FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Os Quatro Estranhos - 1ª parte


Fic: Assassinos de Aluguel


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 1
Os Quatro Estranhos




Drive all night
never gonna get me
Night by night
to get away from it all

(Dirigir a noite toda
nunca vão me pegar
Noite por noite
para fugir disso tudo)

The All-American Rejects – Night Drive



Narrado por Lily Evans



Está chovendo muito. Alguém lá em cima deve estar chorando, assim como eu. Ah, eu não me apresentei, né? Meu nome é Lily Evans, e eu acabei de sair do enterro da minha irmã.

Eu não sei direito como aconteceu; meus pais não quiseram me contar, mas eu sei que ela foi assassinada por causa do trabalho dela. Ela era uma agente numa dessas agências do governo, eu nem sei o nome direito. Interbol ou Interpol, alguma coisa assim.

Eu estou cansada de todas essas pessoas que realmente não se importam com a morte dela vindo nos dar seus pêsames... Aposto que metade desse povo nem a conhecia direito!

Além disso, tem um senhor muito estranho que veio aqui. Acho que o nome dele era Dumbledore, ou coisa assim. Disse que trabalhou junto com ela. O achei muito estranho, e um pouco sinistro também.

Entrei no carro com a cabeça latejando; eu só queria chegar em casa. Peguei meu iPod e comecei a ouvir a primeira banda que apareceu lá que, coincidentemente, foi a minha favorita: Paramore. Enquanto tentava colocar minha cabeça em ordem, começou a tocar When it Rains. Meio irônico, né?

Cheguei em casa e peguei meu celular, que tava desligado. Tinha uma mensagem do Rê falando que todo mundo tava na casa dele e perguntando se eu queria ir lá. Eu sorri, pois sabia que eles iam me fazer sentir melhor. Peguei um casaco seco e fui até o quarto dos meus pais, onde eles estavam tentando descansar um pouco.

- Mãe... – Eu falei baixinho pra não acordar o meu pai. – Eu vou à casa do Rê, tá bom?

- Tudo bem, querida. – Ela disse, com uma voz de choro bem disfarçada. – Mas não demora, viu?

Eu fiz que sim com a cabeça e saí de casa pra ir pra casa do Rê. Deixe-me explicar quem é ele e quem está na casa dele.

Renato Marcon Fowl Pevensie, ou só Rê, ou só Tato, ou como você preferir, é o meu melhor amigo, e mora no final da minha rua. Ele tem os olhos verde-mel, o cabelo um loiro meio escuro e tem um e noventa e cinco de altura! Acredita nisso?? Ele é capitão do time de futebol da escola e é super popular... Nem sei porque ele anda com a gente.

Tem a Morg, Morgana Fowl Pevensie, que é prima no Rê. Ela também é alta pra caramba, tem um e setenta e cinco. Dez centímetros a mais que eu! Ela tem metade do cabelo pintado de roxo, enquanto a outra metade é preto. Ela é meio estranha à primeira vista, mas é super gente boa.

A Tefy, Stefany Elizabeth Baudelaire, também ta lá. Ela é loira, tem olhos verdes, um pouquinho mais escuros de os meus e é bem baixinha. Ela deve ter um e cinqüenta de altura, no máximo. A gente sempre a zoa por causa disso... É engraçado ver ela tentando alcançar as coisas dela quando o Rê segura lááááá no alto.

A Sah, Sarah Willians Mitchell, é a minha melhor amiga desde que a gente era bem pequena. Ela é alta também, deve ter quase a altura da Morg. Tem olhos bem azuis e o cabelo bem preto, formando alguns cachos nas pontas. Eu acho que ela tem uma quedinha pelo Rê, mas como ela não fala nada, e ele tem namorada...

Cheguei na porta da casa do Rê e eu ainda me segurava pra não continuar chorando. Toquei a campainha e esperei alguém abrir a porta.


~Assassinos ~ de ~ Aluguel ~

Narrado por Renato Pevensie



Cara, eu to morrendo de dó da Lils... Coitada! Deve ser muita barra ter que passar por tudo isso que ela ta passando. A inútil da Morg tava aqui em casa e teve a idéia de chamar o pessoal pra vir aqui e animar a Lily. Às vezes minha priminha até parece ter um cérebro debaixo daquela cabeleira estranha...

Ao som de The Kill, do 30 Seconds to Mars, a primeira a chegar foi a Tefy. Ela tava com os olhos meio vermelhos, deve ter chorado bastante pensando na Lily… A Tefy é meio sensível pra essas coisas. Eu sorri pra ela e a gente foi pro meu quarto, onde a Morg tinha trocado de CD. Eu nem cheguei a ouvir que banda que era, quando a campainha tocou de novo... Provavelmente era a Sarah.

Eu abri a porta e dei de cara com ela. Ela tava encharcada por causa da chuva e a roupa bem grudada no corpo... Humm...Para com isso, Renato! Você tem namorada, seu indecente!

A gente voltou pro meu quarto e a Morg e a Tefy estavam ouvindo o MEU CD do Arctic Monkeys [N/B: odeio saber que você os viu ao vivo e eu não T_____________T] sem a minha permissão! Elas sabem como eu sou com os meus CDs, principalmente com os meus CDs favoritos. E elas ainda estavam tentando estragar, digo, cantar Fluorescent Adolescent que é minha música favorita!

- Olha, eu sei que vocês bateram a cabeça quando eram pequenas... – Eu comecei, como se estivesse falando com duas criancinhas. – Mas vocês não podem deixar o ataque de criancice pra mais tarde?

- Tato... – A Morg disse, docemente. Docemente demais pro meu gosto... – Por que você não vai tomar no...

Graças a Deus meu celular apitou nessa hora, cortando totalmente a linha de pensamento maligna da morga da Morg. Eu peguei meu celular e vi que tinha uma mensagem da Rachel... Caracas, às vezes essa menina me enche o saco! Nós somos namorados, não casados! E o pior foi o que ela escreveu na mensagem...saca só:

Renato Pevensie!

Q história eh essa de vc ñ querer sair cmg pra ficar com suas amiguinhas idiotas?
Aposto q a Mitchell deve ta aí tb...aquelazinha aferecida...ai de vc se fizer alguma coisa, viu??
T amooo

Rach


Fala sério! Vê se pode uma coisa dessas. Eu excluí essa mensagem logo, porque a meninas já não vão com a cara da Rach, imagina se a virem falando mal delas... Vai sobrar pra mim!

Já aproveitei que tava com o cel na mão e mandei uma mensagem pra Lily avisando pra ela vir aqui pra casa se ela quisesse. Uns quinze minutos depois, a campainha tocou de novo. Eu abri e dei de cara com a Lily mais abalada que eu já tinha visto na minha vida inteira. Não esperei nem ela entrar e já puxei ela pra um abraço... Eu senti que ela precisava. Eu segurei a mão dela e a gente subiu pro meu quarto, onde as meninas nos estavam esperando.


~Assassinos ~ de ~ Aluguel ~

Narrado por Stefany Baudelaire



OMFG! Eu não acredito que já é segunda-feira! A Gente acabou indo dormir na casa da Lily ontem e, como sempre, ela perdeu a hora! Vixx, a campainha ta tocando... Deve ser o Rê enchendo nosso saco pra gente se apressar. Ele esqueceu que a gente saiu mó tarde da casa dele ontem?

Eu e a Sarah já estamos prontas, mas a Lily ainda ta no banho, e a Morg... Bom, ela ta fazendo o que ela faz de melhor: dormir.

- ACORDAAAA MORGAAAAA! – A gente berrou, pulando em cima dela, no que ela respondeu com uns resmungos incompreensíveis.

- Levanta, Morgana! A gente vai se atrasar pra aula! – A Lily disse, saindo do banheiro com uma toalha enrolada na cabeça. E ela acha que tem moral pra mandar os outros se apressarem.

- Ta bom, ta bom! – Ela respondeu, parecendo um zumbi.

- Anda logo! – Eu reclamei, jogando o uniforme da escola na cara dela. – Se troca logo que a gente não tem tempo pra esperar você tomar banho.

Murmurando algo como “Eu vou matar vocês” e “O que eu fiz pra merecer essas amigas”, a Morg seguiu a gente, ou melhor, rastejou atrás da gente até a porta da casa da Lily.

O Renato já tava dentro do carro dele, um desses novos modelos esportivos conversíveis suuuper caros. Pela cara dele ele não tava de muito bom humor.

- Anda logo, suas lesadas! – Ouch! Eu não disse?

Entramos logo no carro, a Morg na frente e nós três no banco de trás, aquele ventinho delicioso batendo nos nossos rostos... Pera aí! Eu disse delicioso? Essa b*#&* de vento ta desmanchando meu cabelo! Eu até tentei falar pra ele levantar a capota, mas ele tava tão concentrado ouvindo Jet no último volume que nem me escutou.

- Hey man, you gotta understand I got the world in my two hands! Hey man, never going back, never going back! – Ele começou a cantar junto, e não é que ele canta até que bem?! – No shame, blood on my veins, I got one life and it won’t change! Hey man, never going back, never going back!

Droga, eu acho que vou pirar aqui! A Morg ta morgando lá na frente, a Sah com a cabeça totalmente em outro lugar e a Lily ta em um estado semidepressivo de dar dó... O que eu faço agora? Já sei! Eu canto junto!

- Come on, come on, I don’t need anyone to tell me what to believe! Come on, come on, shout it out everyone you can tell me what to believe!

Ahá! Aposto que você não esperava por essa, ein, sr. Marcon? Ele olhou pra trás com uma cara de quem tava segurando o riso e eu mostrei a língua pra ele. Nosso jeito super carinho de demonstrar afeto.

Oh fuck... A gente chegou na escola e tava todo mundo olhando pra gente. Espera aí, não estão olhando pra gente! Pra quem será que eles tão olhando? Eu olhei pra trás do nosso carro e babei. Quem são aqueles três deuses gregos ali?



N/A: Aeeee povãooo!!! Milagres aconteceeeem!!!! Td bem q é só a 1ª parte e é bem pequenininho, mas logo mais eu posto a segunda parte, okaaay??? Abraaaaços a todos e beijos a todas,huhu ;*

N/B/Temporária/Luh: nem sei quem são os três deuses, tá. Rere.
Betando isso aqui porque o Re pediu né, fazer o que... Desculpem se eu deixei passar qualquer coisa, apesar de não ter praticamente nada pra arrumar HHSAUDISADH :*
- Caulfield

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.