmo a respeitar meus direitos como vegetariana e não botou almôndegas no molho.
Eu não estou entendendo nada.

COISAS PARA FAZER
1. Comprar areia para o Bichento
2. Terminar o exercício de Poções
3. Parar de contar tudo para Gina
4. Ir até o Beco Diagonal: comprar tinta para a pena, spray fixador e moldura para a tela da mamãe.
5. Dever de casa de Runas Antigas
6. Parar de pensar tanto em Vitor Krum
7. Levar a roupa para a lavanderia
8. Aluguel de outubro (confirmar se a mamãe depositou o cheque de papai!!!)
9. Ser mais positiva
10. Medir o busto

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.