FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. Finalmente...


Fic: Marotamente De Férias


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

*Respondendo Comentários:

*Lilah_ Potter: lilah que bom que você gostou, continua acompanhando, li sua fic, ta muito legal! =)

*Carol F. Potter: oi oi Carol! Que bom que vc goxtou do trailler e da capa! =)
Quanto ao cap. Se goxtou desse último vai amar esse daqui! Kkk bjO! ;*
________________________________________________________________

Finalmente...

Haviam se passado três dias, tudo na mesma, brigas, marotiçes e férias totalmente sem nada pra fazer, mas Lílian não podia reclamar realmente se estivesse em casa, estaria muito pior, pelo menos estava com seus amigos.
-Boa noite lilly...
-Boa noite Ana.
Gaby já estava dormindo, Lílian ainda não havia deixado às amigas irem para seus próprios quartos ainda, mais elas já tinham levado suas coisas...
As três se enrolaram mais só duas dormiram meia noite, uma da manhã, duas...
-Porque ela nunca dormia direito naquela casa?- perguntava-se.
Novamente se viu descendo as escadas. Resolveu então não ir para a cozinha de novo, levando em conta sua última experiência. Divertiu-se.
Ela não estava de camisola, estava com um roupão, então foi ficar lá fora um pouquinho, na frente da casa.
Sentou-se no jardim, passou a mão na grama, estava molhada, tinha chovido mais cedo, mesmo assim continuou sentada, abraçando as pernas, olhando para o céu sem estrela alguma.
Agora só vinham flashes em sua cabeça, os dois brigando em Hogwarts, Tiago jurando que a amava e logo em seguida ficando com várias garotas na sua frente e no dia seguinte a chamando pra sair novamente, como ela poderia ter certeza?
As vezes ele dava sinais que a maioria das pessoas acreditariam, ela não. Quantas vezes ela se pegou morrendo de vergonha por causa de imensos buquês de flores deixados à porta do dormitório. E quantas vezes se pegou beijando aquele garoto a quem ela jurava odiar.
Sentiu seus olhos se encherem d’água.
-Lílian?
Ela levou a mão à boca pelo susto.
-Você quer me matar?
-Achei que esse era o SEU objetivo. - Ele se adiantou e sentou-se ao lado dela, vendo a reação da garota, riu.
-É a sua marca registrada, revirar os olhos desse jeito.
-E a sua é mexer nesse seu cabelinho cuidadosamente despenteado.
Ele riu.
Ela abaixou a cabeça e recostou nos joelhos.
-Sabia que eu gosto de você?- Ele começou divertido.
-Sério? Não sabia.
Tiago olhou para a garota, incrédulo.
-Não sabia, você nunca demonstra isso. E riu.
-Imagine...
Ela continuou olhando pra ele.
-Você tem tempo?
-Pra que?
-Pra eu ficar aqui dizendo o quanto eu gosto de você.
Foi a vez dela fazer cara de incrédula.
-Ok, vou começar, eu gosto de você, muito, muito, muito, muito...
-Ok, ok! Agora me diz quem te entende?
-Aaah! Isso eu pergunto pra você!
Riram.
Ele se virou e sentou-se de frente pra ela, chegou mais perto e olhou pra cima.
-Vai chover...
Ela não estava agüentando aquela proximidade toda, na verdade nunca agüentou.
O garoto ainda olhava para o alto.
Então ela olhou também, e viu que o garoto estava certo, ele abaixou a cabeça e ficou observando-a, mais quando ela voltou a si, viu que o garoto a sua frente se aproximava cada vez mais, e ela não conseguia impedir, nem que quisesse, e não queria.
Agora já não estava mais naquele lugar, só sentia 1.001 borboletas em seu estômago. Foi a ultima coisa que se lembrou, estavam perto demais.
Quando se separaram sentiu vontade de dar um tapa em Tiago, como muitas vezes fizera, mais não conseguiu.
-Por quê? Você?
Ele não falou nada, só levou o dedo indicador aos lábios da garota, e ouviram o trovão.
De repente pingos de chuva caiam finos sobre eles, e iam ficando cada vez mais grossos, e ela se viu totalmente encharcada.
Nos momentos seguintes novamente ela não viu mais nada, só sentia que as 1.001 borboletas voltavam a atacar.
________________________________________________________________

*notas da autora*
E aiiii?? ;)~
Goxtaram desses cap?
Comenteeem!! =(

Bjuuh xD
marippn

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.