FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Capítulo 1


Fic: Bala Bombom


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo I

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Porque algumas coisas...


Era dia sete de Janeiro, muitos alunos voltavam das merecidas férias de fim de ano, se assim podiam ser chamadas duas semanas sem aula. Alguns alunos ficaram em Hogwarts, principalmente os do quinto e sétimo ano a fim de estudar, já que estes eram anos de exames, o que deixou as férias para esses alunos um tanto o quanto... Frustrantes, por falta de palavra melhor.

Lily W. Potter uma aluna do quinto ano da Grifinória acordou anormalmente cedo naquela manhã, não que ela tivesse acordado muito cedo, mas as palavras “Lily”, “acordar” e “cedo” nunca aparecem juntas em uma mesma frase, a não ser que exista um “não gosta” entre elas.

Lily se trocou rapidamente vestindo uma calça jeans clara, uma camisete branca, uma gravata vermelha e dourada e um all star preto. Logo em seguida penteou seus cabelos e tentou sair sem fazer barulho em seu dormitório, algo que não deu certo, pois acabou chutando Fluffy, o gatinho de uma de suas colegas de quarto, que miou alto, sendo assim a única escolha de Lily sair o mais rápido que podia do quarto.

[itálico narrado pela Lily]

Oi! Meu nome é Lily Weasley Potter, tenho 15 anos, estou no quinto ano da Grifinória! Meu pai é Harry J. Potter e minha mãe é Ginevra M. W. Potter, só que ela não gosta do nome dela por isso todo mundo a chama de Gina, tá não é todo mundo... Eu a chamo de mãe!

Meu pai derrotou um bruxo das trevas muito poderoso, o nome dele era Voldemort, quando tinha só dezessete anos, minha mãe lutou do lado dele na guerra, meu tio Rony também lutou, por isso hoje eles são aurores muito bons! *-*

Eu também tenho um irmão mais velho, o nome dele é James, ele tem 18 anos e está no oitavo ano de Hogwarts...

Meus pais acham estranho Hogwarts ter oito anos agora, isso aconteceu dois anos depois que meu pai se formou em Hogwarts, o ministro da magia declarou que só somos maiores de idade aos 18 anos agora, se me lembro bem minha mãe me disse que umas 100 mil mães da Inglaterra fizeram um abaixo assinado para mudarem a lei, porque elas não queriam que seus filhinhos de 17 aninhos pudessem entrar em uma guerra e felizmente elas não conseguiram mudar a idade para aparatarmos (Você acredita que até isso elas estavam querendo fazer?)... Eu ainda não acredito que a vovó participou disso.

Mas voltando o oitavo ano é bem estranho, meu irmão disse que uns professores do ministério que vão dar aula pra eles, e que eles só aprendem matérias comuns a várias carreiras, sendo que eles fazem optativas no ministério, e estas são relacionadas ao que eles querem fazer... Eu não vejo a hora de ir para o oitavo ano, porque daí eu vou poder ter “saída livre” e vou poder sair de Hogwarts quando eu quiser, porque as pessoas do oitavo ano podem sair de Hogwarts e ir para Hogsmeade, por exemplo!

Eu e meu irmão temos nossos nomes em homenagem aos nossos avós! Não é lindo?


Lily chegou correndo no salão e ao parar na frente da mesa da Grifinória deu uma derrapada, por fim quando ela parou mesmo, procurou seu irmão com o olhar, afinal não o via há duas semanas, já que ele passou o natal com a família.

- Maninho lindo que eu amo tanto! – Lily disse ao sentar e dar um forte abraço no irmão – Valeu pelo presente eu adorei *-* E o pior que é verdade eu adorei e eu normalmente não gosto dos presentes que ele me dá... Mas sabe o que ele me deu? Ele me deu uma camiseta dos Cannons!

- Sério? – James perguntou surpreso – Mas eu achei que você não gostava dos Cannons! – ele disse decepcionado – Não era pra você gostar.

O queeeeeeeeeeeeeeeee? Ele queria me dar um presente podre? Ele sempre me dá presentes podres de propósito? *chocada* Eu me mato para achar um presente legal pra ele e o fd... Não ele não é fdp, porque minha mãe não é puta... A insignificância me compra presentes para eu não gostar!

[N/B: Isso devia ser censuradooo! *cara de má*]

- Você não torcia pelos Tornados? –James perguntou receoso

- Torcia... Disse bem, quando eu tinha 8 anos eu torcia, mas daí o tio Rony me mostrou umas coisas do time e eu fiquei fascinada! Tipo... Eu torcer pros Tornados? N.U.N.C.A M.A.I.S! O Cannons é bem melhor! Principalmente agora que eles tão pensando em “reativar” o time! Imagina só, um monte de caras bombados e molhados com o uniforme laranja dos Cannons *-*

- Ah... Só para falar... – disse James se lembrando – Os chocolates que você me mandou, cara, são horríveis! – disse fazendo careta

- Esse chocolate é o seu preferido! – disse Lily emburrada

- Não é não! – disse James quando a Lily pôs com tudo a mão no bolso da calça do irmão – Ai! – disse James se assustando com a reação da irmã

- Olha isso! – Lily disse apontando para uns papéis que estavam na sua mão – São os papéis do chocolate que eu te dei tá... Então nem ver dizer que você não gostou!

- Sua monstrenga! – o James disse Ele me chamou de monstrenga, esse monstrengo me paga!

[N/B: Isso me lembra Sakura! XD ok eu vou parar de fazer comentários idotas!]

- Esquisito!

- Troncha!

- Estranho!

- Foguinho!

- Matinho! Ninguém saca, mas eu chamo o James de matinho porque o cabelo dele é espetado que nem mato =P

- Nanica!

- Quatro olhos!

- Viada!

- É gazela, seu viado! E é mesmo eu sou uma gazela! *-* Eu sou animaga! Papai que ensinou, mas a gente é fora da lei por isso não fala pra ninguém, é “a gente”, o James é um viado!

- É ceeeeeeeeeervo, caramba!

- Amor de irmãos, o mais sincero que existe! – disse Sirius que acabou de chegar, deixando Lily vermelha – Oi Lily, como passou as férias? – perguntou ele sentando-se ao lado da menina.

Esse é o Sirius ou Six, como preferir. Ele é filho dos meus padrinhos, o Remus e a Tonks... Meus padrinhos falaram que ele tem esse nome em homenagem ao padrinho do meu pai, Sirius Black. Meu pai sempre fala que o Sirius era demais, eu queria muitíssimo ter conhecido ele!

O Sirius é um menino muito legal, bonito, simpático, inteligente... Ele tem um apetite! Acho que ele só não é gordo, porque é metamorfomago que nem minha madrinha. Ele é tão perfeito... E muito gentil.

Ainda não entendo como um menino como o Sirius pode ser amigo do selvagem do meu irmão! ¬¬


- Oi. Minhas férias foram até que legais, mas passei a maior parte do tempo fazendo resumos por causa dos N.O.M’s.

- É verdade você está no quinto ano, ano de exames. – disse Sirius se lembrando – Mas não esquenta você é inteligente, você vai bem!

- Você acha mesmo? – Lily perguntou com os olhinhos brilhando

- Claro. – disse Sirius simpático – N.O.M’s são difíceis, mas para quem não estuda e é burro. Você estuda e é inteligente, provavelmente vai passar em tudo com um O ou com um E. – disse sorrindo

- Espero. – Lily disse receosa

- Duvido. – disse James – A única coisa que ela se dedica e faz bem é quadribol, e isso ainda porque tá no sangue, se meus pais e meu vô não fossem bons, não acredito que ela fosse – disse James levando um pisão no pé – Ai!

Quem o James pensa que é para falar de mim assim perto do Sirius?! ò.ó Ele não pode falar que eu só sou boa em esportes... Eu sou boa em um monte de coisas, tipo, eu sei cozinhar, costurar, tricotar... (graças a minha vovó linda *-* Te amo vov’s) E eu sou inteligente, que nem o Sirius falou... Sou a mais inteligente da minha turma!

Eu só não sou monitora, porque eu sou preguiçosa para fazer os turnos, e por isso perdi meu cargo de monitora uns pouco antes do feriado... Sei que os tios Fred, George, Charlie, Ron, minha mãe e meu pai disseram que já previam que isso fosse acontecer, por isso nem ligaram já a tia Mione, o tio Percy, o tio Bill e a vovó não gostaram muito. O tio Bill disse que já sabia que ia acontecer, mas disse que ainda levava fé de eu seguir seus passos... O tio Percy veio com a baboseira de sempre, mas eu me safei dizendo que estava pensando em tentar trabalhar no ministério na mesma coisa que ele fazia quando mais novo (ele ficou super feliz, mas minha mãe disse que ninguém fora ele acreditou quando leu minha carta), pra tia Mione eu mostrei meus últimos trabalhos, em todos eu tirei O, tia Mione ficou orgulhosa (ela sabe que eu quero ser medibruxa que nem ela *-*)... E por fim pra vovó, a mais difícil de agradar, fiz um pulôver vermelho vinho pra ela (ficou um pouco deformado, mas abafa, porque a vovó adorou).


Lily comeu calmamente seu café da manhã, pão com queijo e presunto e leite com chocolate, que pra ela é a combinação perfeita de café da manhã, já que ela simplesmente não entende a necessidade de certas pessoas de comer ovos e bacon no café da manhã. Quando ela já ia se retirando da mesa.

- Aonde você vai, monstrenga? – perguntou James pegando Lily pelo braço

- Vou para aula de transfiguração. – Lily respondeu

- Tá, mas só me responde... Aquela sentada com o Malfoy é a Lizzie? – perguntou James apontando para um emaranhado de cabelos ruivos na mesa da Sonserina

- É sim. – disse Lily – Algum problema?

- Não, nenhum. – disse James olhando feio para mesa da Sonserina arrancando risos de Sirius

Lizzie é minha prima, mas o nome dela é Elizabeth G. Weasley. Ela está no mesmo ano que eu e está namorando o Mathews Malfoy, o Mathews é um ano mais velho que a gente. Meu irmão não gosta muito dele, mas é porque meu pai falo que não gosta do pai do Mathews e porque digamos assim, que Weasleys traidores do sangue não se misturam com Malfoys sangue puro.

Tipo eu apoio o relacionamento dos dois, fazia tempo que eu não via a Lizzie sorrir, na verdade o Mathews foi o primeiro a fazê-la sorrir depois da morte do vovô ano retrasado. Sem contar que o motivo do meu pai não gostar do Sr. Malfoy não é nada convincente, já que ele foi inocentado e puderam comprovar a inocência dele.


- Vou para a aula agora, tchau. – disse Lily

- Espera. – disse Sirius e Lily se virou sorrindo – Pensa rápido, Lils. – disse ele jogando algo que Lily pegou.

Weeeee! Ele me deu uma bala! E uma bala mó gostosa! Ele me deu uma bala Bombom, que é uma bala de chocolate nova, que saiu na Dedosdemel! *-*

A bala é muito boa!


Lily continuou a andar segurando a bala com as duas mãos, como se esta fosse o seu bem mais precioso, quando saiu do salão ela se encostou a parede e se deixou escorregar para sentar no chão, onde esperou por uns cinco minutos Lizzie, que também era da Grifinória e que estava no mesmo ano que o seu.

- Hey Lily. – disse Lizzie oferecendo a mão para ajudar a prima a se levantar – Conversou com o Sirius, prima?

- Co-como você sabe? – perguntou Lily sem graça por deixar isso se perceber tão facilmente.

- Fácil só ele consegue te deixar com essa cara de boba. – disse Lizzie

- Ah, uma cara parecida com a que você fica quando está perto do Mathews? – alfinetou Lily

- Exato. – disse a menina rindo fazendo a prima rir também.

Não demorou muito e as duas meninas chegaram à sala de transfiguração, que ainda não tinha nenhum aluno, permitindo as primas escolherem uma mesa bem ao fundo.

- Humm. – disse Lizzie desconfiada estreitando os olhos – O que você está segurando?

- Uma bala Bombom, o Sirius que me deu. – disse Lily

- Bombom, sério não é de se admirar já que o Sirius como bastante – disse pensativa – acho que ele sempre deve andar com comida.

- Também acho, quase sempre que eu o vejo ele está comendo. – disse Lily

[Aiaiai Yukito! XD Não resisti!]

- Como o James disse que foi o natal? – perguntou Lizzie, que como Lily ficou na escola a fim de estudar para os N.O.M’s

- Ainda não falei com ele sobre o natal. – disse Lily sincera – Só nos encontramos agora cedo.

Tipo, apesar de o meu irmão me encher a paciência direta ele é um cara legal, e soube escolher uma cunhadinha legal para mim também, Gabrielle Wood, ela está no mesmo ano que o James, só que é da Corvinal, ela é filha do Olívio Wood com Sarah Parkings.

Meu maninho e a Gaby formam um casal bonitinho, acho que ela até hoje foi à única que conseguiu fisgar o coração de James Potter, um maroto 2.0, segundo ele e o Sirius, os únicos integrantes dessa geração, já que meu irmão não deixa a Lizzie e eu entrarmos, os marotos 2.0 é uma versão mais restrita e melhorada do grupo dos marotos mestres.

Mas sério, eu não entendo porque eu não posso entrar ¬¬, só porque eu sou menina, até hoje isso nunca me impediu de fazer nada que eu quisesse. Tipo meu irmão deixou de ser capitão do time ano passado, porque as pessoas do oitavo ano não podem participar dos times das casas. E daí quem virou a capitã do time?

Euzinha, Lily Weasley Potter, filha de Ginevra M. W. Potter melhor artilheira que Hogwarts já viu e neta de James Allan Potter o melhor artilheiro que Hogwarts já viu, então dá licença porque eu tive a quem puxar, por isso eu sou a melhor artilheira do mundo, tá exagerei, de Hogwarts..

Sem contar que já fui monitora, fala sério, eu sou boa, acabei com o meu cargo de monitora antes de totalizar quatro meses, me diz como eu ia saber que eu deveria dar detenção para um corvinal só porque ele azarou uma sonserina chatinha, sem contar que a menina tinha um nariz torto?

Tudo bem que a menina foi pra enfermaria e ficou lá por uma semana, mas a azaração foi muito boa. Eu não podia castigá-lo por isso, ele tava praticando.

E como, por favor, me responda como eu iria abrir mão de três horas de sono, só para fazer umas rondas, tipo eu nem sou paga pra isso. Sem contar os relatórios, como eu ia saber que a Kingows (professora de transfiguração) não ia aceitá-los se eu os fizesse com tinta verde em um pergaminho mais decorado?

Tipo eu sou menina... Gosto de caprichar... Tudo bem que ela tinha pedido pra escrever em tinta preta e em pergaminho liso, mas aposto que a diretora não se importaria. ¬¬


A dia não foi o dos melhores para o quinto ano, muitos alunos haviam ficado amarrotado de deveres, coisa que com toda certeza não agradou nenhum deles.

[...]


- Não é a toa que meu pai diz que o James fica igual ao avô dele quando está apaixonado, um total e completo inútil. – disse Remus dando uma risadinha e jogando pedras no lago – É só ver a Gaby que o coitado já se baba todo.

Remus sentou encostando-se a uma árvore e voltou a jogar pedras no lago, não pensando em nada, ficando apenas em um estado de harmonia entre ele e tudo que tinha ao seu redor, era incrível como algo tão simples, como jogar pedras no lago, o deixava tão feliz, James o julgava meio bobo por gostar tanto dessas coisas, mas quem disse que Sirius se importava...

Para ele fazer coisas simples era maravilhoso, jogar pedras no lago, observar as estrelas e a lua, sentir o vento em seu rosto, ficar sob a chuva ou simplesmente tirar os sapatos e sentir a grama sob os seus pés, sim Sirius adorava, melhor dizendo amava essas coisas, mas nada disso se comparava a fechar os olhos e ouvir todos os tipos de som, seja lá qual fosse, todos tinham sua beleza e eram igualmente fascinantes.

Foi ouvindo maravilhosos sons que Sirius adormeceu, acordando provavelmente depois do jantar já que era noite, Sirius se xingou por pensamento por ter perdido o jantar, mas logo esqueceu da fome que sentiu, conseguiu ver na outra margem do lago a silhueta de uma garota, ela cantava docemente uma música , cantava com o coração.

- I don’t like to be alone in the night
And I don’t like to hear in wrong when in right
And I don’t like to have the rain on my shoes
But I do love you
But I do love you
[n/a.: gentem… num encontrei em nenhum site de hospedagem a música, mas a música é da Michelle Branch (assim q escreve o nome dela?) e o nome dela é BUT I DO LOVE YOU]

Sirius sentiu algo incrível quando ouviu a menina cantar, não sabia ao certo como definir o que sentiu, mas sabia que era algo simplesmente maravilhoso, algo que ele jamais esqueceria.

- Hey Sirius. – disse James dando um “tapa” nas costas do amigo – Quem é a garota? – perguntou olhando a menina do outro lado do rio, que agora voltava para o castelo.

- Não sei, mas cantava muito bem. – disse Sirius sorrindo ligeiramente abobado

- Quer que eu traga um babador ou não vai precisar? – perguntou James sorrindo zombeteiro

- Acho que não vai precisar.

- Que bom, ia pegar mal eu andar do lado de um cara babão. – disse James

- Olha quem fala... Não sou eu que fico totalmente idiota quando a Gaby chega perto de mim. – disse Sirius revidando

- Ah... Mas... Idiota – disse James dando um soquinho no braço de Sirius

Sirius obviamente não ia deixar barato, por isso revidou a altura o tal soquinho. Assim os dois marotos ficaram a se “socar” por um bom tempo.

[...]


Dois meses depois...

- Sério, eu não acredito que você não beija ninguém há dois meses por causa daquela garota que você nem sabe quem é. – disse James fazendo cócegas em uma pêra.

- Fazer o que... Acho que a voz dela me enfeitiçou.

- Será que ela fez um feitiço? – perguntou James receoso

- Não, ela nem sabia que eu estava lá. – disse Sirius

- Lily o que você está fazendo aqui? – perguntou James olhando a irmã que estava na cozinha

Lily olhou para o irmão como se fosse óbvio.

- Fazendo um bolo? – perguntou irônica, já que tudo indicava isso, pois estava acabando de por uma cobertura de chocolate sobre o bolo. – Ah... Oi Sirius. – disse Lily um pouco vermelha

- Oi Lily. – disse Sirius se aproximando para ver o bolo juntamente com James – Vou poder comer um pedaço daqui a pouco?

- Claro. – disse Lily *-* Ele vai comer meu bolo

- Se eu fosse você não faria isso, a comida da Lily tem um gosto estranho. – disse James

- Não tem não. – disse Lily pisando no pé de James

- Ai! – disse James segurando o pé – Isso dói sabia?

- Sabia. – disse Lily Claro que eu sabia, ele acha que se eu não soubesse eu teria pisado no pé dele o.O, tão ingênuo esse meu maninho. ficando um pouco corada por ter agido assim na frente de Sirius.

- O bolo vai ficar pronto quando? – Sirius perguntou olhando Lily colocando granulado em cima do bolo.

- Agora. – disse Lily parando de colocar o granulado e depois batendo as mãos

- Ô monstrenga, por que você não fez o bolo com magia? – perguntou James

- Porque não é a mesma coisa fazer com e sem magia. – disse Lily servindo um pedaço de bolo para Sirius, outro para o James e outro para si Espero que o Sirius goste do bolo *-* se ele não gostar vou ficar “down” - Se quiserem bolo podem pegar a vontade. – disse Lily se dirigindo aos elfos domésticos.

Os três sentaram-se a mesa enquanto observavam um ou dois elfos irem timidamente pegar um pedaço de bolo.

- O bolo até que tá bom considerado que foi uma monstrenga que fez. – disse James comendo um pedaço de bolo

- Nossa! O bolo está muito bom, Lily! – disse Sirius terminado o bolo – Você não se importaria de eu pegar mais um pedaço não é?

- Claro que não, pode pegar quantos quiser. – disse Lily O Sirius gostou do meu bolo *-* Morram de inveja suas invejosas!

Não se passou nem quinze minutos e Lily se levantou para voltar à torre da Grifinória, já que tinha alguns deveres para fazer.

- Bom... Eu vou indo. Tenho que fazer umas lições ¬¬ - disse Lily

- Lily. – disse Sirius jogando algo para Lily – Obrigado pelo bolo, está realmente delicioso, muito bom mesmo.

- Não por isso. – disse Lily olhando para o que acabara de pegar, era mais uma bala Bombom.

Ele me deu mais uma bala Bombom, que emoção! E tipo, eu nem comi a primeira bala... Ou seja, agora eu tenho DUAS balas Bombom.

Lily saiu sorridente da cozinha, para depois ir fazer seus deveres, não era tarde nem nada, mas ela precisava adiantar seus deveres, teria treino no fim de semana, o jogo contra a Corvinal estava cada dia mais perto e ela precisava bolar novas jogadas, já que o time da Corvinal estava cada dia mais forte.

Fim do 1º Capítulo

Apresentação:

Lily Weasley Potter: ela tem por volta de 1,60m de altura, é uma menina magra, possui cabelos acaju repicados na altura dos ombros e olhos verdes esmeralda.
James Weasley Potter: ele tem mais ou menos 1,82m de altura, tem um físico invejável marcados pelos anos da quadribol, possui cabelos espetado e em desalinho de cor carvão e olhos castanhos acinzentados semi-cobertos por um óculos de aro retangular de armação fina e preta.
Sirius Tonks Lupin: por ser metamorfamago pode mudar a aparência a vontade... Mede 1,88m e tem um ótimo físico devido ao quadribol e aos seus poderes. Normalmente anda com o cabelo em um tom de castanho escuro e olhos azuis claros. Mas quando está muito feliz, como sua mãe, deixa seus cabelos em cores vibrantes como verde e azul elétrico, quando está mais triste deixa seus cabelos negros e fica com olhos cinzas para passar mais despercebidamente. Originalmente seu cabelo é castanho claro e seus olhos são castanhos escuro.
Gabrielle Wood: mede mais ou menos 1,65m, é magra, possui longos cabelos ondulados em um tom entre o loiro e o ruivo claro e tem olhos cor de mel.
Elizabeth Granger Weasley: é alta mede por volta de 1,71m, magra, tem cabelos castanhos e lisos um pouco a cima do ombro e tem olhos azuis.
Mathews Malfoy: tem por volta de 1,83m de altura, possui um bom físico apesar de não jogar quadribol, tem cabelo liso e loiro que fica mais ou menos na altura da orelha.


N/A: Oi pessoinhas lindas! *pula e acena para os leitores*
N/Lily Tangerina: oiiiii!
N/A: sai daqui, você nem é dessa fic!
N/Lily Tangerina: mas é a da minha neta! *diz emburrada*
N/A: eeeeeeeee?
N/Lily Tangerina: fala sério, meu pônei laranja-abóbora... eu tenho o direito de participar, porque ela é minha neta!
N/A: Tá agora que você já participou, você pára de falar?
N/Lily Tangerina: ok... *diz conformada*
N/A: Agora que a Lily Tangerina parou de me interromper...
O que acharam da fic? Eu gostei u.u
Eu nem sei o que falar, que vergonha.
Sérião gente... Comenta... Digam-me se gostaram ou não... Sejam sinceros, mas comentem pelo amordeDeus!
Bjinhus na pontinha do nariz

Num sei se minha titia Guida vai ler essa fic, mas se ela ler... saiba titia que esse cap é em sua homenagem, já que faz niver hoje! Parabéns tiaaaaaaaa!

N/B: Não é perfeito? Essa garota tem futuro *fala se achando muitoooo mais velha que ela (eu sou “só” um ano mais nova viu?)* Laura ta perfeitoooo! Há! Não disse que era baseado em Sakura? Cara eu sou demais *se achando uma marota (que foi... eu tenho baixa auto-estima!)* todo mundo comentando! bjus

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.