FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. Alianças na Floresta


Fic: Os Descendentes Divinos


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Alianças na Floresta.



Quando Anne acordou demorou um pouco para ela saber onde tava, pois a ultima coisa que lembrava era de ver Harry lançar Rony e os gêmeos para longe. A garota sorriu ao lembrar das expressões deles quando Harry tinha feito aquilo, mas não lembra de mais nada, mas não pensou muito nisso e se levantou foi escovar os dentes e se trocou para logo estava descendo as escadas para o Salão Principal para ir tomar café.



_Ora se não e a pirralha Potter. Anne olhou de onde vinha a voz e viu o garoto que tinha mexido com ela no trem o tal de Zabine.



_Pirralha e sua avó. Respondeu a garota sem dar muita atenção ao garoto que se enfureceu.



_Cuidado pequena Potter, pois eu posso ser mais perigoso que você imagine.



_Oh que meda. Zombou a garota. _Vê se eu estou lá na floresta proibida e me deixa em paz. Blas não resistiu e puxou sua varinha apontando para as costas da garota.



_Eu pensaria muito bem se fosse você. Uma voz fria e cortante falou as costas de Blas que estremeceu levemente.



_E o que você vai fazer em Potter pirado. Disse se referindo a Harry. _Aqui não tem ninguém para te proteger.



_Quem disse que eu preciso de proteção em. Harry olhou de cima a baixo para Zabine. _Você não daria nem pro cheiro.



_Ora seu. O sonserino já estava preparado para lançar uma maldição em cima de Harry.



_Ouça bem Zabine. A voz do moreno ficou mais gélida e num segundo ele já estava a um palmo do sonserino. _É melhor você tomar cuidado com o que diz ou com o que faz, pois você não terá ninguém para protege-lo nem mesmo seu pai que não pode se envolver com esse caso de magia negra ou coisa que lembre vagamente isso. O sonserino pareceu avaliar a situação e abaixou a varinha colocando-a novamente dentro das vestes e dando meia volta passando por Anne quase a derrubando.



_Olha por onde anda seu inútil. Esbravejou Anne.



_Fica quieta Anne. Ordenou o menino-que-sobreviveu. _Agora vamos comer que to morto de fome. Falou novamente sorrindo.



_Somo dois então. |Disse a garota retribuindo o sorriso.



_Que tal nos tirarmos o dia para dar uma volta? Perguntou o garoto.



_Claro. Respondeu entusiasmada a pequena. _Mas aonde?



_Vamos ver novos aliados e acho que você vai gostar deles.



_Então vamos logo.



_Nem pensar garota você tem que se alimentar primeiro. Harry começou a rir e Anne olhava aquilo curiosa.



_Porque você ta rindo?



_E que eu falei igual à senhora Weasley. Respondeu o moreno ainda com um sorriso nos lábios.



_E onde estão esses novos aliados?



_Na floresta por isso que vamos usar a capa de invisibilidade, pois ninguém poder nos ver. Anne sorriu e continuou a descer as escadas.



Os dois tomaram estavam tomando o café quando Hermione e Rony entraram pelo salão ambos com cara de cansaço, mas já não tinha nenhum arranhão ou coisa parecida em seus rostos ou outras partes visíveis. Mione disse bom dia para Harry, mas Rony o Maximo que fez foi balançar a cabeça num sinal de bom dia.



_Porque vocês estão tão cansados? Perguntou o moreno.



_Não e todo mundo que consegue agüentar o que nos agüentamos ontem. Respondeu o ruivo com mau humor.



_Tenho que concordar com o Rony. Falou Mione se servindo de um pouco de cereal.



_Nossa vocês estão tão cansados assim só por causa de um aquecimento? Perguntou Anne olhando para os dois. _Imagine quando começar o treino de verdade. Rony praticamente cuspiu to o suco de abóbora quando ouviu a garota falar que aquilo de ontem só foi um aquecimento.



_O que? Gritou o ruivo fazendo os poucos alunos do salão olhar para ele.



_Fala baixo. Sibilou Hermione puxando o garoto que tinha se levantado sem perceber.



_Desculpe. Disse o ruivo corando diante dos olhares curiosos dos outros alunos. _Mas como aquilo pode ser só um treino?



_Eu resolvi pegar leve só isso. Falou Harry dando de ombros. _Comam logo que temos que sair.



_Para onde? Perguntou Mione.



_Vocês vão ver.



>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>



Meia hora depois Harry, Anne, Hermione e Rony estavam nos jardins de Hogwarts andando despreocupados. Quer dizer só Harry e Anne estavam despreocupados, mas Rony e Mione estavam com uma certa apreensão.



_Tome. Disse o moreno entregando três capas de invisibilidade para cada um dos seus acompanhantes. _Só tirem quando eu lhes ordenar e cada um das capas esta ligada com um tipo de corda invisível.



Todos colocaram as capas e entraram na floresta se embrenhando cada vez mais no meio dela. Rony, Hermione e Anne sentiam a corda puxando fazendo eles saberem sempre onde cada um estava eles já estavam caminhando há meia hora e as copas das arvores já tampavam o sol quando eles ouviram o barulho de cascos contra as folhas secas e galhos no chão. Todos sentiram que Harry avia parado e pararam juntos com expectativa de saber o que ele queria.



_Harry os centauros ainda não querem ninguém na floresta. Falou Mione.



_Shiiii. Ordenou o garoto para ouvir melhor o barulho dos cascos e não demorou muito e uns seis centauros passaram por eles sem nem perceber ate que Harry tirou a capa e gritou.



_Ola agouro. Os centauros pararam e imediatamente apontaram seus arcos e flechas para o moreno e se surpreenderam quando apareceu três “filhotes” como eles chamavam.



_O que querem aqui? Perguntou um centauro de cabelos e olhos negros assim como a pelagem de sua metade cavalo.



_Viemos falar com o seu líder. Respondeu o garoto calmo fazendo os outros centauros rirem.



_Vão embora antes que nos resolvemos quebrar a regra de matar filhotes. Falou impetuoso um centauro loiro com o corpo a pelugem de cavalo castanha clara.



_Se fizerem isso vocês serão expulsos. Rebateu Harry.



_E quem e você para saber de nossas leis. Falou agouro com uma voz ameaçadora.



_O Enviado das Estrelas. Os centauros o fitavam sérios com certo receio.



_Não brinque com o que não sabe. Falou bravamente Agouro.



_Quer uma provam? Perguntou o garoto.



_Se você puder coisa que eu duvido. Harry deu um passo a frente tirando um pequena seta dourada de dentro das vestes e jogando para Agouro que a pegou no ar e a analisou colocando ela para o alto em frente a um dos esporádicos raios de sol que conseguiam passar pelas copas das arvores.



_Deixem-os montarem em vocês. Os outros centauros olharam para Agouro como se ele tivesse endoidado, mas quando ele levantou a certa, pois uma vez isso os centauros entenderam e três deles se aproximaram de Rony, Hermione e Anne e se curvaram. Os garotos estranharam, mas subiram no lombo dos centauros e Harry subiu no lombo doe Agouros que saiu em disparada para o coração da floresta eles iam num ritmo alucinante por uma hora quando eles pararam no meio de uma clareira circular.



_Agouro você como montaria de um humano agora eu vi tudo. A voz vinha do canto norte da clareira.



_Sábio Beiron. Falou Agouro pela primeira vez num tom de respeito. _Trago o enviado das Estrelas. Os garotos nada diziam apenas ouviam. Vários cochichos foram ouvidos de todos os cantos da clareira.



_Tem alguma prova de que seja ele. Harry não viu, mas pode sentir vários olhares caírem sobre ele.



_Ele tem a seta da flecha de Kairon. Um centauro de cabelos brancos e olhos azuis que era quase duas vezes maior que Agouro saiu do canto norte da clareira.



_Mostre-me. Ordenou o centauro que foi atendido por agouro que levou a seta a ele que a analisou longamente. _Tragam-me o enviado das estrelas. Harry começou a andar ate a extremidade norte da clareira com calma.



_Beiron líder dos centauros da floresta negra. Disse o garoto se curvando diante do centauro de cabelos brancos.



_Vejo em seus olhos que es o enviado. De todos os cantos da clareira apareceram centenas de centauros assustando os amigo do moreno que encarava aquilo com um olhar divertido. _O que queres de nos?



_Que se aliem a mim. Alguns centauros cochichavam entre si. _Não quero que vocês saiam dos seus limites só quero que vocês protejam a floresta juntamente com outros aliados que eu terei de falar depois de falar com vocês e que não deixe nenhuma criatura das trevas invadir os terrenos da escola e se alguma criatura mais forte tentar invadir me chame.



_Concordamos e ainda lhe damos passagem ate aonde você ir. Falou Beiron.



_Tome. Falou o garoto tirando de dentro das vestes algo que parecia uma vareta dourada e entregou a Beiron. _Junte com a seta e atire para o alto para o alto e eu saberei onde você esta e que vocês estão precisando de ajuda.



_Assim será. Falou Beiron se curvando nas patas dianteiras. _E quem vai ser nossos aliados?



_Vocês saberão quando eles chegarem eles entregarão para vocês um bilhete escrito por mim.



_Certo. Falou mais uma vez o centauro. _Agouro ele eles para onde eles forem juntamente com mais três centauros. Os três centauros que já tinham acompanhado os garotos ate ali se adiantaram e ficaram ao lado de Agouro.



_Vamos. Ordenou Harry para os amigos que subiram mais uma vez nos centauros e saíram em disparada para direção leste da floresta onde ficava uma parte da floresta que nenhum centauro jamais fora. Agouro ficou inquieto quando passou dos limites onde era o território dos centauros.



_Depois daqui não dizer nem ajuda-los muito já que não e mais o limite do meu clã. Falou Agouro.



_Eu direi para onde deve ir. Falou Harry calmamente tirando do um mapa de dentro das vestes. _Continue ao leste lá encontraremos os grandes portões. Os centauros continuaram em dispara por cerca de umas duas ou três horas ate que eles pararam abrutamento. _O que ouve?



_Estamos sendo observados. Respondeu o centauro loiro.



Tudo ficou quieto nem o vento soprava mais, mas as copas das arvores ainda chacoalhavam levemente como se alguém tivesse correndo sobre os galhos Agouro empunhou seu arco e já tirou uma flecha da bolsa que carregava, mas quando fez isso ele ouve um leve zumbido como se fosse um assobio baixo e o centauro vê uma flecha totalmente branca passar ao lado de seu rosto.



_Alto quem vem lá? Ouve uma voz suave, mas ao mesmo tempo poderosa.



_Sou Agouro... Mas o centauro foi interrompido por Harry.



_Sou Harry Potter filho de Tiago Potter ultimo descendente dos Griffindor. Ouve um pequeno rumorejo de vozes então tudo ficou novamente quieto e num ultimo rumorejo das folhas da copas das Arvores e três figuras aparentemente humanas pularam delas e num baque suave como se eles tivessem flutuando. Quando chegaram ao chão todos perceberam que os três seres eram loiros com olhos azuis claros como o céu do dia e para quem se olha mais ao fundo deles poderiam ver uma luz semelhante a das estrelas e suas vestes eram de um cinza que por alguma razão mudava de cor conforme eles se mexiam.



_Sou Zanidian. Falou um dos elfos se aproximando e Harry pode ver que ele tinha uma pequena fita azul nos cabelos.



_Eu já me apresentei. Falou o garoto.



_Engraçado. Falou Zanidian sorrindo. Centauros nunca aparecem nesses lados.



_Meu nome é Agouro. Falou o centauro olhando o elfo com uma admiração pouco vista nos centauros. _Esses são Meliviam. Apontou para o centauro loiro. _Kaligolas. Disse apontando para um centauro de cabelos castanhos e lhos estranhamente amarelos. _E Benq. O ultimo centauro tinha cabelos negros com uma mecha branca.



_Prazer em conhece-los visitantes, pois adoramos os centauros pena que perdemos contato há muito tempo. Falou Zanidian. _Mas quem são os outros humanos.



_Estão comigo. Disse Harry. _São Rony Weasley o descendente dos últimos reis. Os elfos se curvaram em sinal de respeito enquanto o ruivo olhava Harry como se ele fosse doido. _Anne Potter minha irmã de criação, mas tem a alma de minha família. Os elfos olharam para ela e cochicharam baixo entre si, mas logo ficaram quietos. _Essa e Hermione Granger descendente da grande Circe. Hermione olhou para o garoto como se ele fosse doido.



_O que desejam aqui? Perguntou um segundo elfo um pouco menor que Zanidian. _Ou melhor, como sabiam aonde vir?



_Eu sei porque eu li esse livro. Harry pegou um pequeno livro e com a varinha fez ele crescer e quando Zanidian lê o titulo do livro ele se vira para os outros e cochicha.



_O que vocês querem? Perguntou mais uma vez Zanidian.



_Viemos falar com seu rei. Falou o moreno.



_E quem realmente é você? Perguntaram os três juntos.



_Ele é o enviado das estrelas. Falou Agouro.



_Nos perguntamos quem é você? Repetiram mais uma vez sem prestar atenção no centauro.



_Sou aquele que devia ser. Respondeu o garoto com uma calma surpreendente.



_Sigam-nos. Falou Zanidian começando a andar na mesma direção que eles estavam indo antes de serem interrompidos. Não demorou nem vinte minutos e eles viram um grande arco quase tão grande quanto a arvores ao seu lado e não se podia ver nada alem do arco só uma nevoa prateada. E talhado no arco runas incompreensíveis para Hermione à única coisa que se podia definir como algo conhecido era um sol bem ao topo do arco.



_Como nunca viram isso aqui? Perguntou Rony.



_Lembre-se veja o que ninguém vê e acredite no que ninguém acredita. Falou Harry serio para o amigo.



_To ficando cansada de andar. Resmungou Anne.



_Calma criança já estamos quase chegando. Anne amarrou a cara para um dos elfos que aviam dito aquilo.



_Não sou criança. Rebateu a garota.



_Anne! Falou Mione num tom de repreensão que só ela e McGonagall conseguiam dar.



_Nem adianta advertir eu já tentei. Falou Harry sorrindo. _Ela sempre fala o que pensa e ate o que não pensa. Anne mostrou a língua para Harry num ato infantil.



_Ela tem um espírito forte. Falou Zanidian.



_Ela vai ser muito forte. Falou agouro voltando aquele jeito avoado dos centauros.



_Concordo. Falou sorrindo o elfo.



_Vamos entrar ou não. Perguntou Rony impaciente.



_Deixa de ser groso Rony. Retrucou Mione.



_Bem que estava demorando pra começar. Falou Harry sorrindo. _Hei da para vocês pararem antes que comece. Não foi uma pergunta, mas sim uma ordem.



Os elfos e Centauros só observavam sem dizer nada, mas logo que Harry deu o primeiro passo em direção do arco Zanidian se aproximou do garoto e colocou uma mão no ombro dele.



_Tem que saber a senha para entrar.



_Mas isso e simples. Falou o garoto olhando mais uma vez para o arco. _Estrela do Amanhecer. Os elfos olharam um para o outro em sinal de surpresa.



_Mas como?



_Vocês deram o dom para os Griffindor saberem a língua antiga. Respondeu. _Mas agora vamos.



Os elfos foram à frente seguidos de perto pelos centauros e só ficaram os estudantes para trás. Hermione olhou para Harry como se pedisse instrução e o garoto simplesmente andou ate o arco e passou como se já soube-se o que ia encontrar ao outro lado. Rony seguiu o moreno e logo após Anne deixando por ultimo Hermione que estava muito nervosa. Quando a garota passa pelo arco ela olha para seus amigos e vê a cara de espantado de Rony e Anne e o rosto sorridente de Harry curiosa ela olha para frente.



A mais bela visão que um ser poderia ter. Grandes arvores com troncos cinzentos brilhando como prata ao sol que para surpresa dela não estava mais encoberto pelas copas das arvores ao chão se encontrava uma infinidade de flores e muitas borboletas ao longe podia ver a ruína de uma velha estrada que era coberta pelas mais lindas flores do mundo. Ao longe se podia ouvir o quebrar de uma grande cachoeira os pássaros voavam por aquele mundo onde o cel estava tão azul e límpido que parecia que nunca fora perturbado por nenhuma nuvem incomoda. Olhando mais a frente podia-se ver grandes construções como castelos de cores cinzentas e brancas e mais ao longe podia ver um palácio de tal beleza que era impossível descrever, pois parecia ter saído de um conto de fadas ela não sabia ao certo, mas jurava que nas paredes das casas aviam jóias nunca vistas por nenhum ser humano. A garota chegou a respirar fundo para sentir o perfume do ar e para se certificar se não tinha morrido, pois parecia diante daquela linda visão.



_Bem vindos a Dämmerung. Falou Zanidian. _Zinius vá ate o castelo e avise que temos visitantes. O elfo mais baixo se adiantou e saiu correndo com uma leveza e velocidade que parecia que nem tocava o chão. _Agouro vamos na frente. Agouro se adiantou e ele e Zanidian foram andando calmamente os outros dois centauros seguiram Agouro olhando tudo ao redor ate os céus já os estudantes foram com logo atrás juntamente com o terceiro elfo que era do mesmo tamanho que Zanidian e seus cabelos também loiros era mais compridos do que o do outro elfo.



_Definitivamente não estamos em Hogwarts. Falou Rony ainda abobado com a visão do lugar.



_Basicamente estamos e não estamos. Falou Harry olhando um pássaro azul dar um rasante nas flores.



_Como assim? Perguntou Anne.



_Bem antes de Hogwarts ser construída já tinha outros seres vivendo nos terrenos do castelo os elfos devem ser os mais velhos. Respondeu op garoto.



_Mas como eles esconde tudo isso? Perguntou mione que não achava nenhuma explicação lógica para aquilo.



_Existem mais coisas do que você pode ver garota. Falou o elfo que os acompanhava.



_A outros tipos de esconder lugares do que nossos feitiços mione. Falou Harry. _Os elfos tem sua própria magia não igual a dos elfos domésticos. O elfo que andava com eles olhou interessado para ele. _A magia deles esta mais ligada a terra e elementos como fogo, água e os outros eles não precisam conjurar palavras, mas às vezes eles fazem.



_Você sabe muito sobre nos. Falou o elfo companheiro.



_Dês de que achei o livro eu procurei pesquisar mais sobre vocês, mas foi difícil, pois existem poucas coisas a maioria é sobre elfo domestico. Falou o moreno. _Qual o seu nome?



_Dalian. Respondeu o elfo. _Eu ouvi vocês falarem de Elfos domésticos. A voz dele demonstrava curiosidade. _O que vem a ser isso?



_Como você deve saber existem outros tipos de elfos vocês, por exemplo, são os elfos reais, mas lá fora existe um tipo de elfo que gosta de trabalhar para os bruxos e por isso alguns acabam sofrendo.



_Mas isso é um absurdo. Falou Dalian. _Porque eles não se rebelam?



_Eles gostam disso pelo menos todos e tem regras eles não podem se libertar, pois tem que serem libertados pelos seus mestres.



_Se eles gostam não temos nada para fazer. Deu de ombros o elfo que ficou quieto o caminho todo.



Quando eles passaram pelo que eles imaginaram ser castelos eram grandes casas feitas na arvores grandes e cinzentas. De todas as partes se viam mais e mais elfos aparecendo para observar e dar as boas vindas aos visitantes.



_Aqui é tão calmo. Suspirou Mione se se encostando em Rony que corou furiosamente fazendo Dalian rir.



O sol já passava do meio dia, mas não tava muito quente a temperatura estava perfeitamente fresca e agradável e o suave vento que batia nos rostos dos visitantes trazia aromas indecifráveis de flores e comidas. Não demorou muito e eles já estavam bem frente ao grande palácio que era ao chão e Mione pode confirmar quando passou pela “Cidade” dos elfos que todas as paredes tinham pelo menos uma pedra verde clara e muito bela e o castelo tinha varias pedras preciosas de diversas cores algumas delas nem eram conhecidas. Quando entraram puderam ver um grande salão de entrada duas vezes maior que o de Hogwarts e o teto era alto e parecia mostrar as estrelas do céu da noite também avia varias escadas que subiam ate lugares onde não se dava ver, varias armaduras de um metal reluzente e lindo como se não existisse o piso era alvo como a neve, aviam vários lugares para se sentar, mas sem nenhum banco ou poltrona só lugares onde avia panos e algumas almofadas de cores leves e reluzentes.



_Esperem aqui. Falou Dalian para os estudantes que olhavam tudo e aparentemente Zanidian tinha falado a mesma coisa para os centauros, mas estes olhavam o teto estrelado com os olhos de grande fascinação que nem prestaram atenção nos elfos que saíram. Harry foi ate uma almofada laranja e se sentou e seus amigos viram isso o seguiu e sentaram em outras almofadas perto dele enquanto os centauros conversavam entre si sobre movimentos das estrelas e planetas coisas que os quase todos os estudantes não entendiam.



_Sigam-me. Disse Dalian aparecendo no canto direito do salão. Os estudantes se levantaram e foram para onde o elfo lê conduziam os centauros só fizeram isso a contra gosto mais foram. Eles passaram por vários salões onde aviam mobílias estranhas e algumas tapeçarias com figuras de grandes reis elfos passaram por uma sala circular onde no centro brilhava um fogo azul e tinha vários elfos sentados todos quietos aparentemente meditando eles também puderam ouvir ao longe vozes tão límpidas quanto de uma nascente de riacho. As vozes eram lindas e eles não conseguiam entender ao certo o que elas cantavam ou recitavam. Subiram algumas escadas de degraus de mármore branco ate um salão lindamente enfeitado com vários panos mais finos que a seda e vários brilhos parecendo de estrelas em todo ambiente e uma mesa ricamente posta com vários tipos de comida que nunca fora visto por nenhum dos visitantes.



_Sentem-se. Falou Dalian para os convidados que se ajeitaram a sua maneira levando em conta os centauros.



_Quando verei seu rei? Perguntou Harry.



_Ele já esta vindo. Ninguém ousou tocar na comida ate as portas do salão abrirem de novo. E quando aconteceu Harry se levantou seguido dos outros a figura que vinha pela porta era de um ser altivo, forte com cabelos tão negros quanto à noite e seus olhos de um verde água que mostrava mais intensamente o brilho parecido com os das estrelas que também demonstrava uma idade acima a de qualquer mortal.Um brilho vinha dele e seu porte altivo demonstrava ser um grande soberano e suas vestes eram de um tecido fino e imponente.



_Sejam bem vindos. Falou o rei elfo. _Meu nome é Henduriel rei dos elfos da floresta negra e seus nomes se me disseram corretamente são. Ele falou o nome de cada um olhando-os nos olhos e eles se curvavam.



_É um prazer em conhece-lo Henduriel. Falou Harry.



_Assim vejo sua aura. Falou o rei mais para o vento do que para Harry. _E qual e o assunto que trás Humanos e centauros ao nosso reino? Perguntou se sentando ao centro da mesa.



_Obrigado por tocar no assunto, pois tenho pressa tenho de chegar ao castelo de Hogwarts antes do anoitecer. O garoto parou um pouco e falou. _Ou melhor, temos que chegar antes do anoitecer. Disse se referindo aos outros que o acompanhavam.



_Se é assim diga logo. A voz de Henduriel não demonstrava pressa pelo contrario parecia já saber o que eles querem.



_Uma guerra esta pronta para estourar lá fora e precisamos de ajuda não só os bruxos devem se unir, mas todos que quiserem paz para o mundo.



_Mas nosso mundo esta seguro de qualquer intervenção exterior.



_Não é tão simples. Falou Agouro. _Vejo destruição no futuro quando examinei as estrelas da entrada vi dois futuros.



_E quais seriam? Perguntou Zanidian que estava ouvindo a conversa.



_Eu posso responder isso. Falou Harry fazendo todos olharem para ele. _Um é a destruição de Dämmerung pelas mãos de inimigos que deixaram o convívio dos humanos que foram aprisionados na terra das sombras. Os elfos presentes ficaram sérios. _O outro é um futuro alegre onde vocês poderão finalmente ir para junto de seu povo.



_Impossível. Falou Dalian. _Eles foram para alem do mar onde o sol toca a água.



_E mais a terra que você diz em que nossos inimigos estão foi consumida pelas trevas nenhum simples bruxo das trevas conseguiria entrar lá e se por alguma razão consegui-se iria encontrar muito poder mais poder do que poderia controlar e a terra de lá esta morta e sem forma. Falou Zanidian.



_Não e bem assim. Falou Henduriel. _O inimigo dele deixou de ser um bruxo das trevas ele subiu o nível de seu poder ele se ornou um ser que não tem definição um ser de pura trevas qual seu único objetivo é a destruição não importa a que preço ele quer ser o mais temível o governante negro.



_Exatamente ele ira ser o próximo mestre das terras das sombras. Falou o moreno tão serio que assustou seus amigos.



_Mas como? Perguntou Dalian.



_Foi profetizado há muito tempo o futuro do reino da floresta negra. Falou Henduriel. _Logo após a queda do senhor do escuro há mais tempo que os mortais lembram, mas também foi profetizado nosso retorno ao nosso povo. Ele deu uma pausa. _Nos escolhemos ficar no mundo mortal.



_Então esta pronto para fazer mais uma aliança com os homens? Perguntou Harry.



_Nos aliaremos a você. Falou o rei dos elfos. _Mas isso não é a única coisa que o trouxe aqui.



_Estas certo. Confirmou Harry. _Também pedirei o pedaço do mapa que seu povo deixou com vocês.



_E o porque?



_Preciso dele para encontrar a passagem para alem do mar e a ilha dos forjadores.



_Você terá de pegar o pedaço do mapa dos Anões. Falou Henduriel.



_Já o tenho.



_E porque você quer os achar os forjadores?



_Quero consertar minha espada.



_Você poderia ter trazido para nos fazermos isso.



_Ela só pode ser consertada por aqueles que a criaram.



_Assim seja. Falou o rei dos elfos. _Agora vamos comer e depois vocês terão que ir se quiserem chegar ao castelo no horário desejado. Eles comeram e para a alegria de Rony a comida era deliciosa e ele afirmava que nem a de Hogwarts era tão boa eles beberam uma bebida transparente como acha, mas o gosto era diferente e restaurava toda a força do corpo mais tarde eles ficaram sabendo que a bebida se chamava hidromel. Eles descansaram um pouco ouvindo musicas na língua elfica que os levava para mundos diferentes em suas mentes.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

_Ate outro dia. Despediu-se Harry. _E vocês já sabem como se comunicar comigo. Eles estavam já no grande arco que dava para a floresta proibida.



_Sabemos. Falou Dalian sorrindo para o garoto e apertando a mão dele. _E você também sabe como nos comunicarmos. As despedidas duraram quase maia hora e lá foram eles mais uma vez para os terrenos de Hogwarts.



_Agouro. Chamou Henduriel. _Você e seu povo estão convidados a aparecer quando quiserem aqui. O centauro sorriu e afirmou logo depois passou pelo portal.



>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>



O Lord das Trevas estava em seu escuro trono tomado pelos seus pensamentos e as trevas ao seu redor pareciam reagir conforme os pensamentos dele. Ele avia treinado por algumas horas seus poderes e ficara satisfeito, pois se isso era só uma parcela do que ele teria não haveria forca divina ou diabólica que pudesse detê-lo quando ganha-se sua recompensa.



_Rabicho. Chamou o lord que logo foi atendido por um homem baixo meio careca e com cara de rato.



_Chame os cavaleiros aqui.



_Como quiser mestre. Rabicho ia saindo quando ouve mais uma vez a voz fria e cruel de seu mestre.



_Onde esta Zabine?



_Foi cumprir com suas ordens de avaliar a segurança em Liverpool.



_Excelente. A voz do lord era de satisfação cruel satisfação. _Chame-o também.



_Assim será feito mestre.



>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>



_Salve Lord Voldemort o mestre das sombras. Falaram os cavaleiros negros quando ficara a presença de seu mestre.



_Meus caros cavaleiros negros é chegada a hora de vocês mais uma vez espalharem o terror pelo mundo assim como eu lhes ordenei creio que vocês estejam preparados. Os cavaleiros afirmaram com um aceno da cabeça. _Hoje vocês esperarão o meu sinal e ais atacarão Liverpool levando dez comensais juntos quero que vocês destruam e se divirtam não poupem ninguém e conjurem a marca dos cavaleiros para que mais uma vez o mundo saiba que as forcas das trevas retornaram. Os cavaleiros clamavam e gritavam “vivas” ou “Ao mestre das trevas”. As portas da sala do trono negro foram abertas e Zabine apareceu com seu habitual olhar sombrio.



_Salve Voldemort. Disse se ajoelhando perante o lord.



_Quais são as noticias? Perguntou Voldemort friamente.



_Não tem vestígio nenhum de segurança ninguém sabe do ataque mestre.



_Ótimo. Um sorriso escárnio apareceu nos lábios deformados do lord negro. _VÃO meus Cavaleiros e escolham os comensais e esperem meu sinal. Os cavaleiros se retiraram da sala, mas não antes de se curvarem para Voldemort.



>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>



_Meu caro Osires acho que o enviado esta preparado para enfrentar as trevas. Falou um ser que para quem olhasse de longe acharia que era uma arvore, mas para quem estivesse perto poderia ver um rosto duro como a madeira de uma arvore e olhos verdes como os musgos que nascem nas raízes.



_Veremos isso meu caro Derutine. Falou Osires. _Hoje nos saberemos se lê esta realmente preparado.



>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>



Harry estava mais uma vez na sala de reuniões e treinamento dos membros da Alcatéia em Hogwarts junto de todos os integrantes eu ainda estudavam na escola.



_Hoje iremos começar o treinamento por feitiços. Falou o garoto assumindo seu tom autoritário e serio. _Vocês aprenderão um feitiço que vai ser muito útil quando enfrentarem vampiros. Todos menos Anne fizeram cara de espanto.



_Pensei que era os caçadores que iriam enfrentar os vampiros. Falou Jorge.



_Eles não podem fazer todo o trabalho.



_Mas o que te de mais em vampiros> Perguntou rony. _Nos temos um no nosso sótão e ele é inofensivo.



_A varias raças de vampiros rony o que vocês tem na sua casa e um vampiro sem poderes que nasce daquele jeito e morre daquele jeito ele envelhece do mesmo modo que os dos humanos. Falou Harry. _Mas eu estou falando dos vampiros chamados imortais aqueles que perdem sua alma quando são transformados e quanto mais velhos içam mais poderosos são.



_Que nem os das historia trouxas. Falou baixinho Mione.



_Nem tanto. Falou Harry que ouviu. _Ao contrario do que dizem eles não voam nem se tornam morcegos apesar de que eles podem aprender a se transformarem em animais, mas isso só com vampiros poderosos os vampiros seguem uma hierarquia diferente onde o mais velho ou mais poderoso assume o trono de um clã existem vários clãs e eles não se entende a não ser que um vampiro muito poderoso os comande.



_E qual e o feitiço? Perguntou Luna interessada.



_Os vampiros ao contrario que dizem os trouxas não morrem com alho e só são feridos por crucifixos ou algum objeto que julgam sagrados se tiverem muita fé nele. Hermione ouvia tudo com interesse assim como o resto ate mesmo Anne. _Mas eles são feridos por prata, pois ele é o metal mais puro que existe e isso machuca a eles por isso fazem estacas de prata eles também morrem se vocês perfurarem o coração deles com uma estaca de prata, ou melhor, eles entram em trance e se vocês cortarem a cabeça deles eles morrem por completo, mas o feitiço que vou lhes ensinar tem a propriedades de mais uma coisa que os destrói.



_O sol e o fogo. Falou Anne despreocupada.



_Isso o sol, ou melhor, a luz do sol pode destruí-los fazendo eles se queimarem e o fogo os consome por inteiro.



_E aonde vamos treinar isso? Perguntou rony.



_Na sala de simulação. Harry foi a te a porta de sala de simulação e a abriu. _Entrem. Ordenou aos outros que entraram. A sala estava totalmente escura só avia a luz da sala de reuniões, mas esta foi apagada quando harry entrou e fechou a porta.



_A não ser que você queira que treinamos no escuro de um jeito nisso potter. Falou Malfoy.



_O treinamento no escuro será mais para frente, mas agora. As luzes se acenderam e mostrou para surpresa de todos menos de Harry mostrou que eles estavam no interior de uma imensa e velha casa senhorial onde as maiorias das janelas estavam tampadas com cortinas e tabuas. _Eu mostrarei como se faz o feitiço depois vocês treinarão com alvos imóveis. Todos concordaram.



_Vejam. Falou Malfoy empalidecendo e apontando para a figura de um homem tão pálido que parecia não haver sangue nas veias dele e os olhos dele não tinha vida eram inexpressivos, ele era alto e olhava fixamente para eles.



_Para trás. Ordenou Harry que fora logo atendido. _Ele esta imóvel, pois assim eu quis ele se movera daqui a vinte segundos e peço que observem bem o que eu vou fazer. Eles se entreolharam e ficaram na expectativa para ver o que Harry faria. Faltavam dez segundos para o vampiro, ou melhor, a simulação vampirica se mover e quando passou os dês segundos o vampiro piscou duas vezes olhou nos olhos de Harry e foi correndo numa velocidade incrível na direção dele. Faltavam cinco metros para o vampiro alcançar o garoto quando Harry levantou a varinha e falou num tom normal. _Solaris. Seus amigos ouvem um enorme estampido como se tivesse sido o estouro de canhão e vem uma imensa bola de fogo ir ate o vampiro e o atingir certeiramente no peito e tudo que estava no caminho da bola de fogo queimou e quando ela tocou o vampiro ele simplesmente sumiu junto com as cinzas do que uma vez fora os vampiros.



_Incrível. Falou Fred.



_Olha só as paredes. Falou Gina apontando as paredes que estavam queimando, mas logo depois apagaram.



_Esse feitiço pode ser usado em humanos e outras criaturas também pode ser usado nos dias que não tem sol para assim substituir momentaneamente a luz dele e assim destruir os vampiros é claro que o feitiço não vai ter a mesma intensidade da luz do sol, mas vai ser suficiente para proteger alguns.



_Onde você o aprendeu? Perguntou Jorge.



_Depois lhes conto, mas agora vamos com o treinamento. Todos treinaram o feitiço e para a surpresa da maioria Gina tinha dominado o feitiço na primeira tentativa. À medida que ia passando o tempo todos dominavam o feitiço, mas avia um ponto ruim o feitiço tirava muita energia de quem o lançava.



_Chega já passou duas horas. Falou Harry para os amigos. _Amanha vocês treinarão com vampiros que acabaram de ser mordidos. Todos estavam saindo da sala e Harry foi o ultimo, mas quando ele saiu a corrente dele brilhou e logo depois Silver apareceu em frente o garoto com um pequeno estalo e um lampejo de luz. _O que você tem para mim? Perguntou o garoto pegando o pergaminho das patas do falcão. À medida que ele ia lendo seu rosto ficava mais serio e seus olhos escureciam levemente.



_O que foi Harry? Perguntou Neville se preocupando.



_Mione onde seus pais moram? Perguntou Harry.



_Liverpool. A garota começou a se preocupar.



_Que lugar de Liverpool?



_Rua King’s 342. Falou a garota mais uma vez ficando levemente pálida.



_Não se preocupe seus pais estarão seguros. Disse o moreno pegando um pergaminho e escrevendo algo que eles não puderam ver. _Silver entregue isso para Meicon. O falcão soltou um pio estridente e sumiu em meio a um relampejo de luz.



_O que esta acontecendo? Perguntou Rony.



_Quero que vocês continuem o treinamento. Falou Harry. _Luna fique três horas ensinando oclumencia para eles e logo depois quero que draco e gina treinem espionagem logo após a oclumencia e não quero que ninguém saia daqui antes de eu voltar não importa que tenham terminado o treino durmam nos quartos. A voz do garoto estava estranha. _Vocês entenderam?



_Entendemos. Falaram todos.



_Mas... Começou Mione.



_Não tem mais nem meio mais depois eu explico.



_Tudo bem.



_Então ate mais. Harry olhou para Anne que logo entendeu o que avia acontecido e logo depois o garoto conjurou o portão azul e sumiu deixando todos com uma pergunta em comum.



_O QUE ESTA ACONTECENDO?



N/A: Olha eu aqui mais uma vez. Bom aqui esta o capitulo oito e quero agradecer a minha amiga Camilla por me ajudar com ele. Obrigado Camilla. E mais uma vez deixo vocês. HEHEHEHE

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.