FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Desencalhando e Conhecendo...


Fic: Harry Potter e os Irmão Aluados


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Harry Potter era um garoto adolescente que estava se sentindo chateado. Bem, Harry Potter não era o que se podia chamar de uma pessoa normal...Ele era um bruxo! E estaria cursando seu sétimo e ultimo ano na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts juntamente com seus melhores amigos Ronald Weasley e Hermione Granger. Os dois não haviam mandado nada em todas as férias...Nem mesmo uma mensagem curtíssima. A raiva que sentiu durante o período que antecedeu o começo do seu quinto ano letivo estava voltando. Ficou andando de um lado para o outro até que recebeu uma coruja castanha. Pegou a carta da perna estendida da coruja e sentou em cima da sua cama para lê-la.


Caro Harry,
Estamos com saudades e nos veremos em breve, muito em breve!
Abraços,
Hermione e Rony


“Nos veremos em breve, muito em breve!” Ficou latejando com força em sua cabeça. Então Rony e Mione estavam juntos? Sentiu uma onda escaldante de raiva.
Havia recebido durante todas essas semanas o Profeta Diário, que agora noticiava mortes e mais mortes. Voldemort havia se fortalecido. Durante seu sexto ano o bruxo ficou quieto demais, e agora voltava com força total. Seu quinto ano foi igualmente horrível! Além de toda aquela tensão, confusão e tristeza o garoto lembrou que já fazia um ano que Sirius havia morrido, aquela dor ainda o machucava. E muito.

- GAROTO DESÇA AQUI IMEDIATAMENTE!-gritou Tio Valter, um trouxa que mais parecia um porco do sopé da escada.
- Estou indo!-gritou o garoto abrindo a porta e indagando internamente o que seu tio queria com ele.
- E aí, beleza Harry?-perguntou uma mulher morena com olhos de um negro profundo...Iguais aos olhos do Sirius. Harry tentou não chorar com esse pensamento.
- Olá Tonks! Oi Remo!-cumprimentou Harry aos dois bruxos.
- Viemos buscar você Harry.-disse Remo sorrindo, o garoto retribuiu no momento em que a campainha tocava.
- Com licença vou atender.-disse Petúnia se retirando.-Quem é você?...Entre!
Uma mulher ruiva com olhos violeta entrou na sala.
- Quem é você? O que está fazendo na minha casa?-gritou Valter Dursley.
- Senhor Dursley, eu no seu lugar seria mais educada com as visitas.-retrucou a garota com uma voz cristalina e quase musical.
- Fique a vontade Srta! Petúnia...Duda...Vamos!-disse Valter agindo de uma forma estranha.
- Quem é você?-perguntou Tonks.
- No momento certo você saberá Ninfadora!-disse a mulher.
- Aquilo era uma Impérius?-perguntou Harry interessado.
- Era, Harry.-disse a mulher num tom conclusivo.- Ninf...Ajude o Harry a arrumar as malas, sim?
- Claro!-disse Tonks saindo do estupor.-Vamos Harry.
- Você a conhece Tonks?-perguntou o rapaz subindo as escadas.
- Não...Nunca a vi na minha vida!-disse Ninfadora intrigada.
- Tenho a impressão que a vi em algum lugar!-disse Harry pensativo entrando em seu quarto.
- Vamos ser rápidos!-disse Tonks com uma piscadela.-Arrumar!
E em dois segundos tudo estava em ordem e dentro da mala. Harry pegou a sua Firebolt e a gaiola de Edwirges, a coruja piava desconfortada.
- Edwirges...Quita menina.-disse a mulher acariciando as penas da coruja, assim que Harry soltou a gaiola no chão. A coruja parou de piar imediatamente.
- Você tem um jeito especial com animais.-observou Harry. Ela apenas sorriu satisfeita pelo elogio.
- Acho melhor irmos logo...Antes que...Tonks diminua o malão, por favor?...Vem Edwirges.-disse Ana Cristina abrindo a gaiola. A coruja voou para o seu braço.
- Desculpe, mas...Qual é o seu nome?-perguntou Harry interessado.
- Ana Cristina.-respondeu a mulher acalmando a coruja que piava sem parar.
- É a minha impressão ou está ficando escuro demais?-perguntou Harry que olhava para a janela.
- Saco! Tonks, Remo e Harry se mandem pro carro! Edwirges voe pra longe daqui!-ordenou Ana abrindo a janela a coruja voou para longe da Rua dos Alfeneiros. Harry correu mais veloz que pode para fora da casa, mas algo o pegou pelos ombros...Um vampiro...Ou melhor, uma vampira. Seus ombros estavam rasgando. Tonks gritou. Harry viu que Remo e Ana Cristina também foram pegos por mais duas vampiras.
- Tonks se mande pro carro!-gritou Ana Cristina enquanto puxava um punhal e fazia um corte em cada “pata” da vampira.
- Remo!-Ana atirou o punhal. A vampira que estava carregando ele chegou perto da que carregava Harry Potter.-Prepare-se para correr!-Remo cortou as patas da vampira de Harry e cortou as da sua própria.
Os dois caíram no chão com um baque e correram para o carro. Ana estava ao volante e logo que os dois se jogaram no banco traseiro ela deu a partida. Tonks estava intacta e Ana Cristina com cortes fundos e Remo também. Ele próprio estava com os ombros dilacerados.
- Remo sabe atirar algum feitiço que...-mas parou no meio da frase ao ver um monte de lobisomens.- Ah, ótimo...Estamos no meio de uma guerra secular...Como se precisássemos de outra coisa!- e disparou para o oposto da rua onde ocorria à luta.
Harry viu horrorizado ela aumentar a velocidade... 80 Km... 100 Km... 120 Km...Tinham acabado de entrar em uma rodovia...Ela foi diminuindo. Alguma coisa tocou.
- Droga!-Ana atendeu seu celular.-o que houve Aaron?...Como assim?...Espera já estamos chegando...Não!
CRACK
- Você nunca houve o que eu digo não?-perguntou Cristina desligando o celular e olhando pelo retrovisor um homem moreno que acabara de cair em cima de Harry e Remo.
- Não...Remo da um espacinho ai...-murmurou o jovem.
- Eu disse que era para você esperar!-disse com uma nota de irritação.
- É fácil falar! Não era você que estava levando um carrão da mãe!-revidou ele cruzando os braços mau-humorado.
- Então ela continua a mesma?-perguntou a jovem. O homem assentiu com a cabeça. Ela riu.- Este é o Aaron. Harry você precisa saber de uma coisa...Mas antes vamos pro Largo!-
- Eu quero saber agora! Não sou mais uma criança!-disse Harry irritado.
- Está bem! Vou logo ao ponto...Você tem uma irmã!-um silêncio tenso seguiu essas palavras.
- Mas ela morreu!-disse Tonks quebrando o silêncio.
- Como você sabia?-perguntaram Ana, Remo e Aaron.
- Oras, eu era amiga dela...-disse Tonks.
- Não! Ela não morreu! Quem disse essa asneira?-perguntou ela.
- Alberfort!
- Vivo dizendo pro Dumbledore que aquele velho não ta batendo bem da cabeça!-disse a ruiva irritada. Ela fez uma careta e no segundo seguinte estava com os cabelos negros e os olhos verde-vivos.
- VOCÊ MENTIU!-gritou Harry furioso. Não era difícil reconhecer a semelhança entre os dois. Ana Cristina era a sua irmã mais velha!
- Harry...Você tinha uma família...Mas depois daquele dia...-a voz de Remo embargou.
- Bem suponho que você seja a minha irmã mais velha.-disse Harry furioso.
- Isso.-confirmou o lobisomem.
- Mas...Por que?-perguntou o moreno.
- Precauções! Se Voldemort soubesse...O mundo bruxo já era! Meu poder nas mãos do Lorde fariam dele o bruxo mais poderoso do mundo...Até mais do que o Dumbledore.-disse Ana Cristina fazendo uma careta.
- Ana Cristina...Se for assim que você se chama...-começou Harry frio.
- Ana Cristina Potter...Não menti em tudo!-ela deu uma piscadela. Harry sentiu mais raiva ainda.-A propósito...Acho que os Dursley’s não tiveram a coragem de te contar, não?
- Não.-murmurou o garoto.
- Ah, saco! Devia ter deixado os Dursley’s serem comidos vivos pelos vampiros e lobisomens!-disse Ana Cristina chateada.
- ANA CRISTINA!-gritaram Aaron, Tonks e Remo.
- Entendi...Entendi...Mas que deu vontade deu!-murmurou ela.
- Bem...Eu era e sou uma bruxa poderosa...Não me pergunte como!-emendou ela ao ver que Harry abriu a boca para falar.- Com treinamento acho que você chega até lá!
- Então?-perguntou ele.
- Então o que?-perguntou Ana Cristina confusa.
- POR QUE NUNCA SOUBE?-explodiu o Potter.
- Simplesmente porque você iria correr mais perigos do que você já correu se soubesse!-disse ela.- Tentei falar com você no seu quarto ano...E meu ultimo em Hoggy...Mas Dumbledore disse que você já tinha problemas o suficiente!
- POR QUE VOCÊ NÃO ME FALOU NOS OUTROS ANOS?-perguntou ele.
- No seu primeiro ano você era muito novo e estava descobrindo o caminho da magia. Pensei: É muito cedo!...No seu segundo ano teve toda aquela embolação da Câmara Secreta, novamente não deu para falar com você!...No seu terceiro ano, Alvo disse que você já estava gastando energias o suficiente para aprender o patrono. Ele me convenceu a não te contar nada!...No quarto ano tinha o Trio Bruxo!...No quinto eu não estava mais em Hoggy e Dumbledore mandou-me em uma missão...Voltei só agora!-explicou ela.
- Essas desculpas não colaram...A não ser a ultima.-disse ele frívolo. Ele sentia uma raiva escaldante...Por que nunca contavam nada para ele? Por que?
- Chegamos!-anunciou Remo quebrando o silêncio que se instalou após a revelação.
- Vejo vocês lá dentro!-disse Aaron. Harry escutou um CRACK e o seu malão também sumiu.
- Pelo menos isso ele fez!-murmurou Ana Cristina-Vamos!
Todos saíram do carro, que sumiu imediatamente.
- Foi para a garagem do Largo...Embutimos em baixo do asfalto...Somente esse carro é capaz de fazer isso.-murmurou Ana Cristina. E em alguns segundos uma enorme Mansão apareceu entre os números 11 e 13. Entraram rápidos e quando Tonks e Remo fecharam completamente a porta.
- Lumos!-chamas apareceram ao longo do corredor.-BEM VINDO AO LARGO GRIMMALD!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.