FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

14. O Segredo dos Gêmeos


Fic: ALÍVIO AOS CORAÇÕES - R/H e H/G TERMINADA!! Quem não leu, pode ler ela toda de uma vez!!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Após o almoço, Hermione e Gina resolveram descansar um pouco, pois a caminhada de ida e volta à casa da árvore havia sido cansativa. Não puderam ver que chegaram visitas surpresas à Toca: Lupin e Tonks. Ficaram de papo com os Wesley. Harry e Rony não puderam participar da conversa e ficaram no quarto de Rony.
- Com certeza é coisa da Ordem. - afirmou ele.
- Que droga, queria que Fred e Jorge estivessem aqui com as orelhas extensíveis. - Harry falou.
Craque
- Será que ouvimos nossos nomes? - Jorge disse quando aparatou junto com o irmão no meio do quarto.
- Nossa, que coincidência! Acabei de falar de vocês!
Eles se entreolharam e trocaram um sorriso.
- O que foi Fred? - perguntou Rony.
- Nada não, maninho. Nós aparatamos aqui na mesma hora que o Harry falou.
- Foi, Harry? Acho que demorou pelo menos uns 2 segundos.
- Por que mentiríamos, Roniquinho?
- Ah, sei lá, vocês podem estar aprontando alguma coisa. E parem de me chamar de Roniquinho!
Jorge, Fred e Harry riram de Rony, que acabou rindo também.
- O que vocês vieram fazer aqui a essa hora da tarde? - o irmão perguntou.
- Ouvimos dizer que Tonks e Lupin viriam aqui e queríamos participar, afinal agora nós podemos. - Jorge disse e estufou o peito.
- E como souberam? - Harry perguntou.
- Apenas soubemos. - disse Fred.
Harry e Rony olharam eles com desconfiança, mas deixaram para lá.
- Vocês por acaso não estão com as orelhas extensíveis, estão? - perguntou Harry.
- Ah, não Harry. Na verdade não estamos as usando muito. Estamos menos curiosos, digamos assim.
- Vocês? Duvido! - Rony afirmou.
- Maninho, somos adultos responsáveis agora.
Rony e Harry não conseguiram segurar uma gargalhada.
- E aí Rony? A casa da árvore ainda está de pé, depois do que houve lá hoje? - Jorge perguntou com um sorriso divertido na boca.
Rony arregalou os olhos e abriu a boca surpreso.
- Como..., como vocês..., quem contou a vocês?
- Você mesmo, maninho. - Jorge riu e desaparatou junto com Fred, aparatando na sala, onde os Wesley conversavam com Lupin e Tonks.
No quarto de Rony, ele e Harry ainda se olhavam meio abobados.
- Como eles souberam? Eu não contei nada. Ele disse que eu contei. Como poderia ter contado se eu fiquei aqui o tempo inteiro? - Rony questionava Harry ao seu lado, intrigado.
- Não olha para mim desse jeito, porque eu não falei nada. Aliás, eles chegaram só agora! Como então?
- Harry, se eu aprendi alguma coisa em 17 anos de convivência com esses caras, foi que eles sempre estão tramando alguma coisa.
- Ah, Rony, o que eles podem estar tramando? Vai ver que a Gina falou alguma coisa.
- É pode ser, mas por que a Gina falaria? E quando ela falaria se depois do almoço ela foi se deitar? Eu hein, preciso me lembrar de perguntar a ela.

No quarto de Gina, Hermione despertou com uma música leve e se deu conta que Gina havia aberto a caixinha musical. Vendo que Hermione acordara, Gina disse:
- Desculpe, mas é que eu não me canso de ouvir essa musiquinha.
- Sem problema Gina. Já dormimos muito! - disse olhando o relógio. - Vamos descer?
- Claro!
E as duas desceram.

A conversa na sala já havia acabado e todos estavam na cozinha conversando amenidades, quando as meninas chegaram lá.
- Ei, Mione, Gina, beleza?
- Tonks, que surpresa boa! - exclamou Gina, com Hermione concordando de imediato.
- Professor Lupin, como vai? - Hermione o cumprimentou.
- Ótimo Hermione, e você?
- Extremamente bem! - mas não foi Hermione quem respondeu. Fred havia respondido por ela.
Hermione olhou curiosa para trás, onde ele estava e ele tinha um sorriso na boca. Ela se voltou ao professor e disse:
- Estou bem sim, professor, obrigada.
Em seguida, ela foi até Fred.
- O que é que está havendo, Fred Wesley?
- Nada Granger! Você é muito desconfiada. Precisa relaxar mais. - e piscou para o irmão.
- Ah, vocês vão me contar sim. - ela disse pegando a varinha.
- Opa! Jorge, 1, 2, 3! - Craque - eles desaparataram.
- O que houve, Mione?
- Alguém já levou seus irmãos ao St. Mungus para um exame minucioso de cérebro? Definitivamente...
Ela contou e Gina riu.
- Você ri é? O que eles insinuaram com aquilo?
- Ah, ele viu você e Ron na sorveteria. Deve ser por isso.
- Rony me disse que não iria espalhar as coisas por aí. Será que mudou de idéia?
- Ele não contaria aos gêmeos. Ele sabe os irmãos que tem.
- Ele pode não ter contado, mas que seus irmãos estão agindo estranhamente, estão.
- Liga não, é o jeito deles.
Então Tonks se aproximou.
- Gina, soube que você recebeu um presente musical!
- Ah, Tonks, obrigada por ajudar o Harry, ele me contou.
- Eu só dei a sugestão, mas foi ele quem escolheu a caixinha de coração e com essa música tão bonita. Você gostou?
- Gostei demais!
- Que legal, então posso concluir que vocês fizeram as pazes?
- Com certeza! - e deu um sorriso.
- O amor é tão bom! ? Tonks suspirou olhando Lupin do outro lado da sala
- Vocês estão bem, né? - Hermione perguntou.
- Acho que consegui amolecer um pouco a cabeça-dura dele. - Riu ela, acompanhada de Gina e Hermione - Estamos bem até demais! - piscou ela para as meninas.
- Hermione e Ron também estão namorando. - Gina disse de repente.
- Gina! - corou Hermione.
- O que é que tem demais? Tonks é nossa amiga.
- É verdade, Hermione? - perguntou ela.
- Sim, é verdade. Desculpe, não é que eu não queria que contasse, mas é porque não sabemos se vai dar certo, então é melhor não ficar espalhando por aí.
- Não precisa se desculpar, eu entendo.
- Mione, francamente. Depois de tudo o que você me contou que está acontecendo com você aí por dentro, você ainda diz que não vai dar certo?
- Gina, por favor. - Hermione disse envergonhada.
- Deixa disso! Tonks é nossa amiga, é mulher e é mais experiente, ela pode dar uns conselhos para você.
- Nossa, a coisa já chegou nesse nível? - brincou Tonks.
- Que nada, a Gina está exagerando!
- Se você quiser perguntar algo e eu puder ajudar, pode contar comigo.
Elas ficaram mais um tempo conversando com Tonks em um canto da cozinha.

Quando os meninos desceram, Lupin e Tonks já estavam se despedindo.
- Já estão indo? - perguntou Harry.
- Vamos agora, mas estaremos de volta para o casamento. - Lupin disse, se despediu dos meninos e foram embora.
Harry e Ron foram até as meninas que ainda estavam no canto da cozinha. Quando eles se aproximaram, elas disfarçaram e mudaram de assunto.
- O que houve? Tudo bem? - perguntou Rony, que deu uma olhada rápida em volta e deu um beijinho leve em Hermione.
- Tudo e vocês? Por que não desceram antes?
- Estávamos conversando sobre uma coisa estranha que aconteceu.
- Que coisa?
- Gina - ele virou-se para a irmã - você falou aos gêmeos que fomos à casa da árvore hoje?
- Eu não! Por quê?
- Porque o Jorge me perguntou se a casa ainda estava de pé, depois que..., ah você sabe.
Nesse momento, Fred e Jorge se aproximaram deles.
- Lupin e Tonks são muito legais, né? - Fred disse.
Hermione olhava muito desconfiada para eles.
- O que houve Granger? - perguntou ele.
- Nada! - disse observando ele.
- Como eu ía dizendo, eles são muito legais. A Tonks é uma gata!
- Fred! - ralhou Gina.
- Ué, não posso achar uma mulher bonita? Eu hein Gina. - e se virou para Hermione.
- Granger - começou ele - se você quiser, eu e Jorge também podemos dar uns toques no Roniquinho aqui. Você sabe.
- O quê? Não entendi. Que toques? E que história é essa de "também podemos"?
- É, que toques? - Rony se intrometeu, já que o nome dele estava no assunto.
- Nós somos ótimos conselheiros e também somos experientes. Não é só a Tonks. A gente pode ajudar ao Rony, é só pedir.
O queixo de Hermione foi até o chão e voltou.
- Eu não estou entend... - Rony começou, mas Hermione falou ao mesmo tempo.
- Como vocês... - os olhos faiscavam - vocês...
- Vamos fechar a loja. Vamos Jorge! - e desaparataram rindo.
- O que está havendo aqui, afinal? - Harry se meteu.
- Ele..., ele - ela se virou para Gina - ele ouviu nossa conversa.
- Como ouviu? Eles não estavam na cozinha nessa hora. - Gina disse.
- Droga! Ninguém responde a gente! - Rony disse - O que está havendo?
Hermione estava com uma expressão esquisita. Rony a olhou e reconheceu imediatamente. Era a mesma expressão que ela fazia quando estava pensativa, "ruminando" alguma coisa.
- Ainda não sei o que está havendo - ela disse - mas pode ter certeza que vou descobrir.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.