FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. RetornoxSentimentosxRespostas


Fic: P.s : Eu te amo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

E a galeraa vai a loucuraaaaa " ela postou um maiorr!"

Meu povoo meu maximo, por enquanto prometo melhorar

Boa Leitura!
----------------------------------------------------------------------------------------------------

Já era quase noite e Liah estava na metade do treino de quadribol, ela estava extremamente suada e um tanto extressada, “como meia dúzia de garotos podem dar tanto trabalho?” pensava Liah enquanto fazia os dois batedores Crabbe e Goyle pararem de bater com os tacos uns nas cabeças nos outros.

Liah já ia encerrar o treino quando viu o “glorioso” time da grifinoria se aproximar pro treino, ela sabia que estava na hora deles, odiava admitir mais em questão de organização eram melhores que a soncerina e muito!

Harry chegou até a ponta do gramado com o resto do time, Ginny não estava com eles, havia se atrasado e só Deus sabe onde estava naquele momento!
Liah olhou e viu que a Jovem Weasley não estava entre eles e concluiu dizendo:

-Vai treinar com o time desfalcado Potter? –

Liah falava num tom um tanto irônico, esbanjava um sorriso desdenhoso, enquanto descia da sua Firebolt e se dirigia até onde Harry e o resto do time estava.

Harry já ia dar uma resposta bem mau-criada quando um vulto negro apareceu bem atraz de Liah e falou:

-Só se o time estiver precisando de gandula Valentin! Quer se candidatar é? –

Ginny trajava seu uniforme e parecia que estivera correndo pois estava um tanto vermelha e suada. Liah escutou atentamente o que Ginny disse, posicionou a vassoura charmosamente ao seu lado e disse:

- Olha como fala comigo Weasleyzinha! Não mexa com fogo, pode se queimar! -

Liah segurou sua vassoura e seguida pelo resto do “time” se dirigiu ao vestiário, quando passou por ginny, tocou com seu dedo indicador o nariz da garota e fez um barulho como aquele que se ouve quando o fogo encosta na pele “tixz!” e continuo seu caminho charmosamente, o que fez o time da grifinoria inteiro babar, mesmo sendo quem era, Ginny não poderia jamais discordar Liah era extremamente bonita, e com o aquele gesto Liah havia deixado não só os meninos vermelhos e babando mas também Ginny que estava de boca aberta e um tanto vermelha.

Harry iniciou o treino, nada que Ginny não estivesse acostumada, pois mesmo sendo a única garota do time agüentava o “trampo” por mais tempo que a maioria do time, Ginny na copa passada havia sido eleita a melhor artilheira entre todas as casas, ela não se considerava isso tudo, mais de vez em quando deixava o seu “ego” a levar, isso era um ponto extremamente fraco de Ginny, o “orgulho”.

Logo que acabou o treino Ginny correu pro vestiário precisava tomar banho, estava imunda e fedorenta, já que os garotos sempre demoravam um pouco aproveito aquele momento pra relaxar um pouco no chuveiro, em meio ao seu banho, escutou a porta do vestiário de abrir, achou suficientemente estranho sabia que os garotos lhe davam um certo tempo, então desligou o chuveiro, se enrolou na toalha e abriu a porta, andou vagarosamente pelo vestiário, até constatar quem havia “invadido” o vestiário, a inicio pensou ser Alex, mais logo pode perceber, pelo jeito “rokeiro” e igualmente a ela “desleixado” porem luxuoso de se vestir que era Samantha que estava sentada num dos bancos ali bem perto, Samantha ouviu os passos de Ginny e se dirigiu até ela:

- Olá Ginnyzinha, quanto tempo não? Pensei mesmo que fosse encontrar você aqui jogando “porcalheirabol”, continua a mesma... -

Constatou Samantha ao olhar Ginny de cima a baixo e de baixo a cima.

– Só esta bem mais bonita... –

Falou Samantha se aproximando mais de Ginny e dando voltas ao redor de dela. Ginny ficou bastante vermelha e intrigada com o comentário nada discreto de Samantha, depois com um olhar desdenhoso e cheia de si falou:

-Realmente...bem diferente de você né? – falou Ginny, mesmo que em seu intimo achasse o contrario, Samantha havia ficado extremamente linda, seus olhos azuis estavam contornados por um lápis extremamente preto, vestia um vestido preto bem curto com mangas medianamente compridas, e uma jaketa sem alças bege, calçava um all star roxo, e usava o cabelo solto, já que era liso igual ao de Alex porém bem mais longo, Ginny estava estranhando, olhava Samantha com ávido interesse, e aquilo a estava perturbando, e não foi somente Ginny que percebeu, Samantha parecia satisfeita com o olhar de Ginny, não esperou que a garota falasse mais nada, virou-se e falou:

-Até mais Weasley...te vejo na aula amanhã! –

E saiu do vestiário deixando uma Ginny hipnotizada pelo seu jeito sexy e majestoso de andar, Ginny não conseguiu nem ao menus dar tchau., ficou ali por alguns minutos, até que acordou de seus devaneios e foi se vestir.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Liah estava sentada na janela de seu dormitório, escrevia avidamente um exercício de Defesa contra artes das trevas, sem nem ao menus falar uma palavra Amy chegou e se sentou ao seu lado, esperando tranquilamente que a namorada terminasse e lhe desse alguma atenção, minutos incontáveis se passaram até que Liah “acabasse” seu dever, e percebesse só agora a presença de Amy:

- A Quanto tempo você ta ai? – perguntou Liah, ao perceber que Amy olhava pela janela:

- Não muito... – mentiu Amy sem desviar o olhar.

-Como foi o treino hoje? – agora Amy olhava Liah, e esta segurava sua mão amorosamente:

- O de sempre... Nada demais... – Falou Liah olhando Amy com certa carência, assim que percebeu o que Liah queria Amy abriu um belo sorriso e perguntou:

-Que carinha é essa ein?!? – Liah respondeu a pergunta de Amy, puxando carinhosamente pela cintura e enlaçando em um caloroso beijo, Amy não achou nada ruim e envolveu o pescoço de Liah com suas mãos, Liah acariciava a coxa da namorada enquanto ela beijava seu pescoço.

Passaram alguns minutos nessa singela e caliente troca de caricias, até que ouviram alguém abrir a porta, Pansy e as outras garotas adentraram no dormitório, elas se desvencilharam em alta velocidade, Liah fingiu estar fazendo o exercício e Amy fingiu estar olhando as estrelas, ambas estavam vermelhas e arfantes, tanto pelos beijos como pelo susto, nenhuma das outras garotas percebeu nada, e foram todas se deitar, e sem demora Amy e Liah fizeram o mesmo, dando boa noite uma a outra com um rápido e discreto selinho.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ginny estava naquele momento sentada no parapeito da janela, olhando pro gramado, esperando talvez que algo aparecesse e lhe desce respostas pro que estava sentindo, “Por que havia ficando vermelha e tão nervosa quando Liah lhe tocou?”, “Porque havia prestado atenção e gostado tanto das curvas de Samantha?” eram perguntas que lhe assolavam a mente, infelizmente Ginny não podia ou não conseguia responder a elas, sabe lá Ginny por que.

Foi se deitar olhou em volta, Alex dormia na cama vizinha tranquilamente, Ginny sorriu ao olhar a amiga, e logo depois constatou que Samantha ainda não havia voltado, e isso lhe deixou com o pé atrás, onde ela estava, era o que Ginny mais queria saber, mas não conseguiu saber, dormiu bem antes que Samantha voltasse fato esse que só aconteceu lá pelas 3:00 da manhã.

Ginny acordou bem cedo na manhã seguinte, e pela primeira vez em dois anos, não estaria atrasada, se arrumou sem pressa, estava parecendo a Ginny do terceiro ano, toda engomadinha , perfumada, cabelo bem arrumado, só que diferente de 2 anos atrás esbanjava uma beleza exuberante.

Pegou sua mochila, guardou a varinha nas vestes e saiu em direção ao salão principal, pode notar antes de sair porém, que Samantha e Alex não estavam mais no quarto muito provavelmente estavam fazendo “Cooper” como era costume delas fazer todas as manhãs.

Ginny chegou ao salão principal, poucas pessoas já tinham acordado, mais essas perceberam a chegada de Ginny, a maioria achou estranho e ficaram aos burburios, Ginny se sentou em um canto reservado da grande porem meio vazia mesa da grifinoria pra tomar seu merecido café da manhã, após alguns minutos, o correio matinal chegou, Ginny pela primeira vez estava recebendo o Jornal, o leu rapidamente sem dar atenção a tudo, terminou seu café e no momento em que foi sair, foi cuase que “impedida” pois Alex e Samantha , “as gêmeas perfeitas” haviam acabado de entrar pelo portal e se dirigiam o que pra Ginny foi um “infelizmente” bem dado, pra onde ela estava sentada.

Ambas falaram junto um “bom dia” bem animado e se sentaram de fronte pra Ginny, Samantha começou a se servir de um pão de queijo quando percebeu que Ginny estava olhando fixamente pra ela:

- O que ta olhando Weasley? Perdeu alguma coisa? – falou ela olhando pra si mesma, Ginny ficou bastante vermelha e desviou o olhar rapidamente, e falou finjindo que estava lendo o jornal que permanecia em cima da mesa:

- Não era pra você que eu estava olhando Madson! – Alex estava rindo e Samantha também ria e olhava pra Ginny com um olhar desdenhoso:

- Pra quem então?Ursinho Pooh? – Ginny enrubreceu de raiva e disse:

- Seria uma visão mais agradável!! – falando isso se levantou e saiu a passos largos do Salão Principal deixando As gêmeas cuase chorando de rir do ataque de Ginny.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Liah olhava atentamente pra mesa da grifinoria, Amy estava sentada ao seu lado e também observava, alias todos os presentes haviam visto o ataque de estería de Ginny Weasley, alguns riam outros cochichavam baixinho, Liah olhou pra Amy, com um ar de quem não havia entendido nada, e achava tudo muito estranho:

- Os Weasleys são esquisitos mesmo viu...-

Amy riu com o comentário da namorada, Liah também ria, fato muito difícil. Ambas se levantaram e se dirigiram até a sala de adivinhação, Liah estava muito ansiosa mais não demonstrava, queria muito saber o que seu “par” havia lhe mandado.

Chegaram a sala, logo elas perceberam que não eram as primeiras, muitas das caixas estavam abertas, haviam alunos por toda sala, alguns lendo, outros já respondendo, Amy se dirigiu até a uma caixa laranja e retirou de lá um envelope bege, guardou ele no bolso, não precisava responder agora, então disse a Liah que iria até o dormitório e saiu apressadamente dali.

Liah caminhou lentamente até a caixa de número 15 e a abriu, dela tirou dois papeis, um contendo a carta e outro uma letra de música, Liah leu rapidamente a carta, riu, achou bastante engraçado, achava que não poderia haver alguém tão parecido com ela, e ali estava alguém como ela, que amava musica e era do tipo “faço o que da na teia”, Liah ficou muito feliz, depois de ler e reler varias vezes a “carta”, resolveu ler a musica, que continha uma cifra e a letra:

“Pitty - Memórias

Eu fui matando os meus heróis aos poucos,
como se já não tivesse nenhuma lição pra aprender

Eu sou uma contradição
E foge da minha mão fazer com que tudo o que eu digo
Faça algum sentido
Eu quis me perder por aí
Fingindo muito bem que eu nunca precisei de um lugar
só meu

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu...

Eu dou sempre o melhor de mim
E sei que só assim
É que talvez se mova alguma coisa ao meu redor
Eu vou despedaçar você
Todas as vezes que eu lembrar por onde você já andou
sem mim

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu...

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu
Nem quero saber

Eu sou uma contradição
E foge da minha mão fazer com que tudo o que eu digo
Faça algum sentido
Eu quis me perder por aí
Fingindo muito bem que eu nunca precisei de um lugar
só meu

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu...

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu
Nem quero saber
Nem quero saber”

Liah achou aquela letra perfeita, combinava em tudo com ela, e provavelmemte a pessoa que a havia escrito também.

Ela passou os olhos sobre a cifra da musica, e seu olhar um tanto “critico” percebeu que cairia perfeitamente um belo e arranjado começo por um baixo, e com toda a habilidade que tinha, mesmo sem seu baixo ali, conseguiu “concertar” a letra, fez uma copia para si e escreveu o “concerto” na original, e lá do outro lado colocou:

“P.s : Também adoro musica, toco um pouco de baixo, então achei que sua musica merecia o que coloquei!

Bejos

Também não vou dizer meu nome! Amo Mistérios!”

Selou a carta com magia e a pos de volta na caixa.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Gostaram? querem mais? entaum comenten!!!

Bejos da autoraa

Sah Kimble

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.