FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

14. O rompimento


Fic: Nada poderá nos separar


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Fazia quase um mês que tinham voltado à escola de aurores. Como planejaram, Harry e Hermione pediram a Tonks para verificar se havia alguma aura malignea em Melissa, e a mulher negou. Se a garota era uma comensal, então sabia camuflar muito bem seus poderes e isso só deixou Hermione mais preocupada, ainda não conseguia engolir que Melissa era sua prima.

Como estava no segundo ano, ela pediu a Gina que ficasse de olho em Melissa, e a ruiva assim o fez. Apesar de ser uma ótima aluna, a garota não demonstrava nada além do esperado de cada aluno. Estavam todos juntos, na hora do almoço, quando Melissa, cansada dos olhares desconfiados de Hermione, falou.

_ Quando é que você vai parar de olhar assim? Como se eu fosse um ser de outro planeta? – Hermione não se abalou com a pergunta e continuou a olhá-la.

_ Quando eu descobrir quem você realmente é – Hermione respondeu.

_ Amor, por favor – Hary beijou a bochecha de Hermione – Vamos esquecer isso e viver em paz!

_ Potter está certo, Hermione – Draco se pronunciou, ficara bastante amigo de Melissa, aliás, todos ficaram amigos dela, exceto Hermione, que não conseguia acreditar nas palavras da garota.

_ Se eu fosse uma comensal eu já teria matado todos vocês há muito tempo – Melissa disse – Eu durmo no mesmo quarto que vocês e que eu saiba você está viva!

_ Talvez o plano não seja nos matar – Hermione falou – Talvez você só queira ganhar nossa confiança se fingindo de boazinha para cairmos numa armadilha.

Melissa gelou com aquilo, tirando algumas coisas, era exatamente isso que ela queria, ganhar a confiança deles, mas diferente do que Hermione pensava, não era para algo que fosse beneficiar Voldemort. “Mamãe, a senhora está me dando muito mais trabalho que eu esperava!”, Melissa pensou olhando para a garota que no futuro seria sua mãe.

_ Quer saber? Eu cansei! Não sou nenhuma comensal disfarçada e se estou aqui é apenas para ajudar – Melissa levantou – Assim como vocês quando chegar a hora.

_ Espera Mel, não vai – Harry segurou seu braço, e sentiu mais uma vez um calafrio estranho, assim como no dia que conheceu Melissa. Fechou os olhos por um instante e uma imagem de Hermione veio à sua mente, foi apenas um flash rápido, mas ele pôde vê-la gritando seu nome, como se estivesse sofrendo.

_ Harry – Melissa o chamava, e todos o olhavam preocupados – Tudo bem?

_ Sim, foi só uma tontura – Harry olhou para a garota, depois para Hermione que parecia aflita.

_ Depois a gente se fala – Melissa saiu, deixando-os sozinhos.

_ O que houve, Harry? – Hermione perguntou.

_ Não foi nada, meu amor – ele respondeu, mas Hermione não conseguia acreditar.

_ Mione - Gina a chamou – Você precisa parar com isso, a Mel não é má pessoa, a Tonks confirmou...

_ A Tonks me preocupou ainda mais, porque se ela for uma comensal e a Tonks não percebeu, isso significa que Melissa é muito mais perigosa que imaginamos! – Hermione comentou.

_ Eu desisto – Gina falou.

_ Você é uma fraca mesmo, Weasley – Draco provocou.

_ Ah, cala a boca – Gina resmungou.

_ Eu gosto da Mel e não quero deixar de ser amigo dela – o loiro falou.

_ Então por que não vai atrás e fica com ela? – Gina questionou.

_ Pensei que gostasse dela – Draco disse.

_ Gosto, é de você que eu não gosto! Mas se quiser ficar com ela, quem sou eu pra impedir? – Gina falou. Hermione e Harry se seguravam para não rir.

_ Não sei por que vocês não assumem logo essa paixão tão intensa – Harry brincou.

_ Ah, Gina... Se eu fosse você não ficava com ciúmes – Gina ia protestar, mas Hermione continuou a falar – O Draco só tem olhos para você, não é Draco?

_ Merlim me livre de uma Weasley – o loiro levantou – Falar sobre isso é tão ruim que perdi até a fome!

_ Idiota – Gina gritou quando Draco se afastou – Também perdi a fome! – ela saiu, deixando apenas Harry e Hermione.

_ Agora que estamos sozinhos, você não vai me contar o que houve? – perguntou Hermione tocando seu rosto.

_ Mione, eu já disse... Não foi nada – Harry a beijou rapidamente nos lábios, não queria contar o que vira até ter certeza de que era apenas sua imaginação.

_ Eu te amo, Harry – ela falou, fazendo-o sorrir.

_ Também amo você, Mione – Harry a beijou mais uma vez, mas agora de maneira mais intensa.

Passara-se uma semana, desde o dia que Harry teve aquela rápida visão. Tentou fazer com que acontecesse novamente, tocando o braço ou a mão de Melissa, mas tudo que conseguiu foi deixar Hermione com ciúmes. Era tarde noite, Harry dormia normalmente em seu quarto, quando começou a ficar agitado e a suar. Revirava-se na cama como se estivesse tendo um pesadelo...

Conseguiu com dificuldade abrir os olhos, seu corpo estava dolorido, o que acontecera? Estava no chão, num local com pouca luz e muito sujo, “Fui caturado!”, pensou. Levantou e olhou a sua volta, era uma cela pequena, com barras de metal como porta. “Será que também estão aqui?”, questionou-se.

_ Vim ver como está meu prisioneiro preferido – Voldemort apareceu do outro lado da cela, parecia mais poderoso agora – Espero que tenha gostado da sua nova casa?

_ Miserável – Harry gritou – Onde estão?

_ Calma, tudo a seu tempo – o homem falou – Eu vou dizer onde cada um deles está! – Voldemort olhou para o lado, mas Harry não conseguiu descobrir o que ele estava olhando, apenas ouviu um grito não muito longe.

_ Gina – seu coração disparou, Gina também estava ali, provavelmente sendo torturada.

_ Respondi sua pergunta? – Harry apenas o olhou furioso – Ah não, falta mais alguém – olhou mais uma vez para o lado e outro grito foi ouvido.

_ Draco – Harry disse, será mesmo que Voldemort pegara todos?

_ Digamos que meus comensais perderam dois adolescentes, mas é questão de tempo tê-los aqui conosco, Potter – Voldemort exibia um sorriso de prazer – É claro que deixei alguém especial para o final.

_ Não, por favor, não a machuque – Harry não se importaria em implorar pela vida de Hermione, imaginou que ela sofreria mais, pois Voldemort queria machucá-lo não só fisicamente, mas psicologicamente.

_ Tão cedo e já implorando? – o homem disse em deboche - Tragam-na aqui! Vou conceder um showzinho especial ao nosso convidado de honra – instantes depois dois comensais apareceram segurando Hermione um de cada lado, ela estava consciente.

_ Mione – Harry gritou ao vê-la.

_ Harry – ela fez o mesmo e sorriu.

_ Ah, que cena mais linda – Voldemort ironizou – Ainda não fizemos nada a ela, Potter, nadinha! Sabe por quê? Porque eu quero que assista cada tortura que ela levar, para que você sofra e para que ela veja o que acontece a quem se alia a meus inimigos! – Cruciu!

_ MIONE! – Harry gritou ao vê-la cair no chão contorcendo-se de dor, para ele, pior que receber a maldição era ver aquela que amava recebendo-a por sua culpa.

_ Não se preocupe, Potter. Não vamos matá-la, pelo menos não por enquanto – o bruxo continuou – Ah... E também seja paciente, logo será a sua vez!

_ Cruciu! – gritou mais uma vez. Harry não agüentaria ver aquilo muito tempo, era sua culpa Hermione estar sofrendo daquele jeito, sua culpa... Chorou ao vê-la sofrer...


Acordou ofegante, chorando, era como se tivesse vivido mesmo aquela cena. Olhou para o lado e no criado-mudo perto à sua cama havia uma foto sua com Hermione. Não queria fazê-la sofrer, não queria que a pegassem e a usassem contra ele, precisava proteger Hermione daquilo, mesmo não sabendo exatamente o que aquele sonho significava. “Meu futuro? É isso que o futuro reserva para mim e para meus amigos? Não, eu não vou deixar isso acontecer!”, disse baixinho. Olhou novamente para a imagem do retrato, era tão feliz com ela... Chorou mais uma vez, “Sua segurança é mais importante que tudo, meu amor. Sinto muito, mas não posso deixar isso acontecer!”.

Na manhã seguinte, Harry levantou cedo, não conseguira dormir direito depois do pesadelo que teve. Chegou ao refeitório que estava praticamente vazio aquela hora, exceto por Melissa e uns dois alunos. Pegou um suco para tomar, estava sem fome e foi sentar ao lado dela. Quando de aproximou, deu um pequeno sorriso, que ela retribuiu.

_ Bom dia – ela falou.

_ Acho que hoje não será um bom dia para mim – Harry comentou.

_ Por quê? Aconteceu alguma coisa?

_ Não vamos falar sobre isso agora – ele pediu.

_ OK – Melissa sorriu para Harry, aquele sorriso...

_ As vezes eu acho que te conheço de algum lugar – Harry disse, fazendo-a sorrir desconsertada.

_ Quem sabe... Talvez a gente se conheça mesmo...

_ Ou talvez seja apenas porque você se parece com a Mione – Harry deu um sorriso triste e ela percebeu.

_ Algum problema com vocês? – perguntou preocupada, Harry não respondeu. Ficou um silêncio por algum tempo, até que Hermione chegou, ela não tinha gostado nada do que vira quando chegou ao refeitório. Ela não conseguia encontrar uma razão para não gostar de Melissa, na verdade, já sentia um carinho pela garota, mas ainda desconfiava dela.

_ Bom dia – ela disse sentando com os dois, apenas Melissa respondeu.

_ Hermione, eu preciso conversar com você – Harry falou.

_ Claro amor, diga – Hermione sorriu para ele, só então percebeu que Harry estava sério – O que aconteceu?

_ Eu já terminei, vou deixar vocês sozinhos – Melissa disse e saiu.

_ Harry, você está me deixando preocupada – Hermione segurou sua mão, mas Harry se soltou da dela.

_ Não vai ser fácil o que tenho para dizer, mas eu não posso ficar te enganado – Harry começou – Hermione, eu quero terminar com você!

_ O quê? – ela ficou em choque, passou todo tipo de coisa pela sua cabeça, menos aquilo – Terminar, mas...

_ Há algum tempo eu percebi que não te amo como imaginei que amava. Eu não posso ficar me enganado, enganando você, Hermione!

_ Mas Harry – seus olhos marejaram e aquele foi o momento mais difícil para ele, negar que a amava e vê-la se entristecer – Eu pensei que...

_ Desculpe, Hermione, mas eu não vou mudar de opinião – ele falou – Quem sabe possamos ser apenas amigos!

_ Eu te amo, você me ama, eu sei! Não quero ser apenas sua amiga! – ela não conteve mais lágrimas, Harry levantou e se virou, se ficasse ali mais um pouco estragaria tudo e acabaria abraçando-a e dizendo que a amava.

_ Mas é tudo que posso te dar, Hermione... Apenas minha amizade – Harry se afastou, não queria que ela visse que também chorava. Como estava sem ação, Hermione não conseguiu ir atrás dele e questionar aquele comprotamento estranho. “Me perdoa, meu amor, mas é para seu próprio bem! Nem seu amigo eu deveria ser, mas não conseguiria viver sem você ao meu lado!”, pensou enquanto se afastava.

N/A: Olha gente, mil perdoes, mas essa fic esá ficando uma porcaria ¬¬ Vilxe... Ninguem merece naum!! : (( Esse capitulo ficou terrível, desculpem-me, eu sei que prometi melhorar, mas pelo visto eu numconsegui naum... Se os proximos caps não melhorarem eu acho que vou excluir td e fazer um epílogo como cap final depois q eles descobriram td, oks?!

N/A 2: Agradecimentos especiais à:

Thai: Oh miga, eu acho que tenho a auto estima lá em baixo mesmo, viu?! : ( Mas eu acho mesmo que a fic ta ficando ruim, apesar de eu tentar melhorar... Espero que vc curta o capitulo, vou tentar melhorar nos próximos... Ah... Thaiiii, eu num passei no vestibular não, pelo menos não na UFBA, ainda vou tentar a UFES em janeiro, mas se num passar eu acho que vou esquecer esse negocio de medicina e vou fazer meu curso de direito mesmo, ehehehehhe... Só espero gostar, pq nunca pensei em fazer direito n, ahuahuahau **Nem pergunta pq eu fiz logo “direito”, sendo que num tem nd a ver com a área de saúde, Pink de vez em qd faz coisas que nem ela entende, ehehehhhehe**. Brigada pelo comentário miga!! Bjaum!!

Cirobc 15: Que bom que esta curtindo a fic, ta meio fraquinha por enquanto, mas vou tentar melhorar nos próximos caps!! Brigada pelo comentário!! Bjus!!

Lila_Granger: Ah mana, ta gostando mesmo?! Sei n... Tow achando a fic chata!! Nem me lembre que “Só queria ter dito que te amo” ta acabando, buaaaaaaaaaaa!! Queria ter alguma idéia p uma continuação, mas até agora num veio nada... Deixa queto, neh?! as continuações de Pink são porcarias, então melhor nem tentar, hauhauhauhau!! Brigada pelo comentário mana!! Bjoks!!

Isabela: Hum... Vc disse q n entendeu a ultima parte certo?! Deve ter sido o flashback que coloquei... Bom, ali foi uma lembrança da Melissa, de alguns meses antes dela vir p o passado, qd Voldemort capturou Harry e Hermione (eles são os pais de Melissa), além de Draco e Gina. Apenas ela e William (filho de Draco e Gina) conseguiram fugir... Ela passou alguns meses treinando, para usar um vira-tempo que Hermione aperfeiçoou e voltou alguns anos no tempo, cerca de três meses antes de Harry duelar com Voldemort (tinha que esse tempo, p q o vira-tempo carregasse e ela pudesse fazer a viagem de volta), mas apesar dele derrotar Voldemort, o corpo do bruxo n foi encontrado e anos mais tarde ele voltou ainda mais forte... É isso que Melissa precisa evitar, que o corpo de Voldemort suma e destrua o futuro, no qual ela vive... Ela precisa da confiança de Harry e Mione p que acreditem nela quando ela falar p procurarem o corpo de Voldemort, por isso ela n poderia aparecer no dia da batalha. Bom... acho que ai da p explicar mais ou menos o que a lembrança de Melissa tentou esclarecer, espero que vc tenha entendido td, mas se ficar qualquer duvida me fala oks?! : )) Brigada pelo comentário!! Bjus!!

Paulinho: hauhauahuahua, que isso Paulinho, eu jamais ia querer me livrar de vcs!! : )) É que tava achando a fic sem graça, sei lá... Por isso sugeri exclui-la!! Bom... Eu tinha que dizer das semelhanças, mas p n ficar na cara eu fiz a Melissa usar uma maldição imperdoável p ver se disfarçava um pokinhu, ehehehehehhe!! : ) Mas aquilo foi necessário, ela n eh má n!! : )) Bom... Tomara que eu consiga fazer os próximos caps melhor!! Brigada pelo seu comentário!! Bjus!!

Mione03: Que bom q vc gostou, na verdade essa idéia não foi minha, é meio que o enredo de Sailor Moon R **hauahuahuaha, Pink adora desenhos animados japonês, é uma das minhas paixões**. Achei que se encaixaria nessa fic, já que Harry e Hermione tb são reencarnações! : ) hehehhehehehe!! Só que eu adaptei p HP e diferente do desenho, os personagens do passado n irão p o futuro!! : ) Ainda n sei se eles vão descobrir que Melissa é filha deles, ehehehhehe... Daqui p lá eu decido!! : )) Espero que curta o cap!! Brigada por comentar!! Bjus!!

Gabi Delacour: Bom, espero que vc tenha curtido os outros caps, vou tentar n demorar muito p atualizar, hehehhehe, mas fica meio difícil, como vc mesmo disse, tenho muita fic, e n posso deixar umas de lado e so atualizar outras!! Tento dividir p atualiza-las na mesmo freqüência, eheheheh!! brigada pelo comentário!! Bjus!!

N/A 3: Bom... Falei com a Mione, mas vou repetir aqui... A idéia da fic vem do desenho Sailor Moon R, essa parte da filha deles voltarem p passado... Se for ver bem, o inicio tb se encaixaria, mas juro que na epoca que creiei a fic num lembrei de Sailor Moon n, alias nem dava p lembrar, pq eu num assisti a primeira fase do desenho, que é justamente a parte eles descobrem que já foram namorados no passado, então n acho que deve ter sido como Harry e Mione descobriram que eram Hilary e Herbert... Alias, acho que em Sailor Moon num tem tb a parte do ritual neh?! : )) Bom... Eu num sei, pq só assisti a partir da fase R... hehehehehhe, sim... Pink assisti e é apaixonada por desenho animado japonês, hauahuahuaha!! : )) Agradeço a todos que leram, comentaram e votaram!! grande bju!! Pink_Potter : )

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Isis Brito em 14/02/2012

Nãããããoooo!!
Harry longe da Mione, nããããoooo... =( 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.