FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

9. "O Ritula do Amor Eterno"


Fic: Nada poderá nos separar


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Os dias que se seguiram após a “visita” dos pais de Herbert foram horríveis para o casal, pois a maioria dos alunos era tão preconceituosa quanto os pais do garoto, embora antes, nunca demonstrassem tão claramente quanto agora. Era como se o escândalo que a mãe dele tivesse feito, fosse o estopim para gozações e humilhações pelo namoro de um rapaz de sangue nobre com uma mera sangue-ruim. Herbet Parker sempre fora “famoso” e respeitado na escola pela família que tinha, era considerado um bom partido para qualquer garota, todos sempre imaginaram que namoraria uma garota do mesmo “estatus”.

Quando Herbert e Hilary começaram a namorar foi um alarde total em Hogwarts, a garota era uma das primeiras pessoas nascidas trouxas que estudava ali, parecia até um pecado para certas pessoas, mas quando um garoto sonserino ofendeu Hilary no meio de uma aula e Herbert deixou bem claro que se aquilo se repetisse ele não responderia pelos seus atos, uma “trégua” aconteceu e o casal pôde curtir o namoro em paz... Pelo menos até aquele dia.

Olhares de reprovação, piadinhas ofensivas, gestos maldosos não pararam de acontecer naquelas semanas que precediam o dia dos namorados, o que fazia a raiva de Herbert aumentar. Era frustrante você ver a pessoa que ama ser ofendida e não poder fazer nada, não conseguir protegê-la, afinal não adiantava mais as ameaças dele contra praticamente toda a escola. Era como se uma parte de si morresse a cada dia, junto com o brilho e a alegria de Hilary a cada ofensa dita. Aquela situação só o estimulou a encontrar uma maneira de nunca se separar da namorada. Procurou em cada estante daquela biblioteca um livro em especial, aquele que continha as informações para um ritual, o “Ritual do Amor Eterno”.

Mas suas esperanças estavam sumindo, agora faltava apenas dois dias para o dia dos namorados e ainda não encontrara o livro. Porém, ele não desistiria, procuraria até o último minuto antes do dia 14, único dia no qual aquele ritual tinha chances de dar certo, para ele poder ficar com ela para sempre. Sua mãe não iria conseguir separá-los, seus colegas não fariam mais piadinhas, o amor de sua vida não mais se entristeceria. Além disso, provaria que seu amor era verdadeiro. A biblioteca já estava fechando, menos um dia para achar o livro...

_ Não é possível - resmungou deixando a biblioteca depois de muita insistência da bibliotecária.

_ Que foi? Finalmente se deu conta que namora uma sangue-ruim? - Dennis Miller, aluno do sétimo ano da Sonserina, grande “inimigo” de Herbert. O garoto se controlou para não voar no pescoço do loiro.

_ Ah Miller, se repetir isso não respondo por mim - Herbert falou.

_ Repetir o quê? Que você namora uma sangue-ruim? - o garoto fez questão de frisar a ofensa. Herbert bufou de raiva e pegou sua varinha, que em instantes apontava para o pescoço de Dennis.

_ Vai se arrepender de ter dito isso!

_ Vai fazer o que, Parker? - perguntou Dennis sarcástico - Lançar um feitiço para eu ficar tão pirado quanto você? Não se dê ao trabalho, eu jamais beijaria uma imunda como sua namorada!

_ Miserável - Herbert já ia lançar um feitiço, quando alguém o impediu.

_ Ele não vale a pena, meu amor - era Hilary, os olhos brilhando, forçando um sorriso, que saiu mais que triste...

_ Hilary... - cada vez que via aquele rosto, outrora tão iluminado e feliz, agora tão magoado e sofrido, dava uma dor em seu coração. Fechou os olhos, Hilary lentamente abaixou a varinha do namorado.

_ Patético - Dennis Miller disse antes de sair, mas é claro, tinha que soltar mais um insulto - Ainda por cima é um dominado! - depois deixou o casal sozinho, Herbert ainda tentava controlar toda raiva que sentia naquele momento.

_ Eu te amo, você sabia? - ela disse num tom choroso, Herbert a olhou nos olhos.

_ Claro que sei, eu também amo muito você - ele então a abraçou, Hilary começou a chorar, tudo que estava passando naquelas últimas semanas era insuportável. Eram poucos os que não a insultava, que também achava tolice um preconceito como aquele; alguns professores, o diretor e algumas amigas da Grifinória - Isso tudo vai acabar meu amor, eu te prometo! Depois que conseguirmos realizar o ritual nos reencontraremos algum dia, mesmo que isso leve mil anos! Nossos sentimentos se reacenderão, e finalmente viveremos nosso amor!

_ E se ainda houver tanto preconceito quanto agora? - perguntou Hilary temerosa.

_ Não sei se algum dia essa tolice que alguns bruxos carregam desaparecerá, mas tenho certeza que diminuirá aos poucos - ele a encarou, segurava delicadamente o queixo dela, enquanto passava o polegar pelos seus lábios.

_ Não sei o que seria de mim sem você - Hilary falou, o garoto sorriu - Já achou o livro? - a pouca alegria que conseguiu se foi, dando lugar a angustia.

_ Ainda não! Acho que já procurei em todos os livros daquela biblioteca!

_ Não é possível que não haja um exemplar aqui - ela comentou - Como a seção restrita não tem um livro de tamanha importância?

_ Seção restrita? - Herbert falou - Claro! Ah... Seu idiota! Como não pensou na seção restrita!

_ Não diga que esteve procurando nas prateleiras comuns? - ela perguntou incrédula, Herbert fez sinal com a cabeça afirmativamente - Meu amor, é lógico que um livro como “Rituais Antigos e Sagrados” não estaria a disposição dos alunos, não é?

_ Deveria ter deixado você procurar, não devia?

_ Certamente - ela sorriu, como ele adorava aquele sorriso...

_ Ainda não acredito que procurei em quase todas aquelas prateleiras! - ele disse, Hilary então o beijou.

_ Nós vamos conseguir - ela falou.

_ Vamos sim! - Herbert a abraçou, naquela mesma noite, com sua capa de invisibilidade, iria até a seção restrita e procuraria o livro.


*****************************************

Depois de uma agitada semana, na qual todos ajudaram nos preparativos para o baile que aconteceria no dia dos namorados, faltava apenas um dia para o feriado. Harry e Hermione acabavam de deixar o salão principal e seguiam juntos para a Torre da Grifinória. Aquela semana foi singular para ambos, nunca se sentiram tão angustiados, parecia que algo sairia de seus corações a qualquer momento. O mais estranho era que tanto Harry quanto Hermione sentia-se da mesma maneira. Ficaram no salão comunal da Grifinória por mais algum tempo, até que resolveram dormir.

Embora tivesse ido dormir, Hermione não conseguia pegar no sono. Rolou na cama várias vezes, a mesma sensação estranha no coração, como se algo estivesse pra acontecer... Segurou involuntariamente o pingente de coração que ganhara de Harry, e pensou no garoto. Imagens de Harry vieram a sua mente, como era feliz ao lado dele, como o amava... Sentou-se na cama, retirou o colar e o olhou de perto. Mais uma vez tentou abri-lo, mas foi inútil, era como se tivesse sido enfeitiçado para não abrir, recolocou no pescoço. Olhou para o relógio que havia em seu criado-mudo, este marcava onze e meia. Daqui a meia hora seria o dia dos namorados, pensou Hermione.

O presente que comprara para Harry jazia perto de sua cama, iriam juntos ao baile que Dumbledore daria na noite seguinte. Às vezes era estranho pensar que antes eram apenas amigos, e agora nutriam um amor tão grande... Sorriu. Certamente, de nada adiantaria ficar ali, então optou por deixar o quarto, dirigiu-se ao salão comunal da Grifinória. Ao chegar lá, notou logo que não era a única com insônia naquela noite.

_ Ansioso para ir ao baile amanhã com a Granger, Potter? - perguntou Hermione tentando parecer séria. Harry deu um pulo de susto!

_ Nossa, Mione, desse jeito você me mata antes do baile - ele brincou, Hermione sentou ao lado dele. Harry segurou sua mão e a beijou - Não conseguiu dormir, meu amor?

_ Não, e quanto a você?

_ Também não consegui dormir - Harry respondeu - Mione...

_ Hum? - ela perguntou ajeitando-se no sofá, Harry passara os braços por detrás dela, e agora Hermione tinha o rosto sobre o ombro dele.

_ Você ainda está com aquela sensação?

_ Sim... Tenho certeza que essa sensação está relacionada aquele casal - respondeu Hermione.

_ Amanhã fará cem anos que morreram, não é? - Harry perguntou.

_ É, amanhã... - olhou para o braço de Harry e viu as horas - Na verdade, daqui a exatamente quinze minutos.

_ Te amo tanto Mione... - ele falou, neste momento Hermione o encarou, Harry tocou seu rosto.

_ Também te amo muito, meu amor - depois disso ele a beijou. Um beijo intenso, cheio de carinho. O beijo demoraria mais, porém uma sensação estranha os fez parar. Ao olhar para o salão comunal o viram girando, como da primeira que “foram” ao passado. A mesma luz intensa emanou do solo, obrigando-os a fechar os olhos... Quando puderam abri-los novamente viram o mesmo salão comunal da outra vez, apenas algumas diferenças do salão comunal do ano de 2005. Olharam-se assustados, e constataram que mais uma vez estavam “transparentes”, um barulho chamou a atenção deles para as escadas dos dormitórios. Delas vieram Herbert e Hilary.

_ São eles, Harry - disse Hermione - Estamos no passado novamente!

_ Olhe - Harry apontou para alguns corações no salão, pelo visto também estavam perto do dia dos namorados.

_ Será que estamos no dia 14? - Hermione perguntou, enquanto observava Hilary e Herbert se aproximarem, mas a resposta foi dada pelo casal.

_ Falta pouco, meu amor! - era Herbert, ele segurava a mão de Hilary, e tinha um grosso livro na outra - Temos 15 minutos para preparar o ritual!

_ Eu amo você - Hilary respondeu com um sorriso, Hermione podia jurar que ela transbordava em felicidades. Os dois saíram pelo retrato da mulher gorda, e Harry e Hermione o seguiam.

_ Acho que estamos no dia 13 ainda, Mione - disse Harry.

_ É, também acho - ela falou, Herbert e Hilary caminhavam em silêncio, era estranho para Harry e Hermione verem a si mesmos.

_ Você ouviu? Ele disse ritual! - Harry comentou.

_ Sim, que ritual será esse? - Hermione tentava lembrar de todos os rituais que já lera na vida, mas nenhum que necessitasse acontecer dia 14 de fevereiro veio a sua mente.

_ Espera, eu conheço esse caminho - disse Harry.

_ A sala precisa! - os dois disseram juntos, quando Herbert e Hilary pararam em frente a sala precisa.

_ Pense na sala branca, meu amor - pediu Hilary. Herbert fez que sim com a cabeça e depois disso, ambos entraram na sala, seguidos de Harry e Hermione.

A sala precisa estava com as paredes brancas, a iluminação do local era através de velas que estavam distribuídas por todo o cômodo. Havia um círculo grande feito com velas no centro da sala, e dentro dele pétalas brancas. Herbert e Hilary caminharam até o centro do circulo, e ficaram de frente um para o outro.

_ Está pronta? - Herbert perguntou acariciando o rosto dela.

_ Estou! - Hilary respondeu sorrindo. Hermione não sabia o porquê, mas lágrimas começaram a rolar sobre sua face, percebendo isso, Harry segurou sua mão. Mesmo “transparente”, ela pôde sentir a mão dele segurar a sua, e isto acalmou seu coração, fazendo-a sorrir para ele.

_ Falta exatamente dez minutos para o dia 14 de fevereiro - Herbert falou, em seguida abriu o livro, o qual por mais que tentasse reconhecer, Hermione sabia que nunca tinha visto. Leu na capa em letras douradas: “Rituais Antigos e Sagrados” - Ritual do Amor Eterno! - depois disso tanto Herbert, quanto Hilary sentaram-se no centro do círculo, um ao lado do outro, sobre pétalas brancas. Ele colocou o livro em frente a eles.

_ “O Ritual do Amor Eterno é um dos mais antigos e também um dos mais perigosos” - Hilary começou a ler, sua mão estava entrelaçada com a de Herbert, Harry e Hermione assistiam o que estava acontecendo - “Aqueles que têm a intenção de praticar o ritual devem estar certos de que se amam verdadeiramente, caso contrário suas almas ficariam perdidas entre os mundos dos mortos e dos vivos!” - ela parou, então Herbert tomou a palavra. Harry e Hermione aproximaram-se dos dois e viram que até a leitura era programada, havia partes nas quais a mulher deveria ler, outras o homem.

_ “Aceitando os riscos, o casal deverá preparar uma sala para o ritual. Esta deverá ser branca, velas da mesma cor distribuídas por todo local. No centro da sala, um círculo feito de velas deverá conter pétalas de rosas na cor branca em seu interior, local onde o casal ficará no momento do ritual” - Herbert parou de ler.

_ “A meia-noite do dia 14 de fevereiro, as palavras abaixo deverão ser ditas pelo casal. Depois disso, um objeto que une essas almas gêmeas será enfeitiçado, retornando a seu(sua) dono(a) num dia especial para o casal. Este objeto será o símbolo do amor destas almas para sempre. Depois de ditas as palavras do ritual, o casal deverá deitar no centro do círculo, a morte não é dolorosa, será como ‘dormir’, mas o despertar só acontecerá quando suas almas reencarnarem. Lembranças da vida passada só retornam no momento certo” - Hilary parou mais uma vez, consultou o relógio, faltava um minuto para meia-noite! Esperaram o tempo necessário, o ritual então teve início!

_ “Se meu amor for eterno, você é minha alma gêmea!” - ele disse.

_ “Se meu amor for eterno, meu coração pertence a ti” - Hilary falou.

_ “Se nosso amor é eterno, nossas almas e nossos corações são apenas um” - falaram os dois ao mesmo tempo. Hermione estava completamente emocionada, era um ritual de amor, já ouvira falar neles, mas há muito tempo os livros pararam de descrevê-los - “Sempre existe no mundo uma pessoa que espera a outra, seja no meio do deserto, seja no meio das grandes cidades. E quando estas pessoas se cruzam, e seus olhos se encontram, todo o passado e todo o futuro perde qualquer importância, e só existe aquele momento”.

_ “Tu és quem sempre esperei, e se nosso amor não é possível agora, entrego minha alma hoje, esqueço meu passado, ignoro meu futuro, tudo que quero é estar contigo mais uma vez algum dia, pois meu amor é eterno! E quando nossas almas reencarnarem numa mesma época, quando chegar o momento certo, nosso amor reaparecerá para vivermos juntos novamente!” - eles pararam.

Herbert tocou o rosto dela, depois colou seus lábios nos da garota por alguns instantes, sentiam seus corpos enfraquecerem pouco a pouco. Eram meia-noite e dez naquele momento, Hermione e Harry prestavam atenção no que viam, ela então sentiu algo se mexer no seu pescoço. O pingente em formato de coração flutuava naquele momento, ainda preso ao pescoço de Hermione. Olhou para Harry que também percebera o pingente a flutuar, mas nada disse, pois as vozes de Hilary e Herbert voltaram a ecoar juntas.

_ “Juntos realizamos este ritual, juntos morremos hoje, juntos algum dia estaremos novamente, pois nada poderá nos separar!” - depois daquela última frase lida em uníssono, Herbert deitou sobre as rosas agora estava mais fraco ainda, Hilary fez o mesmo, colocando a cabeça sobre o peito do rapaz. As mãos entrelaçaram-se e neste instante todas as velas se apagaram. Harry segurou mais forte a mão de Hermione, mas rapidamente a luz voltou a sala.

Aproximaram-se dos corpos que jaziam sobre as pétalas, que agora eram vermelhas, tingidas pelos sangues daqueles jovens. Suas faces tinham umas expressões tranqüilas, embora pálidas, leves sorrisos nos rostos, pareciam dormir apenas. Herbert e Hilary estavam mortos, sacrificaram-se pelo amor que sentiam, para que pudessem se encontrar numa outra vida.

_ Nós fizemos isso no passado - disse Hermione, lágrimas rolavam sobre seu rosto, sequer percebera que...

_ E estamos juntos agora - Harry completou, ela ficou de frente para o rapaz - Hilary...

_ Herbert - Hermione falou. Uma avalanche de lembranças invadiu as mentes de Hermione e Harry, lembranças da outra vida. O começo do namoro, o preconceito dos colegas, as brigas dos pais...

_ Nós conseguimos - ela falou, abraçando-o.

_ Agora... - Harry ia falar, mas notou que o pingente abrira, ele segurou e leu - “Estaremos sempre juntos, H&H” - em seguida mostrou a Hermione.

_ Eu sabia que ele só estava esperando o momento certo, assim como nosso amor... - em seguida eles se beijaram - Eu te amo, Harry, pelo visto, sempre te amei!

_ Também te amo, Hermione! - disse sorrindo, era como se tudo agora fizesse sentido para eles...


N/A 1: Antes de tudo quero me desculpar pela demora, mais uma vez peço a compreensão de vocês, eu sou uma vestibulanda desesperada, cheia de aulas extras e coisas p estudar (sem falar das minhas dúvidas quanto ao meu futuro profissional... Mas não vamos falar disso, ehehheheheh!!). Bom... Mas não foi apenas isso q causou a demora da atualização, tenho q admitir que deu um certo trabalho fazer o capitulo, eu tinha td na cabeça, mas n conseguia colocar no word... : ) Já estava ficando desesperada, ehhehehehe, masss... Eu consegui!! Eu sei que não está maravilhoso (não consegui fazer exatamente do jeito que eu queria), talvez não tenha ficado tudo muito claro... Então, perdoem-me!! Caso o capítulo esteja ruim demais, me avisem, que eu excluo e tento fazer uma coisa melhor, oks!!? Agradeço a todos que leram, comentaram e votaram!!

N/A 2: Agradecimentos especiais à:

Isa: Bom... Não sei se o capitulo ficou muito legalz naum, tentei fazer o melhor possível, mas ainda assim acho que não consegui deixá-lo bom!! Sorry!! Nossa, eu concordo completamenteeeeeeeeee com vc, NÃO EXISTE CASAL MAIS PERFEITO QUE HARRY E HERMIONE!! : )))) Pena que a louca, caduca da JK não pense dessa maneira... Mas fazer o que neh?! : )) hehehhehe, já te add tb no msn, mas ainda n conseguimos nos falar, n foi?! Vamos ver se essa semana a gente se fala!! Bjaum!! Obrigada pelo comentário!!

Tami: Migaaaa, muito obrigada pelo seu comentário, estou ansiosa pelas suas fics, esperando que você poste assim que puder!! : )) Que bom q gostou do cap, esse n ficou muito legalz naum, mais ainda assim espero q curta!! Tow demorando um pouco p atualizar, mas vc sabe como eh?! O estudo n deixa a gente em paz!! Ehehhehehehhe!! Ah, valeuz por desejar sorte tanto nas fics qt no vestibular!! : )) Te dorooooo muitoooooo!! Bjaumm!!

Krla: Oiee, consegui e postei o capitulo novo, sei q demorei um pouco, mas tentareiiii não demorar tanto da próxima vez!! que bom q curte n só essa, mas minhas outras fics tb!! Obrigada por comentar!! Bju!!

Téia: Vou mandar outro e-mail sim, hehheheheh, não é incomodo nenhum! : ) Espero q curta esse capitulo tb, já te add tb la no msn!! : )) Bju!! Obrigada pelo comentário!!

Hermione Seixas: Hum... Antes de tudo agradeço o comentário, hehehehhee, demorei um poukinhu p atualizar, mas finalmente saiu o cap 9!! : )) Ahh, já li suas fics tb, deixei comentários nelas tb!! Bom... quanto a “KRA QNDU CRESCER EU QUERO SER IGUAL A VC(RSRSRSRSRSRSRSRS)”, digamos que eu fiquei feliz e triste ao mesmo tempo: Fico feliz q vc ache que eu escrevo bem, hehehehehe, mas... Poww, indiretamente vc me chamou de velha!! : PP Não sei qts anos vc tem, mas eu só tenho 18 aninhos (eu sou velha é?! Por favor, diga que eu não sou velhaaa, hauhauauhauhhauah!!) : )) Mas td bem, sei q falou como um elogio, hehhehehehe, e agradeço!! Bjuss!! (Pink não é velha, viu?!hauahuahuahuaha, acho que fiquei traumatizada!!).

Bruninha: Migaaaaa, que bom q gostou do capitulo, apesar desse novo n ter saído muito legalz, espero que curtaa tb!! : )) Não desanima n, a JK fez a burrada dela, mas nós HH temos que continuar, ehehehhehe!! : )) Dorooo muitooooooo vc, miga!! Bjus!! Brigada por comentar!!

Larinha: Ah, obrigada pelo comentário, fico feliz que esteja curtindo a fic, as idéias, os flashesback, eheheheh!! : )) Dá um trabalhão, juntar o passado c o futuro, mas estou tentando fazer o melhor possível!! Naum sei se o cap novo ficou muito bom n, mas espero que vc curta!! : ) Desculpa a demora em atualizar!! Grande bju!!

Nathalia Rosa Potter: Olá, li sim todas suas fics e gostei delas, são otimasss, estou até esperando atualizações, viu?! : )) Ahh, desculpa ta demorando, mas finalmente consegui fazer o capitulo, hehehehe, espero q vc goste!! Bom... Na verdade, eu nem tinha pensado em matar Harry e Hermione!! : )) Ah, tow sim, tendo que estudar p caramba, p q tenho q fazer vestibular no fim do ano, hehehhehe!! : )) Tai a atualização dessa fic, “Só queria ter dito que te amo”, eu atualizei semana passada, mas assim q der tb atualizo!! : ) brigada pelo comentário!! Bju!!

Lili Black: Obrigada pelo comentário, tai o capitulo 9, não matei Harry e Hermione n, eu nem tinha pensado nisso, heheheheh!! : )) Li sua fic sim, muito boa ela, tb espero atualizações suas!! Bju!!

Paulinho: Oi, hehehehhee, que bom q curte minhas fics, e eu acho, serio mesmo, hehehehhe, que não há problema algum em ficar viciado nelas, hauahua!! Pode lê-las qd quiser!! ; )) Espero q curta o capitulo ai, apesar da criatividade n ter me ajudado muito!! Obrigada pelo comentário!! Bju!!

Fefys Malfoy: Obrigada pelo comentário, eu adoro cada comentário q vc deixa nas minhas fics, e que bom q vc tem sempre um tempinhu p dizer o q vc ta achando dos capítulos!! Bju!!

Thai: Migaaaaa, tem problema n, leia qd puder, hehehehe!! : )) Espero q goste do capitulo novo, desculpa se n ficou tão legalz!! Hauahauhaua, eh complicado ter um bocado de fic, as vezes eu me descabelo toda p atualizar, o problema agora é a falta de tempo mesmo!! EU ESTOU ANSIOSA ESPERANDO ATUALIZAÇOES SUAS, SRTA. THAI, VÊ SE NAUM DEMORA!! : )) Hauhauahuahua, Pink pressionando ai, neh?! ; ) Tb te adorooooooooooooooo muitooo!! Valeuzz pelo comentário!! Bjusss!!

Mariana Monteiro: Muito obrigada pelo comentário, eu adoro escrever essa fic, fico tão feliz q vcs curtam ela!! Dá um certo trabalho, hehehehehe, mas... Vale a pena, espero q curta o nono capitulo, apesar de eu ter achado que ele n ficou legalz naum, desculpa, queria ter feito essa parte do ritual bem linda, sabe... Enfatizar bem o amor deles e talz, mas acabei n conseguido!! Sorry!! Bju!!

Clare: Eu já estava ficando com saudades dos seus comentário, pensei que tinha me abandonado, que não estava mais curtindo minhas fics : (( *Pink é dramática, neh?!* Vou te avisar toda vez que eu postar capitulo novo, viu?! Falando nisso... Eu atualizei minhas outras fics, queria até q vc visse, pelo menos “Estarei sempre em seu coração”, finalmenteeeeeeeee eu fiz o capitulo da primeira vez deles, hehehehehehe, depois vc dá uma passadinha lá e diz que vc achou!! : ) é claro, que cm minha mente naum é tão pervertida qt a sua, o capitulo n ficou essas coisas toda, mas... Não ficou tão ruim naum!! : )) dorooo muitoooooooo vc!! Bjaum!!

Dri: Agradeço seu comentário, é bom saber que está curtindo a fic!! : )) Demorei um pouco p atualizar, mas finalmente consegui!! Hum... Eh sério, as vezes eu acho q os capítulos não ficaram como eu queria, e este agora foi um desses!! Naum ficou tão legalz como eu queria, por isso, peço desculpas a você e a todos que lerem o capitulo!! Bju!!

N/A 3: Fiz meus agradecimentos, desculpei-me pelo capitulo!! : )) Agora, vou fazer uma propaganda, hehehhehehe!! : )) Minha miga Tami fez uma comunidade do orkut, chamada “Fics da Pink”, cujo endereço é: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=4569959 . Quem curte minhas fics, tem orkut e não se incomodar, esteja a vontade para fazer parte desta comunidade!! Vcs podem dar sugestões, me apressar, criticar... : )) Então quem quiser, pode entrar, oks?! Agradeço aqueles que fizerem isso, ehehhehehe!! Grande beijo e todos!! Obrigada!! Pink_Potter : )

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Isis Brito em 13/02/2012

(MERLIN, me deixa parar de chorar pra comentar direito aqui!!)

Ahhh, sem palavras pra descrever toda a emoção que tomou conta de mim quando li tudo isso...
Um ritual, uma prova de amor... Eles enfim se reencontraram...
AAAHHH!! QUE LINDO!!! =')

Ai, vou ler de novo e voltar a chorar emocionada... ='D 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.