FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. O discurso de McGonagall


Fic: Just like heaven


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Just Like Heaven -- Capitulo VI – O discurso de McGonagall


Gina, Harry, Rony, Luna e Hermione entraram no saguão de Hogwarts e se dirigiram logo para o salão principal. Luna teve que se separar do grupo para sentar-se em sua mesa. Os outros se sentaram à mesa da Grifinória.
Antes de começar o jantar a mais nova diretora estava de pé, preparada para fazer um pequeno discurso de inicio de ano.
-Atenção! – gritou Filch. Ele estava todo elegante com roupas a rigor de malha fina.
-Obrigada Argo! – disse McGonagall agradecendo docemente – Primeiramente eu queria agradecer a todos os presentes, por acreditarem na escola e por mais um ano letivo. – breve pausa.
-Graças a vocês alunos – continuou ela – podemos reabrir a nossa escola. Dificuldades sempre existem nos nossos caminhos e vocês aqui são a confirmação de que um empecilho foi vencido – os alunos aplaudiram – Agora alguns avisos. –mais uma pausa
-Como sabem com o falecimento do nosso antigo diretor eu me tornei diretora. E que tenho muitas responsabilidade para com a escola, com vocês, e os seus pais. Por isso não poderei continuar sendo diretora da Grifinória, muito menos como professora de transfiguração. Por isso apresento-lhes a minha mais nova substituta , dêem as boas vindas a Narcisa Malfoy – Narcisa entrou calmamente, os alunos aplaudiram, ela fez uma pequena reverencia e se sentou – Porem ela não será minha substituta integral, pois não possuirá o cargo de diretora da Grifinória, devido aos seus hábitos extremamente sonserinos e aos poucos conhecimentos da história e das tradições grifinoriana – McGonagall fez uma pausa e olhou pela mesa dos professores como se procurasse alguém que servisse para o cargo – Não deixarei os grifinorianos desamparados! – todos a olharam com respeito – Nós teremos um novo professor de defesa contras as artes das trevas, ou melhor, professora, dêem as boas vindas a mais nova diretora da Grifinória, Laura Lawrence! – uma mulher de estatura média com logos cabelos negros, dona de belos olhos azuis e de uma pele morena queimada de sol entrou no salão. Ela possuía uma expressão malévola e era terrivelmente bonita. Como acontecera com Narcisa ela fez uma reverencia enquanto os alunos aplaudiram.
-Apresentações feitas! Tudo em ordem – continuou Mcgonagal – mas antes de começar o nosso banquete, eu gostaria de homenagem ao nosso falecido diretor – ela fez um pequeno movimento e um pequeno altar com um livro em cima apareceu – este será o livro de memórias, vocês poderão escrever dedicatórias, e no fim do ano ele será colocado ao lado do tumulo de Dumbledore – e com um aceno um busto de prata apareceu ao lado do altar – e está é a minha homenagem! Bem vindos e bom jantar!

+++

-Finalmente comida! – disse Rony entupindo a boca de torradas.
-Como você pode pertencer a minha família? – perguntou Gina brincando com o irmão – Tenha educação!
-Vocês não acham estranho? – disse Harry com o olhar fixo na mesa dos professores.
-O quê?
-A mãe do Malfoy! Ela é uma professora agora! Isso é impossível! ELA É UMA COMENSAL! – todos olharam para Harry que já estava em pé e dando um murro na mesa.
-Calma Harry – disse Hermione fazendo ele se sentar.
-Eu nunca ouvi dizer que ela ensinava nada – disse Rony derramando o seu suco na mesa.
-Deixa! – disse uma menina sentada ao lado de Rony que começou a limpar tudo antes que a bagunça aumentasse.
-Nem eu! – disse Gina.
-Ninguém ouviu, porque ela não é professora! Ela está infiltrada. Eles perderam o Snape e agora a colocaram aqui!
-Faz sentido – disse Rony distraído.
-Mas Harry, não pode ser – disse Hermione abaixando a voz para que mais ninguém ouvisse – a McGonagall nunca colocaria uma comensal aqui. Ela sabe o que faz!
-Dumbledore também sabia e agora ele está morto! – disse Harry nervoso.
-Errar é humano e nesse caso acho que você deveria dar uma chance a ela – disse Gina – Quem eu acho estranha mesmo é essa Laura não-sei-mais-lá-o-que.
-Lawrence – completou Hermione.
-Não importa ela é muito estranha parece que vai bater em todo mundo.
-Deixe disso Gin. Você só diz isso porque ela é bonita, foi a mesma coisa com a Fleur – disse Rony agora entretido com a conversa – é apenas inveja.
-Inveja? Olhe bem pra mim tenho cara de quem tem inveja daquilo ali – Gina apontou para a mesa dos professores.
-Agora que você falou – disse Harry analisando a mulher apontada – ela é realmente estranha.
-Não disse!
-Ta, um paranóico e uma invejosa isso não quer dizer nada – disse Rony.
-Não é paranóia não – disse Hermione – tem algo diferente nela, ela parece ser...
-Uma Brant – disse Luna se aproximando – uma sacerdotisa banida.
-Será? – disse Gina.
-Provavelmente – disse Hermione analisando a opção.
-Pronto agora todos concordam com a lunática! – disse Rony.
-O que é uma sacerdotisa? – perguntou Harry.
-É uma mulher que cuida de um templo. Ela lida com Deuses e coisas assim – respondeu Gina.
-E me admira muito que você saiba – disse Hermione – ela é como se fosse... Um padre ou uma freira se você preferir.
-E porque ela seria banida? – disse Harry.
-Não sei – respondeu Gina.
-Ela também é um aborto – disse Luna.
-Como falaram todos em coral?
-É ela é como o Filtch, ela não tem varinha!
-Como você sabe disso? – perguntou Gina interessada.
-Bom depois que eu te deixei na cabine eu me encontrei com ela e passei o resto da viagem com ela inclusive a carruagem.
-É verdade você só nos encontrou no saguão – disse Gina.
-Ela me chamou atenção então fui atrás dela pra saber quem era, e acabei entrevistando-a, e ela me afirmou tudo! Será a minha primeira reportagem – disse Luna sorridente.
-Mas, mas – replicou Rony – como pode? Ela é professora!
-Ela deu uma explicação disse de que ela domina magia sem varinha!
-Nossa! E o que ela está fazendo aqui? Por que ela não está na Ordem? – perguntou Harry.=
-Ela disse que trabalha contra você-sabe-quem.
-Será que ela vai entrar? – perguntou Hermione.
-Não sei só sei que do ministério ela não é!
-Luna, E o que você acha da mãe do Malfoy? – perguntou Rony – Ela também é estranha?
-Não ela é normal!
-Estão vendo até ela sabe disso – disse Rony irritado
-Rony! – reprovou Harry
-O que foi? – disse ele com cara de réu.
-Que tal irmos arrumar as nossas coisas está ficando tarde – disse Gina olhando ao redor, não havia quase ninguém no salão principal.
-Eu vou para a sala dos monitores – disse Rony.
-Eu também – disseram Hermione e Luna juntas.
-Então Gina eu te acompanho até o salão comunal – disse Harry, Gina deu o braço a ele que foi praticamente obrigado a aceitar. Andaram pelos corredores por um tempo, e próximos ao que ia dar no banheiro da Murta, Gina parou .
-O que houve? – perguntou Harry.
-Lembra? Foi por esse corredor que você me carregou nos braços pela primeira vez! Foi aqui que eu me senti no paraíso pela primeira vez!
-O que deu em você Gina? Por que você esta me dizendo isso?
-Harry eu sinto a sua falta – disse ela se aproximando perigosamente – e tenho medo de nunca mais ter você de volta!
-Gin – disse ele acariciando o rosto dela – eu não posso é perigoso demais!
-Eu sei, mas não posso evitar, será que é difícil de entender Sr. Harry Potter que eu ainda te amo!
-Eu também gosto de você Gina, é por isso que me mantenho distante!
-Mas essa distancia tão próxima, está me matando.
-Você prefere que eu não fale mais com você é isso?
-Eu, eu, eu não sei! É tudo tão difícil, quando eu finalmente tenho quem eu quero eu perco, e pior você ainda ficar flertando com a Luna na minha frente!
-EU!
-É, eu já percebi muito bem o seu joginho com ela, ela é meio bobinha, mas não fique achando que ela vai te dar bola, POIS NÃO VAI!
-Gin, fique calma, eu não tenho nada com a Luna.
-E então que você estava fazendo com ela no dia do seu aniversario?
-Olhando as estrelas.
-Hora que romântico!
-Ela só estava me mostrando uma constelação! Disse que era o meu presente.
-Eu não sou besta não Harry, sei que você está afim da Luna e que ela é besta o suficiente de sentir o mesmo por você!
-Gin...
-SABE HAARY, EU CANSEI! NÃO VOU CHORAR PELO LEITE DERRAMADO, MINHAS ESPERANÇAS MORRERAM, NÃO QUERO MAIS SABER DE VOCÊ!
-Eu não te devo satisfações!
-Isso é um adeus Harry – ela se aproximou dele tocou os lábios nos dele e se deixaram levar por um beijo singelo. Antes que se tornasse um beijo mais quente Gina se afastou dos braços de Harry e saiu correndo, Harry ficou olhando ela até desaparecer no corredor escuro, ele levou a mão à boca, ele havia esquecido como o beijo de Gina era doce e de como o acalmava.


.........................................................................................................................................................

Espero que vocês gostem do capitulo e que COMENTEM!




Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.