FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. Capítulo 3: Bem vinda ao seu n


Fic: Férias de Verão


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

CAPÍTULO 4CAPÍTULO 3: BEM VINDA AO SEU NOVO LAR


“CRACK”

- Francamente Ron, o que eu estava tentando dizer é que não podia aparatar em sua casa, já que eu nunca tinha vindo aqui e não sabia onde era nem como era – disse ela soltando-se dos braços de Ron - Por que não me avisou que eu aparataria com você? É uma sensação horrível sabia? Eu me sentiria muito mais confortável se tivéssemos vindo por flú ou por uma chave de portal...
- Mione, bem-vinda a minha casa, que será sua durante estas férias. Sinta-se completamente à vontade.

Hermione olhou ao redor e viu que a casa de Ron não parecia ser muito grande, mas tinha uma decoração bastante aconchegante. Tudo estava muito arrumadinho. “isto é mesmo a casa do Ron?” foi o que ela pensou. Não ia ser desagradável passar as férias naquela casa.

- Se você quiser, posso lhe mostrar toda a casa agora – ele interrompeu seus pensamentos – o se preferir, fazemos isso quando estiver mais descansada.
- Não, claro que podemos fazer isso agora, mas antes podemos soltar o Bichento?
- Tá, sai logo gato laranja! – disse ele abrindo a gaiola, o animal correu para os pés da dona.
- Vai meu amor, pode fazer o reconhecimento da área – disse Hermione lançando um olhar nada amigável ao amigo, e ele saiu, passando por Rony de forma esnobe, com a cabeça e o rabo levantados.
- Esse gato...
- Amasso, Ron!
- Tá, essa coisa peluda me odeia né? Pois bem... essa como pode ver, é a sala de estar – era um cômodo com dois sofás grandes e “fofinhos”, tão brancos que pareciam pedaços de algodão, uma lareira, uma grande estante com livros (!?), fotos de toda a família Wesley (inclusive de Percy) e dos amigos, um bar e outros objetos de decoração – que está diretamente ligada à sala de vídeo – ao transpor uma porta larga, Hermione pode ver um “home theater” muitas almofadas no chão e outro sofá, este marrom mais largo que o outro e outras estantes nas quais havia muitos CD’s e DVD’s.

Depois ele a levou para a sala de jantar, cozinha e um pequeno quarto que servia de escritório. Neste havia um computador e muitos troféus e medalhas. No andar superior ele mostrou um rol que dava para uma varanda com uma vista linda, aos fundos podiam-se ver as montanhas.

- O pôr-do-sol visto daqui é lindo – explicou ele – e o dia nascendo também – levando ela pela mão – e este é o meu quarto.
- Um pôster do Chuddle Cannons...
- Algumas coisas não mudam...
- Mas este pôster é diferente. Você tá nele.
- Pois é, né? Algumas coisas mudam... – os dois sorriram.
- Ron, e se você for escolhido Chefe do Departamento dos Desportos Mágicos?
- Eu não tô muito confiante, mas o que tem?
- Você não terá o impulso de ser tendencioso não?
- Como assim...
- Sei lá... você pode se sentir tentado a favorecer os Cannons.
- Ei, Mi! Eu sei separar as coisas – a morena deu-lhe um sorriso meio descrente – eu sei sim! E sei que sei, portanto fique quietinha viu?
- Tá bom.
- Vem cá, você não tá sentindo falta de nada não?
- Do quê?
- Mi, você acha que vai dormir aonde? No sofá? Ou quem sabe... no meu quarto?
- Ron! Claro que não! – ela estava ficando corada e ele ria do constrangimento dela.
- Então vem. Vou te mostrar seu quarto.

Ele a levou para uma porta em frente à porta do seu quarto e Hermione pôde ver uma suíte, tal qual o quarto de Rony, muito bem decorada... aconchegante mesmo. Rony a deixou no quarto e foi até as escadas. A garota pôde ouvir a voz dele dizendo: Locomotor malas! E logo ele estava de volta trazendo as malas dela... mas as colocou em seu quarto.

- Ron, essas malas deviam estar no quarto onde eu vou dormir, não?
- Sim, e elas vão ficar... mas você não vai desfazê-las agora.
- Por que não?
- Porque agora tenho outros planos pra você. Eu preparei todo um programa de atividades sabia?
- Programa de atividades?
- Sim. Atividades divertidas e relaxantes... e fazer as malas não está entre elas, ao menos por enquanto. Agora vamos descer e comer alguma coisa.
- É sério Ron, eu comi no trem... não tô com fome. Você lembra de como é no trem não lembra?
- Lembro sim.
- Er... Então o que faremos agora.
- Você vai tomar um belo banho quente e tirar um cochilo.
- O quê? Mas eu não tô com sono!
- Mas tá cansada não tá? – ela balançou a cabeça afirmativamente – então, isso já é um começo.
- Tá, então eu vou precisar das minhas malas.
- Pra quê? Tem toalhas no banheiro.
- Francamente Ron! Você acha que eu vou dormir de jeans?
- Ah, é isso! Relaxe que eu tenho um presentinho pra você – ele foi ao armário e pegou uma caixa – aqui... me disseram que é bastante confortável...

Hermione abriu a caixa e pôde ver um conjunto de camisola e robe preto. As peças eram de seda com detalhes em renda.

- Nossa Ron... é lindo!
- É seu... o tecido é bem gostoso de tocar... então eu achei... quer dizer... me disseram que é bem confortável... além de ser bem leve... por... quer dizer... porque tá fazendo muito calor ultimamente.

Ela olhou para o amigo e percebeu que as orelhas dele estavam bastante vermelhas, quase se confundindo com os cabelos cor de fogo. Muita coisa pode ter mudado, mas algumas sempre vão permanecer idênticas... De repente ela teve um “estalo”.

- Foi você... quer dizer, você comprou isso sozinho?
- Não! – todo o seu rosto estava vermelho agora – Não, a Rosa me ajudou.
- Ah, a Gi – ela deu um suspiro – Realmente ela tem muito bom gosto.
- Eu sei, por isso pedi pra ela me ajudar... – um silêncio se apoderou do lugar e ambos sorriam meio que constrangidos – bom, agora pode descansar da viagem. Eu tô lá embaixo se precisar de alguma coisa. – e saiu fechando a porta.

Enquanto se dirigia ao banheiro pensou em ir sorrateiramente ao quarto de Ron pegar uma calcinha, mas percebeu que não era necessário quando encontrou uma no fundo da caixa que, com certeza, fazia parte do conjunto. Hermione tomou um banho bem demorado e vestiu a camisola, que ficou perfeita em seu corpo. Ela tinha um cheiro floral. Com certeza ela já foi lavada... quanto cuidado... , ela pensou. Deitou na cama, com os cabelos ainda molhados e fechou os olhos.

Nossa, como tá quente hoje! Esse é o Ron que eu conheço? Tudo tão arrumado... tanto cuidado, pensando até nos detalhes e... Por Merlim! Nós ainda não brigamos! Calma Hermione, você tá aqui a menos de duas horas e já queria estar se estapeando com ele? Certo. Mas que ele tá mudado, ah isso tá. Será que eu também mudei muito? Acho que eu vou ter que redescobrir meu amigo. Meu Deus! E quanto a mim? Será que vou ter que me redescobrir também? Não! Eu sou a mesma sabe-tudo mandona de sempre. E ele, o mesmo crianção largado... tá, só que agora está numa casa impecavelmente arrumada. Talvez ele contrate uma diarista, sei lá... E esse sono que não chega. Já estou ficando angustiada...

Ela definitivamente não ia conseguir dormir, então levantou-se, colocou o robe por cima da camisola e desceu. Foi à cozinha, pegou um copo d’água e caminhou até o escritório mas Rony não estava lá. Foi até a sala de estar e nada dele...então pode ouvir uma música vindo da sala de vídeo e pôde ver um homem de cabelos vermelhos meio que deitado no sofá, parecia tão relaxado e estava... lendo?! Ela ficou na porta e se permitiu observar seu amigo, que parecia bastante concentrado na leitura (?!), ele estava só de jeans e sem camisa (realmente, fazia muito calor naquele dia) e ela pôde ver a medalha que lhe dera repousando no peito do rapaz, ”Nossa, como os treinos de quadribol fizeram bem a ele!” com um par de óculos no rosto meio encoberto por fios acobreados que teimavam em não ficar no lugar “Merlin, como um homem pode ter o cabelo tão solto e brilhoso?Aposto que ele nem cuida desse cabelo... e nós mulheres temos que fazer malabarismo pra ficar com eles arrumadinhos. Isso não é justo! ”

De repente o homem levantou o olhar e pôde ver a amiga na porta da sala, uma mecha de cabelos vermelhos caindo sobre seus olhos.
- Mione?
- Oi... – ela disse tendo um sobressalto.
- Que foi?
- O que você tá fazendo?
- Tô aqui, lendo um pouco
- Lendo!? – admirou-se ela sentando ao lado dele.
- Por quê?
- Hãm... você não costumava fazer isso em Hogwarts...
- Ahhhhh! Que é isso Mione! – Ele parecia indignado – É claro que não estou estudando! Só tô lendo “O Pasquim”, é bom se manter informado. Ah, e também assino “O Profeta Diário” agora... e não faz essa cara, a Luna mudou muito e com ela, qualidade da revista viu? Mas ora, que coisa... eu, estudando! Assim você até me ofende...
- E todos esses livros nas estantes?
- Ora Mione, a primeira impressão é a que fica – ambos riram.
- E você está usando óculos? – disse ela apontando para o rosto do amigo.
- É só pra leitura, ver TV... essas coisas sabe? A Gina diz que tenho “vista cansada”.
- Ah.
- E posso saber o que você está fazendo fora da cama, mocinha? – disse em tom de quem passava um sermão.
- Ah Rony, eu não consigo dormir, sabe?
- Eu não acredito que você passou quase o dia todo no Expresso de Hogwarts e não esteja cansada.
- Eu estou, só não consigo dormir. Eu não tenho o costume de dormir durante o dia.
- Sabe, eu sou adepto do que os espanhóis chamam de “siesta”. Sabe, eles sempre tem um tempo depois do almoço...
- Francamente Ron, eu sei o que é “siesta”!
- Tá bom, minha estrela... então deve saber que isso aumenta a produtividade do indivíduo.
- Claro que eu sei. Mas e já almocei faz tempo, não adianta mais.
- Você não ouviu direito, Mi? Eu disse depois do almoço. E depois do almoço é o intervalo de tempo entre o almoço e o jantar. Como você pode perceber, nós ainda não jantamos. Mesmo porquê, ainda está de tarde e o máximo que podíamos fazer é tomar um chá, mas você mesma disse que está sem fome...
- E estou!
- Então, ainda estamos no período “depois do almoço”, portanto ainda é tempo de descanso. – Finalizou sabiamente.
- Ron, - Hermione suspirou como se fosse desistir, mas de repente sua face se iluminou – sabe, se eu dormir agora não consigo dormir de noite – seu tom era vitorioso.
- Meu bem, quem disse que você vai dormir à noite? – Hermione fitou-o intrigada – tá, no máximo nós vamos dormir bem tarde hoje, porque vamos jantar com o Harry e Gina no Beco Diagonal e depois... existe uma programação para depois.
- Ah, a programação... – murmurou ela com as sobrancelhas arqueadas.
- Exatamente, a programação – disse ele com um sorriso – então, a senhorita vai subir agora e tirar um cochilo.
- Ah não Rony...
- Mi, minha querida amiga... me diz uma coisa.
- Claro.
- Você quer ganhar esta aposta.
- Corrigindo Wesley: eu VOU ganhar esta aposta.
- Então sabe o que tem que fazer né?
- O que?

Rony levantou-se e pegou Hermione pela mão fazendo com que ela também ficasse de pé. Seu semblante tornou-se sério, ele fitou a amiga nos olhos e disse:

- Entregue-se inteiramente a mim – e deu um sorriso com o canto dos lábios – deixe que eu cuide de você. Que eu faça com que você descanse...
- Mas... – tentou argumentar a morena.
- Nada de “mas” mocinha – e pegou Hermione no colo caminhando decididamente para as escadas.
- Ron, me põe no chão! – a garota se debatia nos braços do amigo
- Meu bem, é melhor você parar, porque se não a gente pode cair. E nem desse jeito eu vou soltar você.

Em poucos segundos eles estavam no quarto de Hermione. Ron a colocou no chão e em um movimento rápido tirou o robe da garota, que deu um gritinho abafado.

- Sabe Mi, você não pode dormir de robe, é desconfortáve... uau! – disse ele olhando a amiga só de camisola – ela ficou muito bem em você...
- Obrigada – Hermione disse olhando para baixo, em tom quase inaudível e corando furiosamente.
- Tá bom... – ele sacudiu a cabeça de leve e pegou Hermione nos braços novamente (mais um gritinho abafado) para logo coloca-la deitada na cama – pronto! Agora vou colocar você pra dormir.
- Como paizinho? Vai me contar um historinha?
- Não – e ele se deitou ao lado dela – Vou fazer cafuné. É muito mais eficiente. – ambos sorriram.
- Ah, eu não acredit...
- Shhhh! Agora vem cá – e puxou ela fazendo com que encostasse a cabeça em seu peito e passando os dedos pelos cabelos dela.

- Ron...
- Hummm.
- Sua casa é muito bonita... você decorou sozinho?
- Não, tive ajuda da Luna... – Hermione levantou as sobrancelhas – e não faz essa cara. Ela continua a mesma menina sonhadora de sempre, mas seu gosto mudou muito, pelo menos no que diz respeito às coisas materiais. Mas a Gi também me ajudou um pouco
- Ah, tá. E... Ron?
- Hummm.
- Você não vai ter que trabalhar enquanto eu estiver aqui?
- Não. Pedi dois meses de férias, que me foram concedidas de bom grado, já que não as tirei no ano passado.
- Ah, e me fala... como era no Cannons?
- Mione?
- Quê?
- Pára de tentar me enrolar e dorme.

Ela levantou o olhar para ele com cara de “criança birrenta” e disse:
- Tá bom! – e deixou sua cabeça cair pesadamente sobre o peito do amigo.
- Ai Mione! Assim dói!
- Desculpa – ela mais uma vez levantou a cabeça e olhava para ele com expressão preocupada
- Tá tudo bem... relaxa minha estrela.
- Desculpa mesmo, eu não queria...
- Hermione... baixa a cabeça e fecha os olhos tá bom?
- Tá – ele pôde sentir a amiga suspirando e ela deixou-se levar pelo conforto trazido pelo toque do amigo.
*****************************************

Ói eu aqui de novo! Bom, aqui termina o capítulo 4 (jura?). Acho que vou demorar pra postar o 5º... tô com tanta coisa pra fazer... mas vou tentar manter o ritmo. Acreditem, tem muita coisa pra acontecer ainda. Se vocês comentarem eu realmente gostaria muito. Beijos pra minha beta (pelo menos ela está empolgada com a história...). Gostaria de mandar um beijo para as pessoas que comentaram... e pra quem lê, mesmo sem comentar, também. Espero estar agradando às pessoas que entram nesta fic.

Gabinha Black: Ei menina, sua fic estava nas minhas favoritas e de repente sumiu. Aí eu fui procurar e não encontrei... o que aconteceu?

Priscila Louredo: Desculpa o atraso... e então o que achou de ir junto com o nosso casal? Espero que tenha gostado.

Paula Eliza: está atualizado! Espero corresponder as suas expectativas ^.^

Vick e Daniel: bom, que bom que vocês estão gostando! A fic é mais R/H sim, mas podem se preparar que muitos momentos H/G virão, pois também adoro eles.

Então, até a próxima!
Nox

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lana Silva em 30/09/2011

Nossa nem parece que já tá no capitulo 4 Meu Merlinzinho ...

Linda fic tô amando!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.