FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. FESTA DE ARROMBA


Fic: A Complicada Vida de Hermione Granger


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________



8 – FESTA DE ARROMBA

Perfeito! Minha vida melhorou 100% neste dia. Meus irmãos tiveram de viajar com pressa por conta de alguma coisa da republica que eles moram, aff, não tem importância, e eu e minha irmã vamos ficar aos cuidados da vovó. Amei! Vó Hermione, sim meu nome é igual ao dela, é meio surda, bem velha e fã de novela. Resumindo estou feita. Ela vive trancada no quarto agarrada a sua tv, faz comidas deliciosas e é um doce de pessoa.

Com todo esse cenário favorável não pensei duas vezes, marquei uma festinha para hoje aqui em casa. Às 20 horas quase todos meus amigos estavam já aqui. Não era uma festona, não sou louca, é uma reuniãozinha intima com os meus 50 melhores amigos, ou chegados. Estava dando quase 9 horas e meu convidado especial ainda não vai chego. Esperei ansiosamente. A campainha toca, devagar em expectativa ia andando ate a porta, quando um grito interrompe minha intenção.

-HERMIONE!!! – ouvi minha avó gritar. Virei-me e dei de cara com a velhinha linda parada na escada.

-Sim, vózinha. – digo indo a sua direção.

-Que bagunça é essa – diz ela apontando ao redor.

-É uma reuniãozinha entre amigos. Tem problema – digo na cara mais lavada do mundo, olhando meu olhar de querubim.

-Amigos? – ela estranha, acho que percebendo a quantidade deles.

-Puxei sua simpatia. Tenho eles aos montes, e você sabe, se convido um e não convido outro, depois dá rolo, e não gosto de magoar as pessoas.- digo, serio sou uma pessoa muito má, afinal quem se não um ser perverso mentiria assim para uma velhinha de 80 anos.

-Certo. – diz ela se dirigindo para a cozinha.

-Vai a cozinha? – pergunto apreensiva. Uns amigos meus estavam preparando uma batida meio sinistra, nada inocente.

-Vou beber água, posso? – diz já se adentrando.

-Pego para você! – vou correndo atrás dela e indo rápido pela geladeira.

Entrego o copo para vovó, ela pega distraída, estava observando atentamente os meus amiguinhos, e também seu netinho Lipe preparar umas coisas no liquidificador.

-Felipe, o que é isso? – diz apontando pro liquido dentro do aparelho.

-Suco de limão – me apresso a responder. Porque se fosse esperar Lipe, com certeza o paspalho ia se enrolar, aquilo não sabe nem inventar desculpas.

-Isso mesmo vó, suquinho para galera – diz prendendo muito mal o risinho entre os lábios.

Vovó com uma cara impassível, na verdade bem estranha, da uma ultima olhada pro suquinho e sai sem dizer nada.

-Você acha que ela engoliu?

-Espero que sim Lipe. – digo antes de retornar a sala.

Na sala dou de cara com ninguém menos que Harry. Estava lindo de calça jeans e blusa preta. De matar! Olho para ele e como quem não quer nada, vou o cumprimentar.

-Oi. Que bom que chegou.

-Oi Hermione. Esperava que você me recebesse.

-Não deu, tive um probleminha.

-Algo grave?

-Não. Já está resolvido. Humm... (silencio constrangedor, marca registrada de nossos encontros) vamos sentar?

-Claro- e então sentamos no sofá.

Agora sim a conversa emplacou. Caraca não entendo. Temos a capacidade de ficarmos calados num silencio mais do que constrangedor, assim como falar que nem tagarelas sobre tudo e nada durante horas. E foi isso que aconteceu. Fiquei ali, só com ele enquanto a festa rolava solta.

Meia noite chegou, uma hora da manhã, e o povo foi saindo, sem que nem Harry e nem eu déssemos conta. Quer dizer, quando demos conta já era tarde demais, estávamos os dois sozinhos, no meio de uma sala totalmente bagunçada. Meu primeiro pensamento ao dar uma olhada no geral foi: to ferrada para limpar isso! Mas desencanei, nada iria estragar aquele momento com o broto.

-Acho que nos abandonaram. – digo enigmática.

-Percebi – responde ele dando um sorriso meio safado. – Hermione, tenho que te falar uma coisa.

-Humm...

-Bom... estou sentindo uma coisa forte que não sei dizer...

-Ai meu deus, ta doente?

-Não sua boba – diz rindo- só apaixonado por você!

Ele diz aquilo assim, na maior tranqüilidade. Como assim, não posso acreditar Harry Potter, o heterossexual mais gato do mundo falando que esta apaixonado por mim. Não, acho q é efeito da acetona que passei na unha, não pode ser... é um sonho, uma ilusão. Fico parada olhando-o sem reação.

-Não me responde nada? – pergunta olhando para mim interrogador.

É verdade. Ai meu deus, ai meu deus. Mas o que respondo? Não posso dizer simplesmente um ‘eu também’ que brega. Sem pensar mais duas vezes, me aproximo dele e lhe dou um beijo. Acho que resposta mais completa que essa não existe. Ele me corresponde com ternura, é um beijo lindo, enlouquecedor. É melhor beijo de toda a minha vida. Depois de muito tempo, fomos nos desgrudar.

-É acho que isso foi um sim – diz ele ainda meio sem fôlego.

-Com certeza foi um sim – respondo sorrindo.

Essas foram as ultimas palavras que demos, que me lembro. Depois disso, só amassos. Do jeito que estávamos, parecia dois loucos, querendo tomar o tempo perdido com conversas bobas e silêncios constrangedores. Nunca tinha ficado num clima tão quente como com Harry, e o que mais me impressionou é que tudo estava acontecendo de uma forma tão natural, como se namorássemos a anos, e aquela fosse nossa milésima vez. Não pára tudo! Fiquei literalmente sem blusa, claro que estava de sutien, mas mesmo assim, e Harry sem camisa. Olhei pro seu peito hipnotizada, o pouco de razão que restava me abandonou de vez, e me perdi mais uma vez nos beijos e carinhos do gato. O amasso era intenso, e distraídos e alheio ao que acontecia ao redor, levamos um susto quando um grito ecoa pela sala.

-O QUE EXTAMENTE ESTÁ ACONTECENDO AQUI, HERMIONE GRANGER???

Serio, as próximas cenas são fortes. Eu pega na maior saia justa, ou melhor, sem blusa, pela minha avó de 80 anos. Que vergonha! Olho para ela sem palavras. Olho para o relógio: 3 da manhã. Poxa, era para ela estar dormindo.

-Anda Hermione Granger. Qual é a desculpa de agora? Vai me dizer que está brincando de medico?

Olho para Harry, completamente envergonhado também.

-Harry, é melhor ir. – falo para ele baixinho.

-Não vou te...

-Vai. Serio, depois conversamos. É melhor ir.

Ele relutante sai, fulminado pelo olhar de minha vó, e acariciado pelo meu olhar de amor. Assim que ele fecha a porta, minha avó começa o sermão.

-Hermione Granger, tem decoro não?

-Desculpa vó, nem percebi que estava tão... quente – digo pegando minha blusa e vestindo. – você... você não vai contar isso para os meus pais né? Pior, não vai me dedar pros meus irmãos?

-Te o que?

-Er, me cagoetar? – tento mais ela ainda faz cara de não entender - dedurar!
-Mais é o certo, pelo menos contar pros seus pais.

-Por favor, não!

-Posso até fazer isso, mas você...

E nisso começa um sermão de uma hora, que não serviu para nada, confesso que prestei nem um pouco de atenção. Só conseguia pensar no meu broto e na sua declaração.


***

N/A: mais um capitulo. Espero que gostem!!!

-RECADINHO PARA AS LEITORAS:

*PAULA POTTER***Lokinha***, o toque acho q cara dela. engraçado. que bom que está gostando da fic. beijos. e ai vai um novo epsodio, espero que agrade dele.

*Teresa, que bom que está gostando de mim escrevendo H/Hr tb. não o shipper será o mesmo. mas pode haver recaidas futuras, quem sabe. o destino da web está indefinido, mas H/Hr sempre será. Espero que goste do prox cap. beijos.

*Srta Aluada , que bom que está se divetindo com afic, é isso que eu quero mesmo, arracar gargalhadas de todos que a lêem, ela é mais comedia que romance. Beijos, espero que dê muitas risadas com o prox cap.

****Angel*** Biby... Potter, seja bem vinda!!! Que bom que stá gostando. e Sim a Mione é uma azarada nº 1. Poucos entram tanto em furadas igual a ela coitada. E pode deixar... o Harry continuará um fofo. Espero que goste do prox cao tb. beijos.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.