FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. ABAFA PINTOSAH!!!


Fic: A Complicada Vida de Hermione Granger


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Nossa essa foi uma das noites mais loucas da minha vida!
Quando Christian me ligou falando da tal boate, que ele ia sempre que dava, fiquei assim meio com o pé atrás. Uma vez que aquela não era uma boate normal, era simplesmente a CHICA CHICLETE, a boate gay mais (gay!) da cidade. Não me entendam mal, nunca tive preconceito com gays, lésbicas e simpatizantes. Porem, isso ao quer dizer que eu não goste da fruta (entenda fruta como homem por favor). Tipo, e não seria numa boate gay, que ia encontrar a metade que eu queria.
Mas como os outros convites para sair não foram nem de longe empolgantes (pra falar a verdade, fora essa da boate gay, só fui chamada pela minha irmã mais nova para ir com ela no grupo de xadrez, credo olha o programa que essa piralha de 8 anos anda arrumando. Depois eu que sou a esquisita da casa. Pelo que parece meus irmãos mais velhos não iam sair a noite, e estavam com uma cara muito suspeita (tenho certeza que iriam tirar o dia para me encherem o saco), sendo assim, decidi embarca em mais uma canoa furada com Christian, e seja o que deus quiser, pensei na hora.
Dessa vez foi só nos dois. Marta e Lucas ainda não estavam prontos para sair do armário, por isso não nos acompanhou, quanto a Tâmara, nem nos demos ao trabalho de fazer o convite, ela era tão recatada, que nem em boate hetero ia, imagina se colocaria seus pezinhos santo tocariam o solo gay?!
Bom, chegando a boate, fui logo avaliando o ambiente. É idêntica a qualquer outra boate, em tudo mesmo, tirando é claro as pessoas em volta.
-Foda, não?! – diz Chris se remexendo a som de Pussy Cat Dolls – vem, vamos ali, avistei umas amigas minhas, as piriguetes.
Enquanto ia literalmente puxada por chris, olho bem pras “amigas” de Chris. Caraca, nunca vi tanta pintosa assim reunida. Tipo, ta na cara que elas são, quer dizer, eles são, ah vocês entenderam, eles são muito bibas, ta na cara a preferência deles (as) ai isso me confunde muito.
-Pin’s, essa é a Hermione. Mione, essas são as pin’s. as mais piriquetes do pedaço.- faz as apresentações Chris.
Conversamos um pouco e depois fomos para a pista dançar. Caraca, as pin’s eram demais. Não e lembro de tr rido tanto em toda a minha vida, e meu, elas dançavam pacas, aprendi cada passinho.
Estava dançando, indo até o chão (estimulada pelas pin’s) quando sinto um ‘toc’ em meu ombro. Viro-me surpresa.
-Sim?! – pergunto, olhando curiosa para a mulher que avia me cutucado.
-E ai gata, dança comigo?- sinto nessa hora meu rosto enrubescer, tanto pela proposta, quanto por ser alo de atenção de todas as pin’s.
-Desculpa! – digo eu desconcertada- mais eu gosto de... – e puxo Chris para perto de mim, porem a “mulher” da um sorrisinho irônico, logo entendo o “porque”, o Chris não contava como o exemplo que eu estava querendo dá, era uma biba da cabeça aos pés. – que dizer, gosto de homens, to aqui só acompanhando meu amigo aqui. – e aponto pro Chris.
-Bom gatinha, se mudar de idéia, to por ai. É só me procurar. – e antes de afastar, lança uma piscadela pra mim.
-Ui Mione! Arrebentando corações – Chris me zoa, ao perceber meu constrangimento.
Sorrio sem graça e tento me recuperar. Afinal não era todo o dia que eu levava uma cantada de alguém do mesmo sexo quero meu. Pensado bem, nunca tinha levado uma cantada de uma mulher, talvez é por isso que fiquei tão impressionada.
Depois de alguns instantes tomando fôlego e me recuperando. Consigo me desencanar, levar tudo na esportiva. Volto então a me divertir na pista coma galera. Vou dançando ao som do Dj Marinho, distraída e totalmente no clima. Quando olho pro lado, e para de dançar.
Christian estava praticamente se “comendo” com um carinha do meu lado.
-Nossa – fala Chris assim que consegue se desgrudar dos beijos do barbudo – Mione, esse é o... – olha pro carinha em duvida.
-Brad – diz o cara barbudo, que a pouco se atracava com Chris. Meu deus, agora podendo dar uma analisada melhor no peguete do Christian, quase caio pra trás. Meu deus que cara lindo, gato, e nada gay. Podia jurar que aquilo tudo era homem. Não tinha nada, nem um traço, nem um pouco de voz de biba... que tremendo desperdício, penso
-Oi – digo desconsolada. O que o mundo feminino não estava perdendo.
-Mione, se importa se eu for ali um estante com o Brad, ali n sofá.pra termos um pouquinho de privacidade sabe.
-Não, pode ir...
Para falar a verdade, eles nem ouviram minha resposta. Ante mesmo de eu pronunciar toda a palavra “pode”, eles já estavam no sofá se “conhecendo” melhor. Viso que o se conhecer deles era se beijar loucamente e passar as mãos por toda à parte (não vou ser especifica nessa questão, porque confesso ser uma experiência traumatizante).
Ainda tentando me conformar com a idéia de que aquele deus grego não chutava pra gol. Tento me abster de toda aquela visão torturante me juntando ao resto das pin’s e aos poucos fui me esquecendo, ou tentando esquecer. Com minhas novas “amiga”me divirto como nunca.
De Shakira á Tati Quebra Barraco, dancei como nunca, ri como nunca. E me espantei com a quantidade de deuses gregos que passavam de lá pra cá,e que não havia reparado antes.
Umas duas horas mais tarde, Chris voltou ao nosso convívio com uma cara de safado, daquelas de quem comeu e gostou, sabe.
-E ai, que gatinho hein!? – falo. Confesso que com uma pontada de inveja.
-Peguei bem, não? Já trocamos orkut, MSN e tel, vamos marca algo pra depois! Ah Miga, acho que fui acertada pelo cupido.
-Tenho quase certeza. – digo eu sorrindo da atitude sonhadora de Christian. Pelo visto ele achava que tinha encontrado sua cara metade.
Fomos tomar um ICE. Merecia um refresco depois de toda aquela dança.
-Chris, quando vamos? – pergunto ao olhar as horas no relógio.
-Mione, na podemos perder o show das dregs,, começa daqui a 10 min, e é o ponto alto da festa. Prometo que quando acabar vamos embora.
-Show das dregs?
-Isso mesmo! você tem que ver, é imperdível.
Chris tinha razão, o show foi muito bom, deu de 10 a zero em qualquer show de humor que já tenha visto. Vários gays, todos travestis, cantavam em um show muito engraçado as musicas eternas que o mundo GLS havia se apropriado. Sucessos como I will surve i, Its raining man e WMCA, dominaram o ambiente.
Só depois das cinco da manhã fomos embora. Ainda bem que fui dormir na casa de Christian, senão, vixe, meu pai ia me comer viva, por conta da hora.
Assim que me deitei na cama, tive certeza de uma coisa. Aquela tinha sido uma das noites mais divertidas da minha vida. Diferente, louca e nada convencional.


***
N/A: posto mais cap se alguem estiver lendo, pq nem rola postar para ngm...
bjs...

espero que tenha leitoras e que estejam gostando.
;)

ah, e FELIZ NATAL PRA TODO MUNDO

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.