FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

29. O último jogo


Fic: Quatro faces - H.Hr - D.G


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Cap. 29_

O livro pairou a alguns metros do chão. Harry segurou, instintivamente, a parte de trás da blusa da namorada. Mione desvencilhou-se e, parecendo hipnotizada, segurou o livro com as duas mãos. O livro vibrou com violência, soltando-se de Mione, elevou-se mais um pouco e suas páginas começaram a virar rapidamente, parando de repente em uma página com o número 14 e a palavra fevereiro.

_Mione, eu já vi isso. _Harry avisou com urgência em seu ouvido _O livro vai nos...

Mas antes que ele pudesse terminar a frase, uma janela abriu-se na página aberta e foi ficando cada vez maior. Os dois sentiram uma força descomunal puxando-os para frente e, quando deram por si, caíram, com estrondo em um chão de pedra.

_Ai. _Mione resmungou esfregando um cotovelo esfolado. Harry ajoelhou-se no chão e puxou o braço dela para examina-lo. Então, um vulto surgiu na curva mais próxima do corredor, encoberto por uma capa escura e um capuz.

Com uma exclamação de surpresa, Mione tentou puxar Harry para as sombras. Mas Harry sacudiu a cabeça indicando que aquilo não era necessário. _Isto é só uma lembrança, Mione. Eles não podem nos ver.

Os dois viram o vulto passar, olhando para os lados, como se não quisesse ser visto. Levantaram-se, agilmente, e foram atrás dele. Quando viraram no corredor, perceberam onde estavam. Era um dos corredores do último andar, perto da torre de astronomia. E o vulto continuava a se esgueirar no escuro, a caminho da torre.

Harry e Hermione seguiram-no até os pés da escadaria que dava para a torre. Então o vulto parou, olhou uma última vez para trás e tirou o capuz, revelando uma longa cabeleira negra e brilhante. De perfil, Harry viu uma pele morena e sedosa e dois astutos e grandes olhos escuros. Depois disso, Rowena girou a capa e subiu rapidamente as escadas.

Harry e Mione não demoraram a acompanha-la. Harry só sabia quem era ela graças aos cartões dos sapinhos de chocolate, apesar de que ela parecia bem mais jovem naquela lembrança. Mione a conhecia de diversos livros.

Ao saírem para o ar fresco da noite, Harry e Mione perceberam que Rowena não era a única ali. Um homem de cabelos tão negros quanto os dela estava displicentemente encostado à balaustrada. Quando a viu, ele afastou-se e esticou os braços, como se a convidasse para um abraço.

Godric parecia bem mais jovem também.

Rowena não se fez rogada. Deixou a capa pesada que usava escorregar pelos ombros até o chão e envolveu-se em seus braços.

_Por que você me chamou aqui? Acho que já tínhamos concordado que isso deveria ser secreto.

_Tínhamos concordado não. Você concordou absolutamente sozinha. Eu não entendi até agora o porquê.

Rowena desvencilhou-se do abraço e olhou por cima da balaustrada, distraidamente. _Você não reparou ainda como as coisas andam difíceis? Como as pessoas dizem que esta escola nunca via dar certo? Como Eles dizem que nós somos todos jovens e irresponsáveis de mais? Como Salazar está sedento por... Ordem? _então se virou novamente para ele _O que você acha que eles diriam se soubessem?

_Eu não ligo. _Godric retrucou e puxou uma espada que sempre levava consigo _Eu enfrentaria a todos. _ele proclamou fazendo a espada luzir a luz da lua. Rowena sacudiu a cabeça.

_Você acha que tudo se resolve desse jeito. A base da força. _e virou-se novamente para o vazio da noite.

Godric guardou novamente a espada e abraçou-a por trás, dando-lhe um leve beijo na curva do pescoço. _Você não quer mais saber por que eu a chamei aqui? _ele perguntou e ela virou-se para ele, fazendo que sim com a cabeça. _É dia dos namorados. _ele comunicou com um sorrisinho.

_Não me diga. _ela cruzou os braços sobre o peito _Se você não tivesse me avisado, eu quase não teria percebido.

_Você é muito chata, Rowena. _ele falou, apesar de continuar sorrindo, enquanto tirava do bolso da capa uma pequena caixinha. Rowena olhava-o, curiosa. Então, ele abriu a caixinha revelando um par de alianças douradas. Rowena abriu a boca, surpresa. _Quer casar comigo?

_Eu... _ela gaguejou visivelmente emocionada _Eu quero. É claro que eu quero. Mas, Godric, nós não poderíamos. O que os pais dos alunos iriam dizer?

_Se você acha tão importante o que eles iriam dizer, eles não precisam saber.

Rowena inclinou a cabeça meigamente. _Eu sempre quis casar com você, sabia? Só que... Ninguém vai poder saber. Nem Helga e Salazar.

_Como quiser, neném. Eu amo você. _então ele a puxou novamente e beijou-a. Rowena retribuiu o beijo com ardor. Mione suspirou. Somente depois de algum tempo juntos, Godric puxou Rowena até uma das paredes da torre.

_Isso é símbolo do nosso amor. _ele disse segurando as duas alianças _Eu vou guarda-las e preserva-las da mesma maneira que guardo e protejo meu amor por você. _e virou-se para a parede. _Está vendo, aqui? _e puxou um tijolo, que se soltou com leveza, revelando um buraco secreto na parede _Elas vão ficar aqui. Prontas para quando estivermos prontos para usa-las. _ele colocou as alianças dentro e fechou novamente o buraco. Rowena olhava-o, intrigada. _Se um dia acontecer alguma coisa comigo, guarde sua aliança aqui com a minha, sim? Enquanto elas estiverem juntas, _ele a puxou novamente, abraçou-a e deu-lhe um beijo no topo da cabeça _tenho certeza de que nossas almas também estarão.

Rowena ergueu a cabeça. _Eu sei que estamos em uma época difícil, mas se alguma coisa acontecer com voce, eu não... Eu...

_Você vai continuar vivendo. _Godric completou. _Porque é assim que eu quero que seja. Certo?

Os olhos da morena encheram-se de lágrimas. _Eu amo você. E vou amá-lo por toda a eternidade. _e beijou-o novamente.

Então, uma força voltou a puxar Harry e Hermione. E no minuto seguinte, eles caíram de joelhos na biblioteca. O livro fechou-se com estrondo e, antes que Hermione pudesse segura-lo, voou para a ponta da estante, e voltou a desaparecer.

Harry engatinhou até Hermione e abraçou-a levemente. Ela parecia levemente tonta. _Você tinha razão. _ele sussurrou em seu ouvido. Mas Hermione não precisava ouvir isso. Ela só precisava de uma boa noite de sono. Para na noite seguinte, poder ir até a torre de astronomia.

***

Draco acordou extremamente ansioso na manhã seguinte. Era o último jogo de quadribol da temporada. Era o primeiro contra a grifinória. Ele sentia uma enorme necessidade de ganhar e, quando respirava fundo, ficava confiante.

Ele tinha a Nimbus 3000 de volta. O que poderia acontecer? O pomo entrar dentro da camisa do Potter?

Era também o primeiro jogo que ele jogaria contra Gina. No fundo, isso era engraçado. Principalmente ao se encontrarem no café da manhã, no dia da partida, uniformizados, e ao se cumprimentarem com um ardente beijo, para logo depois começarem a soltar farpas contra o time adversário. E irem assim, de mãos dadas, para o campo de quadribol, foi mais engraçado ainda.

Harry chegou atrasado. Quando Madame Hooch começou a perguntar se deveria dar um relógio de presente para os jogadores da grifinória, ele chegou correndo pela lateral do campo. Esquecera-se. Andara tão preocupado com Hermione e com os horcrux, que simplesmente esquecera.

Rony teve um infarto, quando viu que o capitão e apanhador do time estava atrasado.

Soou o apito. As bolas foram para o ar. O pomo sumiu tão rapidamente, que Draco sequer teve chance de verificar se ele era mesmo dourado. Os balaços partiram diretamente para cima dos jogadores. A goles voava de mão em mão, velozmente, sempre em direção ao gol.

Os jogadores também se moviam com destreza e velocidade. Os da Grifinória com classe. Os da Sonserina com força. As artilheiras da Grifinória não perdiam um lance. Draco chegara a sentir uma pontinha de orgulho da sua ruivinha. Uma pontinha só. Bem passageira. Rapidinha. Por que, claro, ela era da grifinória. E eles estavam jogando um contra o outro.

Foi então que a diferença no placar atingiu 60 pontos a favor da Grifinória e a força da Sonserina transformou-se em violência. Os batedores pararam de se certificar se seus bastões estavam fazendo contato com corpos ou balaços. Simplesmente atacavam. O goleiro começou a avançar nas vassouras dos adversários, ao invés de apenas na Goles. Os artilheiros estavam usando as técnicas mais sujas que conheciam para roubar a bola. Desde dedo no olho a soco no estômago.

E, quando Emma levou uma cotovelada de uma grande e com cara de má jogadora sonserina e bateu com o nariz no cabo da vassoura, dando início a um sangramento nasal, os grifinórios resolveram reagir.

E o jogo se transformou em mais um clássico Grifinória versus Sonserina.

As arquibancadas berravam. Luna fazia comentários tentando se sobrepor à balbúrdia geral. Comentários que ninguém se importava realmente em ouvir. Madame Hooch voava desesperada de um lado para o outro, aplicando penalidades em todos que conseguia alcançar.

Foi em meio a todo esse tumulto que ele apareceu. Sim, o pomo. A adejar perto do chão, próximo à arquibancada da sonserina. Ninguém parecia estar prestando atenção nisso. Todos pareciam estar mais concentrado na briga de Crabbe e Dino, que esqueceram dos bastões e praticavam uma verdadeira demonstração de luta livre em pleno ar.

Mas Harry não. Nem Draco. Eles estavam bem atentos e perceberam o pomo quase simultaneamente.

Madame Hooch começou a berrar com Dino e Crabbe algo que Draco sequer ouvia mais. As arquibancadas gritavam algo bem parecido com “chuta mais”. Draco e Harry partiram feito tiro na direção de pomo.

O coração de Draco começou a bater mais forte. Ele sabia que aquela era a chance dele. Os jogadores estavam todos concentrados demais em suas próprias brigas. Rony esbravejava contra Montague. Lucy se digladiava com um artilheiro sonserino. Gina disputava a unha a Goles com a mesma artilheira sonserina que machucara Emma. Uma puxava para um lado, a outra puxava para o outro. E foi vendo esse quadro de brigas, que Draco percebeu que Winter não estava envolvido em nenhuma delas. E, no mesmo momento em que Draco via o pomo cada vez mais perto, viu Winter rebatendo um balaço, com toda a força, na direção de Gina.

Madame Hooch, de costas, ainda gritava com Dino e Crabbe. Draco olhou para o pomo mais uma vez, e pensou que o Santo Potter, naquele exato momento, deveria estar fazendo a volta para salvar sua pequena amiga ruiva. Era isso que o Santo Potter fazia. Ele salvava as pessoas. E desistindo do pomo, o que ele certamente deveria estar fazendo, Draco o pegaria com absoluta certeza.

Então Draco ergueu os olhos, e viu que Harry estava de costas. E não via absolutamente nada do que estava acontecendo com Gina. Olhou para o pomo mais uma vez, para o balaço que se aproximava cada vez mais da ruiva e falou um palavrão em voz alta.

No milésimo de segundo seguinte, deu a volta na vassoura e partiu na direção de Gina, alcançando-a antes do balaço, graças a sua superveloz vassoura, agarrando-a pela cintura, empurrando-a, fazendo-a soltar a goles e derrubando-a no chão. O balaço estourou uma pilastra atrás de onde eles estavam, no momento seguinte.

Gina levantou-se atordoada, olhou para cima e viu a artilheira com quem disputava a goles correndo com a bola para o gol. Ninguém percebeu que Harry pegara o pomo.

_Caramba, Draco! _ela gritou e deu um tapa em seu braço, enquanto ele se levantava também _Eu estava quase pegando a goles!

_É mesmo? E EU estava quase pegando o POMO! _ele berrou de volta a plenos pulmões _E a droga daquele balaço quase pegando VOCÊ!

Gina olhou para trás, no momento em que ele disse isso, a tempo de ver Harry descendo da vassoura com o pomo nas mãos erguendo-o em triunfo. A expressão brava de Gina dissipou-se instantaneamente. Virou-se para Draco novamente, sem saber o que dizer.

_Vai comemorar com o seu timinho. _Draco resmungou amargurado, enquanto o time da grifinória descia para o gramado, correndo felizes na direção de Harry. Hermione saltou da arquibancada para comemorar com o namorado. A taça de quadribol era mais uma vez da grifinória. _Vocês ganharam. _e virou-se para sair do time, de cabeça baixa.

_Hei, Draco. _ela chamou, mas ele não se virou _Draco. _ela correu atrás dele _Eu... Você acabou de salvar minha vida. Pelo menos me deixe agradecer.

Draco deu uma irônica risada. _Não precisa. Só não espalha por aí. Para onde iria minha reputação?

_Eu estou falando sério, Draco. Eu sei o quanto o jogo era importante para você e...

Draco parou de andar e virou-se para ela.

_Você é mais. Ok? _então se virou novamente _E se você disse que me ouviu dizer isso algum dia, eu nego até a morte. _e saiu caminhando para o castelo.

Gina praticamente derreteu, ali, embaixo do Sol. Ela não imaginava como podia amar tanto alguém.

***

Rony estava tendo bastante dificuldade em comer e rir ao mesmo tempo. Sempre que olhava para a mesa da sonserina e via Draco com uma expressão extremamente abatida, tinha um acesso de risos e dava tapinhas nas costas de Harry, parabenizando-o pela brilhante performance. Gina não estava achando graça. E por mais que Harry insistisse em dizer que viu Draco indo atrás do pomo com ele e que no instante seguinte ele desapareceu, ninguém parecia acreditar muito.

Draco remexia desanimado em seu prato. Os colegas sonserinos não entendiam até agora como uma Nimbus 3000 podia ter perdido o jogo. Isso, diga-se de passagem, não estava alavancando muito o ânimo do garoto. Quer dizer, ninguém dizia que não entendia como Draco Malfoy podia ter perdido. Eles não entendiam como a Nimbus 3000 podia ter perdido.

Rony acabara de tossir um pedaço de torta de rins para fora, ao ter mais um acesso de riso, quando Dumbledore levantou-se e o salão, imediatamente ficou em silêncio.

_Caros alunos, à vista de alguns recentes acontecimentos, tenho que interromper seus jantares para uma breve... _ele olhou em volta, enquanto fazia uma pausa _atribuição de pontos. Todos sabem que, graças ao excelente desempenho no torneio de quadribol deste ano, a Grifinória, deixe-me parabenizá-los, _Rony ergueu a taça como quem faz um brinde _ganhou a pontuação atribuída ao vencedor e a taça. Mas, é de desconhecimento geral, que outra casa também merece pontos por algo que aconteceu nesta última partida. _todos olharam ao redor, intrigados. Draco ergueu os olhos do prato. _Pela determinação, valentia e nobreza, concedo a Draco Malfoy 150 pontos. _se a mesa da sonserina ficou confusa, o restante do salão ficou mais ainda. Uma balbúrdia se instalou rapidamente. Gina sorriu orgulhosa, erguendo a cabeça para olhar o loiro. Draco encarava o diretor embasbacado. Dumbledore bateu algumas vezes em uma taça e o salão silenciou. _Sim. Por desistir de sua maior ambição por outra pessoa e por ter salvado, hoje, uma vida, o sr Malfoy merece esses pontos. Sei que praticamente nenhum de vocês deve ter visto. Mas lembrem-se que o coração é mais rápido que os olhos.

Dumbledore voltou a sentar e Draco sorriu para dentro do prato. Rony começou a resmungar que Dumbledore estava realmente ficando caduco. Harry não deu atenção, por que estava ocupado demais tentando manter uma Hermione que quase dormia em cima da jarra de suco, acordada. E Gina sorriu. A única ali que sabia realmente do que Dumbledore estava falando.

***

Harry ainda podia sentir o contato frio com a asa da taça do campeonato de quadribol da escola. Ainda podia ouvir as pessoas gritando seu nome. Ainda podia ver os torcedores carregando-o nos braços. Até que sentiu alguma coisa cutucando seu braço.

_Harry. Harry, acorde. _Harry abriu os olhos lentamente e encontrou Hermione ajoelhada ao lado da sua cama.

_Hermione. _ele resmungou sonolento, olhando para o relógio na cabeceira da cama. _São três da manhã. Você não consegue dormir uma noite inteira sem interrupções?

_Nós vamos à torre de astronomia. _ela respondeu ficando em pé.

_Ahan. _ele respondeu e virou-se para o outro lado _Amanhã.

Hermione fez um bico emburrado. _Agora! _ela exclamou e puxou totalmente o cobertor do garoto.

Harry grunhiu, resmungou e ainda pensou na possibilidade de enfiar a cabeça embaixo do travesseiro. Mas desistiu. Hermione, quando queria, conseguia. Resignado, levantou-se e vestiu um roupão por cima do pijama, enquanto olhava para o pequeno sorriso de triunfo da namorada.

_Você é chata. _ele disse, sorrindo, abraçando-a e dando-lhe um beijo.

_Pegue a capa. _ela disse logo depois, dando-lhe um breve e estalado beijo na bochecha e saindo do quarto.

Harry pegou a capa no malão e desceu para o salão comunal. Encontrou Hermione perto da lareira, esperando-o.

_Por que você não acordou o Rony? _ele perguntou cobrindo-a com a capa.

_Porque ele ia ficar bravo comigo. _ela respondeu sucintamente, enquanto eles saiam do salão para o corredor.

_E como é que a srta sabe que eu não estou bravo com você?

_Você não consegue ficar bravo comigo. Eu sei. _ela respondeu com um sorriso brincalhão. Harry riu, mas parou imediatamente, quando Filch surgiu na outra ponta do corredor, atraído pelo barulho que eles estavam fazendo. Harry ficou se perguntando porque deixara o mapa do maroto no dormitório. Mas logo lembrou: ele estava sonolento demais para lembra de pegar o quer que fosse.

Em silêncio, caminharam até a torre de astronomia do castelo e subiram a escada em caracol que os levava para a noite. Hermione foi a primeira a sair debaixo da capa. Harry achou que ela lembrava vagamente uma criança, ansiosa para encontrar seu presente de Natal escondido, enquanto corria para uma das paredes atijoladas da torre.

_Era por aqui, não era? _ela perguntou tateando a parede _Em algum lugar por aqui?

_Aproximadamente. _Harry respondeu, juntando-se a ela. Agora ele se sentia mais acordado.

Com um estalo, Hermione localizou e removeu o tijolo solto. Com a mão visivelmente trêmula, ela tateou a superfície empoeirada do pequeno esconderijo. Mas seus dedos só fizeram contato com um objeto.

_Harry. _ela exclamou surpresa, puxando a mão e trazendo consigo um pequeno aro brilhante _Só tem uma aliança aqui.

A aliança ainda brilhava ricamente, como se não tivesse sido esquecida durante centenas de anos em um buraco empoeirado. Na parte de dentro, via-se um G e um R entrelaçados com um coração.

_Impossível. _ele murmurou incrédulo e começou a tatear, ele mesmo, o buraco na parede. Mas nada encontrou. Absolutamente nada.

_Então... Onde pode estar? _Mione perguntou atarantada, mais para si mesma do que para Harry.

_Eu não sei. _ele respondeu confuso e, instintivamente, ergueu a mão, tocando no anel, ao mesmo tempo em que Hermione o fazia.

Nenhum dos dois saberia explicar o que aconteceu depois disso. O anel brilhou mais fortemente, vibrou e emitiu, como um holograma, uma imagem.

A imagem pairou apenas alguns segundos no ar. E depois desapareceu rapidamente. Mas não rápido o bastante para que os dois não vissem um castelo sombrio, na ponta de um penhasco, margeando o mar.

A imagem desapareceu, mas deixou Harry e Hermione com idênticas expressões de surpresa e de excitação.




Na:

Ahavene, nhaaaaa naum posso falar se naum perde a graça hauhauhauha... Aí vc naum ia mais kerer ler hauhauhauha.... Bom, mas jah dah pra perceber o q vai ser a última horcrux neh? rsrsrs Espero q vc tenha gostado desse cap tbm e achado o Draco fofinho rsrsrs... Comenta falando, tah? bjss

Lílian, hauhauhauhauhaua viu como eu to boazinha? Ngm tah brigando :) rsrsrsrs... aaahh nem t encontrei mais no msn ~~, mas vc viu como a coisa jah seguindo akilo lah, neh? hehehehe eeeii fica xatu naum, pode falar q eu naum lgio ;) ;) rsrsrsrs ... Fala o q achou, viu? Bjsssssssssssss

kamikinha, posteeei! rsrsrsrs Q booom q vc gostou menina ... Brigada ^^ aaaahh naum vou deixar o Rony com ela naum... No fim eu vou fazer um epílogo contanto o q aconteceu com td mundo inclusive com ela hehehe... aaaaahh eu parei mas eu continuei :D :D Entaum continue lendo tbm, sim? Bjsssssssssss

larissa , aaaeee acertou rsrsrsrs... Era com os fundadores msm... Entaum, axu q naum dexei claro na fic neh? erro de autora hehehe, mas akilo era o diário da Rowena, tah gente? rsrsrsrs aaahh eu fui rapidinho dessa vez, neh? Td bem q o cap ficou de um tamanho de um ovo, mas foi rápido ^-^ naum demoreeei naaaum hauhauhauhauhauha... Espero q tenha gostado e q tenha valido a pena rsrsrsrs... Comenta pra eu saber, tah? Bjsssssssssss

jack joy, hauahuahuhauha, aaahh vai nem demorei tanto assim agora, e vc sabe q eu ateh teria sido mais rápida se minha adorada irmã naum tivesse apagado o q eu tinha escrito (verdd, gente, vcs viram isso? Acabem com ela, foi culpa dela a demora) hauahuhauhauhauha... Ahhh brigada pelos elogios... Entaum, hehehehe jah deu pra perceber sobre a horcrux neh? ^^ Naum teve muuuito romance h/h ainda... eu ia colocar mais, mas naum deu... Kis acabar meuio no suspense... ;) mas no próximo tem coisa ;) Continue aki pra ler hehehe... Bjssssss

caroline, brigada pelos elogios ^^ nhaaaa naum demorei tanto vai... Dessa vez eu perdi créditos pelo tamanho do cap hauhauhauhauha... Saiu pekeno ^^ Suspense outra vez rsrsrs Vai ver eu sou mah msm hauhauha nhaaaa mentira, naum sou naum ;D Mas eu naum demorei tanto, demorei? O tempo passou mto rápido :X Me fala o q achou, hein? bjssssssssssssss

india, Winter eh o peeeooor... Entaum, eu nunca tinha pensado tbm... Achu q no livro naum tem mto a ver msm, mas sei lah... De repente me pareceu legal na fic rsrsrsrsrs... oq vc achou? Ficou bonitinhu? Bjssssssssss

sy, eeeeee q bom q vc gostou da idéia!!! Gostou de como ficou a parte deles? aaah naum demorei mto, neh? Me fala o q achou tah? Bjssssss

Ricardo, aaaaahhh naum sou naum!! hauauhauahuahuahuah... Ok, talvez um pokinhu... Assim bem de levinho... ^^ aaahh naum demorei mto... Naum dexei mto na expectativa ^^ Entaum, naum me dexe na expectativa por sua opiniaum e coment ^^ ^^ ^^ heheheh Obrigada por ler e pelos elogios, viu? Bjssssssssssssssssssss

Danny, menina vc leu minha cabeça!!!! rsrsrsrsrs Eles naum saum mto iguais os casais? entaum, era pensando em alguma coisa assim msm q eu fiz rsrsrsrsrs... Eita, de qm vc desconfia??? Conta pra titia Tati, conta hehehehe... Menina naum vou enjoar de vc nunkinha nunkinha... pode continuar por aki :D :D Bjsssssssssssssss

nani, vlw!!!!! vlw por comentar e elogiar ^^ sssiiim esse era o livro rsrsrs... Espero q tenha gostado e q naum dexe de ler... Bjssssssssssssss

Shay, uuuaaauuu brigada pelos elogios :D :D fico moh feliz :D :D Feliz msm :D ... Entaum, dexa eu ver... uns 4 ou 5 cap mais ou menos... eeeeeee meu sonho eh ser escritora... eu jah ateh escrevi um livro... Bom, na verdd dois, pq tem continuação, mas de brincadera sabe, nunca mostrei pra ngm assim pra publicar rsrsrs... aaaahh mas mais famosa q a JK eh sonhar demais... eu me contento em ser metade rsrsrsrs... Vlw msm por td força e apoio... Continue por aki, tah? Bjssssss

Tamirys, amooor vc tah lendo!!!!! hauauhauhauhauhauha q isso JK eh demais... eh querer demais ser a próxima JK rsrsrs Ei menina vlw msm viu? por ser minha amiga, por me apoiar sempre, enfim, por td. T amo mto mto mto mto.... Bjsssssssssssssssssss



eeeei comentemmmmm!!!!!!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Isis Brito em 05/08/2012

Há! Ganhei dez galeões, rsrsr...

Draco ganhando CENTO E CINQUENTA PONTOS!!! Ele mereceu meu respeito ao salvar a Gina, e acho que os pontos foram poucos... Adorei muito tudo isso! xD 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.