FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

9. Namora Comigo?


Fic: Por Amor


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Harry corria em direção à biblioteca, com o coração a mil. Precisava esclarecer o conteúdo da carta com Gina, desculpar por magoá-la com a história de Cho, do namoro de mentira.

Ele havia entendido tudo afinal! Descobriu sentimentos que ele recusava a enxergar e que nunca estivera evidente. Sentimentos que ele só descobrira quando leu a carta. Seria tarde demais? Ele tinha que conversar com Gina, revelar pra ela que...

- PÁ!!!

Harry estava correndo tão rápido que tropeçou em alguém e caiu no chão.

- Ops, foi mal, Neville. - Harry desculpou-se, ajudando o amigo a recolher os livros e pergaminhos, que se espalharam no chão.

- Tudo bem. - disse o garoto, recolhendo suas coisas. - Aonde vai com tanta pressa? Parece que vai tirar o pé da forca.

- Você sabe se a Gina ainda está na biblioteca? - perguntou Harry levantando-se e entregando o resto das coisas pra ele.

- A Gina? Deve estar, pois acabei de sair de lá e ela estava estudando com a Luna. Mas por que vo... - não pôde terminar de falar, pois Harry já estava indo pra biblioteca. - Parece bem apressado... - murmurou. Virou-se e começou a andar.

- PÁ!!

- Ai, desculpa, Neville. - o garoto, que tinha novamente caído no chão, ergueu a cabeça e viu uma Mione e um Rony esbaforidos. - Você sabe se o Harry passou por aqui?

- Sim, ele estava indo à biblioteca. - disse Neville recolhendo o material sozinho, pois desta vez não abaixaram pra ajudá-lo.

- Obrigada Neville. - agradeceu Mione, puxando Rony pela mão.

- De nada... - o garoto murmurou irritado. Pegou as coisas e levantou-se Certificou-se de que não havia ninguém correndo em sua direção e foi direto pra Torre da Grifinória. Uma pontinha de curiosidade acometeu Neville: por que Harry precisava falar com Gina e por que Rony e Mione estavam atrás dele? Pensou em voltar novamente à biblioteca, mas tinha passado quase a tarde inteira lá, explicando Herbologia pra Luna. E só saiu quando Gina chegou. Achou melhor não voltar e ir tomar seu caminho.


Ao chegar á porta da biblioteca, Harry começou a recuperar o fôlego. O coração batia descompassadamente dentro do peito e ele tinha apenas que atravessar a porta.

"Coragem, Harry. Você pode fazer isso”. disse pra si mesmo. Respirou fundo e abriu a porta.

Seus olhos rapidamente procuraram por Gina. Encontrou-a sentada junto com Luna, lendo um livro. Seu parecia que saltaria dentro da boca, de tanto nervoso. Aproximou-se da mesa lentamente, segurando com força o pergaminho, que estava no bolso da calça.

- Gina... - ela ergueu a cabeça e Luna, que estava do lado oposto, virou-se para o garoto.

- Que foi, Harry? - perguntou Gina, olhando intrigada pra ele.

- Eu preciso falar com você. Em particular. - e olhou de esguelha pra Luna, que tinha entendido o recado.
- Ahn... tudo bem. - disse Luna levantando e pegando suas coisas - A gente termina de estudar mais tarde. Tchau! - e saiu da biblioteca.

- Algum problema, Harry? - Gina continuava o fitando com curiosidade. Harry sentou-se no mesmo lugar que Luna estava.
Foi daí que Gina se tocou de algo.

- Espere aí! Não era pra você estar com a Cho agora? - estranhou a garota. - O que aconteceu?

Harry não disse nada. Pegou o pergaminho no bolso e deu-o para Gina.

- Eu achei isso na sala precisa. Acho que é seu.

Gina abriu o papel e leu-o. Gelou. Não acreditava que havia perdido aquele papel tão comprometedor! E o pior: era Harry que o tinha pegado. Será que ele havia lido? Como se tivesse adivinhado seus pensamentos, Harry disse:

- Eu queria saber o que significam essas palavras... - estava meio sem jeito.

Gina estava mais vermelha que um pimentão! Harry havia descoberto seu segredo! Era o que ela mais temia.

-... se você quiser me contar, lógico! - disse Harry fitando-a meio sem-jeito.

Gina não conseguia encarar Harry. Era melhor contar tudo. Ele já havia lido a carta. Ele precisava saber. Gina respirou fundo e ainda segurando a carta e começou a falar.

- Harry, quando soube que você desistiu da Cho, eu comecei a ter esperanças, mesmo namorando Dino. Daí eu terminei com ele e a minhas esperanças só aumentavam. Só de ver você, meu coração batia sem parar, eu tremia toda... Enfim, estava parecendo àquela menininha de dez anos que havia se apaixonado por você. Mas, pra minha infelicidade, você teve uma recaída por Cho. Descobri isso naquele dia aqui na biblioteca, o jeito que você ficou quando a Cho apareceu... - Gina parou pra recuperar o fôlego. Estava fazendo o que tanto sonhara em fazer: se declarando pra Harry. Gina o fitou e viu que ele a observava atentamente, porém, sem nenhuma expressão no foto. Parecia estar absorvendo aquelas palavras. Gina resolveu continuar:

- Eu fiquei muito triste quando descobri isso. Então eu decidir te ajudar porque você merece ser feliz, Harry. Apesar de tudo que acontece com você! Eu bolei aquele plano de namoro em questão de segundos, desconfiando se iria dar certo ou não. - Gina respirou fundo e continuou: - Eu não queria que isso fosse longe demais, sabíamos que terminaríamos pra você ficar com Cho. E ele deu certo não? - Harry fez que sim com a cabeça. - Então fiz uma promessa a mim mesma: se desse certo, eu esqueceria você de vez. Eu só quero que você seja feliz, Harry... Muito.Eu fiz tudo aquilo porque te amo, Harry, sempre te amei.

Gina abaixou os olhos. Não queria encarar Harry. Não depois de confessar tudo. Não queria nem imaginar qual seria a reação dele; se ele diria que gostava dela como uma irmã e que gostava mesmo de Cho ou que ele não a merecia... Ela preferiu ficar com a primeira opção.

- Alías, Harry... - Gina levantou os olhos - Não era pra você estar com a Cho esta hora? O que houve?

Harry a encarou nos olhos. Agora seria a vez dele falar!

- Era, mas... - Harry estava procurando as palavras certas. - Quando a Cho chegou, ela disse que gostava de mim. No começo, fiquei feliz, mas depois me toquei de uma coisa: se a Cho gostava de mim, porque ela não ficou comigo? Por que ela começou a namorar o Michael Corner? Eu encostei a Cho na parece e sabe o que ela me disse: que não tinha certeza dos meus sentimentos. Eu cheguei a achar que ela tava me usando...

- Te usando pra que, Harry? - Gina o fitava intrigada.

- Não sei... - Harry suspirou - Mas depois eu percebi o quão fui burro de ter uma recaída por ela. E percebi uma coisa: ela não tem muito conteúdo, Gi. Não sei como fui gostar dela.

- Não seria pelo fato dela ser bonita e sorridente, Harry?

- Talvez... mas ela só tem isso de bom, porque o resto...

- Por que está me dizendo isso agora, Harry? - perguntou Gina.

Estava na hora da verdade! Harry tomou fôlego e disse:

- Por que eu descobri que gosto de outra pessoa, Gi. - Harry pegou a mão da jovem. - Eu gosto de você!

Gina não podia acreditar naquelas palavras. Harry disse que gostava dela? Era bom demais para ser verdade!

- O que... - murmurou Gina - O que você está dizendo?

- Isso o que você ouviu. Eu gosto você, Gi. Desde que estávamos namorando, eu comecei a sentir algo a mais por você. Mas eu achava que era por estarmos fingindo, então deixei pra lá. Senti algo novamente quando você saiu da sala àquela hora. Eu não sei o que era de verdade: tristeza, remorso angústia, sei lá. Eu descobri o que era quando li seu poema.

- E o que era? - perguntou Gina num fio de voz.

- Arrependimento, remorso. Eu tive que ler este papel pra descobrir que eu gosto mesmo é de você. Desculpe-me por não ter percebido antes, por te encher o saco com a história da Cho.

- Harry... - Gina tinha lágrimas nos olhos. Estava em estado de choque. Harry, o seu grande amor, estava se declarando pra ela. Isso seria um motivo suficiente pra Gina desmaiar...

- Gina, eu... - Harry continuava segurando a mão dela. Não sabia o que falar. - Me perdoa. Perdoa-me por ser um tolo. Por não ter percebido antes que gosto de você.

Agora Gina não continha mais as lágrimas. Sua emoção era tanta que não fora capaz de segurar o choro. Harry estava lá, pedindo perdão por não gostar dela antes. Isso era inacreditável!

- Mas Harry... e a Cho? - não queria falar dela, mas se sentiu obrigada. Queria ver como ficaria a situação dos dois.

- Eu não quero saber mais dela. Eu troquei uma menina maravilhosa, inteligente, bonita como você por uma menina sem sal como a Cho. - Gina corou ao ouvir aquelas palavras. Harry se levantou e foi em direção da garota, ajoeolhou-se e pegou novamente a mão da menina. Nessas alturas, toda a biblioteca parou o que estava fazendo e observou aquela cena com atenção.

- Gina, você aceita namorar comigo? Ou melhor: você aceita voltar comigo?

Gina ainda tinha sua mão na de Harry. Ainda com lágrimas nos olhos, disse:
- Claro que aceito!

Emocionado, Harry levantou-se a Gina fez o mesmo. Ainda de mãos dadas, os dois se olharam profundamente. Harry aproximou-se lentamente de Gina e os dois se envolveram num beijo carinhoso e apaixonado, arrancando aplausos de todos da biblioteca, apesar dos protestos de Madame Pince.
Rony e Hermione, que haviam entrado na sala sem serem vistos pelo casal, aplaudiram freneticamente. O feitiço virou contra o feiticeiro, não do jeito que eles imaginavam, mas virou.

Aproximaram-se do casal. As palmas já foram cessada. Deram um abraço em cada um. Parabenizando-os e desejando boa sorte para o novo casal. Agora, eram sim, um casal de verdade, como Gina sempre sonhou.



Ah... não fiquem frustrados de eu não ter deixado o Harry com a Cho. Tava na cara que o Harry ficaria com a Gina desde o ínicio, né? Bjos. Depois é o epílogo.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.