FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

13. O segredo de Melissa


Fic: Nada poderá nos separar


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

_ É ali, quarto 26, Mione - Gina apontou - Olhe, deve ser a nossa colega de quarto!

_ Melissa?! - Hermione disse ao reconhecer a garota que estava com a chave do quarto 26 também.

_ Nossa, ela é sua parente, Mione? - perguntou Gina olhando de Melissa para Hermione.

_ Olá, eu sou Melissa Granger - a garota estendeu a mão para Gina que aceitou o cumprimento - Acabei de me mudar para a Inglaterra, sou prima da Hermione!

_ Ah... Bem que desconfiei - a ruiva sorriu - Ela é muito parecida com você Mione - Gina então olhou mais uma vez para Melissa, apertou os olhos para estudá-la melhor e deu um pulo.

_ Que foi Gina? - perguntou Harry percebendo a cara de Gina.

_ Ela parece a Mione, os mesmos traços do rosto e a cor dos cabelos, mas estes olhos - Gina aproximou-se de Melissa que recuou, seu coração batia acelerado - Nossa, são iguais aos olhos do Harry!

_ Meus?! - Harry assustou-se, só agora Hermione notara, os olhos de Harry eram de um verde intenso que ela quase nunca vira igual, estranhamente a menina tinha aquele mesmo brilho no olhar.

_ Se eu não soubesse que é impossível diria que essa menina é a filha de vocês! - Gina falou sorrindo, fazendo Harry e Hermione corarem, enquanto Melissa permanecia quieta.

_ Ela realmente lembra muito a Mione - Harry disse olhando para Melissa, agora Hermione também a olhava estranhamente. Melissa suava, seu coração batia acelerado, precisava fazer alguma coisa e rápido...

_ Será que dava para a gente mudar de assunto? - Melissa pediu, Hermione desconfiou.

_ Qual o problema? - perguntou Hermione, então ela viu os olhos de Melissa ganharem um brilho intenso, como se ela fosse chorar a qualquer instantes.

_ Eu realmente tenho os olhos do meu pai - a garota disse, sua voz ficou um pouco rouca e só então Harry e Hermione entenderam porque ela não queria falar no assunto - E sou muito parecida com a minha mãe!

_ Melissa, nós sentimos muito - Harry tentou contornar a situação, Gina parecia não entender nada.

_ Eu não quero ser indelicada, mas meus pais eram tudo para mim - inevitavelmente uma lágrima rolou na face dela, e Gina entendeu quando ela usou o verbo “eram” - Ainda é muito doloroso lembrar deles!

_ Desculpe-me - sem pensar duas vezes Hermione a abraçou. Não sabia exatamente por que estava fazendo aquilo, ainda suspeitava de Melissa, mas sentia sinceridade naquelas palavras. Por mais que os pais dela não fossem quem ela dizia ser, ela parecia amá-los muito.

_ Não se preocupe - Melissa correspondeu ao abraço, depois se afastou - Só não vamos falar mais disso, ok? - todos concordaram, e quando ela entrou, Gina sussurrou no ouvido de Hermione um “Que fora nós demos”, e Hermione acenou com a cabeça.

Passaram o resto da tarde arrumando as coisas, Melissa não conversava muito, mas Gina parecia ter gostado dela. Quando era quase noite, Harry sugeriu que fossem comer fora, Melissa tentou evitar ir também, mas com muita insistência de Gina acabou indo. Eram quase oito horas quando deixaram os dormitórios, e a primeira pessoa que encontraram foi Draco Malfoy, que também parecia estar deixando o local.

_ Uma Weasley? Pensei que tivesse me livrado de vocês quando deixei Hogwarts - Draco disse e Gina revirou os olhos, Harry e Hermione sorriram, sabiam que havia uma certa “tensão” entre eles, desde os tempos de escola.

_ Não acredito que vou ter que passar mais alguns anos com você - Gina respondeu.

_ Anos? Eu vou tentar evitá-la e nosso contato não será nem de dias! - Malfoy respondeu, Melissa sorriu balançando a cabeça negativamente e só então ele pareceu notá-la.

_ O que foi garota? - ele perguntou olhando para Melissa.

_ Talvez ela só tenha percebido o que nós já sabemos há algum tempo - Harry falou, desde que Malfoy passara para o lado da Ordem encontrava Gina algumas vezes, e sempre era briga na certa. Nem com o Rony, Draco agia assim, fizeram as “pazes” há algum tempo, então Harry e Hermione perturbavam alegando que havia algo mal resolvido entre eles.

_ Harry, não comece - pediu Gina.

_ Quê?! Eu só ia falar desse ódio mutuo que vocês nutrem - Harry sorriu, assim como Hermione e Melissa, Gina ficou emburrada.

_ Ódio? - Melissa comentou - Acho que logo isso terá outro nome! - e piscou para Gina que lhe deu um tapa no ombro.

_ Até parece que eu ia querer outro tipo de sentimento com essa Weasley aí - Draco resmungou. “Outro tipo de sentimento? Vai querer muito mais”, Melissa conteve um sorriso maroto e outros pensamentos.

_ Nós vamos numa lanchonete, quer ir também? - Hermione perguntou, Draco parecia avaliar a companhia.

_ Já que não tenho escolha - deu os ombros e os acompanhou.

_ Claro que tem, não venha! - Gina quase gritou.

_ Eu não estou aqui para satisfazer seus caprichos - Draco sorriu debochando e Gina bufou de raiva - E quem é você?

_ Melissa Granger - ela respondeu, Draco soltou um “ah” e olhou para Hermione.

_ Imaginei que era parente sua - disse por final.

Eles foram até uma lanchonete que havia perto da escola. Melissa se deu muito bem com Draco e Gina ficou irritada com isso, afinal conhecera a garota primeiro e também gostou dela... Não queria que Draco ficasse amigo dela também. Em todas as discussões entre Draco e Gina, todos riam muito, mas os sorrisos de Melissa sempre eram misteriosos, “É como se você soubesse de alguma coisa que não sabemos”, Gina comentou certa vez. Alegando cansaço, Melissa foi a primeira a voltar para a escola de aurores.

_ E então, vai me contar agora, Mione? - Gina perguntou, estavam sentados numa mesa, terminando os sanduíches que pediram. Hermione olhou para Malfoy, não sabia se deveria contar aquilo a ele também, afinal ainda não o considerava um amigo.

_ Se o problema sou eu pode deixar, já estou indo - Draco quase levantava-se, mas Hermione o impediu.

_ Não, sente-se - ela pediu - Talvez você também deva saber já que vai conviver com ela!

_ Nossa, do jeito que você fala até parece que ela é uma comensal disfarçada - Gina brincou.

_ Não pode ser, teríamos detectado alguma aura maligna - Draco comentou.

_ Harry e eu achamos que ela possa ter camuflado isso - Hermione explicou - Amanhã pediremos a Tonks para tentar detectar!

_ Mas eu pensei que ela fosse sua prima! - Gina disse.

_ O caso Gina, é que eu nunca tive nenhuma prima chamada Melissa - Hermione começou - Ou melhor, minha mãe era filha única até alguns dias atrás, e de repente quando chego em casa encontro essa garota!

_ Como assim? Quer dizer que ela não é sua prima? - pergunta Draco.

_ Hermione, talvez você não lembrasse - Gina tentou.

_ Impossível, meus pais falaram como se tivéssemos muita afinidade, jamais esqueço alguém que gosto - ela falou.

_ Então quem é essa garota? - Gina questionou.

_ Ainda não sabemos - Harry disse - Mas se a Mione estiver certa, precisamos ter cuidado, afinal ela pode ser mesmo uma comensal!

_ Já teria nos atacado - Draco falou.

_ Sozinha? - Harry indagou - E se nos matar não for o plano, sei lá, se a missão dela for apenas nos vigiar?

_ Talvez Voldemort tenha algum plano - Hermione concluiu - Por isso não confiamos nela!

_ Mas ela parece ser tão legal - a ruiva comentou.

_ Nisso eu tenho que concordar com a Weasley - Draco disse.

_ Bom... Não temos certeza de nada, mas é bom ficar de olhos abertos - Hermione sugeriu.


************************

Caminhou sozinha de volta para a escola, aquele dia fora realmente agitado e precisava descansar. Não agüentou e sorriu feliz por estar ali, com eles novamente, "Williams iria gostar de ter vindo", pensou lembrando do amigo que crescera ao seu lado. Quando chegou no quarto, andou até a mesinha de Hermione e lá viu um porta-retrato com uma foto dela com Harry. Melissa tocou a foto com carinho e chorou.

Há quanto tempo não chorava? Há quanto tempo não se permitia lembrar deles para treinar e obter êxito na missão? Há quanto tempo não os via? O cansaço de todos aqueles meses pesava agora e ela sentou na cama ainda olhando a fotografia. Uma saudade a fez relembrar momentos felizes com as pessoas que mais amavam no mundo, e agora deveriam estar sofrendo num cativeiro sombrio.

Flashback

Harry e Hermione chegaram ao alojamento tarde naquele dia, seus rostos com as mesmas expressões preocupadas e cansadas. Assim que os viu chegar, foi ao encontro deles e como sempre fazia os abraçou e sorriu, agradecendo mentalmente por estarem ali outra vez.

_ Desculpa a demora, querida - Harry falou.

_ Não tem problema, venham o jantar está pronto - a garota falou.

_ Ah filha - Hermione a abraçou - Perdoa-nos se nestes últimos meses estamos ausentes, mas agora mais que nunca nosso trabalho é necessário.

_ Mamãe - ela olhou com carinho para a mulher - Não precisam se desculpar, eu entendo tudo que estão fazendo.

_ Sua mãe parece ter conseguindo, se tudo der certo, poderemos te dar um mundo completamente diferente deste em que vive - Harry também abraçou a garota.

_ Se vocês estiverem comigo eu não me importo com mais nada - ela falou, fazendo Hermione emocionar-se.

_ Você é o fruto do amor que Harry e eu sentimos há muito tempo - Hermione olhou para o marido - Se fazemos tantos sacrifícios é apenas por você!

_ Eu sei e sou feliz por ter pais tão maravilhosos quanto vocês! Eu amo vocês! - Melissa falou, foi a última coisa que disse antes de ouvir um estrondo e a parede perto deles ser destruída. Harry protegeu as duas com uma barreira criada por sua varinha que pegara rapidamente.

_ Estupefaça - um comensal gritou, mas eles se protegeram.

_ Nos encontraram - Hermione falou assustada.

_ Eu não vou deixar que machuquem vocês, terão que me matar primeiro - Harry começou a duelar com o comensal e Melissa ficou apavorada, nunca nesses últimos 4 anos de guerra tinha visto um duelo, pois sempre esteve segura no alojamento, mas parece que tinham descoberto o esconderijo. Outros comensais apareceram e Hermione começou a duelar também. Contudo, ela foi até Melissa depois de ter se livrado de um comensal, olhou com carinho e preocupação para filha.

_ Você sabe onde está - Hermione falou - Perdoa-me por deixar isso em tuas mãos, mas tenho certeza que poderás vencer!

_ Mamãe - ela começou a chorar, sempre soube que esse dia poderia chegar, mas agora parecia ainda mais triste.

_ Harry, Hermione - Draco chamou, parecia estar um pouco machucado. Gina servia de apoio e William também o ajudava.

_ Nos encontraram - Harry falou e Draco confirmou - Precisamos detê-los!

_ Melissa, William fujam agora - Gina falou - Vocês sabem para onde ir!

_ Não, eu vou lutar com vocês - o garoto loiro falou.

_ Filho - Gina o abraçou - Você precisa ir, nós vamos assegurar que vocês sairão daqui em segurança!

_ Isso, faça o que Gina diz - Hermione falou, mais comensais chegavam e Harry e Draco duelavam - Nós amamos você querida, você vai conseguir!

_ Não mamãe, papai - Melissa não segurava mais as lágrimas, olhando para os pais e também para os “tios”, pois William considerava os Potters como tios, ele abraçou Melissa.

_ Mel, nós precisamos ir agora - ele falou, também não queria deixá-los ali, mas entendera que era necessário.

_ Não - ela resistiu, mas William a segurou com força e a puxou, Melissa acabou tropeçando, e enquanto levantava-se ouviu a voz de sua mãe, que acabara de ser atacada.

_ MAMÃE! - ela gritou enquanto via Harry correr desesperado para o corpo de Hermione que parecia ter se machucado ao cair com o feitiço estuporante.

_ Sinto muito, Mel - William disse antes de desaparatar com ela dali.

Fim do flashback


Foi a partir daquele dia que sua vida perdeu o sentido, ela e Williams aparataram no laboratório de Hermione, ficaram ali sozinhos por alguns dias, até que Dumbledore apareceu. Pelo que contou, poucas pessoas sobreviveram ao ataque, mas seus pais ou os pais de William não morreram, foram levados e agora eram reféns de Voldemort. Seu coração doía ao imaginar o sofrimento que eles poderiam estar passando.

Há quase quatro meses Melissa foi treinada pelos aurores que restaram, aprendera feitiços novos e complexos, poções e até as maldiçoes imperdoáveis, Cruciatus e Imperius. Seus dias resumiam-se a aperfeiçoar suas técnicas para poder mudar o passado. Tudo aconteceu quando Harry ainda estava na escola de aurores, pelo que Melissa sabia, ele derrotou Voldemort, mas seu corpo foi perdido durante a batalha final.

O que ninguém imaginou durante esses anos de paz, foi que comensais estavam juntando forças para trazer o mestre de volta a vida, e usando magia negra antiga ressuscitaram Voldemort, e este voltara mais forte que nunca. Agora que tinha família, Harry se viu obrigado a protegê-la e mudaram para um alojamento com outros bruxos que também eram “visados” por Voldemort. Esse lugar ficou seguro até aquele dia, quando o ataque aconteceu. Hermione trabalhou durante anos num vira-tempo para aperfeiçoá-lo e levar alguém de volta ao passado, depois de tantas perdas, Melissa acabou sendo escolhida para a missão, tendo oposição apenas de Snape, que achava que William era mais indicado.

O plano que Dumbledore bolou foi fazer a garota ganhar a confiança dos pais e com isso convencê-los a procurar imediatamente o corpo de Voldemort, não cometendo o erro de deixá-lo esquecido no campo de batalha. Melissa não deveria deixar que descobrissem que era filha deles, ou isso poderia influenciar nas ações futuras de Harry e Hermione. Ela não poderia ir no dia da batalha, pois o vira-tempo precisava de quase três meses para recarregar e ela voltar para o futuro.

Olhou mais uma vez para a fotografia a sua frente e deu um pequeno sorriso hesitante. “Vocês confiaram em mim, eu não vou decepcioná-los!”, falou baixinho. Ela trocou de roupa e se deitou, seu corpo cansado adorou a cama macia. Pegou a varinha e apontou para a pulseira que usava, a qual tinha uma medalhinha com seu nome gravado. Uma fotografia começou a sair da medalhinha, Melissa segurou sua foto, na qual estava com seus pais, no seu último aniversário, conjurou um feitiço para que os outros não a visse e abraçou seu maior tesouro, sua família...


N/A: ¬¬ Gente, desculpa a demora, finalmente capitulo novo p vcs!! : ) então agora vcs já sabem quem eh a Melissa neh?! hehehhhhee, num deu p segurar por muito tempo, achei q seria melhor contar logo! Bom... Eu estava pensando e tow achando q a fic ta ficando uma porcaria... Gente, q vcs acham de eu excluir esses caps e colocar escrever um epilogo?! Eu colocaria esse cap depois do ritual, tow achando q seria melhor... : ( A fic ta horrível, vcs num tum mais gostando, entaum seria melhor assim, q vcs acham?!

N/A 2: Agradeimentos especiais à:

Thai: Miga, num ta perfeita n, ta um fracasso, buaaaaaaaaaaa : (( Eu estou pensando seriamente em excluir esses cpas e fazer um final p a fic, q vc acha?! Bom... Quem dera q o vestibular fosse fácil assim, buaaaaaa de novooo, acho q num passo n, se passar, perco na segunda fase... Vou esperar sua resposta oks?! Bjaummm!! Te dorooooooooooooooooo!! Brigada por comentar!!

Lila_Granger: Hum... Sorry pela fic, ta ficando horrível, eu sei... : (, tava conversando c o pessoal, pode dar sua opinião tb, oks?! Obaaa, deve ter atualizaçoes suas essa semana, neh?! oh lá viu?! : )) Tow esperando!! Brigada pelo comentário!! Beijus!!

Clare: Bom, eu já te expliquei td lá pelo MSN, hehehehe, e agora ta aqui, acabei contando logo quem ela era, num deu p segurar isso : )) O ca num ta muito legalz, mas espero q curta! Beijus!! Brigada por comentar!! Te dorooo!!

Fefys Malfoy: E aí, será q vc tav certa?! Ehehhehe... Depois vc me fala se tinha acertado em quem é a Melissa!! : )) Desculpa a demora e o cap ruim, oks?! Brigada por comentar!! Beijus!!

N/A 3: Então é isso, sorry pela demora e pelo cap... Estou esperando a resposta de vcs, qualquer coisa eu excluo o cap sem problemas, viu?! Quero q a fic fique bem legal e q vcs curtam, então dêem suas opiniões!! Beijus!! Brigada por ler, comentar e votar na fic!! Beijus!! Pink_Potter : )

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Isis Brito em 14/02/2012

Ai, que bonitinho!! A Mel veio salvar os pais...
Que descrição maravilhosa da filha do casal: a cara da mãe, mas os olhos do pai... *-*
Amei!! xD 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.