FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

10. A história se repete


Fic: Descobrindo os Prazeres da Vida NC18


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capitulo Bônus – A História Se Repete

“Give me a long kiss good night and everything will be alright – Me dê um longo beijo de boa noite e tudo ficará bem”
Give Me Novacaine – Green Day



- Anda, Granger... Grita pelo seu amor... Só que eu acho que ele não vai te ouvir... – zombou Draco, enquanto terminava de tirar o sutiã de Hermione e beijava seu pescoço.

Ele já tinha arrastado Hermione para cima de sua mesa e deitado sobre ela. Ela chorava tão descontroladamente que não pôde apreciar o belo corpo que seu “parceiro” tinha agora que ele estava sem camisa. E, mesmo que quisesse prestar atenção nisso, com certeza não conseguiria.

Hermione estava presa contra a mesa por Draco e resolveu fechar os olhos. Não agüentava ficar sob o olhar daqueles olhos cinzentos. Apesar dos olhos fechados, ela percebeu que ele estava tirando as calças. Resolveu fechar os olhos um pouco mais forte. Não queria ver o que achava que estava por vir.

- Abra os olhos, meu amor... – disse ele, rindo. – Eu não mordo. Falando em morder, se você tentar fazer isso vai se arrepender - Ao ouvir as palavras dele, Hermione ficou intrigada. Quando abriu os olhos, conforme ele disse, obteve a resposta. Em frente ao seu rosto estava um membro grande, pulsante e extremamente enrijecido. – Chupa. – ordenou Malfoy.

Hermione sabia que seria pior pra ela se não o fizesse. Ele, com certeza, tentaria partir para A-Parte-Que-Ela-Não-Gostava-De-Pensar e seria muito, muito pior. Então ela ergueu levemente o pescoço, de forma a poder encostar seus lábios na pele gélida de Malfoy.

Enquanto, com o mínimo possível de esforço, lambia a ponta do membro de Malfoy, Hermione pensava nas chances que tinha de escapar. Elas eram nulas. Mas ainda tinha a hipótese da faxineira ou o porteiro entrarem na sala. Ela se apegou a essa possibilidade e rezou mentalmente para não ter mais que sentir o gosto sujo daquele membro tão asqueroso.

- Estou tentando ser gentil com você, Granger... Tente colaborar! – disse Draco, que pelo visto não estava gostando do jeito como ela fazia o que ele mandava. – Sabia que você é a primeira mulher que resiste a mim? Confesso que isso me dá... O QUE É ISSO?

Será que ela conseguia mandar mensagens telepáticas ou algo assim? No mesmo segundo em que Draco tagarelava e ela rezava a porta se abriu com um grande estrondo, indicando que a Magia fora deixada de lado. Malfoy se afastou na velocidade da luz e, com um estralo forte, não estava mais ali. Um segundo estralo forte acompanhou-o, deixando Hermione confusa, porém aliviada.

Ela fechou os olhos, agradecida. Quem quer que fosse, tinha salvado a sua vida. Ela então pôs-se a chorar novamente. Sentiu um corpo se aproximar e abraçá-la. Pelo calor e a ternura do abraço, ela soube que ele estava ali. Harry estava ali.

- Shhhh... Vai ficar tudo bem agora... – ele a abraçou mais forte e os aparatou para o quarto dela. Ficaram vários segundos quietos, apenas os soluços de Hermione preenchiam o silêncio, mas eles não precisavam de mais nada.

- Foi tão horrível, Harry... – ela disse depois de um tempo.

- Se eu pudesse fazer alguma coisa pra te deixar melhor, eu faria... Prometo que o Malfoy vai pagar...

- Eu só conseguia pensar em você, o tempo todo... Me prometa que nunca vai deixar acontecer de novo..?

- Prometo, minha linda... Nada de ruim vai acontecer... – ele ergueu a cabeça dela com o dedo indicador e beijou rapidamente os lábios de Hermione. Ela o abraçou mais forte e ainda tremia e chorava quando um forte estalo foi ouvido e Gina se materializou na frente deles.

- Desculpe por sair daquele jeito, mas eu não agüentei ver o Draco fazer aquilo... – ela disse. Olhando nos olhos da ruiva, via-se que ela chorara. Gina se aproximou de Hermione e a abraçou também. – Oh, minha amiga... Sei o quanto sofre...

- Gina... Ainda não me disse como sabia que a Mione poderia correr perigo com o Malfoy... – disse Harry. Gina soltou Hermione e começou a andar pelo quarto, os outros dois a observando.

- Acho que posso contar a vocês... – Gina sussurrou. - Bom... - começou a ruiva. - Eu tinha me deixado envolver por ele. Lembra do que te contei certa vez, Harry? - Ele assentiu. - Aquela não foi a única vez que nos encontramos... Eu o procurei várias vezes e, quando vi, estava perdidamente apaixonada.

- Quando você diz “ele”, se refere a quem, Gina? – perguntou Hermione. A morena já havia colocado sua roupa outra vez.

- Draco. É, eu já tive um caso com ela, antes de namorar o Harry – ela completou ao ver a cara da amiga. – Sabe, ele pode ter todos os defeitos do mundo, mas sabe ser tão cruel quanto sabe ser gentil. – Gina suspirou – Como eu dizia, estava perdidamente apaixonada. Fui deixando ele tomar certas “liberdades”, mas consegui pará-lo antes que ele chegasse onde queria. Só que, quando eu disse que não queria mais, ele me forçou.

Hermione tapou a boca com as mãos. Harry ficou com mais ódio do loiro do que já tinha antes. Gina simplesmente continuou andando pelo quarto.

- Quer dizer que ele...? – perguntou Harry, mas Gina o interrompeu.

- Sim, ele me fez o que tentou fazer à Hermione, com a pequena diferença de que você não apareceu pra me salvar. - O olhar de Gina era de puro ódio e rancor. Harry entendeu a indireta e Hermione notou um tom ciumento na voz de Gina.

- Se antes eu queria matá-lo, agora sinto que isso é pouco... Como ele pôde? Ele não te amava? Aliás, ele não te ama? – Harry estava confuso. Hermione mais ainda.

- Que história é essa..? – ela perguntou, mas ninguém deu atenção. Gina e Harry se encaravam profundamente, como se conversassem em silêncio.

- Às vezes, eu acho que ama, mas aí eu me lembro que ele não pode amar. O coração dele é duro demais pra que isso aconteça. – Gina voltou-se para a janela do quarto, quebrando a tensão, e passou a admirar a vista, pensativa. Hermione olhou dela para Harry e, pela expressão dele, tudo ficou claro em sua mente, então mais uma lágrima escorreu pelo seu rosto.

**********************************************************************

- Gina... Eu só não entendi uma coisa. – disse Harry. Ele e Gina saíram do quarto para deixar Hermione sozinha e foram para o quarto de Harry. – Por que ele tentou fazer isso com a Mione?

- Ele tentou tirar a virgindade dela por um motivo que me faz acreditar que, se ele não me ama, pelo menos sente alguma coisa por mim. – explicou ela.

- Por que? – apressou-se Harry.

- Pra que você não tirasse. Pra que não cumprisse a prova e não entrasse no grupo. Conseqüentemente, pra que eu não pudesse ficar com você.

- Oh, Merlim... Como ele é capaz?

- Tem uma coisa que eu não disse, porque a Mione estava junto... – Gina disse, sentando-se com ele na cama. – O Draco me forçou porque a tarefa do Miguel era tirar a minha virgindade. Na época que o Miguel ia entrar no grupo, ainda em Hogwarts, a Cho e a Kris fizeram o mesmo que estão fazendo contigo. Elas ficaram tão loucas por ele, obcecadas mesmo, que o Draco resolveu que era melhor o Miguel não entrar no grupo, senão elas iam “esquecer” dele, Draco.

- Então ele fez o mesmo, ou tentou fazer com a Mione, porque achou que eu o ameaçava se entrasse... – concluiu Harry.

- Mas ele não estava errado em pensar que eu ligaria mais pra você se você entrasse... – disse ela, com um sorriso. Ela se aproximou dele e beijou-lhe levemente.

- Mas, Gi... Como o Miguel entrou no grupo sendo que o Draco fez aquilo?

- Até aquele dia, eu não sabia da existência desse grupo. Então, pra provar o que o Draco fez, eles me contaram e eu contei o que o Draco fez. E eu acabei entrando no grupo também, já que me ofereceram...

- Mas a Mione não vai querer me ajudar se contarmos a ela sobre o grupo... – riu-se Harry.

- Não vamos precisar contar... Nós pegamos o Draco em flagrante.

- E quanto à minha tarefa, Gina?

- Não terá mais que fazer nada...

- Ufa! Sabe, isso me deixa aliviado...

- Por que? Ela é ruim de cama?

- Não! Mas eu gosto demais dela pra machucá-la. – ele disse, parando para analisar o que tinha dito pela primeira vez.

- Pois é, querido... Amanhã não terá mais que ter esse caso patético com ela... Ficar abraçando-a toda hora... Unf! – ela exclamou.

- Eu vou abraçá-la se ela estiver precisando de apoio, não importa a relação que tivermos, Gina... – disse Harry. Gina revirou os olhos.

- Ah, dá um tempo.

- Não, eu falo sério. Não me ouviu dizer que eu gosto demais dela?

- Se gostasse, não teria aceitado fazer isso.

- Vai jogar na minha cara? Se eu soubesse, nunca teria aceitado.

- Preferia que nós não ficássemos juntos? – estourou Gina.

- Não, é claro que não.

- Foi isso que disse.

- Não, eu disse que eu não teria destruído a vida da Mione se soubesse. Não se preocupa com ela? Se você estiver bem, os outros que se danem?

- Também não é assim...

- Mas foi assim que eu entendi!

- Entendeu errado!

- Havia outro modo de nós ficarmos juntos e você sabe muito bem, mas você preferiu que eu entrasse nesse maldito grupo do que você sair dele! Diga, Gina, você me ama? Ou prefere sentir prazer comigo, ao mesmo tempo em que sente com outros caras?

Gina não respondeu. Ela olhava para Harry espantada.

- Vou ver se a Mione está o.k... – e com isso Harry deixou o quarto e uma Gina abismada para trás.

N/A: Oiee!! My God, desculpem por demorar tanto, mas minha vida tá tão corrida! Esse cap. foi bem curtinhu por ser um cap. bônus! Eu prometo que o cap. 12 ainda saí essa semana, eu já estou trabalhando nele e nos próximos pra não demorar tanto... O que acharam da revelação? Nhaaa... eu acho que ngm ficou muito surpreso, não...
Como eu posso saber a opinião de vocês?
SE VCS COMENTAREM!
COMENTA!
COMENTA!
COMENTA!

Bjinhuxx**

Thaís Potter Malfoy

Leiam minha nova NC17, em conjunto com a Tami* Granger... “Armadilhas do Desejo”

http://www.floreioseborroes.com.br/menufic.php?id=7521

***********************************************

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.