FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

12. Sensações


Fic: Historias Parecidas - Parte I


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

(Cap 12: Sensações)

Titânea estava nervosa, mas não pode deixar de ouvir a discussão, afinal a professora Minerva falava alto e qualquer um que por ali passasse ouviria.

Titânea se aproximou e, estando à porta entreaberta, pode ver a professora Minerva de costas. Forçou um pouco mais os olhos e pode ver a direita de Minerva o professor Dumbledore, parecendo nervoso, no entanto, não pode ver quem era a terceira pessoa, sabia apenas que era um homem, pela voz e pela leve sombra que se formava no interior da sala.

- Será que você não entende? Interrogou Minerva com um tom alto de voz.

- Não, eu não entendo! A única coisa que eu entendo é que ela está correndo perigo! Disse o homem com um tom de voz ainda mais alto que o de Minerva.

- EU SEI QUE ELA ESTÁ CORRENDO PERIGO! – Gritou Minerva batendo com a mão em cima de uma mesa – MAS O QUE VOCÊ QUER QUE FAÇAMOS?

- EU QUERO QUE VOCÊS CONTEM A VERDADE PARA ELA! ELA TEM O DIREITO DE SABER! ELA TEM QUE SABER! Berrou o homem.

- EU SEI DISSO! EU SEI QUE ELA TEM TODO O DIREITO DE SABER! – Minerva parecia que iria explodir – MAS SERÁ QUE VOCÊ NÃO PERCEBE? SE ELA SOUBER CORRERÁ MAIS RISCOS, VOCÊ NÃO SE PREOCUPA COM ELA?

- CLARO QUE EU ME PREOCUPO! - Urrou o homem – O QUE VOCÊ ACHA QUE EU TENHO FEITO TODOS ESSES ANOS? SOU EU QUEM A PROTEJE!

- Nós também a protegemos! Disse Dumbledore, que até o momento estava apenas observando.

O silêncio tomou conta por uns segundos.

- Vamos nos acalmar – Disse Dumbledore – Desse jeito não chegaremos a lugar algum.

- EU NÃO QUERO ME ACALMAR! Explodiu Minerva, suas narinas estavam se dilatando.

- EU TAMBÉM NÃO QUERO ME ACALMAR! – Berrou o homem – E ESTEJAM AVISADOS DUMBLEDORE E MINERVA, SE VOCÊS NÃO CONTAREM A ELA, EU MESMO CONTAREI! EU MESMO!

Titânea se afastou da porta, sua respiração era forte, precisava se esconder. Correu para trás de uma armadura, certamente aquele homem sairia por ali, mas ao contrário do que ela esperava, as únicas pessoas que saíram foram Dumbledore e Minerva que, por sorte de Titânea, seguiram pelo corredor na direção oposta.

As perguntas começaram a povoar a mente de Titânea. Quem era aquele homem? E de quem eles falavam? Titânea não queria pensar, mas tinha certeza que falavam dela, sentiu uma grande angústia. Resolveu seguir para os jardins, precisava pensar, queria ficar só.

**************************

- Ei, Harry... Harry, aonde você vai? Perguntou Hermione, vendo Harry se afastar.

- Eu tenho que encontrar a Tita, Hermione.

- Mas Harry, você vai perder a aula de poções! Harry...

Hermione não conseguiu terminar a frase, Harry já tinha se afastado...

***************************

Titânea se dirigiu para os jardins, ao chegar sentou-se em baixo de uma grande árvore perto do lago, contemplou o imenso céu, sentiu uma leve brisa tocar seu rosto, olhou para o imenso gramado, que por causa da chegada do outono estava coberto de folhas secas. Estava só, os alunos certamente estavam em aula, apenas ela se encontrava ali. Foi quando observou um belo rapaz vindo em sua direção, era Harry. Sentiu-se feliz, era estranho, já não desejava ficar só, descobriu que precisava falar com alguém.

- Tudo bem? Perguntou Harry, que parecia preocupado.

- Tudo, Harry.

- Nossa, tive o maior trabalho para te achar!

- Harry, você não deveria estar na aula do Snape? Perguntou Titânea, que tinha um olhar distante.

- Sim, mas você também deveria estar!

- Olha... Eu não quero que se prejudique por minha causa Harry, eu...

- Titânea... – Interrompeu Harry – Eu não estou me prejudicando, eu vim te procurar porque estava preocupado, você saiu muito mal da aula da Umbridge.

Titânea se calou, desviou seu olhar e observou por um instante o céu.

- Porque Harry? Porque tem sempre alguém fazendo questão de me lembrar daquela noite?

Os olhos de Titânea se encheram de lágrimas.

- Tita, escuta... – Harry se sentia mal, procurava algo para falar, tinha que consolar Titânea de alguma maneira – Não... Não ligue para o que a Umbridge fala, ela não passa de uma...

- Eu não ligo para isso, Harry – Interrompeu Titânea – Não ligo que falem de mim, já me acostumei com isso, mas eu só queria ser uma aluna normal no meio de tantos...

Harry notou uma lágrima cair pelo rosto de Titânea, por um momento teve vontade de abraçá-la, de protegê-la.

-... Sei lá, eu só queria...

Titânea foi interrompida pela expressão de dor que Harry fez.

- Harry, você está bem? Perguntou Titânea, enxugando as lágrimas e se aproximando de Harry.

- Sim, estou... Ai! Exclamou Harry

- É a sua cicatriz, não é? Perguntou Titânea.

- Sim. Respondeu.

- Ela sempre dói?

- Sim, às vezes!

Harry notou que Titânea se aproximou, pode sentir o doce aroma que tinha seu perfume, sentiu sua respiração, observou de perto aqueles olhos cor de mel que tanto lhe chamavam a atenção, sentiu o toque de seus dedos em sua cicatriz, fechou os olhos, sentiu a dor passar lentamente.

- Está melhor? Perguntou Titânea.

Harry pareceu sair de um transe, abriu os olhos e contemplou Titânea por alguns momentos.

- Estou sim, Tita! Disse Harry meio sem jeito.

Titânea sorriu. Harry se aproximou mais, agora podia sentir o calor do seu corpo, envolveu seus braços em sua cintura, sentiu a respiração mais forte, mais perto, pode observar o contorno dos seus olhos, dos seus lábios, era como se algo o atraísse, o hipnotizasse, estavam cada vez mais próximos, mas de repente Titânea se levantou em um pulo, e com a varinha em punho, se virou rapidamente, contemplando o enorme jardim vazio.

- O que foi? – Perguntou Harry se levantando e colocando suas mão no ombro de Titânea – Você está bem?

- Estou sim – Disse Titânea abaixando a varinha – Não foi nada, só pensei ter visto... Esquece... Escuta Harry, eu tenho que ir, depois a gente se fala...

E dizendo isso, Titânea se afastou, deixando Harry confuso.

Titânea estava assustada, afinal há poucos minutos, quando estava com Harry, sentiu que havia alguém atrás dela, estava com a estranha sensação de estar sendo observada, isso não a agradava, mas esses pensamentos se tornaram distantes, quando lembrou que perdera a aula de poções e a noite tinha aula de reposição. Snape certamente lembraria que ela não compareceu na aula...

****

Aeeee cap 12 no Ar!!!!!!!!!!!!!

revisado e reformado!!!!!!!!!

valeu Trixxxx!!!!!!!!!!

gente comenta!!!!!!! E vota!!!!!!!!!!!

Bjux Pra geral aiiii!!!!!!!!!!!!!

Pra Anji, Aiwy, Zac, Lara, Ale, todo mundo

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.