FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

30. O que tiver que ser será


Fic: A vida continua... Cometem pessoal!!!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Rony ficara estranho após a conversa que tivera com o filho, andava quieto, pensativo, nem mesmo Camille o incomodava. Até mesmo Harry havia percebido que seu cunhado não estava em seu juízo perfeito.

_ Iiii... O Rony anda estranho de mais Gina, não sei não.
_ Você acha Harry, pra mim ele continua o mesmo de sempre.
_ Não sei.

Os dias se passavam, o resultado do exame de Gina já estava quase chegando, ela esta inquieta também, não comia direito, se irritava com tudo que demorasse ou que não saísse como ela queria.

_ Ai Mi, o que esta acontecendo comigo? Será que eu estou enlouquecendo?
_ Calma Gina, é normal, eu também passei por isso!
_ Você acha é, sei lá, as vezes acho que eu estou extrapolando, outro dia mesmo eu briguei com o Harry porque ele veio me dar um beijo sem ter tomado banho, que nojo, eu quase vomitei, ele estava suado. Gina fez cara de nojo ao lembrar-se do fato. Hermione apenas riu da amiga, ver Gina comentando sobre sua possível gravidez fez com que ela lembrar-se da sua, de como ela queria poder ter enjoado do cheiro de Rony, ter o feitoele acordar altas horas da madrugada para buscar cerveja amanteigada com chocolate para ela.
_ Mi... Mione... Você esta ai?
_ Hã... o que foi, desculpa acabei me perdendo em pensamentos.
_ Eu vi... As duas riram, elas estavam sentadas na sala conversando quando ouviram duas pessoas conversando em um tom alto, isso mais parecia uma discussão na realidade.

_ Como assim Ronald, você não quer se casar comigo é isso não é? Gritava Camille.
_ Calma Mille, não é isso, eu só disse que precisava de mais um tempo para pensar, só isso.
_ Tempo, pra tempo? Você já teve tempo de mais Ronald Weasley, você acha o que, que eu sou como as garotas que você enrolou é? Pois se é isso você este muito enganado, pois ou você decide de uma vez a data do nosso casamento ou... Ou... Eu acabo tudo entre nós, você esta entendendo. Camille desceu nervosa a escada, sendo seguida por um Rony estranhamente calmo.
_ Mille... Espera... Mille por favor, me espera... Mille. Mas seus chamados de nada adiantaram, a loira passou batida pela sala indo em direção ao Jardim onde num “CRACK” aparatou. Rony seguiu até fora da Toca onde viu sua noiva aparatar, voltou para dentro da Toca, ele também não havia visto Gina e Hermione sentadas na sala, as duas agora o encaravam, até que Gina não se contendo perguntou:

_ Algum problema maninho? A pergunta de gina soou cínica para Hermione.
_ Não nenhu... Mas de onde vocês surgiram? Perguntou Rony assustando-se da presença das duas.
_ Estávamos aqui o tempo todo, vocês não nos viram? Respondeu Hermione fazendo-lhe outra pergunta.
_ Não, nem vi vocês, desculpem.
_ Ta, mas e daí não ai me dizer se eu posso te ajudar com alguma coisa? Insistiu Gina.
_ Só se você conseguir convencer Camille a adiar um pouco mais o nosso casamento!
_ Mas porque Rony, você me pareciam tão bem juntos! Gina estava forçando uma conversa. Hermione não estava gostando do rumo que ela estava dando, seu coração parecia querer sair pela boca naquele momento, ela não queria ouvir a resposta de Rony, mas não tinha escolha ele já havia dito.
_ Porque eu não sei se é dela que eu realmente gosto! Rony respondeu Gina encarando Hermione, a morena sentiu sua face corar, “ele havia dito realmente aquilo?” pensava ela.
_ Mas você não acha que agora é um pouco tarde “Ronynho”? Disse Gina debochando do irmão.
_ Nunca é tarde para consertar nossos erros maninha! Rony ainda encarava Hermione ao responder a irmã, Hermione agora olha nos olhos de Rony, um frio havia se instalado em sua barriga, “ele realmente estava falando aquilo?”. Bem garotas a conversa está ótima, mas eu preciso ir, tenho que começar a consertar meus erros. Dizendo isso Rony subiu para seu quarto.


Longe dali, em uma praça deserta...

_ Porque você ma chamou aqui?
_ E você ainda pergunta? Tem certeza que não sabe o porquê de eu ter lhe chamado John?
_ Camille, eu estava apenas fazendo meu trabalho!
_ John eu te conheço, você esta envolvido pela Sangue-ruim não é mesmo? Você é um fraco, um fraco John.
_ Camille não seja estúpida, você sabe que eu tenho que terminar minha missão, você é que estão apressados de mais.
_ Não John, eu estou te livrando de si mesmo maninho, ou você acha que quando ela ficar sabendo ela será tão complacente com você como eu estou sendo? John você tem que terminar logo sua missão e acabar com a vida dela o mais rápido possível.
_ A Camille não enche, e você com seu Ronynho, eim o que me diz? Me parece que você também esta gostando muito dele!
_ Hahahahha, você sabe que o amor não existe mais em mim maninho, e quanto ao idiota do Rony, ele é só um brinquedinho, uma distração até eu acabar com toda aquela família idiota dele. Mas pelo que eu estou vendo Davi tinha razão, você esta apaixonado pela sangue-ruim, não sei como você pode ser tão fraco, depois que tudo que eles nos fizeram, por acaso você já esqueceu o porque que somos órfãos eim John?
_ Eles não tiveram culpa minha irmã!
_ Cale a sua boca imunda John, se você não tem sangue correndo pelas suas veias, não subestime quem tem! Não me faça esquecer que sou sua irmã ou...
_ Ou o que eim Camille, você vai me matar? Vai me castigar? Eu não sou mais aquele garotinho que você dominava, eu sei o que é melhor pra mim.
_ Eu espero que saiba mesmo John, porque você não vai querer ficar no meu caminho! Camille aparou deixando John para trás, ele nunca havia visto sua irmã daquele jeito, ele sabia que ela guardava um enorme rancor em seu coração, mas não acreditava que ela fosse capaz de ir tão longe, agora ele teria que escolher entre seu amor por Hermione e a sua fidelidade a irmã e a Sua Sra.

Os dias iam passando e o dia da entrega do exame de Gina havia chegado, Gina receberia o exame no St.Mungus, queria abri-lo sozinha, não queria que mais ninguém soubesse para o caso de dar negativo o resultado. Hermione aquela manhã acordara sonolenta, estava cansada, ela ainda vestia sua camisola quando procurou algo para prender seu cabelo na mesinha ao lado de sua cama, ao tatear a mesinha sentiu algo estranho, forçando contra claridade ela conseguiu ver que na mesinha estava um pedaço de pergaminho, ela pegou o pedaço de papel, não havia destinatário nem remetente, ela pensou ser algum dos cartões que Jorge fazia para ela, mas ao lê-lo viu que não se tratava disso, muito pelo contrário...

“Há momentos na vida que nada mais parece fazer sentido,
que tudo vem e vai como um turbilhão de emoções... Me vejo perdido muitas vezes, posso sentir a solidão penetrando em meus ossos, gelando meu corpo, minha alma... Mas sei que o sol sempre vai brilhar, como um belo sorriso para me aquecer novamente e me levar daqui... Espero o sol, espero esse sorriso, espero por vc...”

Hermione lera duas vezes o pergaminho, não acreditava no que estava lendo, que teria escrito aquilo para ela, quem seria tão gentil, romântico, que poderia fazer aquilo, de súbito veio a sua mente a imagem de Rony, daqueles olhos azuis, aquela boca linda, mas de repente hermione parou e sua razão a tirou dos devaneios “Francamente Hermione é mais fácil um Trasgo ter escrito isso para você!”. Hermione ficou na dúvida, mas não conseguia disfarçar o sorriso em seus lábios, descera para o café e encontrara Rony sentado a mesa terminando seu café.

_ Bom Dia Rony! Exclamou Hermione dando um beijinho no rosto do Ruivo.
_ Bom Dia – respondeu ele - Viu o duende verde foi?
_ Há há há... Não é que eu recebi um bilhete anônimo de um admirador secreto.
_ Você é louca Hermione, como você vai abrindo essas coisas assim e se fosse alguém querendo fazer mal para você?
_ Ai Rony como você é sem graça, você sempre consegue estragar meus momentos. Você é um idiota sabia.
_ Ta, ta não esta mais aqui quem falou, mas posso ver o bilhete do tal admirador secreto?
_ Pra que? Para você ficar debochando?
_ Não, só quero ver se eu conheço a letra, vai se saber né? Hermione estendeu a mão com o pergaminho para Rony que leu, releu, e entregou a Hermione novamente.
_ E daí conhece a letra?
_ Não, mas pude notar que não diz seu nome ai, alias, não diz o nome de ninguém ai nesse pedaço de pergaminho, como você sabe que é realmente para Você?
_ Grrrrr Eu sou uma idiota mesmo, não sei porque eu ainda te dou conversa seu “legume”, é pra mim porque estava no meu quarto, e em cima da minha mesinha.
_ Bom se você esta dizendo... Rony disse isso com um leve sorriso nos lábios e saiu para trabalhar. Hermione logo saiu também ela antes de ir pro ministério iria passar na sala de Gina para ver se ela já havia aberto o resultado e ver a resposta, para depois ir trabalhar.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.