FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

15. Promessas


Fic: Como Tudo Deve Ser


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Aeeee... Finalmente estou aqui \o/. Depois de ter descansado no feriado... E eu precisava fazer taaanta coisa... To enforcada em Inglês, Matemática e Química... além de ter de escrever um TCC, e o que eu fiz todo esse tempo? ESCREVI! Só isso! Tanto algumas novas idéias como daqui... Parece que me deu um surto e eu só conseguia escrever... to até meio doidona de ter ficado tanto tempo na frente do pc, mas enfim...

Vamos aos agradecimentos!!

Amanda Delacourt Black: Aaaahhhh... que bom que vc gostou da músicaaa!!! Adoro ela!! Tinha o clipe no Youtube, mas essa semana eu fui assitir e não achei mais... =/ AH! Seu irmão gosta de Inuyasha??? Que legal!!! Foi aí q eu realmente comecei a gostar de anime... hehe... Espero que ele passe por aqui em breve... ^^' Bjo no rosto... já recebi tanta reclamação disso... rsrsrs... Mas tem que começar por baixo... Achei que seria legal mostrar a evolução da relaçaõ deles... Que bom que vc gostou!!!! ^^' Espero que o Sirius apareça por aqui tbm... em vez de ficar babando no seu travesserio... hauahauahuaahuah... E... *envergonhada*, desculpa pela chantagem... é q de vez em qdo é necessário!!! rsrs bjuuusssss!!! =*

carol cardilli: Aaaahhhh!!! Que bom que vc gostou!!! Continue lendo e comentando!!! ^^' bjuuusss!! =*

Thatty: Então... a gente se empolgou falando de anime/mangá no msn e eu esqueci daqui... ehehe... Aaiaiaiai... bjos na bochecha... nem sei mais o q falar... rsrs... Que bom que está te prendendo... era essa a intenção!!! hauahauahauahuahauaha... Devo dizer q ela tbm me prende... já to ficando trite pq tah chegando o fim... hehe... Tbm te adoro, mesmo com vc me chamando de chata!!! ^^' bjuuusss!! =*

Miss Darcy: Eeeeeeeeeeeeee... dexo de ser apenas leitora!!! E vamos falar q sua fic tah fazendo mó sucesso, hein?? Comnt 90!!!! ooooooohhhh... ^^' Leeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!! rsrs Bem... sem mtu coment hj.... bjuuuussss!!! =*

Bruninha Seguchi: Aaaaahhh!!! Que bom!!! Já está perto de eels ficarem juntoss!! ^^' Tenha paciência e continue comentando!!! Hehee... bjuuussss!!! =*

Bruh ternicelli: Parabéns!! Que legal q vc foi selecionada!!! ^^' Qdo eu tava na 8ª... nem tentei... não sou mtu boa de escrever essas coisas... rsrs... Ah, eu tbm não gosot do Fábio, ele me estressa!!! A vingança já tah escrita... virá nos próximos caps!!! hehehe!! Continue lendo q aí tah td certo!!! ^^' bjuuuuussss!!! =*

Sakura Li: Aaaaaaahhh!! que bom que gostou!!! ^^' Já estou nas favoritas, hein?? Que honra!! *feliz*... Conitnue lendo!!! bjuuuuussss!!! =*

Finish!

Agora vamos ao que importa! Ao cap!





Capítulo 15 - Promessas

-Eu não acredito! Vocês programavam esconder isso de mim? – Sirius estava indignado com o plano dos amigos.

- Ah... mas se tinha dado certo, por que iríamos perder tempo explicando? – justificou Tiago, meio arrependido de ter escondido algo do amigo – E depois você tava tão feliz...

- Mas mesmo assim! Eu tinha o direito de saber! Imagina só... como que eu ia encontrar a Keiko numa sala toda decorada? Mera coincidência?

- Bem, nessa escola tudo é possível – Remo entrou na discussão. Havia ajudado Tiago a contar o plano, mas no decorrer de toda a confusão, fora coadjuvante.

- E depois você nem se importou na hora! – Tiago emendou o raciocínio de Remo – Almofadinhas, você só está querendo arrumar problema para a cabeça! Depois de tudo que aconteceu, você ainda vai se importar com isso?

Nesse momento, Pedro soltou um ronco forte e os três começaram a rir. O efeito da poção ainda não passara e Tiago acabou descobrindo que exagerara no manjericão e se dependesse disso, a Keiko teria ficado horas dançando sem escutar a voz de Sirius.

- O pior é ter dado tudo certo... – Sirius fez cara de incrédulo, deixando-se cair na cama – Plano maluco... só podia ter sido idéia da Lílian. Não é a toa que o Tiago é apaixonado por ela...

- Ei, nem vem! – e os dois começaram a fazer a tradicional troca de elogios até que Lupin os interrompeu.

- Olha, Tiago... acho que vou ter que concordar com o Sirius dessa vez, porque a Lílian não regula bem não...

- Tudo bem, tudo bem... – Tiago se deu por vencido – Mas mesmo assim, ela continua sendo linda, maravilhosa...

- Peraê! – Sirius interrompeu o amigo – Se você e Lílian estavam, digamos, felizes porque estavam tramando isso, quer dizer que vocês ainda não se acertaram?

- De onde você tirou essa? – Tiago olhou para Sirius, incrédulo – Só se eu tivesse sonhando...

- Não, é que foi essa a justificativa que eu achei quando percebi que você e a Lílian andavam felizinhos demais...

- É... ainda não foi dessa vez, mas agora vou tentar me aproximar dela apenas como amigo, até por que – ele acariciou seu rosto, com um sorriso totalmente bobo estampado no rosto – Ela me beijou hoje...

- Ohhhhhh... o cervinho tá apaixonado – disseram Sirius e Remo juntos, ao mesmo tempo em que jogavam seus travesseiros em Tiago.

- Acho que só o Aluado ainda não caiu nas graças de nenhuma integrante do sexo oposto, né? – comentou Tiago, quando pôde respirar, após o ataque de travesseiros.

- E o Rabicho – completou Lupin.

- Ah... mas o Rabicho não conta – Sirius entrou na conversa, fazendo os amigos darem algumas gargalhadas – Mas, diz aí Aluado: nunca se apaixonou, não?

- Bem, não posso pensar muito nessas coisas, né? – respondeu ele, tristemente – Afinal, sou o que sou...

- Mas nada te impede de ter uma namorada – Tiago disse – Se ela realmente gostar de você, vai entender...

- Quem sabe um dia...

- Não! – exclamou o Tiago – O melhor é o garanhão de Hogwarts sendo o primeiro maroto amarrado, quem diria, hein sr. Black?

- É... acho que as coisas mudam... – respondeu Sirius, parecendo refletir – Bem, mas acho que devemos ir dormir agora... acompanhar o Rabicho.

E os três caíram na gargalhada mais uma vez.




No outro dia, tanto as garotas quanto os marotos se deram conta de que tinham uma quantidade enorme de deveres para fazer.

- Não acredito! – exclamou Lílian, que ocupava, sozinha, uma mesa toda da sala comunal, na qual ela espalhara vários livros e pergaminhos – Como fui deixar acumular tanto dever de casa?

- Deixando – respondeu Anna, que ocupava a mesa ao lado – E eu acabei fazendo a mesma coisa, inclusive com as tarefas da monitoria.

- Coisa feia, tanto pra mim quanto para você, relaxar no último momento, sendo que queremos seguir profissões difíceis e concorridas... – Lílian deixou-se cair por cima do pergaminho que estava escrevendo – Cadê a Keiko?

- Imagina... ela levantou duas horas mais cedo que você para fazer os deveres de casa (ou pelo menos adiantar) para passar mais tempo com o cachorrinho dela.

- Afeee... mas e o Sirius, ele tinha lição também!

- E quem disse que ele se importa com isso? – Remo havia acabado de chegar e estava tentando achar um espaço na mesa de Lílian para fazer sua lição – Quando faltar uns dois dias para entregar ele faz.. e sabe o que dá mais raiva?

- O quê?

- Ele tira a nota máxima – Remo deu um sorriso amarelo enquanto empilhava alguns livros da Lílian em uma cadeira – Mas você é espaçosa, hein? – comentou ele, quando finalmente conseguiu se acomodar.

- Ah... preciso de bastante espaço quando estou fazendo lição – Lílian deu um sorrisinho sem graça – senão, sei lá, não consigo respirar...

- Entendo.

Os três mergulharam em completo silêncio, cada um fazendo seu trabalho, até que Lílian perguntou a Remo:

- E o Tiago, cadê?

O maroto percebeu que ultimamente ela chamava Tiago pelo primeiro nome e não apenas Potter como antigamente. “Parece que está melhorando o relacionamento deles”, pensou ele.

- No campo de quadribol – respondeu para a garota – Analisando novas táticas para o jogo contra a Sonserina no próximo trimestre.

- Ah...

Lílian começou a refletir sobre a conversa que tivera com Tiago no dia anterior. Ele estava estranho, havia passado tanto tempo ao lado dela sem a chamar nenhuma vez para sair, ou qualquer coisa do tipo. Mas o pior foi ela ter se descontrolado...

“Onde já se viu, Lílian Evans? Dando beijinho no Tiago? Ai... acho que estou ficando louca... Ou então, as garotas estão certas e, ao que parece estou gostando do Tiago... Não! Impossível! Quando que eu iria gostar daquele idiota arrogante... acho que ando estudando demais e isso tá afetando meus pensamentos... Se bem que, não posso negar que o Tiago andou melhorando...”

Sim, o maroto não aprontava mais como antigamente (apenas algumas vezes, escondido, é claro... mas ela não precisava saber disso), parecia até que estava mais maduro... e a garota não podia negar que isso havia chamado sua atenção.

- Lílian – chamou Remo – Estou indo...

- Mas já?

- Ou, só você que estava viajando aí – disse Anna – mas faz tempo que estamos aqui...

Lílian olhou no relógio, já eram seis horas da tarde.

- Caramba, nem vi o tempo passar...

- Bem, mas eu estou indo, garotas.

- Você vai jantar, se for estamos indo também – disse Lílian, já arrumando suas coisas.

- Ah, não – Lupin parecia meio desconcertado ao dizer isso – Mas não vou jantar, até mais – e saiu dali rapidamente.

- Estranho, né? – comentou Anna – De vez em quando o Remo some da escola, e eu não entendo por quê. Às vezes ele diz que é para visitar a família, mas agora nem deu uma justificativa sequer.

- É... – concordou Lílian, imediatamente tirando Tiago de seus pensamentos e trocando pelos mistérios de Remo.




O resto das férias de Páscoa passou no mesmo ritmo, apenas estudando. Lílian começara a se desesperar com a proximidade dos NIEM’s e estava estudando todos os dias. Um dia antes da volta as aulas, porém:

- EU NÃO AGUENTO MAIS! – exclamou Lílian, assustando todos a sua volta – Não quero mais estudar! Pelo menos hoje, vou descansar...

E saiu pelo buraco do retrato, deixando Remo e Anna boquiabertos pelo surto da garota.

Resolveu ir até o jardim, já que não estava nem quente nem frio. Fazia tempo que não passeava pelos jardins da escola. O sol não estava forte e ela sentou-se na sombra de uma árvore as margens do lago.

Nos últimos dias não tinha prestado atenção em nada, a não ser nos deveres. Mal tivera tempo de descansar, tentando se recuperar em Transfiguração. Não pedira ajuda a Tiago, fingia que estava fazendo outro dever de casa quando ele passava por perto. O maroto estava provocando sensações que não a agradavam nem um pouco.

- Pensando em que, Lílian?

Era Tiago. E sorria de um jeito que parecia fazer que nada do que a preocupava fazia sentido. Trazia uma sensação de proteção...

- Em nada, para falar a verdade... – respondeu ela – Um monte de pensamentos desconexos...

- Hum...

Ele sentou-se ao lado dela.

- Desistiu de estudar?

- Cansei...

- Viu o Sirius por aí?

- Viu a Keiko por aí?

Os dois riram. Depois que seus amigos começaram a namorar, viviam sumindo e, quando estavam visíveis, estavam sempre juntos.

- Aqueles dois... pelo menos se acertaram – comentou a garota, deitando-se na grama.

- É... – ele disse, deitando-se ao lado dela – E você nem veio pedir ajuda a mim, não é?

- Mas eu não estava estudando Transfiguração!

- Pensa que eu não vi? – ele levantou-se e olhou direto no rosto dela – você esquece que eu tenho uma Capa da Invisibilidade...

- Não! Você estava me espionando?! Idiota! – ela queria se levantar, mas se fizesse algum movimento brusco, acabaria beijando Tiago... e dessa vez não seria no rosto.

- Eu estava desconfiando, e não tive outra opção... – ele mirou seus olhos verdes – como você pode ser tão cabeça-dura? Por isso que passou todos esses dias estudando... teria poupado bastante tempo, sabia?

- Eu sei, eu sei – ela começou a olhar para o céu, tentando evitar o contato visual com o maroto – Mas queria fazer sozinha, caramba! Não posso?

- É... mas às vezes é bom deixar o orgulho de lado! Lembra no Natal... foi a mesma coisa...

- Desculpa? – ela voltou a olhar diretamente para ele – Prometo que da próxima vez procuro você...

Tiago sentiu uma enorme vontade de beija-la, mas fazer isso seria colocar tudo a perder, ainda mais agora que ele a tinha na sua frente, pedindo desculpas. Era muita coisa. Para se controlar, ele passou a olhar a margem oposta do lago.

- Olha, vou acreditar em você... espero que eu não me arrependa...

- Ah, Tiago... você me conhece, só deixarei de ser orgulhosa quando você deixar de aprontar – disse ela, sentando-se.

“Por isso que formamos o casal perfeito!”, pensou ele, se controlando o suficiente para não dizer isso em voz alta.

- Mas – continuou ela – Já que você quer me ajudar, então vamos subir.

- Háhá! Eu sabia!

Ele se levantou e estendeu a mão para ela se levantar. Com o impulso, os dois mais uma vez ficaram perto demais e se beijariam, se não fosse pelo Snape.

- Brigou, brigou, brigou e agora tá ai, hein Evans?

Os dois se viraram imediatamente e deram de cara com o sonserino. Tanto Lílian quanto Tiago estavam corados.

- Finalmente conquistou a sangue ruim, hein Potter?

Eles agiram rápido. Os dois lançaram feitiços ao mesmo tempo e o resultado foi um Snape desmaiado, com pintinhas verdes fosforescentes no rosto e com tentáculos saindo de sua cabeça.

- Eita! – exclamou Tiago – que feitiço você usou?

- Das pernas bambas, e você?

- O clássico, levicorpus... – Tiago vivia usando esse feitiço contra Snape – Não se pode misturar esses feitiços, né?

- É... e o que a gente vai fazer com ele?

Tiago olhou de um lado para o outro, não havia ninguém ali.

- Acho que podemos deixar ele aqui, não é?

E os dois subiram para a torre rindo. Quando chegaram lá, encontraram Anna e Remo fazendo dever juntos e Keiko e Sirius deitados em um dos sofás. As coisas de Lílian estavam na mesa que Anna e Remo ocupavam.

- Resolveu voltar, Lílian? – perguntou a garota.

- Arranjei alguém para me ajudar – respondeu ela, apontando para Tiago. Este porém, disse:

- Mentira, eu que me propus a ajudar! E ainda encontrei alguma relutância por parte dessa ruivinha louca aqui...

- Bobo! – disse ela rindo – Então, vamos ao trabalho!

Acomodaram-se e logo de cara, Tiago já começou a riscar um monte de linhas no trabalho da garota, deixando-a furiosa. Levaram o resto da tarde e mais metade da noite para terminar o trabalho. Sirius e Keiko é que tinham trazido alguns pedaços de bolo e suco de abóbora como janta para os dois. Quando terminaram, a sala comunal estava quase vazia, exceto por eles dois e o casal de amigos, que namoravam perto da lareira.

- Esses dois não se desgrudam, hein? – disse Lílian a Tiago, enquanto guardava suas coisas.

- Quem diria, meu amigo Almofadinhas amarrado desse jeito...

- Por que Almofadinhas? – Lílian nunca tinha entendido esses apelidos que os marotos usavam entre eles.

- Ah... isso é uma longa história – ela mirou-o curiosa – um dia eu te conto, prometo!

- Acho que estamos fazendo promessas demais hoje...

- Bem, e para completar o quadro – Tiago se encheu de coragem para perguntar isso – Bem... é que...

- É que...?

- Entenda, a próxima visita a Hogsmeade vai ser a última com nós na escola...

“Tava demorando”, pensou Lílian.

- ... e eu sinceramente gostaria que você me acompanhasse dessa vez, apenas como amiga... para que eu fique com a sensação de missão cumprida, entende?

- Bom... – começou ela – Acho que depois de toda essa ajuda que você me deu... quem sabe...

Ela levantou-se e seguiu em direção a escada do dormitório.

- Isso é um sim? – perguntou ele.

- Não.

- É um não?

- Não.

- Então o que é?

- Boa noite, Tiago – e a garota desapareceu pela escada.

- Você chega lá, Pontas – disse Sirius, que juntamente com Keiko, assistia a cena – Você chega lá...




Voltei! E finalmente consegui chegar aqui!!! Primeiro um amigo meu aparece aqui em casa, depois eu faço td isso aqui e aacabo apertando "limpar" em vez de salvar"... e qdo td estava indo, comecei a bater papo com a Thatty no msn.... rsrsrs... Mas terminei!!! Provavelmente eu vou apertar em salvar, aí vai aparecer aquela página q diz "você não está logado" e eu vou fazer ctrl c ctrl v do bloco de notas q eu vo salvar isso daqui na hora q terminar de escrever... (hauahauahauahauhauahauaha)

Fim inspirado em "10 Coisas que eu Odeio em Você"! Eu assisti o filme no dia que escrevi esse cap... Será que a Lily vai com ele para Hogsmeade?! XD

Agora, Más notícias! O próximo post Vai cair bem no fim de semana da prova da Unicamp... Ou seija, não vai ter! Agora depende de vcs... Com coments, próximo cap. no sábado que vem... sem coments, próximo cap. no começo de dezembro...

Peço desculpas a todos! (inclusive a Thatty, que vai falar que é mais chantagem...), mas como o vestiba vem aí... E eu nem comecei o meu TCC...

Bem, espero COMENTS!!!

Bjuuusss!!! a todos vcs! Obrigado por lerem essa humilde história que me distrai nos piores momentos! rsrs

...Lizzie...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.