FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Proposta


Fic: Herdeiro do mal. por Nety Granger - AVISO!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Cap 2

O dia estava perfeito para uma passeio, mas para ela era o pior dia de sua vida. Ela pegou qualquer roupa para ir a festa, mas sua mãe a fez mudar de idéia, fazendo ela ficar totalmente produzida.

Estava com uma blusa tomara-que-caia preta com uma jaqueta jeans pôr cima, uma saia jeans cheia de bolsos, um coturno preto e seus cabelos presos num rabo de cavalo. Sua maquiagem estava perfeita!

De cara fechada, ela desceu para se encontrar com o primo
– Alô, priminha!!! – disse Anderson –É claro tio, acho que é agora que eu caso – todos riram. “Ele tem um serio distúrbio mental, eu casando com ele......”

*-*-*-*-*-*-*

A casa era muito grande, praticamente era uma mansão, e ao mesmo tempo aquele lugar lhe lembrava alguém.
– Você vai adorar meus amigos.
– Claro.

Andando por meio de muita gente, Hermione avistou uma pessoa que não gostou nem um pouco de ve-la

– Anderson, que bom que veio! E quem é sua companhia? – disse a morena com os olhos pretos como a escuridão, era Pansy Pakson, a sonserina que andava com o Malfoy. Anderson foi abrir a boca para responder, mas Hermione foi mais rápida:
– Hermione Granger, muito prazer. - a cara da sonserina era de amaldiçoar a grifinoria ali mesmo, mas antes de cumprir o pensamento um vulto loiro apareceu a sua volta. Se não fosse o sorriso esnobe não o reconheceria. Estava alto, muito mais bonito e graças ao quadribol seu corpo pegou muito mais músculos.

– Anderson, que bom que veio .- Ele fez como se nunca tivesse visto Hermione – E quem é sua bela companhia? – perguntou, segurando a mão da grifinoria e lhe beijando logo em seguida. Pansy fez cara de nojo.

– Essa é minha prima Hermione Granger- disse o primo, com cara de quem não gostou da atitude do loiro. –E esse é Draco Malfoy.

– Prazer em conhece-la, Mione. Posso te chamar assim, né? – a cara de sem vergonha dele estava pra fazer Hermione sair correndo dali agora mesmo. Não acreditava que Malfoy se relacionava com gente trouxa, e muito menos dava festinha

– Ah, Anderson pode me emprestar sua companhia pôr um segundo, não? – disse o loiro saindo com Hermione de perto de seu primo, e a levando para o jardim onde não se encontrava ninguém.
– Malfoy. Não sabia que se misturava com pessoas trouxas e muito menos dava festinhas para elas.
– Hermione, as pessoas mudam, sabia?
– Pôr favor, me chame de Granger
– HERMIONE não foi pôr acaso que você está aqui. –falou ele com um tom serio
– O que?
– Quero lhe fazer um proposta, Granger – ouvir ele falando seu sobrenome a assustou, e logo ela viu um grupo de comersais a sua volta.
– Ai, meu Merlin!- esclamou a morena.
– Granger ouça com atenção. Se passar para o nosso lado, nós a deixaremos totalmente livre de seu amigos e você passara a ser um comersal, e a futura Rainha das trevas na qual eu serei o rei.- Hermione tinha o coração acelerado, mas ouvia tudo com atenção “rainha, Malfoy o rei...”
– E se eu não aceitar, o que acontece?
– Se eu fosse você aceitaria, pois se não nem queira saber. – disse o loiro tirando a varinha de dentro de seu sobretudo negro – Então qual é a resposta?
– Nunca vou aceitar, vocês podem me matar mas eu nunca serei sua Malfoy – depois das ultimas palavras o ódio dominou Malfoy, que tomou Hermione em seus braços e aparatou.

*-*-*-*-*-*

O quarto era muito fino, os moveis eram delicados, a cama era linda e tudo era ouro, até a pintura do quarto era ouro, mais ao se dar conta de que não sabia aonde estava e com quem, o pânico voltou a lhe assombrar

– Agora veremos se você não vai ser minha – Disse Malfoy, saindo do cômodo e trancando a porta. A mulher ficou a gritar desesperada:

– Malfoy, volte...... me liberta....... por favor......- e começou a chorar desconsoladamente.
..............................................................................................................................................
TRES SEMANAS DEPOIS

– Como vai Sra.Granger. –perguntou Molly
– Levando. Como vai Rony, Harry e Gina?
– Bem Sra.Granger. –responderam em um coro.

Logo veio Lupin com cara de quem tinha boas noticias. Harry logo pulou do sofá.

– Conseguimos localizar Hermione.
– Aonde Remo?
– Esse é o problema, ela esta na mansão dos Malfoy.
– Na mansão Malfoy? Entao vamos para lá agora... – disse o moreno
– Já estamos indo Harry, mas você fica. Vai ser muito perigoso. –o moreno bufou e voltou a sentar, mas estava feliz do mesmo jeito: veria a amiga de novo, e isso já era um alivio. Porem, jurou para si mesmo que se machucassem Hermione, eles pagariam caro!

Longe dali...

Hermione estava a olhar o pôr-do-sol, angustiada com a vida, quando de repente seus pensamentos foram atrapalhados por uma voz fria sussurrando em seu ouvido:
– Lindo. Não mais que você, é claro! – ela o encarou Malfoy com ódio
– Porque não se conforma? Eu nunca serei sua, você nunca tocará em mim! – Disse Hermione com rancor, fazendo com que o rapaz sentisse ódio, e ao mesmo tempo amor por aquela mulher...
– Então é o que veremos, minha rainha – ele a segurou pelo ombro e arremessou-lhe na cama, e em seguida pulou em cima dela.
Ele a beijou com fúria, ódio e desejo. Ela tentava fugir, mas sua força era pouca comparada a dele. Seus gritos eram mais desesperados a cada momento. Em questão de segundos, ele rasgou a blusa que Hermione vestia. Seu alvo foram os seios fartos que a mulher tinha, fazendo seu desejo crescer mais ainda. Ela estava com nojo dele, com nojo dela mesma por ser tocada por aquele homem sem compaixão, sem dignidade.

Deixando-a complemente nua, ele começou a tirar a sua calça. Rasgou a ultima peça intima da morena, e em seguida fez o ato que mudará a vida de Hermione para todo o sempre.

*-*-*-*-*-*-*

Estava tudo combinado. Harry convenceu a Ordem de ajudar no resgate de Hermione, e toda a estrategia estava montada. Cinco pessoas da Ordem ficaram para tras, lutando contra os comensais da morte que estavam em volta da mansao, enquanto Lupin, Tonks e Harry iriam salvar a garota.

Estavam a procura do quarto onde Hermione estava. Tudo estava muito silencioso, não se ouvia nada.

TAP

Todos se abaixaram, e do quarto saiu uma homem de fisionomia forte e feliz. Harry logo soube quem era: era Draco Malfoy, que foi andando em direção ao fim do corredor. Rapidamente os três se dirigiram para o quarto de onde o homem loiro acabara de sair.

Era um quarto muito chique, mas isso não importava naquele momento. Vendo a cena, Tonks soutou um grito, que foi abafado por Lupin. Ali estava Hermione, nua, jogada na cama e a choramingar pela dor que sentia e também pelo desespero que estava passando. Estava toda roxa, com marcas de dedos por todo o corpo, e também estava pálida, pois foram muitos dias sem comer, fruto de sua malcriaçao. Uma lagrima caiu de seus olhos, e o mais difícil foi ver seus heróis presenciarem essa cena. Lupin segurava Tonks, pois ela não conseguia olhar a cena .

Logo quando conseguiu se controlar, Tonks foi vestir Hermione que já parara de chorar, e apenas olhava para o nada, em seus olhos haviam ódio, desespero, dor, angustia. Com o lençol pelo corpo ela levantou, mas como estava muito fraca, logo caio e perdeu os sentidos, fazendo Harry carrega-la no colo.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.