FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. Quem é Christine?


Fic: Obsessão Por Você - AVISO POSTADO!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A:B-jus especiais a Ju, que está sempre ao meu lado e me apoia com esse carma de plágios! B-jus, miga, te adoro!

Cap.3: Quem é Christine?

A noite fria congelava seu ser. As lágrimas desesperadas saíam de sua alma e ela emanava angústia. Sua respiração era descompassada e fria.

Desesperada, a única coisa que ela queria era vê-lo. Queria explicar. Acabar com tudo aquilo. Queria viver. A canção tocava alta em sua cabeça, deixando-a tonta. Os versos, alucinantes, apareciam soltos e ela não conseguia entende-los.

O futuro refletirá
No passado de seus ancestrais.
Sua vida voltará,
Toda pra trás.


Então, para sua alegria, ou desespero, a voz que a tanto desejava ouvir soou, chamando para a realidade.

Realidade?

O que vinha a ser realidade?

Nenhuma resposta, apenas a voz dele penetrava-lhe a cabeça.

- Você finalmente veio ao meu encontro.

O sangue escorria pelo seu pescoço e ela já não tinha tempo, não bastante. E, ao tentar voltar-se para aquele que se encontrava atrás de si sentiu pousar a escuridão sobre seus olhos. A vida brigou para se ver livre daquele corpo decadente no momento em que aquelas duas mãos frias, masculinas pousaram sobre aqueles olhos castanhos; e um hálito quente brincou em seu ouvido:

- Você finalmente veio, minha Christine.

E antes que pudesse dar a resposta, antes mesmo que pudesse pensar no que fazer, o sangue encharcou o seu colo e a canção estourou em seus tímpanos. Outras vozes (des)conhecidas lhe gritaram um nome que não era o seu:

- Hermione. Acorda, Hermione. HERMIONE!

E como se saísse de um mar gélido e profundo, seu ser reviveu, como uma fênix ressurgindo das próprias cinzas.

*


Hermione acordou, respirando com dificuldade. Sua franja estava molhada de suor e aparentemente, ao seu ver, ela ainda estava com o uniforme. Sua cabeça girava e ela não fazia a mínima idéia de onde estava.

Lilá e Parvati estavam segurando a garota com caras assustadas. Hermione olhou para elas como se realmente começasse a despertar e Parvati resolveu falar:

- Você estava tendo um baita de um pesadelo quando nós chegamos. Resolvemos te acor...
- Não sou eu.-disse Hermione, olhando para as duas.-Quer dizer, sou eu. Mas, é Christine. Mas, quem é Christine? Quem é Christine?-ela estava completamente confusa e fora de si, esperando que as duas lhe dissessem quem era Christine.
- Mione, você estava sonhando, lembra?Deve ter dormido enquanto estudava e ...-Lilá parou pois acabara de ver o bilhete anônimo que Hermione recebera e o pegou-quem te mandou isso? “Para minha amada estu...”

Ao ouvir aquilo, Hermione voltou a si e arrancou o bilhete das mãos de Lilá.

- Eu acho que vou tomar um banho. Licença.-Hermione se levantou e foi ao banheiro. Chegando lá, entrou e bateu a porta, deixando as duas garotas a ver navios.

Dentro do banheiro, Hermione olhou-se no espelho e perguntou ao próprio reflexo:

- Quem é Christine? E quem me escreveu isso?

Para se aclamar, tentou tomar fôlego e engasgou. Sufocada, a garota cuspiu na pia do banheiro. E espantada, viu na pia as gotas de sangue que acabavam de sair de sua boca. Ela se afastou da pia instintivamente e desesperada, tentou enganar a si mesma, dizendo:

- Estou divagando, é isso. Amanhã, eu vou acordar e tudo vai estar normal e eu não vou me lembrar de nada disso.

Mas, intimamente, ela sabia que mentir para si mesma não mudaria nada. E que no dia seguinte, ela acordaria pior do que estava.

Ah, ela só precisava de um bom banho. O que viesse depois, ela resolveria com tempo.

N/A:Olá! Terceiro capítulo no ar, pessoal! A partir de agora só posto após cinco coments! Desculpem a chantagem, mas sem coments eu perco a vontade continuar postando...Talvez coloque uma capa para a fic em breve, tá? Comentem dizendo o q vcs tão achando...Tá bom, ruim, péssimo? Sugestões, críticas, dúvidas...Qualquer coisa! Recebo tudo de braços abertos! E se vc á leu tudo isso lá na ED e está louco pra saber o q vai acontecer a partir do cap em que parei, tenha calma

Vamos lá, pessoal, comentem! Cap quatro fervendo pra ser postado B-jocas, Nath Malfoy!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.