FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

55. O Diário: Duelo


Fic: A vida continua... Cometem pessoal!!!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Hermione deitou-se, custou a dormir, por mais que tentasse sempre acabavam vindo em sua mente as lembranças do diário de John, sabia que agora teria que ir até o final, não poderia esperar mais. 7:30 da manhã despertou seu relógio, estava ela se arrumando quando resolveu que não iria trabalhar no ministério aquele dia, iria ficar em casa, achou que seria melhor para ler se ficasse ali onde ninguém a incomodasse.
Desceu até seu escritório, pegou um pedaço de pergaminho e rabiscou um bilhete para Emile avisando que não iria para o Ministério no dia de hoje, que ficaria em casa pesquisando algumas coisas, buscou Pégasus, a coruja que havia comprado, amarou nele o pedaço de pergaminho e o enviou ao ministério. Meia hora após ter saído Pegasus voltou trazendo a resposta de Emile. Hermione voltou para o quarto, não antes de passar pelo de Jorge e conferir o sono do garoto, ele estava crescendo rápido e ela por mais que tentasse estava perdendo esta fase da vida dele, foi até seu quarto pegou o diário e voltou ao escritório, sentou-se a sua mesa, conjurou uma xícara de café e um pouco de biscoitos e enquanto comia ficou admirando o diário, ouviu quando Jorge desceu as escadas, ele acordava cedo, ouviu quando o garoto entrou na lareira, pois ele acabou derrubando algumas coisas, era realmente filho de Rony, e logo disse “A TOCA”, pronto, já poderia ler sem ser interrompida, olhou para o diário, repetiu o que fizera da última vez e voltou a ler.

“...24 de dezembro de 1996 – Véspera de Natal

Hoje é véspera de Natal, vi meus colegas festejarem por poder passar a semana do natal com suas famílias, novamente me senti um pouco triste, pois não teria meus pais, mas já estou acostumado, pelo menos tenho minha irmã...


...Hoje o seboso do Malfoy virá para cá, todos os anos é assim, a Família Malfoy sempre se reúne com minha Sra para a ceia Natalina, mas não me parece ser este o espírito do Natal. Minha irmã é apaixonada pelo Metidinho Malfoy, para mim ele não passa de um pirralho mimado que não perde a chance de me provocar, idiota, só porque é mais velho e tem dinheiro acha que pode olhar os outros com superioridade, mas ele teve o que merecia...

Hermione voltou a sentir a sensação de estar flutuando e quando viu estava na presença de três jovens: Draco, Camille e John.

_ Afim de um duelo?
_ Não, obrigado!
_ Está com medo de perder é, ouvi dizer que você é muito bom com sua varinha, vamos me prove!
_ É vai John, mostre a ele o que você pode fazer, é claro que não chegará aos pés do Draco, mas tente, será bom pra você!
_ Você acha Camille? Não tenho certeza se devo...
_ Sim vai. Vai logo.
_ Cócóricó... Cócóricó... Cócóricó... Fazia Draco zombando do garoto.
_ Está bem, vamos, mas não podemos nos atrasar para o jantar. Lá foram os três para uma sala vazia da mansão.
_ Preparados?
_ Sim! Responderam os dois.
_ Ao meu comando. Já!
_ “ASCENDIO”! Gritou Draco.
_ “PROTEGO”! O feitiço de Draco bateu na barreira invisível conjurada por John e ricocheteou cruzando bem perto de Camille. “EVERTE STATUM”! Disse John em resposta ao ataque de Draco. Este escapou por pouco do ataque do garoto.
_ “FLIPENDO”! John foi atingido e atirado para trás alguns metros, ficando caído. Draco foi se aproximando do garoto, sua varinha apontando diretamente para onde ele estava caido, um sorriso vitorioso em seus finos lábios, seu cabelo quase branco caido sobre seu rosto pálido. _ Nunca baixe sua guarda pirralho, principalmente quando luta contra um bruxo mais experiente que você.
_ Concordo com você Draco - Disse John ainda deitado - “EXPELLIARMUS” – Gritou John, Draco foi jogado longe com a força do feitiço lançado pelo garoto, sua varinha foi parar perto de Camille que ficou assustada, nunca havia visto o irmão daquele jeito – Jamais subestime seu oponente tendo ele ainda sua varinha em mãos. Terminou John.
_ O que você fazem aqui! Exclamou em alto som uma mulher Loira de cabelos igualmente loiros e pele pálida, era a mãe de Draco que havia chegado ao local. Vocês estão loucos, poderiam ter se machudado.
_ Está tudo bem Sra Malfoy, estão todos bem! Tentava explicar Camille, mas a mulher não deu muita bola a ela, correu até seu filho que se levantava com certa dificuldade. _ Quem fez isso com você meu filho?
_ Fui eu Sra Malfoy... Disse John sem olhar diretamente nos olhos da mulher.
_ Você? Narcisa parecia chocada.
_ Sim, fui eu, mas não conte a minha Sra por favor! Narcisa continuou olhando para o garoto, embora fosse loiro, era como se estivesse vendo ele ali na sua frente, mas a semelhança era só esterior, sabia que por dentro ele não havia puxando nem a mãe e nem ao pai...”


Hermione viu tudo escurecer novamente, as imagens passavam rapidamente à sua frente, lembro que o próximo passo seria a intesa luz e então quando abriu os olhos viu-se diante de um Jonh já mais adulto.

“...05 de março de 1998

A 2ª Guerra Bruxa chegou ao fim, o Lord das Trevas foi morto pelo Potter, pelo que pude perceber minha Sra gostava muito dele, se é que ela pode chegar a gostar de alguém, deve ser pelos dois serem muito parecidos...

...Minha Sra chegou muito ferida, Camille cuidou dela, não soube ainda o que realmente houve, mas pelos boatos, fiquei sabendo que ela foi atacada por uma tal de Molly Weasley, pobre mulher será mais uma na lista dela...

Hermione lembrou-se da batalha entre ela, Gina, Luna e Bellatriz e do momento em que Molly interveio e conseguiu derrotar a mulher.

...Draco Malfoy também chegou aqui a poucos dias, mas ele está mudado, não parece mais aquele almofadinha pomposo e arrogante de antes, talvez pela morte de seu pai ele tenha mudado, acho que toda aquela pompa era só uma máscara para poder impressionar a família...”

Hermione sentiu seu estômago doer de fome, precisava parar, olhou seu relógio e constatou que realmente era hora de dar uma pausa e comer alguma coisa, “Afinal saco vazio não para em pé” Lembrou-se ela das palavras de Molly. Foi até a cozinha, abriu a geladeira, mas nada ali lhe chamou a atenção, precisava comer algo leve, procurou nos armários, mas nada leve havia ali.
Sentou-se à mesa e então decidiu que comeria um lanche no Guloseimas S.A, seu estômago “roncou” em resposta, pegou suas chaves e saiu de seu apartamento, não sem antes guardar o diário em local seguro. Foi para a lancheria, ela recebia tanto Trouxas como Bruxos, escolheu uma mesa bem ao fundo, não queria ser interrompida. Fazia pouco tempo que Hermone estava sentada e uma mocinha veio até ela.

_ Bom Dia Sra, qual será o pedido de Hoje? Hermione ergueu sua cabeça e viu uma mocinha com cabelos azuis, pircing no supercílio, vestia um avental vermelho, shorte e camiseta amarelas, usava patins, Hermione logo lembrou de Tonks. Após observar brevemente a garçonete ela fez seu pedido.
_ Um sanduíche natural e um sugo de manga.
_ O.k. A garçonete terminou de anotar o pedido e saiu em direção a cozinha, Hermione esperou mais alguns minutos e logo voltou a mesma garçonete, trazia em uma das mão a bandja contendo o pedido de Hermione, deixou o lanche ali e voltou para anteder os outros clientes.

Hermione comeu seu lanche, em sua cabeça ainda vinham as lembranças de John, tinha que terminar, tinha que chegar ao fim, queria saber tudo que pudesse, desvendar os segredos mais escondidos contidos naquele diário, logo terminou seu lanche, pediu a conta, pagou-a e voltou para casa, voltou caminhando, precisava espairecer. Chegou em casa e foi em direção ao escritório, retirou o diário de dentro do cofre e voltou a ler. Hermione continuou de onde havia parado e outro clarão fez com que Hermione fechasse seus olhos, quando voltou a abrí-los já havia andado mais um pouco no tempo.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.