FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

51. Perplexos


Fic: A vida continua... Cometem pessoal!!!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Hermione havia trazido pizzas, já que tinha plena convicção que a cozinha não era seu lado forte, na TV passava um jogo do Cannons e por mais que ela não gostasse todos os quatro restantes pareciam ter criado raízes e não sairiam dali nem para comer.

_ Pessoal a Pizza vai esfriar! Exclamou Hermione. Jorge vem jantar!
_ Ah Mãinhê... Eu quero ver o jogo. Choramingou Jorge.
_ Mas querido a Pizza vai acabar esfriando. Argumentou Hermione. Rony só pode ter feito algum feitiço com esse menino, há alguns meses ele nem sabia o que era Quadriboll e hoje já é mais um fanático. Pensava Hermione.
_ Mi, quem sabe comemos aqui na sala mesmo? Sugeriu Gina.
_ Ah, mas...
_ Isso MI, vamos comer aqui... por favor! Disse Rony fazendo beicinho.
_ Ta bom, ta bom... Logo Hermione carregou toda a comida para a sala. Eles jantaram ali mesmo, na sala, vendo o Jogo do Cannons x Barla, o jogo demorou além do normal, terminando com a vitória do Cannons, Jorge acabara dormindo no colo de Rony que levou o garoto até seu quarto, logo estavam somente os quatro na sala, era vez de Hermione explicar o porquê de ter chamado eles ali. Rony estava descendo as escadas quando Hermione começou a falar.

_ Bem eu espero que todos estejam bem acomodados porque o que eu vou contar para vocês não é muito fácil de acreditar. Hermione começou a contar toda a história, desde o momento em que ela havia sido levada da Toca até o momento em que ela chegara a seu cativeiro. “Quando eu me acordei estava trancafiada em uma sela fria e escura, estava muito apavorada, haviam retirado minha varinha, eu não conseguia ouvir muita coisa, apenas alguns sussurros e barulhos que eu não identifiquei. Procurei ficar o mais perto da parede possível, e então ouvi passos e quando e puder ver de quem era eu pirei...”

Flash Back

“_O Gato comeu sua língua Srta Granger?
_ Vo...Você? Mas como eu a vi morrer!
_ Hahahaha... Nem tudo o que vemos é o que é Hermione.
_ Não... não pode ser, eu a vi morrer!
_ Acredite minha cara, sou eu sim, e voltei pior do que nunca.
_ Nãããooo... Você esta morta, Bellatrix Lestrange esta morta, eu vi a morrer, eu vi quando Molly a matou.”

A notícia da volta de Bellatrix caiu como uma bomba, todos ficaram perplexos, era inacreditável, afinal todos ali haviam visto o duelo dela com Molly, haviam visto quando Molly lançara nela a maldição da morte.
_ Por Mérlin! Exclamou Gina. Seu semblante demonstrava sua total perplexidade. Não pode ser...
_ Como isso pode ter acontecido? Questionava-se Rony que agora caminhava de um lado para outro da sala. Harry nada disse, apenas observava Hermione que logo continuou a contar-lhes sobre o que acontecera.
_ Eu também queria que tudo isso não tivesse passado de um sonho ruim, mas infelizmente ela voltou e está determinada a terminar o que Voldemort começou.
_ Mi, quer dizer então que Camille e John nos enganaram o tempo todo.
_ Sim Gina, fomos feitos de bobos por aqueles dois.
_ É verdade que aquele Playboyzinho morreu Mione. Indagou Rony que permanecia em pé.
_ Sim Ron, ele morreu... Os olhos de Hermione encheram-se de lágrimas, ela lembrara o porquê John havia morrido.
_ Porque Chora por ele Mi? Voltou a indagar Rony agora se sentando ao lado da morena.
_ Porque ele morreu para me salvar Rony, se não fosse por ele eu poderia não estar aqui contando tudo isso para vocês. Rony abraçou Hermione, fez-se uma pausa, todos ali ainda não haviam digerido a volta de Bellatrix.
_ Você quer continuar Hermione? Perguntou Harry, que pela primeira vez falara desde que Hermione havia começado a contar-lhes a história.
_ Sim Harry, ainda há mais coisas a serem ditas. Hermione tomou fôlego e voltou a narrar sua história. Depois que ela me viu e pode gozar do meu sofrimento, fui deixada nas mãos de John.
_ Aquele desgraçado... Deixou escapar Rony, Hermione apenas o encarou e voltou a falar.
_ Ele a acompanhou e nesse meio tempo Davi Castell veio ao meu encontro...
_ O Rapaz que trabalhava como Office Boy? Espantou-se Gina.
_ Sim, ele mesmo, veio até mim, queria saber sobre o paradeiro do Anel de Merlin.
_ O Anel de Merlin? Mas eu achava que fosse só mais uma lenda...
_ As Relíquias da Morte também era apenas lendas... Falou Harry sem demonstrar espanto com toda aquela história.
_ Sim, tens razão.

Hermione contou-lhes tudo o que havia acontecido, de como John a havia ajudado a escapar e de como ele havia sido morto por Camille.

_ Eu não acredito ela fez isso com próprio irmão... Disse Gina chocada.
_ Deve ter sido muito difícil para você não é mesmo Hermione. Digo ver alguém morrer. Harry parecia em outro mundo, Gina o abraçou.
_ Sim Harry, não é fácil ver alguém morrer... Um silêncio sepulcral instalou-se no local, todos pareciam não ter o que falar, Mas este foi quebrado por Gina que resolvera fazer uma pausa para que pudessem comer alguma coisa. Trouxe seus sanduíches e algumas garrafas de cerveja amanteigada. Com todo o clima, somente Rony conseguiu comer como sempre, Hermione mal conseguiu comer um sanduíche, ela ainda sentia pela morte de John, após terem lanchado Hermione voltou a falar.

_ Mas as surpresas não acabam ainda. Hermione voltou a falar. Seus olhos voltados para o chão.
_ Ainda tem mais surpresas?
_ Sim, bem... Como eu ia dizendo, logo após a morte de John eu fui obrigada a fugir, tinha que sair dali, não seria justo ele ter morrido e eu ficar ali parada, teria sido tudo em vão... Hermione fez uma pausa. Os três a olhavam interessadamente, Gina abraçada a Harry parecia estar petrificada. Eu corri o mais rápido que pude e entrei na floresta, tinha que encontrar o amigo de John, era minha única chance de viver e poder ajudar a inocentar o Rony. Podia se ver no olhar de Hermione o quão difícil era lembrar de tudo aquilo.
_ Tem mesmo certeza de que você quer continuar Mione?
_ É preciso Rony.
_ Bom eu encontrei o amigo de John e acabei tendo outra surpresa. Hermione levantou-se e foi em direção a uma mesinha onde havia um embrulho.
_ Mas e então Mione que é esse amigo misterioso? Hermione voltou para onde se encontravam os três com um embrulho nas mãos, abriu-o e o entregou a Harry.
_ Um livro??? Eu sabia que aquele cara era estranho, mas ter como amigo um livro! Desdenhou Rony.
_ Não seja estúpido Rony! Com certeza o amigo de John não era este livro.
_ Tens Razão Gina, abra-o e vocês verão de quem se trava. Harry abriu o livro e começou a ler o pedaço de pergaminho prezo a capa. O Rosto de Harry agora demonstrava uma mistura de surpresa e desaprovação.
_ E então Harry não faça mais mistério, estou ficando doida de curiosidade! Dizia Gina.
_ Draco Malfoy...
_ O que, era o Malfoy o amigo de John... Mas... como? Espantou-se Rony.
_ Eu sei, tive essa mesma reação. Mas por mais incrível que pareça ele me ajudou e foi graças a ele que eu consegui as memórias de John, de certa forma Rony você deve sua liberdade ao Malfoy.
_ Eu não acredito que tenhamos sido ajudados pelo Malfoy! Disse Harry ainda parecendo chocado. Harry não havia ficado assim nem com a notícia da volta de Bellatrix, mas talvez por ser Draco, seu inimigo numero 1 em Hogwarts, o amigo misterioso que salvou Hermione de quebra ajudou a manter Rony livre de qualquer acusação, que ele ainda permanecia descrente. A conversa durou mais algumas horas, Hermione respondeu a todas as perguntas feitas pelos amigos e pelo adiantado da hora resolveram terminar aquela reunião ali. Mas ainda teriam muitas outras. Hermione não quis contar sobre o diário, achou que deveria primeiro descobrir como abri-lo e então sim, se fosse de importância nas investigações, revelar aos outros o seu conteúdo.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.