FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. - Falsidade -


Fic: Maldita


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Você consome o veneno que eles te dão.
Seus olhos de vidro conspiram contradição.
E é delirio ,é tão divertido.
Pregue seu rosto ao meu,eu fui até Deus só para ver.





O céu já clareara ,Bellatrix estava ainda debruçada sobre a mesa de vidro,ninguem iria lembrar da Sra Lestrange? Será que seu Mestre iria esquece-la assim? Ela não sabia,ela ainda estava perdida em seu sono pertubado.
Batidas desesperadas na porta.A mulher sussurrou baixinho:
-Mestre...-ainda lhe restara essa pequena esperança,parecia uma criança esperando pelo príncipe encantado.
-Bella?Abra,sou eu,Narcisa.
-Cissy...-gemeu Bellatrix.
-Alorromora! - com um baque a porta voou,e dela entrou uma mulher magra,loura platinada,com uma capa de viagem muito elegante.
-Oh Bella!-Narcisa Malfoy curvou-se,encostando a sua testa na nuca da irmã .Um sussurro de choro era audivel. -Fraquejou novamente,você vai acabar se matando.
-Morrer,era isso que eu queria-gemeu Bellatrix,sem força.Narcisa afastou o rosto da nuca da irmã,tocou o rosto de Bellatrix delicadamente,levantando-o.
-Bella ,venha, seu nariz está sangrando.
O sangue escorria de seu nariz,na mesa já tinha uma pequena poça do sangue escuro de Bellatrix.
-Ah,me ajude Cissy,-sussurrou em desespero,tentando limpar o sangue de sua face.
-Levanta Bellatrix!-Narcisa já cansara de encobrir e aconselhar a irmã teimosa.
Mas só ela sabia o motivo de se acabar assim.


Eu vou te dar maconha no Natal.
Você é tão deturpada,esqueça do lado mal.
E é delirio,é tão divertido.
Pregue seu rosto ao meu ,arranque a corda do piano.



Narcisa puxou a irmã pela cintura com uma certa força,e saiu arrastando-a até o banheiro.
-Me solte,me solte Narcisa!-a mulher se contorcia nos braços da irmã,seus cabelos negros estavam soltos,seu vestido estava desabotoado.
Narcisa terminou de desabotoar ,jogou o vestido pro lado e deitou Bellatrix na banheira de marmore vinho,ligando a agua mais fria que tinha.
-É disso que você precisa Bellatrix Lestrange,quando terminar,e estiver consciente o bastante,nós conversamos, certo?-Narcisa saiu do banheiro antes de uma resposta.
Sentou-se na cama desarrumada,olhou para o lado e viu uma seringa,usada.
Se encolheu,assim como suas palpebras,chorando quase que inaudivel.
Amava a irmã,e aquilo lhe doía no coração.

Você quer ser como eu,quer ter oque é meu.
Você não é nada!
Você quer seu como eu,quer ter oque é meu.
Mas eu não tenho nada!
Quer se livrar de mim,e mente até o fim.



-Bem ,o Lord mandou-me buscar você ,ele descobriu aonde você estava. -explicava Narcisa,enquanto penteava os cabelos de Bellatrix.
-Eu sabia! O Mestre nunca me deixaria,eu sabia Cissy!Eu sou essencial ,essencial para ele!-A mulher ,agora bem lúcida,sorria triunfante,feliz.Os olhos brilhavam de prazer,ser lembrada por Lord Voldemort era mais importante que qualquer coisa. -Então vamos mulher!Não posso deixar meu Lord esperando. -Bellatrix deu um salto da cadeira onde estava.
-Sim vamos,e no caminho você pode me explicar porque fugiu da minha casa pra vir pra esse hotel super-lotado de trouxas.
Bem,o motivo de Bella fugir da mansão dos Malfoy não é das mais plauciveis,ela queria se esconder,ela queria se perder sozinha em suas insanidades,viajar em seus devaneios mais secretos,e na mansão Malfoy era impossivel.
As duas belas irmãs vestiram as capas ,já estavam prontas para Aparatar,mas Bellatrix soltou-se da irmã rápido,correu para a mesa de vidro e passou a lingua no que restara do pó branco.
-Mas será possivel!-Narcisa achava Bella mais teimosa que seu própio filho Draco,e quando tinha 5 anos ainda.
Bellatrix sorriu como criança,segurou firme no braço magricela da irmã e assim as duas desaparataram.


Você tem que assumir oque diz.
Você sabe e tenta oque pensa.
Então não venha me julgar.
Você é tão falso quanto a falsidade pode falsear!.




As duas desaparataram em um Hall que Bellatrix conhecia muito bem.Narcisa tirou a capa e colocou em um tipo de cabideiro de marfim,muito lustroso.
-O Lord,onde está?!-Bellatrix adentrou a enorme sala de estar dos Malfoy,nessa hora sentiu falta do hotel trouxa,a sala estava deserta,tinha uma aparencia fria,como se ninguem morasse ali a anos.
-Paciencia Bella! -disse Narcisa,subindo a grande escadaria de marmore branco e cinza.
Ela não entendia oque Bellatrix sentira no momento,ela queria ver seu Lord,agradecer-lhe decentemente,beijar-lhe os pés,queria sentir sua presença e escutar sua voz forte e fria.
Ouviu passos,Virou-se rapidamente para o lado do longo corredor,na esperança de ver seu Lord,mas não.
-Bella!Queres me matar mulher?!-o homem alto e forte abraçou-a aconchegantemente.
-Rodolfo,me desculpe,eu precisava ,você me entende. -ela retribuiu o abraço do marido,só que com mais frieza,a frieza que assolava-lhe a alma desde que nasceu.
-E o Lord? -tinha medo da resposta,mas mesmo assim o fez.
-Venha querida. -Rodolfo ofereceu-lhe o braço,ela aceitou,enlaçando-se nele.
Flashs do baile de Hogwarts e de seu casamento vieram-lhe a mente.Era tão estranho andar daquela forma com Rodolfo,ele era seu marido,mas ainda era estranho.
A verdade era,não se sentia confortavel.
Hoje mais doque nunca,e ela sabia porque.


Da chuva ao sol,o arco-iris.
Seus dentes doces,sua especialidade.
Sua decadencia,sua adolescencia.
Pregue seu rosto ao meu,eu fui até Deus só para ver.
Eu vou abusar do seu bom senso.
Quero saber como você é por dentro!



Rodolfo a conduzia pelo longo corredor,o peito de sua mulher pulsava forte,enfim iria reencontrar decentemente seu Mestre.
Pararam em frente a porta da biblioteca,Rodolfo deu uma única batida na porta e em seguida a abriu,fazendo um gesto cordial para que sua esposa adentra-se o cômodo.
Os olhos de Bellatrix brilharam de excitação como a muito tempo não brilhara.Seu Lord estava sentado em uma poltrona,bem no centro do lugar.
-Mestre!- a mulher correu,abaixando-se aos pés d homem esguio a sua frente.
-Bella,que sufoco deu em nós não?-Bellatrix se segurou para não encarar Voldemort nos olhos.-Ande,levante-se.
A mulher se levantou devagar,se afastando para trás com cautela,aí então ergueu a acbeça e fitou Voldemort. Algo demasiado diferente havia em teu semblante ofidio.
Não era mais ofidio,era simplesmente belo.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.