FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. A chuva


Fic: Londres


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Notas da autora:

Idade: 23 anos

Alexis - esposa do Harry (criação minha, na verdade fiz uma fic com ela, mas não terminei e acho que nem vou terminar!) e eles têm um filho chamado James.

E eu prefiro Ron a Rony.

P.S. : OBRIGADA À MINHA BETA-READER: NESSA!!!!

Disclaimer: A obra de Harry Potter não me pertence


Londres - Segunda-feira, 7:02 AM


Hermione Granger acorda com o som do despertador, que toca exatamente às sete horas e dois minutos. Ela se levanta devagarzinho para não acordar o noivo, que dormia profundamente ao seu lado. O barulho insuportável do despertador não o acordou, ela enfeitiçou o objeto para que apenas a acordasse.

Ronald Weasley acorda exatamente às sete horas e dois minutos, porque sentia frio. Sem abrir os olhos, apalpou a cama às cegas procurando o cobertor, mas sentiu uma coisa, a falta de alguém. Resolveu abrir os olhos para saber onde a mulher estava, nem precisou se levantar da cama, pois ouviu o barulho do chuveiro correr.

‘Nada melhor que um bom banho para começar
um novo dia’, pensou Hermione. Depois de ontem, a vida dela mudou, agora ela estava noiva! E ao pensar nisso, ela já ficou toda excitada e contente, ‘Preciso tomar esse banho logo, para poder fazer um café-da-manhã bem gostoso para ele!’ E com esse pensamento, ela saiu do banho, colocou o roupão e foi para a cozinha.

‘Foi uma noite incrível! Eu realmente deveria fazer isso mais vezes!’ pensou Ron enquanto se levantava da cama, precisava recolher suas roupas que estavam pelo chão. ‘Vou esperar ela terminar de usar o banheiro para eu tomar um banho!’.



Londres sempre foi a cidade preferida de Hermione, inacreditável o que uma cidade pode fazer com uma pessoa, ela veio para à cidade para ficar, logo depois que terminou a escola. Foi neste lugar que começou sua vida de aprendiz de bruxa e mais tarde de uma recém-formada em bruxaria pela escola de Hogwarts. Apesar de ter viajado para tantos lugares, ainda preferia ficar por lá, ela se instalou em um apartamento aconchegante e perto do metrô. E de lá ela cumprimentou o noivo que acabava de sair de seu banheiro.

- Bom dia!

- Bom dia... - o noivo chegou perto, pegou na mão dela e deu um beijo em cima - minha noiva.

Hermione só poderia alargar mais o sorriso.

- Fiz o café-da-manhã para você.

O noivo sorriu e a abraçou.

- Te amo, Mione.

Ele disse, enquanto dava um beijo no cabelo dela.

- Também te amo, Will.

O jovem casal se sentou à mesa para começar o café-da-manhã.





Londres é uma cidade grande. Muitas pessoas reclamam que morar nela é muito estressante e trabalhoso, são mais impostos e taxas e também onde tudo é mais caro como comida e moradia. Então, ‘por que todo mundo mora nela?’ ‘Porque é onde toda a diversão está!’, essa foi a resposta de Ron. E é por isso que ele está nessa cidade desde que arranjou um emprego lá.

- Qual é o seu problema?!

Perguntou Ron, gritando.

- Você é o meu problema Ronald Weasley! Quantas vezes tenho que dizer que minha casa não é hotel de graça!

- Mas... Amélia! Não posso fazer nada se eu perdi meu empr-

- Nem me venha com essas desculpas esfarrapadas! É você que é um vagabundo, não me surpreende você ter sido despedido. Ah! Mas é claro que não me deixa surpresa, é só a quinta vez que isso acontece, né?

Amélia estava perdendo os nervos com o namorado folgado dela, é claro que a noite de ontem foi maravilhosa, mas não poderia mais ficar deixando ele fazer isso com ela. Ela praticamente o sustentava! Não agüentava mais.

- Ei! Não te dei direito nenhum de você falar comigo desse jeito!

Amélia riu.

- Direito? É lógico que tenho o direito, sou eu que te sustento!

- Já chega, Amélia! Você passou dos limites! Nosso namoro está acabado!

- Ah é?!!!

- É!!!!

- Ah é, mesmo?!!!!

- Com certezaaa!!!

‘Rá! Peguei ela!’ pensou Ron, sorrindo por dentro.

Amélia foi para o quarto dela e saiu com uma mala, jogou para Ron o empurrando para a porta.

- Já vai tarde, então.

E ela bateu a porta na cara de Ron.


*****************************************************



- Você tem certeza de que tem que ir agora?

- Sim, querida. Nós poderíamos almoçar juntos!
Que tal?

- Adoraria! Mas tenho que almoçar com... os acionistas da empresa.

Will fez uma cara de confuso.

- Tudo bem! É estranho, você normalmente nunca fala de seu trabalho.

Hermione sorriu, nervosa, mas ele não percebeu.

‘Ai, ai... por que ainda não contei para ele que sou uma bruxa?’ pensou Hermione quando estava se despedindo de Will na porta. Ela fechou a porta de seu apartamento.

- Muito bem! Hermione Granger, quando seu noivo voltar você irá dizer para ele!

Ela disse para si mesma, depois voltou para a mesa e terminar de tomar seu café calmamente. Quando, de repente, lembrou que tinha um compromisso.

- Ai! Esqueci completamente! Como hoje vou almoçar na casa do Harry! Preciso sair antes para comprar um presente para o pequeno James!

Lembrando disso, Hermione terminou o resto de seu café num gole só e foi para o quarto se trocar.

‘Hoje será o melhor dia da minha vida! Estou sentindo!’ pensou Hermione enquanto se arrumava, ‘Preciso contar as novidades para Harry!’.







- Mulher maluca!! Não queria ficar nessa casa mesmo!!! Tenho um lugar muito melhor para ficar!!

Ron gritou para a porta que estava no nariz dele.

‘Acho que vou ter que fazer uma visitinha para Harry, ver se posso ficar uns tempos na casa dele’, Ron deu um suspiro e percebeu que estava sendo observado.

A velha senhora o olhava com reprovação nos olhos, Ron nem precisou saber o porquê, ele estava de cueca.

- Qual é? Nunca viu?

A senhora o bateu com a bolsa e continuou andando para o seu apartamento, resmungou:

- Hunf... sem-vergonha e mal-educado...

- Ai...doeu!

‘Esse dia está sendo péssimo! Preciso colocar umas roupas e ir na casa do Harry.’ E com esse pensamento abriu a mala.

- Aaaahhhh!!!!!!!!!

Ron tomou um susto, havia aparecido uma aranha gigantesca.

- Hahahahahaha, que maricas! Fica gritando do nada!

Uns garotos estavam rindo da cara dele.

‘Grrr! Aquela %&*@!! Tinha que colocar um feitiço na mala!!’ pensou Ron com raiva ‘Hoje definitivamente não é o meu dia’.

Ron se vestiu, pegou a mala e rumou para a casa do amigo.



*****************************************************



- James! Quantas vezes preciso dizer que você tem que tomar cuidado por onde anda com essa vassoura?

- Mas mama! Não posso fazer nada se esse vaso estava no caminho! Além do mais você pode consertá-lo!

Alexis reprimiu o menino com os olhos, e ele abaixou a cabeça com medo do que a mãe iria fazer.

- Harry! Querido!

‘Ah não! Ela está me chamando de querido, ela está brava!’ pensou Harry que estava no escritório.

- Sim?

Harry apenas mostrou a cabeça para fora do escritório, mas foi reprimido pelo pé da mulher que estava batendo sem parar no chão.

- Está bem... está bem, o que aconteceu agora?

Harry falou ao se colocar ao lado de Alexis.

- Seu filho! Acha que pode se resolver tudo com magia! Quebrou o vaso da sala de novo, é a sétima vez desde que VOCÊ comprou essa vassoura de brinquedo pra ele!

Harry deu um suspiro.

- Ale-

*Ding!Dong!*

‘Salvo pela campanhia.’

- Você fica! E converse com o SEU filho! Eu atendo...

Alexis deu as costas para os dois e foi atender a porta.

- Por que a mama fala que eu sou seu filho quando ela tá brigando comigo? Não sou filho dela também?

Harry riu do comentário do filho, passou a mão na cabeça dele carinhosamente e se agachou para começar a falar sobre não poder quebrar vasos.

Alexis viu pelo buraco da porta quem era, quando reconheceu a pessoa, colocou um sorrisinho de deboche na cara. E abriu a porta.

- Então, foi chutado? De novo?

- É bom te ver de novo, Alexis!

Ron deu um sorriso sarcástico para a mulher de Harry.

- Ahn!! Vejo que perdeu mais uma namorada, qual foi essa? A décima?

- Hey! Alexis... tive um dia péssimo hoje, que tal cortamos nossas conversas amorosas? Com o azar que tô tendo hoje, com certeza o Harry vai descobrir que a gente tem um caso!

Ron deu um outro sorriso sarcástico.Alexis deu um risinho, abriu passagem para Ron e pegou a mala dele.

- Harry está na sala com James, ele aprontou de novo. Vai lá! Eu coloco sua mala no quarto de sempre.

- Brigado, querida!

- Hey! Quer que eu esqueça da trégua que você me pediu?

- Ok! Ok! Vou lá dar um abraço no meu afilhado.





- Tio Ron!!!

- Opa! E aí, cara?

Ron pegou o menino e o rodopiou um pouco no ar, quando parou o segurou pelos braços e deu um aceno para o velho amigo.

- A Amélia te chutou do apartamento dela?

- Cala a boca. Tá parecendo sua mulher.

Harry ficou tentando conter a risada, mas não tava conseguindo.

- Pára, meu! Hoje não foi um dia legal, ok?

- Tá! Tá! Já entendi! Hey, quer voar um pouco?

- Como? Você está numa cidade trouxa!

- Ah! Deixa disso... vamos voar aqui dentro, com essas vassouras de brinquedo! - virando-se para o filho, disse - Quem conseguir dar três voltas pela casa, ganha!

- Fechado! Se eu ganhar, quero voar na sua vassoura de verdade!

- Ok! Mas eu vou junto!

Ron sorriu, Harry merece a vida que ele tem agora, vive uma vida tranqüila com um filho e uma esposa. E ele, bem, ele está tendo aquele dia e ainda era de manhã!

- Eu acho que a patroa não vai gostar.

- Ron! Tá com medo dela, hein?

- Você fica quieto porque vocês também têm medo dela!

- Hahaha! Verdade, mas se ela não descobrir não vai acontecer nada!

Alexis estava no andar de cima da casa, arrumando o quarto em que Ron iria ficar, às vezes é bom não usar magia para fazer coisas tão simples. E além do mais, eles moravam em uma casa trouxa, num bairro trouxa, não poderia se dar ao luxo de alguém descobrir. Enquanto arrumava, estava pensando no que iria fazer para o almoço...

- Ai! A Hermione vem hoje para o almoço... preciso falar para o Ron.

Alexis pensou em como essa notícia iria afeta-lo, fazia muito tempo que os dois não se viam, depois da briga terrível que tiveram há alguns anos atrás, no dia em que James voltou para casa do hospital. Alexis tinha que descer e contar para ele. Largou o que tava fazendo e desceu.





- Eu não acredito!!!! O James até entendo, já que ainda é pequeno! Mas vocês dois? Dois homens adultos, do tamanho de vocês percorrendo pela casa como se fosse um bando de loucos!!! Vocês não se importam com o que está pela frente, né? Não é de vocês mesmo!!!

Ron fez um movimento com a mão, como se fosse pouca coisa e falou:

- Corta essa, Alexis! Se quebrar, só fazer um feitiço!

- Iiihhh...

Harry e James fizeram um coro.

Até a casa tremeu quando se ouviu a voz de Alexis novamente.





Harry pegou um copo d’água para a sua mulher que estava sentada em uma cadeira da sala. Enquanto Ron estava no quarto de hóspedes, no meio da gritaria Alexis acabou falando que Hermione vinha para o almoço.

- Alexis? Tá melhor?

- Sim... ‘brigada.

Alexis sorriu para o marido.

James olhou confuso, não fazia a mínima idéia do porquê do tio Ron não queria se encontrar com a tia Mione, ela é meio brava, mas ela é legal, sempre traz alguma coisa para ele.

- Ei! James, vamos brincar? - perguntou Alexis.

- Do quê?

James sorriu, não ia ficar de castigo.

- Tia Mione vai vir, mas ela não pode saber que o tio Ron está aqui, ok?

- Por quê?

Era terrível essa fase, quando as crianças vivem perguntando ‘Por quê?’.

Harry resolveu intervir na conversa dos dois e respondeu pela mulher.

- Bom, os dois estão meio brigados e por isso eles não querem se ver.

- Por que eles não fazem as pazes? Você e mama sempre fazem.

Alexis olhou para Harry, eles estavam meio encurralados. Alexis falou:

- Bom, eu não sei, mas não é bom se
intrometer, né? Deixa eles resolverem isso.

- Tá bom, mama e papa! Vocês também vão brincar, né?

- Claro!

Alexis respondeu e passou a mão na cabeça do filho.

- Quer ajudar a mama a preparar o almoço?

- Aham!

Harry observou os dois irem para a cozinha, ‘Preciso conversar com o Ron’.





- Ron?!

Ele entrou no quarto, onde Ron estava, sentou-se do lado dele na cama e esperou ele falar alguma coisa.

- Faz muito tempo que não a vejo, nem sei o que devo falar quando ela aparecer.

Harry fez menção de colocar a mão no ombro do amigo, mas este se levantou e foi para a janela, colocando as mãos nos bolsos e olhando para o céu.

- Harry, não conte a ela que estou aqui. Não quero que ela me veja.

O amigo também colocou as mãos nos bolsos e fez sim com a cabeça.

- Eu e Alexis achávamos que você iria pedir isso, nós já avisamos o James.

Ron deu um pequeno sorriso de agradecimento, olhando para Harry, e depois voltou a olhar para o céu.


A campanhia tocou, e novamente, Alexis foi atender.


*****************************************************



Ron saiu da casa de Harry, sem avisar ninguém e sem deixar que Hermione percebesse que estava lá. Pensar que ela estava noiva agora e com outro, o deixava estranho. Precisava relaxar, tomar ar fresco.

Hermione terminou o almoço rápido, queria sair de lá o mais rápido possível depois que deu a notícia. ‘Não acredito no Harry, pensei que ele ficaria feliz por mim!!’ , era a única coisa que ela pensava. Ela saiu da casa e começou a andar rápido, à medida que ficava longe da casa andava mais devagar.

Ron foi para cidade, ‘Não é o melhor lugar para relaxar, mas... Está chovendo!’, pensou nisso olhando para as gotas que estavam caindo em sua mão.

Hermione apressou o passo e fechou mais o casaco para si mesma, se encolhendo. A chuva estava aumentando, ‘Primeiro o Harry, depois essa chuva! Grrr!’. Mas ela parou de andar de repente ao ver uma vitrine, era uma loja que vendia vestidos para noivas.

Ron não estava incomodado com a chuva, na verdade, estava até gostando. Enquanto todas as pessoas na rua estavam andando apressadas ou com algum tipo de proteção na cabeça, ele andava calmamente com as mãos nos bolsos e com o cabelo molhado. Até que parou de andar para observar a única pessoa, além dele, que parecia não estar se importando com a chuva.

O vestido era todo branco, a parte de cima era um tomara-que-caia e quando chegava na cintura o vestido se abria para fazer uma saia um pouco rodada. Simples e lindo, só colocar um véu e o buquê, que vai ser de lírios. Hermione fechou os olhos imaginando, mas seus pensamentos foram interrompidos.



- Ficaria lindo em você.



Ron nem havia acreditado no que tinha acabado de dizer. Há alguns instantes atrás estava apenas se aproximando pela curiosidade de saber quem era, depois que soube, continuou a se aproximar para ter certeza, depois que teve certeza, continuou a se aproximar para poder... ele não tinha mais desculpas. Queria ficar vendo ela. Quando percebeu já estava atrás dela, queria ouvir a voz dela, o sorriso. E acabou dizendo... Ficaria lindo em você.

Ao ouvir a voz de alguém, Hermione abriu os olhos e viu pelo reflexo da vitrine quem era. Ron. Virou rapidamente para poder olha-lo e ter certeza de que era ele.

- Ron?!

- Hey, Mione.

Ron respondeu com um sorriso gentil.

Hermione ficou o encarando, até que lembrou o que ele havia falado e desviou o olhar do dele. ‘Eu estou noiva’, pensou firmemente ela, mas não a impediu de ficar corada.


Ron, que a estava observando, percebeu que ela havia ficado vermelha com o comentário, mas resolveu fingir que não viu e para puxar assunto...

- Bonito vestido, Mione. Pronta para casar, hein?

Ele deu uma piscada, tentando ser engraçado. Mas não estava funcionando, Hermione nem ria ou sorria, estava com uma cara de surpresa maior ainda do que antes (quando viu ele).

- Como você sabe que vou me casar?!

Ron fez uma cara de surpreso, não era para ela levar a sério. E também, ela não sabia que ele sabia que ela estava noiva, Ron tinha que pensar logo. Aproveitou-se de sua cara e falou:

- Você vai?

Hermione havia tomado um susto, pensara que Ron já sabia que ela iria se casar e vários pensamentos passou por sua cabeça que envolviam Harry, Ron e Harry contando para ele. Ela deu um certo suspiro de alívio, não sabendo porquê, não deveria se importar se o Ron sabia ou não que ela iria se casar.

- Vou sim.

Falando isso, Mione ficou um pouco desconfortável, sentia um certo aperto no coração. Para disfarçar, ela sorriu para ele.

Ron também sorriu.

Tanta formalidade. E pensar que eles já foram noivos.


Flashback (Festa de despedida do sétimo ano)

- Ron?!

Ron ouviu a voz de sua namorada o chamando, e virou a cabeça para a direção dela. Sorriu, ela estava muito bonita.

A festa já estava quase no final, mas do nada o namorado de Hermione sumiu. Quando ela foi procurá-lo, o encontrou encostado em um pilar com uma das mãos no bolso e a outra segurando alguma coisa, do qual ele não parava de olhar. Ela o chamou, ele atendeu e sorriu, então ela foi para onde ele estava.

- Sim? Mione?

Ron colocou a outra mão no bolso, junto com o que ele estava olhando.

- O que está fazendo aqui?

- Pensando.

- Hum... você tá bem? Não é normal você pens-

- Hahaha... muito engraçada você!

Os dois ficaram meio sorrindo e meio rindo um para o outro até que Ron parou de rir e apenas a olhou, sorrindo. Ele puxou Hermione pela cintura, fazendo ela encostar a cabeça no peito dele e deixou seus braços em volta dela. Ela o abraçou também.

- Ron... aconteceu alguma coisa?

- Não, não... Mione?

Hermione notou a voz de Ron, era quase um sussurro. Ela tirou a cabeça do peito dele e olhou para ele, percebeu que ele já a estava olhando.

- Que foi, Ron?

Ron sorriu novamente, mas era um sorriso nervoso, colocou a mão no bolso de novo e a outra coçou a nuca.

- Mione... ahn... sabe...

Hermione se soltou de Ron e colocou as mãos em seus braços com preocupação nos olhos.

- Ron, aconteceu alguma coisa, né?! Você pode contar comigo, você sabe! Sou sua namorada!!

- Hahaha...

Ron riu com gosto e abraçou a namorada pela cintura, girando ela e tirando os pés dela do chão.

- Wa!!! Ron! Quer me botar no ch-

- Casa comigo.

Ron falou firmemente no ouvido dela.

Hermione estava com os braços fortemente em volta do pescoço de Ron quando estava sendo rodopiada, mas quando ouviu o que ele falou, se soltou completamente e colocou as mãos nos ombros dele para ver o rosto dele.

Ron a colocou no chão, sem tirar os olhos dela ou o sorriso em seu rosto.

Hermione estava perplexa, não conseguia falar, só olhava para Ron com os olhos arregalados e a boca um pouco aberta. Ela o olhava tão profundamente para poder ver se ele estava falando a verdade.

Passou-se alguns instantes e Ron começou a se preocupar, a Hermione deve ter tido treco.

- Mione?! Você ouviu o que eu disse?

- Aw! Ronn!!!

- Uff...

Hermione se jogou em cima do namorado, fazendo que as costas dele batessem no pilar que estava atrás. Ela ficou de pé pra poder ver se aconteceu alguma coisa com ele.

- Espero que isso seja um sim...

- Mas é cla-

Ron sorriu e segurou a mão de Mione.

- Isto é seu.

Ela sorriu para ele também, segurou forte a mão dele e voltou a abraça-lo.

- Obrigada, Ron. Essa é a melhor noite da minha vida.

Ron ouviu o sussurro dela e teve um ótimo sentimento de estar completo agora. Ele a beijou nos cabelos e abraçou de volta.


Fim do Flashback



- Atchoo!!

Ron estava tanto tempo na chuva que nem
percebeu que poderia pegar um resfriado deste jeito. Hermione olhou para ele, preocupada.

- Ron, acho melhor você sair dessa chuva ou vai pegar um resfri-

- Eu sei, Mione. ‘Brigado por se preocupar.

Hermione sorriu de novo, mas não falou nada.

- Então eu já vou indo...

- Ok.

Ele se aproximou dela.

Ela ficou tensa, não sabia o que fazer, olhou para o chão.

Seu rosto estava se aproximando do dela.

E ela ficou mais tensa ainda, decidiu impedir ele do que ela achava que ele estava tentando fazer.

Ele colocou uma das mãos na bochecha dela.

Ela só teve tempo de levantar a cabeça, pois quando ia falar alguma coisa, sentiu a mão quente dele.

Ele deu um pequeno beijo na outra bochecha.

Ela tremeu um pouco ao sentir o beijo.



- Espero que seja feliz.



Ele sussurrou no ouvido dela.

E ela viu tudo que ressentia por ele desaparecer ao ver ele indo embora.



- Ron!!!



Ele a viu correr na direção dele, e ele tinha que admitir, ela era linda quando fazia isso. Correr para ele.

Hermione parou quando chegou perto de Ron, para desapontamento dele que estava esperando um abraço, e depois que recuperou o fôlego, perguntou:

- Se você quiser... pode ir lá em casa... quer dizer... até a chuva passar, né? E também, poderá trocar essas roupas molhadas... eu tenho algumas roupas do Wil-

- Claro, Mione.

Ron sorriu educadamente, a interrompeu para não ouvir sobre o noivo dela. Na verdade, ele queria recusar a oferta, preferia pegar uma gripe e morrer a ter que ver Mione e o noivo dela em fotos ou ao vivo. Mas sua vontade de vê-la ainda era maior.

E assim, os dois andaram pelas ruas de Londres, como a maioria das pessoas, apressadamente.



**************************************************




James finalmente tinha caído no sono. Harry o colocou na cama e desceu para ajudar Alexis a arrumar a cozinha.

- Hey...

Harry a abraçou por trás e colocou a cabeça no ombro dela, respirando em seu ouvido.

- Pensei que você ia me ajudar...

- Eu estou! Tá vendo que tô dando apoio moral?

- Ahn... Sim! Muito apoio... apoio em mim, né?

- Hehehe... Estou tentando convencer você a usar magia para limpar tudo isso e ficar comigo! O abraço e os sussurros no teu ouvido são o máximo que você pode ter agora, mas se você parar de limpar, aí já poderá ter bei-

- Hahaha! Se continuar a contar piada, você vai acabar fazendo com que eu acorde nosso filho.

- Ahnnn... agora é nosso? Sempre pensei que ele fosse meu.

Alexis tentou dar um olhar reprimindo o marido, mas não estava conseguindo. Não parava de rir ou sorrir. Ele sempre a fazia se sentir assim.

- Sabe para onde o Ron foi?

Alexis perguntou, enquanto desviava o olhar para a louça.
Harry deu um pequeno suspiro, que fez Alexis se arrepiar um pouco, pois ele ainda estava com o rosto no pescoço dela.

- Não...

- Você acha que ele escutou?

- Bom, ele foi embora.

- Não entendo esses dois.

Harry deu um outro suspiro...

- Eu entendo, os dois são muito teimosos para admitir que estão errados. E por isso, eles brigavam muito, mas sempre se acertavam...

- E desta vez parece que não tem volta.
Alexis completou.

- O pior é que ainda acho que os dois irão se entender, só espero que não seja tarde.

- Então foi por isso que você reagiu daquele jeito quando a Mione disse que ia se casar?

- Que jeito?

Alexis o olhou acusadoramente.

- Vai me dizer que você ter deixado cair o garfo em cima do seu prato fazendo o maior barulho quando ouviu ela dizendo que ia se casar com o Will, não foi um jeito?

- Só estava surpreso...

- E por você ter falado que ainda era cedo pra ela casar, sendo que você mesmo se casou comigo aos 18 anos e que ela estava noiva do Ron, que por acaso você não a reprimiu, na mesma idade?

- Hey! Os tempos mudam!

Alexis fez os olhos dela rolarem pra cima.

- Ah, sim! Claro! Tanto que você foi o primeiro a parabenizar o noivado dela com o Ron, enquanto nesse de agora você nem se quer deu um sorriso de que estava feliz por ela.

Harry afastou a cabeça do ombro da mulher, mas não se soltou dela.

- Alexis! Você é minha esposa ou minha inimiga?

Alexis largou o que estava fazendo e se virou para ficar de frente para Harry.

- Só estou dizendo que você deveria ir ver sua amiga e trata-la como tal. Ela já perdeu Ron quando eles brigaram, tenho certeza que ela também não quer perder você.

Harry se sentiu culpado do modo que tratou Hermione, às vezes ele ainda parecia um adolescente, pensou muito mais no outro amigo que nela.

- Eu vou conversar com ela, quando eu tiver que ir pro ministério.

- Ahn! Aproveitando que você vai lá, pegue os meus recados, não quero ter que ir lá pegar e deixar James sozinho.

- Sim, Ale-

Alexis o beijou antes que Harry pudesse terminar de falar. Ele a puxou para mais perto de si pela cintura e ela colocou os braços em volta do pescoço dele.

- Você disse que eu poderia ter quando parasse de limpar.

- Viu? Sou ótimo para convencer você, você AMA meus beijos!

- Hahaha! Fica quieto, ow! Até parece!

O casal ficou rindo um do outro enquanto estavam abraçados.



**************************************************




- Bom, fique à vontade.

Hermione entrou em seu apartamento e foi direto para o meio da sala, virou-se para ver se Ron havia entrado.

Ron estava na porta, parado, olhando para ela. Quando percebeu que ela se virou para vê-lo, desviou o olhar e deu um pequeno sorriso enquanto coçava a cabeça.

- Ron! Não precisa ficar sem graça! Sai logo daí!

Hermione foi até ele e segurou a mão dele, fazendo ele ficar mais tenso ainda. Ela o arrastou para dentro de sua casa e ele, com a outra mão, só deu tempo de dar um empurrão para fechar a porta.

- Você precisa se secar, vou pegar umas toa-

Ron já estava tenso só estando na casa dela, quando ele já estava quase controlando a situação, ela segurou a mão dele e tudo o que ele mais temia fazer, estava prestes a acontecer. Ele iria fazer algo muito estúpido, realmente estúpido. Algo como... o que... ele estava fazendo.... agora...
E
le segurou firmemente a mão de Hermione quando ela fez menção de soltar.

Quando Mione sentiu que ele segurava firme a mão dela, ela parou de falar e se virou. O que não ajudava em nada o pobre Ron, só fazia piorar a situação dele. E ele já sabia, uma coisa estúpida, leva a outra.

Ron puxou a mão dela e colocou em suas costas, e com o puxão fez com que ela andasse uns passos para frente.

Hermione estava apavorada. Seu corpo inteiro tremia, mas esse não era o pior. Ela não tinha medo dele, tinha medo dela mesma. Ela iria destruir seu recém-noivado, só por causa de uma paixonite por um garoto que ela conhece desde os tempos da escola. Um garoto que cresceu e ficou... com ela e a pediu em casamento. ‘Mas depois a gente acabou por terminar o noivado... porque - foi por que mesmo? Bah! Isso não importa! O importante é que eu amo o Ro... WILL!!! WILL!!’ Mione pensava enquanto Ron a olhava intensamente.

‘ Eu não devo fazer o que estou querendo fazer! Simplesmente não posso! Ela me mataria! Ela nunca mais olharia para a minha cara... mas eu realmente quero... NÃO! Ronald Weasley, você não pode cair na tentação! Ela está noivaa!! NOIVA!’ e foi esse último pensamento que acabou saindo alto demais.

- Você está... noiva.

Hermione havia decidido olhar para o pescoço dele, assim ela não precisaria olhar para ele, e poderia resistir... a ele. Mas quando ouviu a voz dele, roucamente e igual a um sussurro, por instinto olhou para ele. ‘Vou falar algo muito estúpido... realmente estúpido’, ela pensou antes de falar.

- Eu sei.

E ela deu mais um passo pra frente, sem parar de encará-lo.

Ron aproximou o rosto dele no dela, podendo sentir a sua respiração que vinha rápido.

Hermione sentiu a respiração dele em seu rosto, colocou a outra mão que não estava nas costas dele no pescoço dele.

Ron tirou a mão que estava no pulso dela, atrás das costas, e a deslizou até conseguir entrelaçar firmemente os dedos dele nos dela. A outra mão, que estava no bolso, foi para o rosto dela, acariciando-o com as costas.

Hermione deu mais um passo para frente, fazendo com que as pontas dos sapatos tocassem nos dele. Ela aproximou o rosto mais ainda.

Ron também se aproximou mais ainda, fazendo com que os lábios tocassem levemente nos lábios dela.



NOC -NOC



E o encanto se quebrou.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Gyovanna em 01/08/2012

Parabéns...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.