FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. Cinema Bruxo


Fic: Férias Marotas • a fic ganhou comunidade!obrigada Liz Hallowé: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=24939278


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capitulo Três: Cinema Bruxo

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Depois de secos e devidamente trocados, todos se encontraram no salão da mansão para assistir ao filme que a Mãe de Gaby havia conjurado quando a filha lhe pedira logo depois que saíra da piscina com as amigas.

- Não tem um filme menos... assustador para vermos? - perguntou Natalie insegura.

-Natalie Adans está com medo? - perguntou Antony, arqueando as sobrancelhas.

-Não é bem com medo, Tony! - disse a menina sorrindo. - Mas é que já está escuro, e eu não gosto de ver uma coisa horrorosa dessas de noite. - completou, olhando a capa da fita.

-Eu te protejo - disse Antony marotamente, e sentando-se ao lado de Natalie no sofá, passando o braço pelo ombro da garota.

- Não preferem um filme de romance? - perguntou Alex olhando para Natalie e depois para Antony. - Combina mais com o clima de vocês...

-Há.Há.Há. - disse Natalie sarcástica. - Que engraçado você Alex.

-Nisso eu concordo com você, Nat! - disse Gaby atrás de Alex. - Meu maninho nasceu para ser palhaço.

-É isso aí...quando eu crescer eu vou trabalhar em um...Em um...Como se diz mesmo?...Ahá, lembrei!..vou trabalhar em um circo. - respondeu Alex sorridente.

- Eu acho que você merece mais trabalhar na área dos animais... - disse Natalie olhando espantada para o garoto.

-Para aí gente... - interrompeu Lily sentando-se no lugar que Tiago guardara para ela, e por incrível que pareça ela não fez objeção alguma ao sentar-se ao lado do maroto. - O filme vai começar...

- Fazer o que né... - murmurou Gaby sentando-se ao lado de Sirius no chão.

Clark, Sirius,Tiago,Remo, Giulia, Kevin, Mathew, Pamela, Alex e Christian encontravam-se sentados ao chão.Enquanto Gaby e Lily estavam colocando o filme.

Remo se encontrava um tanto emburrado, já que percebera desde cedo na piscina as intenções de Kevin para com Giulia... E ainda tinha essa, querer sentar ao lado dela sendo que eu estava antes, pensou raivoso.
Vendo o filme começar e Giulia fechar um pouco os olhos, receosa. Sem pensar, um sorriso doce transpassou-lhe os lábios.

- Eu não gosto muito de filmes de terror... - disse Lily encolhendo-se, amedrontada.

Instantaneamente, Tiago passou os braços pelos ombros da ruiva, de uma forma possessiva. E Lily, pela primeira vez, sentiu-se protegida pelos braços de um homem que não fosse seu pai. Sentiu que Tiago a fitava ternamente esperando por sua reação, mais a garota apenas apoiou a cabeça em seu peito, em um gesto simples, mas confiante.

- Eles ainda vão se casar... - comentou Sirius baixo, fazendo Gaby virar-se para olhar Tiago e Lily.

-Eu espero... - respondeu Gaby sorrindo ao constatar o fato. - E eu vou ser a madrinha. - completou sorrindo, sem ver que Sirius a fitava.

- Eu acho que eu vou dormir antes do filme acabar. - disse Kevin. - Pelo menos seria melhor do que ver essa coisa feia aí... - disse observando a "menina" do filme.

-Que isso Kevin. - disse Giulia, apesar de estar morrendo de medo. - Eu mesma nem estou vendo o filme direito. - completou lançando um olhar de esguela a Remo, que também a fitava... E quando os olhares de ambos se cruzaram, sentiram um leve formigamento na bochecha e olhar para lados opostos, completamente envergonhados.

- Pelo visto o Remo também não gosta do... Kevin. - disse Gaby. - Também, o Kevin está dando em cima da Lia...

-Ai, Antony. Chega pra lá. Ta me sufocando. - disse Natalie, afastando um pouco o garoto de si.

- Foi mal... - desculpou-se o garoto, corando. - Mas não acho que esteja te sufocando.

-Claro. Porque não sou eu que to te apertando. - retrucou a menina.

- Isso por que você não quer! - disse o garoto com um sorriso maroto.

-Quem disse...? - murmurou Natalie, corando um pouco, pensando que ele não a ouvira.

- Então você queria? - perguntou ele surpreso e corado.

- Q-que...? - gaguejou Natalie, corando fortemente.

- Você quer dizer que queria? - repetiu Antony, encarando a menina.

-E-e-u....Ahh, vamos ver o filme, já vai começar. - respondeu Natalie gaguejando, voltando-se para o televisor.

- Você sempre arruma um jeito de fugir de mim... - bufou Antony.

- Mentira... - defendeu-se Natalie indignada. - Eu não fujo de você!

- E o que acabou de fazer agora à pouco? - perguntou o garoto erguendo uma sobrancelha.

-Bem...eu so estava querendo prestar atenção no filme que acabou de começar! - mentiu Natalie.

- Engraçado, você acabou de dizer que não queria ver o filme. - retrucou Antony.

-Ahh, mais, mais, mais, mais eu mudei de opinião. - indagou Natalie. - Não posso?

- Viu, está fugindo de mim de novo... – observou Antony dando uma leve risada.

-Não estou não. - discordou Natalie olhando em volta da sala em busca de uma das amigas para tirá-la da "situação" que começava a ficar constrangedora, mais desistiu vendo que todos estavam concentrados no filme e na "menina possuída". - Você não também queria ver o filme? - a comentou, fugindo do assunto.

- Natty, o que você tem contra mim? - perguntou Antony como se a pergunta fosse decidir algo de extrema importância.

-Eu não tenho nada contra você... - discordou Natalie indgnada. - Eu só...Eu só...É só que você está me deixando embaraçada. - mentiu ela.

- E por quê te deixo embaraçada? - perguntou ele sorrindo. - Eu não fiz nada...

"E agora?", pensou Natalie, "O que eu respondo?"

- Ficou muda? - perguntou Antony.

Natalie o encarou, e percebeu que este a fitava com um olhar que ela não saberia descrever. Sentiu um frio na barriga e estremeceu quando ele encostara sua mão na dela.
O contato de suas peles a deixava arrepiada... Será que o mesmo acontecia com ele?, ela se perguntou em pensamento.

Ainda se encaravam quando de repente gritos ensurdecedores os fazem pular de susto.

- Caramba! Credo! - disse Pamela, que estava no chão, com a mão no coração. - Que treco horroroso!

- Lily, querida. - disse Tiago sorrindo malicioso. - Eu se que eu sou lindo e perfeito, mais não precisa ter pressa pra me agarrar. - deduziu ele quando Lily agarrara sua camisa com pavor.

-Eu te odeio, Potter. - finalizou Lily, soltando-se dele depressa.

- Me odeia, é? - perguntou Tiago aínda sorrindo. - Hoje, mais cedo, não foi o que pareceu...

- Passado, Potter. Sabe o que é isso? - replicou Lily fazendo careta.

- Caramba, esses dois não se cansam de brigar? - perguntou Sirius, que, com o silêncio que fizera após o susto do filme, conseguiu escutar o que Lily havia dito.

-Não sou eu, é ela/ele. - disseram Lily e Tiago juntos, cruzando os braços.

- Claro... - disseram Gaby e Sirius revirando os olhos.

-E você dois não podem falar nada. - defendeu-se Tiago.

-Pela primeira e única vez na minha vida, eu concordo com o Potter. - concordou Lily, arqueando as sobrancelhas.

- Então, que tal todos ficarmos calados? - sugeriu Gaby.

-Eu acho uma idéia sensata. - opinou Alex olhando-os com cara de poucos amigos. - Já que vocês não calam a boca...

- É melhor você calar se não quiser morrer, maninho... - disse Gaby lançando-lhe um olhar ameaçador...

-Quem vai morrer daqui a pouco é a Giulia. - observou Sirius risonho, vendo Giulia agarrar-se a Remo olhando o filme com um dos olhos fechados. - E bem que o Reminho está tirando proveito... - concluiu malicioso.

- Com certeza... - concordaram Lily, Tiago e Gaby, observando os amigos.

- Mas eu acho que tem alguém que não está gostando nada, nada disso... - disse Lily, vendo Kevin olhando-os com ciúmes.

- Já não é a primeira vez que o Kevin gosta de alguém que ele, no mínimo, não tem nenhuma chance. - disse Gaby.

-Ah, é? - perguntou Sirius curioso. - Quem foi a azarada?

- Ah, você não conhece... - quem respondeu foi Tiago. - era de Hogwarts também, da Corvinal...

-Eu conheço todas as garotas da Corvinal, Tiago. - gabou-se Sirius.

- Que novidade... - murmurou Lily revirando os olhos.

- E deve conhecer até de mais. - murmurou Gaby indiferente.

- Pode ter certeza... - disse Sirius sorrindo maroto. - Mas hein, qual o nome da coitada?

- Emily D'Loren, sexto ano. – respondeu Tiago.

- Tá bem, eu admito... - disse Sirius pensativo. - Essa eu nunca ouvi falar...

- Que milagre. - zombou Lily apoiando-se no sofá.

- Você não quer que eu conheça cada garota de Hogwarts não é? - perguntou Sirius, baixo, não querendo atrapalhar o filme.

- Bem, pela sua fama. - comentou Lily. - É de se admirar que não a conheça.

- Que fama? - perguntou Sirius. - O que andam falando da minha pessoa? – perguntou, fazendo Gaby e Lily abafarem um riso.

-Que você é o “garanhão” de Hogwarts. - disse Lily, pra depois completar secamente. - Você e o Potter.

- Quem diz isso? - perguntou Sirius sorrindo.

- Hogwarts? - ironizou Gaby, com ciúmes.

- Que exagero! - disse Sirius ainda sorrindo. - Eu não saí com tantas garotas assim...

- Claro...- murmurou Tiago sarcasticamente, risonho.

- Sirius... - disse Gaby sombriamente. - Você nunca passou dos limites. né?!

- Não respondo por ele. - declarou Tiago erguendo as mão, em um gesto de rendição.

- Tiago, vai atrapalhar o resto do pessoal ver o filme! - disse Lily abaixando a mão do maroto.

- Tiago de novo, Lily?!? - indagou ele, sorrindo.

- Ah, cala a boca, Potter! - disse a menina corando irritada.

- Eu calo Lily. - ele disse, e depois completou em tom maroto. - Mais eu prefiro que você mesma cale, sabe... De um jeito muito melhor. - e piscou pra a ruiva, que já começava a ficar vermelha, sabe-se lá de raiva ou vergonha.

- Você não tem jeito mesmo, Tiago... - disse Gaby rindo.

- Potter, eu acho bom você calar essa sua matraca, antes que eu arranque a sua língua . - sibilou Lily.

- Mas hein, Sirius. - chamou Gaby. - não me respondeu...

- Com certeza já. - disse Clark, entrando na conversa.

- E com que certeza você afirma isso, Bucker? - perguntou Sirius, arqueando as sobrancelhas.

- De santo, você não tem nem a cara. - disse Clark, fazendo com que Lily e Gaby dissessem algo como "Tá ferrado.”

- Nem você, Bucker. - disse Sirius. - E você não sabe nada da minha vida, e ela tampouco lhe interessa.

- Vocês dois querem calar a boca? - perguntou Gaby percebendo certa hostilidade entre os dois garotos.

Clark e Sirius calaram-se de imediato.

- Depois que fala de mais sou eu. - murmurou a menina. - Nem parece que tem alguém vendo o filme... - completou.

-É mesmo, acho que os únicos que estão vendo o filme são Alex, Cristopher, Pamela,Remo e Giulia. - disse Lily correndo os olhos pela sala.

- Então deixa eles verem. - disse Tiago. - E se tiver medo, Lily, to aqui para te proteger... - completou, com um sorriso maroto.

- Não!muito obrigada, Potter. - ironizou ela, com os olhos verdes faiscando.

- Ah, Lily! - exclamou Tiago, baixo. - Você fica linda irritada. Aliás, você fica linda de qualquer jeito!

- Obrigada. - murmurou Lily corada.

- Sirius, aínda não me respondeu! - disse Gaby baixo.

- Porque você não pergunta pra ele mais tarde?! - disse Lily, que ouvira o comentário da amiga. - Quando estiverem...A sós? - sorriu.

- Por que não vamos ficar a sós. - respondeu Gaby revirando os olhos.

- Quem disse? - retrucou Lily. - Vamos passar praticamente dois meses em férias, Gaby. E querendo ou não, alguma hora você irão ficar sozinhos....!

- Quem vai ficar sozinho com quem? - perguntou Clark, novamente.

- Ninguém, Clark. - mentiu Lily.

- Também quero saber... - disse Sirius.

- O Fulano e o Cicrano. - disse Lily cansada de repetir. - Ah!E o Beltrano, também.

- Lily, você tá planejando carreira para o circo? - perguntou Sirius, mas mesmo assim, rindo.

- O único palhaço aqui é o Alex. - riu Gaby.

- Ele é bem doido... - disse Lily rindo.

- Fala isso agora porque você não viu quando essa peste quando era criança. – riu Gaby.

- Era pior? - admirou-se Lily. - Não que ele seja "ruim" mas, como já disse, ele é doidinho...

- Parecia uma pestinha ambulante. - disse Gaby rindo, e depois completou emburrada - E puxava sempre o meu cabelo...!

- Aí a culpa já era sua. - interrompeu Tiago. - Sempre teve o cabelo longo. E deixava solto...

- E o seu sempre foi esse ninho. - retrucou Gaby.

- Cada hora alguma mente brilhante arruma um motivo igualmente brilhante para discutir... - ironizou Clark.

- É, mas pelo menos varia de vez em quando... - retrucou Lily.

- Isso é alguma vantagem? - perguntou Sirius.

- Não. - respondeu Lily. - Mais pelo menos não fica entediante...

- Falando em "entediante", está meio "tedioso" aqui, né? - disse Gaby num tom levemente sugestivo.

- Está sim, esse filme parece até que não tem fim! - exclamou Tiago.

- Está sendo bom para alguns... - disse Lily observando os amigos. Lia estava praticamente agarrada à Remo. Aliás, estava realmente agarrada à Remo.

- Mas pra mim não. - bufou Gaby. - Nem pra eles. - completou apontando para Sirius, Tiago e Clark.

- O filme já está acabando? - perguntou Tiago. - Quando acabar, vamos lá pra fora. Eu sei que já está escuro, mas podemos andar por aí...

- Podemos, se a Natalie não morrer de medo. - disse Gaby olhando para a garota que estava palída e com os olhos arregalados.

- Mas o que vamos fazer lá? - perguntou Sirius.

- Sei lá... - disse Lily. - Passear?

- Boa idéia. - disse Gaby sorrindo. - Tem lugares bem bonitos aqui. Que ficam bem melhores se vstos à noite.

- Ótimo. - concordou Lily. - Depois desse filme horrendo, falemos com os demais.

- O filme nem é tão ruim... - disse Sirius.

- Não é ruim pra você! - exclamou Lily. - Não sei como eu sugeri esse filme. - completou em uma careta.

- Mas hei - perguntou Sirius. -, aonde vamos?

- Não sei, perguntem a Gaby ou ao Potter, eles que moram aqui, né... - disse Lily.

- Tem um parque aqui... - disse Tiago.

- Cheio de ipês. - interrompeu Gaby. - É bem bonito...

- Vamos lá então. - concordou Lily.

- Agora, temos que esperar esse filme acabar... - murmurou Gaby tombando a cabeça para trás.

- E vai demorar muito, acho eu... - disse Lily.

- Espero que não. - disse Clark.

- Alguém me acorde, quando acabar... - disse Gaby rindo.

- Já vai dormir, Gaby? - perguntou Sirus.

- E para quê eu quero ficar acordada? - perguntou a menina. - Eu que não quero ficar vendo essa coisa horrorosa pra ter pesadelo...

- Você não precisa olhar para o Bucker. - disse Sirius. - Pode olhar pra mim e ter sonhos maravilhosos.

- De convencido, até a cara você tem, Sirius... - disse Gaby, por incrível que pareça, rindo.

- Eu concordo. - disse Lily rindo. - Daqui a pouco o ego dele estoura.

- Tá bem, eu sei que vocês me amam... - disse Sirius rindo.

- Errado. - disse Tiago. - A Gaby sim, mais a minha Lily, não.

Gaby olhou feio para Tiago e lhe deu um soco no ombro.

- Eu eu não sou sua, Potter! - exclamou Lily.

-Não é agora. - ele disse. - Mais será. - e sorriu maroto.

- Só nos seus sonhos, Potter... - murmurou a ruivinha.

- Também. - ele murmurou em concordância.

- Acho que o lema dessas férias deveria ser "Quando não é um, é outro". - disse Sirius.

- Mais o assunto sempre volta para isso. - disse Gaby. - Que tal não brigarmos mais essas férias?

- Hoje é o primeiro dia, e já brigamos. - disse Tiago. - Quem dirá nos últimos dias...

- Isso é muito difícil quando temos aqui Tiago X Lily e Sirius X Gaby. - disse Giulia por trás destes.

- Nós brigamos muito, realmente... - disse Lily. - Mas acho que se todos nós ficarmos longe uns dos outros vai ser horrível!

- Vai porque assim reinará a paz no mundo. - riu Giulia.

- O filme já acabou? - perguntou Clark.

- Já, e estamos só vendo vocês discutirem... - disse Alex. - É tão divertido.

- E você é um intrometido... - retrucou Gaby levantando-se.

- E você é um intrometido. - Alex imitou Gaby, deixando-a furiosa.

- Você vai morrer dormindo, palhaço... - disse Gaby baixo.

- Não faça isso Gaby. - riu Antony que estava abraçado a Natalie que tremia de medo ainda. - Eu ainda quero vê-lo contar piadas e fazer malabarismo no circo.

- E eu quero vê-lo dentro de uma jaula. - retrucou ela.

- Natalie ainda está com medo? - perguntou Pamela arqueando as sobrancelhas.

- Não. - respondeu Antony rindo. - É só pretexto pra que eu abrace ela mesmo...

- Cale a boca, Antony. - disse Natalie dando um tapa no braço deste.

- Nós vamos lá pra fora? - perguntou Sirius.

- Vamos se todos concordarem. - disse Tiago.

- Eu vou! - disseram em coro: Remo, Giulia, Tiago, Kevin, Gaby, Lily e Clark.

- Desculpe, já vai ficar tarde e eu tenho que ir. - desculpou-se Natalie.

- Já, Nat? - perguntou Kevin. - Ainda está cedo...

- Já sim. - respondeu Natalie. - Vai ficar tarde depois.

-Bem, então eu também já vou. - respondeu Antony

- Se vocês forem juntos, só vão chegar amanhã... - disse Pamela rindo. - Mas eu também já estou indo. Realmente já está ficando tarde...

- Eu também tenho que priva-los da minha companhia. - disse Alex rindo.

- Jura? - disse Gaby sorrindo. - Mas que pena... - ironizou.

- Pena mesmo, irmãzinha. - riu Alex ignorando a ironia. - E vou levar Pamela comigo. - piscou.

- Esse não tem conserto... - disse Tiago rindo.

- Olha quem fala. - disse Lily.

- Já estou indo também... - interrompeu Christian, que ficara calado durante todo o filme.

- E eu também... - disse Mathew. - Se não meu pai me mata...

- Bem, só sobraram Lily, Gaby, Giulia, Remo, Sirius, Tiago, Clark e eu. - disse Kevin.

- Escuta, nós ainda vamos lá pra fora? - perguntou Lily. - Está ficando um pouquinho frio...

- Vamos se todos concordarem. - disse Remo. - O Tiago te esquenta Lily. - completou sorrindo e piscando para o maroto que riu.

- Ele não vai chegar nem perto de mim! - disse Lily corando. E completou, só para Remo ouvir. - Mas suponho que você queira esquentar alguém, né? - disse apontando discretamente para Giulia.

Remo corou e desviou o olhar.

- Nós vamos ou não? - indagou Giulia cruzando os braços.

- Por mim, já estávamos lá fora. - disse Gaby. - Eles já foram embora mesmo...

- Vamos então. - disse Giulia dando a mão para Remo que corou, mas mesmo assim segurou.

- Acho melhor deixar eles sozinhos... - disse Sirius baixo, rindo.

Tiago riu.

- Então me deixe sozinho com a Lily.

- Por nós, tudo bem... - disseram Gaby e Sirius juntos.

- Não vou ficar sozinha com o Potter! - retrucou Lily.

- Então você fica comigo. - disse Gaby. e completou baixo. - Por que eu que não vou ficar sozinha com o Sirius...

- Mais anda tem o Clark e o Kevin. - riu Lily.

- Então tá... - concordou a menina sorrindo. - mas me responde. Por que não quer ficar sozinha com o Tiago, hein?

- Porque com certeza ele vai tentar coisas que desagradam a minha pessoa. - retrucou Lily emburrada.

- Lily, ele gosta de você. - disse Gaby como se ninguém soubesse daquilo. - Não acho que ele iria tentar alguma coisa que te magoe.

- Também acho que não, mais ele não gosta de mim. E duvido que goste de alguma garota de verdade. - disse Lily. - Ele só me quer como mais uma na imensa lista dele. - completou vendo-o conversando com Sirius e Clark.

- Lily - disse Gaby sorrindo. -, Não é por que as garotas em Hogwarts correm atrás dele, que ele se aproveita disso. Isso eu te garanto. Eu o conheço a bastante tempo, é tempo o suficiente para saber que tipo de pessoa ele é.

- Pra mim ele parece tão...Imaturo, prepotente e arrogante. - suspirou Lily. - Mas sei que com o tempo eu me acostumo... Acho que nunca vou me livrar desse traste. - brincou ela.

- Ele é uma boa pessoa! - riu Gaby. - Com o tempo, você percebe isso...

-Garotas,- disse Sirius chegando por trás das duas. - adoram fofocar! - completou para que Gaby e Lily ouvissem.

- Fofocar é o caramba! - disse Gaby. - Quem fica se metendo na conversa dos outros e falando sobre só Deus sabe o que, é você!

-Só Deus não, acho que todo mundo sabe. - disse Giulia. - Do jeito que esse aí é, é bem capaz de ficar se metendo na conversa de todo mundo.

- Assim vocês me magoam, meninas... - disse ele rindo. - Mas tudo bem, se não quiserem, eu não digo mais nada.

- Duvido. - ironizou Remo.

-Isso é um desafio? - ele perguntou arqueando as sobrancelhas, arrogantemente.

- Meninos... - disse Lily revirando os olhos. - adoram competir por alguma coisa...

-Olha quem fala. - disse Tiago cruzando os braços, em defesa dos meninos. - Não somos nós que competimos qual o cabelo mais bonito e etc...

-Ah, é assim, é? - indagou Lily, cerrando os olhos.

E assim iniciou-se mais uma discussão, MeninasXMeninos.

- Caramba, que é que eles têm? - perguntou Clark erguendo as sobrancelhas.
- Sei lá. - resmungou Kevin. - São uns imbecis. Acham que são os donos do mundo. - sussurrou só pra que Clark o ouvisse.

- Desculpe... - interrompeu Lily virando-se para o garoto, séria. - O que... o que disse?

-Eu não disse nada. - mentiu Kevin sorrindo, tentando parecer simpático, já que todos o observava agora, inclusive Giulia. - Você deve estar imaginando coisas,,.

- Tá bem... - disse Lily não muito convencida. - E sobre o que vocês estavam falando?

- Bem, sobre quando vamos passear. - mentiu ele.

-Ahh.

- Você não mente bem... - disse Tiago baixo, quando chegou perto de Kevin.

-O que? - perguntou Kevin, sua expressão era de fingida inocência.

- Vocês vão querer ir onde? - interrompeu Clark, dirigindo-se às meninas.

-Bem... Ao parque. - disse Lia. - Pode ser? - ela indagou aos outros.

- Por mim, claro! - concordou Remo sorrindo. - Vamos?

-Vamos. - concordaram os outros.

Um por um foi saindo da casa, conversando alto.

Bem, tinha como negar que aquela seria uma longa noite...

[...]

Caminharam todos em direção ao parque, conversando. Alguns calados.

- Sirius, me diz uma coisa? - perguntou Gaby. - Por que o seu apelido é "Almofadinhas"?

Os Marotos ficaram pálidos de repente.

- Err... - Sirius tentava encontrar uma resposta.

- Que foi? - perguntou Lily curiosa. - Também quero saber...

- É Sirius, porque seu apelido é Almofadinhas? - quis saber Giulia também.

As três garotas agora aguardavam uma resposta ansiosamente.

- E-Eu não sei... - respondeu ele pouco convincente. - O Pon...Tiago começou a me chamar disso. - terminou, antes que elas quisessem saber a origem dos apelidos de todos.

- Ah...

Vendo que elas aceitaram a resposta, ele continuou animado.

- E sabe como o Tiago é né, se anima todo pra escolher esses apelidos de "bichinha".

- "Bichinha" é a sua...

- Vão começar outra discussão, Potter? - interrompeu Lily. - Francamente, não conseguem ficar quietos?

- Não perto de você ruivinha. - riu Tiago abraçando-a pelos ombros.

- E ela, mais uma vez, não reclamou! - disse Gaby sorrindo, baixo, para Lia. - Tem alguma coisa muito diferente aqui...

Giulia riu.

- Concordo com você, Gaby. A Lily ta estranha. Ela nem grita tanto, quando antes.
- Bom, meu tímpanos agradecem. - disse Gabrielle se referindo aos berros que Lily dava depois de uma discussão com Tiago.

- Sobre o que estão conversando, moças? – interrompeu Kevin, logo atrás das garotas, ao lado de Clark.

- Nada de mais... – respondeu Giulia.

Eles já estavam a poucos quarteirões do parque.

- Acabou o assunto? - perguntou Tiago, após apenas, alguns segundos de silêncio.

- Ah, Tiago, que tal guardarmos o assunto pra discutirmos no parque?Qualquer que seja ele. - disse Giulia, apontando para o parque que se encontrava a poucos metros de distância deles.

-Quem chegar por último é a mulher do Snape! - disse Tiago, em seguida disparando em direção ao parque seguido por Sirius, Clark e Kevin.

Remo, Lily e Gaby reviraram os olhos.

-Garotos...! - disseram Lily, Gaby e Giulia em coro, se entreolharam e em seguida caíram na gargalhada.

-Remo. Eles vão te encher a paciência agora. - riu Lily.

-É e vão te chamar de... - Gaby prendeu o riso. - Mulher do Snape.

-Ecaa! - disse Giulia fazendo careta de nojo.

Remo riu.

- Eu que não saio correndo que nem um louco, pra ver que vai ser chamado de "Mulher do Snape"... - disse ele ainda rindo. - Mas pelo visto, vai ser o Perrout...

-Coitado dele então. - disse Giulia. - Vai ser atormentada a “vida inteira” agora...
Remo parou de rir quase instantaneamente.

-Coitado nada. - ele sussurrou para si mesmo, e ficando satisfeito só de imaginar Tiago e Sirius atormentando Kevin. Sacudiu a cabeça levemente tentando espalhar aqueles pensamentos. Ele não era assim, e tinha quase certeza de que Giulia não gostava de Kevin. Mais não pode deixar de sorrir vitorioso novamente, agora lhe vinha à mente a imagem de Giulia desprezando Perrout.

- Que foi Remo? - perguntou Gaby curiosa, ao notar o sorriso do garoto. - Ta feliz, é?

- Feliz..? - disse ele parando de sorrir. - É, pode se dizer que sim... Hoje foi um bom dia... - completou, vagamente, fazendo as meninas se entreolharem.

Quando alcançaram o parque, distinguiram Sirius, Tiago, Kevin e Clark discutindo, provavelmente, sobre a "corrida-pela-ela-sobrevivencia-de-quem-não-quer-ser-atormentado-a-vida-toda-sendo-chamado-de-mulher-do-Snape.".

- Eles são tão... Crianças! - murmurou Gaby. - Fala sério, ainda bem que você não foi, Remo!

- Mais é claro que não foi, e nem ia, não é?O Remo não é tão criançinha como eles. - protestou Giulia.

- Eu se... Alguém quer calar a boca deles? - exclamou, quando ouviu, no mínimo, a terceira reclamação vinda dos garotos. - Por Merlin!

-CALEM A BOCA VOCÊS! - berrou Lily. - Oh senhor!Dai-nos paciência!

- Que isso, Lily! - disse Sirius tampando os ouvidos. - A sua voz já vale por todas as nossas juntas!

-Tava demorando. - disse Gaby lembrando do que Giulia disse.

- Demorando o que? - perguntou Lily. - Tá, não importa! E agora, o que vamos fazer aqui?

- Não sei. - disse Tiago. - Mais eu tenho uma idéia em mente... - completou olhando para a outra extremidade do parque.


----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nota das Autoras:
Mais um capitulo extra grande, sabemos. ^^’ . Mais não conseguimos resistir a escrevê-lo assim.
Pelo menos tem gente que gosta dele assim, tamanho família. ;D
Ahhh, obrigada pelos comentários superfofos, superlindos, superlegais... [ meia hora de super's sei lá o que... ]
COMENTEM gente!É de graça!Não cobramos nada por um comentário!Nem tarifas nós cobramos, viram?Agora façam-nos felizes colaborando com um comentário, sim? *.*

Beijos,
Lia Lupin e Gaby Black



Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.