FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

26. Um presente inesperado


Fic: A vida continua... Cometem pessoal!!!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

O Aniversário de Jorge havia chegado, todos na Toca estavam felizes, a festa estava marcada para depois do almoço, amigos da família e algumas crianças da vila próxima a Toca foram convidados, a Toca estava cheia de Crianças e Adultos, Neville e Luna, que estava grávida, também haviam sido convidados. Jorge e Amélia não se largavam, a tarde foi passando, o dia era de alegria, para as crianças havia muitos brinquedos, dos quais é claro não podia faltar o bom quadribol, as vassouras eram enfeitiçadas e não passavam de 1m de altura, Jorge apesar de ser ainda pequeno já demonstrava que seguiria os passos do pai, era o goleiro de seu time, Amélia também jogava, mas suas habilidades eram de batedora. A tarde foi passando e o momento mais esperado foi chegando, era hora de cortar o bolo, este era em formato de um grande e vermelho “Livro”, Jorge que escolhera, na capa estava gravado “J.G.W”. Todos se reuniram em volta da grande mesa, decorada com temática de Quadribol e Biblioteca, isso mesmo, Jorge havia herdado o gosto dos pais, além se ser uma grande promessa para o Quadribol, Jorge também era fã de histórias, adorava “ler”, cantaram o parabéns, Jorge estava ansioso queria corta o bolo logo, mas após cortar o primeiro pedaço ele ficou numa grande dúvida, pra quem o daria? Ele pensou, pensou e então entregou o primeiro pedaço a sua Avó, Molly ficou emocionada e abraçou o garoto, todos festejaram a decisão do menino que é claro não escapou de um dos comentários de Fred.

_ Garoto esperto esse... É melhor mesmo você já ir pegando o lado dela porque ela pode ser terrível. Fred falou isso em meio às gargalhadas, mas foi repreendido por Angelina.
_ Que isso Fred, cresça! Todos riram, a tarde ia findando e algumas estrelas já teimavam em querer aparecer, haviam ficado apenas os Weasleys e os amigos mais próximos, Jorge brincava no quintal com Amélia e mais algumas crianças, Hermione Conversava animadamente com John enquanto Rony bufava de raiva. Num dado momento Hermione, que estava sempre supervisionando o filho, sente um enorme aperto no coração e sai à procura do filho, vai até onde ela vira Jorge brincar pela última vez, não os encontra, volta para Toca e vê Amélia que vinha da sala.

_ Amélia, você viu o Jorge? Perguntou a morena à menina.
_ Sim tia Mi, ele fico lá fora caçando duendes.
_ Como assim, ele está lá fora sozinho?
_ Sim tia, eu vim aqui pegar alguma coisa pra encerrar os duendes enquanto ele os pegava. Hermione sentiu seu coração disparar, suas pernas tremiam e logo vieram a sua cabeça os sonhos, seu coração apertou ainda mais, Jorge estava lá fora, sozinho, algo podia acontecer, Hermione saiu em disparada para o quintal, ao sair na porta viu apenas algumas lanternas postas por Fred para iluminar o local, não encontrara Jorge em lugar algum, o desespero começou a atingir Hermione, ela chama o filho, Hermione estava desesperada, ela segue chamando pelo filho, Hermione houve passos atrás dela saca sua varinha e vira-se

_ Expeliar...
_ Calma Hermione, sou eu John, o que houve você parece transtornada. Hermione arfante respondeu.
_ Eu sei que pode ser uma besteira, mas eu tenho tido sonhos e neles meu filho corre perigo, e agora pouco eu senti um aperto grande em meu coração e não acho o Jorge.
_ Calma Mione, nós vamos encontrar ele.
_ Por favor, chame o Rony, o Harry, eles vão saber o que fazer.
_ Sim eu vou chamá-los. Jorge deu as costas a Hermione e foi em direção a Toca. Hermione seguiu caminhando e indo em direção a um pequeno bosque que havia atrás da casa dos Weasley.

_ Jorge... Querido... Onde você esta? Jooooorge...

Hermione ouve um barulho a sua frente e sai correndo com sua varinha em punho, foi se aproximando e viu Jorge atrás de uma pequena árvore.
_ Jorge, que susto você deu na mamãe. Hermione disse, mas ao se aproximar do garoto ela viu que ele não estava só, ele estava cercado por mais duas pessoas. Jorge estava imóvel, Hermione entrou em desespero, seus músculos não se moviam, ela não conseguia sair do lugar, via seu filho ali, petrificado, mas não podia fazer nada para ajudar a ele, ela viu que uma das pessoas erguia sua varinha e apontava direto ara seu peito, mas antes que a pessoa pudesse pronunciar o feitiço Hermione abraçou Jorge o mais rápido que pode e Gritou “PROTEGO MAXIMA”, quando o bruxo lançou seu feitiço este bateu em uma proteção invisível, e ricocheteou quase acertando o outro. Ouviu-se então passos e feitiços começaram ser lançados, raios verdes, azuis e vermelhos era disparados tanto pelas duas pessoas que estavam na floresta como pelas pessoas que estava atrás de Hermione.

_ Rony proteja Hermione, ela está logo à frente caída com Jorge. Gritou Harry.
_ Nós te damos cobertura. Gritou John, logo após ter lançado um feitiço.
_ Ok eu vou lá. “EXPELIARMUS” Gritou Rony. Rony correu até Hermione e Jorge, quando os tocou eles aparataram para perto da Toca. Os dois bruxos aproveitaram para sumir dali também. Harry e John voltaram para Toca para ver como todos estavam. Os Weasley esperavam com suas varinhas em punho o retorno dos cinco, Gina estava na Porta e foi ela a ver e ajudar Rony a por Hermione e Jorge para dentro da Toca, logo após foi à vez de Harry e John entrarem pela porta da cosinha.
Gina agora se dividia entre os cuidados com Jorge e com Hermione, Angelina e Angélica ajudavam a com os medicamentos, Molly fora para a cosinha para preparar chá para a família, Fleur fora atrás dela. Amélia estava no colo de seu avô. Gui, Carlinhos, Fred, Harry, John e Rony estavam reforçando os escudos da Toca, tudo estava estranhamente calmo, qualquer barulho, por mínimo que fosse, era entendido como um alerta, no relógio da Toca, marcava perigo mortal a todos. A noite estava pesada, Todos estavam na sala, foi então que um barulho vindo dos andares de cima da Toca fez com que todos se assustassem e sacassem suas varinhas. Só não lançaram seus feitiços porque viram a tempo que quem descia era Camille, ela estava pálida, demais até pra ela, parecia cansada, Rony entrou pela sala e foi em direção a sua noiva.

_ Onde você estava querida?
_ Eu estava lá em cima, me senti indisposta e resolvi me deitar um pouco, sabe estou enjoada. Mas o que houve por aqui. Disse ela olhando para Jorge e Hermione q estavam deitados nos sofás.
_ Sofremos um ataque. Respondeu Rony.
_ Por Mérlim, como assim, machucaram o Jorge?
_ Não, graças a Mérlim Hermione foi mais rápida e conseguiu proteger ele.
_ Nossa que bom que Hermione é rápida.
_ Quando você for mãe Camille verá que nos transformamos no que for preciso para salvar nossos filhos. Essas palavras foram ditas por Fleur que entrava na sala carregando uma bandeja com chá de Camomila e biscoitos. Até mesmo para Fleur, que ganhara o título de “Miss Chatisse” Camille era demais, Fleur não simpatizava muito com a futura cunhada.
_ Entendo minha querida, mas quero saber logo, logo. Não é Ronynho. Camille disse essa frase passando sua mão por sua barriga.
_ Agora não é hora para isso Camille, preciso saber se Hermione e Jorge estão bem.
_ Ou sim... Claro primeiro a saúde deles.
_ Gina eles vão ficar bem? Perguntou Rony aflito.
_ Sim, basta descansarem um pouco e logo eles estarão prontos para outra.
_ Vira essa boca pra lá Gi, não quero que eles passem por isso novamente.

Hermione Jorge foram levados para o quarto que estavam instalados e ficaram repousando.

_ Eles só precisam ficar em repouso Rony, será melhor se você os deixar a sós.
_ Não Gina, eu não vou conseguir dormir. Eu fico.
_ Ok seu teimoso. Boa noite.
_ Adeus Gina e Boa Noite.

Gina e Harry foram embora, Gui e Fleur também foram, Molly os ahavia convensido que não era bom para Amélia e Fleur ficarem ali, o mesmo aconteceu com Angelina e Fred. Na Toca ficaram apenas, Arthur, Molly, Rony, Camille, John, que ficou a contra gosto de Rony, Carlinhos e Angélica. Durante a noite toda Rony não dormiu, ficou de guarda, observando Jorge e Hermione dormirem.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.