FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. A Chegada da Nova Aluna


Fic: •Casais Predestinados• Cap. 14 ON [Atualizada!. ]


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capitulo 3 – A Chegada Da Aluna Nova


Todos estavam na sala principal para almoçarem cada um em seu aposento de sua casa. Profª Minerva McGonagal pediu um minuto de silêncio e dera ao partido da homenagem ao Dumbledore.
-Como vocês já sabem...Dumbledore morreu no ano passado, foi uma tragédia para todos acho que Dumbledore pelo menos deve ser lembrado como o melhor bruxo e diretor de Hogwarts das últimas décadas. Mas nenhum aluno tem haver com isso, a culpa é absoluta de Snape e os comensais. Não deixe que seus pais os levem embora, mesmo que não acreditem em Hogwarts ele ainda é seguro. Estabilizamos vários aurores e feitiços avançados na escola, não se preocupem todos estão em total segurança. Agora as ultimas palavrinhas com vocês, estaremos apresentando nesse instante os novos alunos do primeiro ano e o sétimo ano que estão em nossa presença, vieram em intercâmbio estudarem aqui.
Harry sentira uma terrível agonia quando se tratava de Dumbledore, presenciara a morte da pessoa em que mais confia. Não pudera ajudá-lo no que seria possível, mas não era sua culpa que ele tinha morrido. Estava impossibilitado e se não tivesse jogado feitiços nele, Dumbledore estaria vivo. Hermione notando o estado do seu amigo que estava muito triste para animá-lo, disse:
-Harry, não fique assim. Tudo ao seu tempo. Conforme a Profª Minerva nos disse não temos a menor culpa por isso, muito menos você. Não se preocupe!
-Está bem, Hermione! Mas até hoje não me conformei que Dumbledore morreu. Será que ele morreu mesmo? -Harry disse com a voz triste
-Eu sei, Harry. Acho muito difícil aceitar que Dumbledore tenha morrido, mas não podemos fazer nada.
-Claro que tenho. Vou me vingar de todos que fizeram isso, vou até o fim do mundo achar as Horcruxes para matar o Voldemort. Nem que eu tenha que morrer para salvar o mundo trouxa e bruxo. Não quero que vocês venham comigo, tenho que fazer isso sozinho, apenas eu e voldemort.
-Acho muito arriscado, Harry!Nós só queremos te ajudar, Harry! Mesmo que você não concorde com a minha decisão, eu vou! -disse Hermione completamente decidida.
Harry não insistiu, deu-se por vencido e acenou com a cabeça dizendo e olhando para com aquela cara “está bem, mas depois não diz que eu não avisei viu?!”
A nova Diretora de Hogwarts pediu novamente atenção e disse:
-Agora eu vós apresento as alunas novas que ficaram conosco por um bom tempo.
Saira da sala principal uma bela moça de aparência jovem, chegara ali fazia alguns minutos e todos já estavam assobiando e cochichando sobre a jovem, realmente parecia muito bonita. Mas sua aparência física não retirava toda seu ar de superioridade, julgava ser melhor do que os outros. A jovem chamava Rachel, tinha cabelos loiros cacheados e olhos verdes.
Rony olhava a aluna nova de boca aberta parecia hipnotizado pela sua beleza tão intrigante, notou que ela também o olhava do mesmo jeito.
-Vamos chamar todos para que venham em direção ao chapéu seletor para que ele escolha sua casa. -disse a Diretora com a sua tranqüilidade de sempre.
Foram chamando um por um, até chegar em Rachel que logo foi chamada.
-Rachel, Por favor, venha aqui conosco. Sente-se aqui.
-Hum... De personalidade forte, coragem, julga ser melhor do que todos. Sua casa é com certeza Sonserina.
-Todas da casa Sonserina aplaudiam sem parar, assobiando, gritando aos berros pelo salão.
Rachel ficou um momento parada, passaram alguns minutos e para surpresa daqueles ali presentes foi se sentar junto com a Grifinória.
-Olá pessoal -disse Rachel
-Olá Rachel! -Disse Rony primeiro que todos. Muito entusiasmado com aquela cara de bobo alegre.
-Oi, Rony. Como vai? -disse Rachel formalmente.
-Vou bem e você?-Rachel.
-Vou perfeitamente bem.
Rachel se apresentou para todos. Falara de sua família e como foi para convencer os pais de que o melhor era ir para Hogwarts. Como todos já sabem estavam noticiando de que Hogwarts não era a mesma de antes, muitas mortes ocorrera perto da escola. Um breve silêncio foi aumentando pela casa da Grifinória, Rachel puxando assunto disse:
-Ah, você é a Granger?
-Sou. Muito prazer!Mas como sabe o meu nome?
Ah...Ouvi uma conversa de um tal de Draco Malfoy sobre você - Quer me acompanhar até o dormitório? Você é monitora? Então pode ir comigo. Não conheço Hogwarts direito.
-Sou sim, venha me acompanhe. -disse Hermione sorrindo, fizera uma nova amizade, adorava conhecer gente nova e ajudá-las quando fosse necessário.
Conversaram durante horas, mal se conheciam, mas tiveram certos assuntos a ser tratado, como esse:
-Você é a amiga de Rony?
-Sim, Rachel. Mas por que o interesse? -disse Hermione, querendo saber o por quê de tudo, a lógica de Rachel ter perguntado isso.
-Ah...Nada não! É que senti uma sensação estranha quando o vi, achei que meu coração ia pular para fora. Mas se você gosta dele, tudo bem, não se aproximo dele!
-Eu? Gosta daquele grosso...Insensível?! -disse Hermione aflita e apreensiva.
-Quem mais poderia ser? Que eu saiba só tem você por aqui.
Hermione riu imediatamente e logo falou esclarecendo tudo.
-Claro que não! Eu e Rony somos apenas bons amigos, nada mais do que isso.
-Ah...Bom ainda não me convenceu de que você não goste dele, mas em todo caso não mando na sua vida. Então faz o que você quiser, mas se precisar da minha ajuda estou aqui.
-Muito obrigada! Fico feliz que você se preocupe comigo. -disse Hermione chorosa.
-Hermione, posso te perguntar uma coisa? Promete não ficar brava comigo?
-Prometo.
-Então, quando estava na sala principal, Rony me olhava de um jeito que me encantou. Não sei o que houve que eu também correspondi. O que você acha disso?
-Hum...Não sei...Nunca senti nada por alguém. -disse Hermione mentindo descaradamente, pois no fundo do seu coração batia pelo ruivinho mais grosso e insensível que conhecia.
Hermione não querendo continuar a conversa, sentia-se muito mal falar sobre Rony subiu as escadas e acenou como um “tchau” para Rachel.

COMENTEM! CAP PEQUENO PARA NÃO DÁ PREGUIÇA DE LER. hahahahahahaha =P

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.