FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Reencontro


Fic: Os Descendentes Divinos


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Reencontro



Já era primeiro de Setembro e os Weasley e Hermione e mais alguns membros da Ordem tinham chegado mais cedo na estação King’s Cross 9/2 para ver o garoto depois de praticamente dois meses sem noticias. Eles ficaram esperando por muito tempo, mas o garoto não chegava e o Expresso de Hogwarts já estava para partir o que fé Rony, Hermione, Gina, Fred e Jorge entrarem correndo a para não perde-lo.



O trem começou a andar e todos ficaram preocupados, pois algo podia ter acontecido com Harry. Mas Rony acalmou a todos falando que o amigo poderia ter chegado antes deles e já deveria estar no trem e que iria escrever se não o encontrasse não demorou muito e o trem desapareceu de vista então Rony, Mione e Gina foram atrás de uma cabine enquanto Fred e Jorge foram falar com alguns amigos.



_Onde cera que o Harry esta? Perguntou Hermione preocupada.



_Não sei Mione talvez ele esteja numa cabine. Respondeu Rony tentando convencer a ele mesmo.



Apos isso eles ficaram quietos a procura de uma cabine só acharam uma, mas já tinha uma pessoa que aparentemente estava dormindo. Eles olharam direito para o Homem que estava ali ele estava vestindo uma calça jeans preta e uma camisa de um tecido fino também preto e um Sobretudo da mesma cor do resto da roupa não era possível ver seu rosto, pois estava encostado no vidro e sua cabeça estava encoberta por um capuz enorme o que para desgosto de Hermione lembrava estranhamente o capuz da morte.



_Quem será? Perguntou Gina olhando com desconfiança para o estranho.



_Não sei, mas esta e a ultima cabine do trem e ele então acho que teremos que ficar aqui. Falo Mione.



Eles colocaram seus malões no bagageiro e Rony colocou a gaiola de Pich no chão e mione estava com Bichento no colo. Logo que eles entraram se sentaram e ficaram a observando por mais um tempo o estranho, mas logo que confirmaram que ele não ia acordar começaram a conversar.



_Que cara estranho. Falo Gina.



_Já sei. Falo Rony com um sorriso.



_Sabe o que? Perguntou Mione.



_Esse deve ser o professor de DCAT desse ano.



_Será possível? Falou Gina.



_E provável. Falou Rony. _Lembra Mione do nosso terceiro ano que Lupin estava dormindo numa cabine e ele era nosso professor.



_E, mas naquela época dava para ver que ele era professor. Falou Mione. _Tava na pasta dele e eu não estou vendo nenhuma pasta com nome desse ai. Concluiu a garota.



_E você ta certa. Falou Gina dando mais uma olhada pela cabine para ver se não achava nada.



_Vamos mudar de assunto. Propôs Rony. Acho que vou procurar o Harry mais uma vez pelo trem se não acha-lo vou escrever para meus pais e para. Nesse momento Rony abaixou o tom de voz. Para a Ordem.



O estranho se mexeu ligeiramente o que foi suficiente para que os três se assustassem, mas ele não tinha acordado ou parecia que não.



_É o Harry foi um irresponsável em sumir desse jeito sem nem deixar pista. Falou Gina.



_Eu não acho. Falou Hermione para a surpresa de Rony e Gina. _Vejam bem se ele não queria ser encontrado era melhor não dizer nada nem mesmo para a ordem, pois...



_Se nem a Ordem sabe onde eu estava muito menos Voldemort e seus comensais saberiam. Completou o estranho o que fez todos se assustarem e mais ainda quando ele abaixou o capuz e todos puderam ver que erra.



_Harry! Exclamaram todos surpresos.



_Deixa-me ver se sou eu mesmo. Disse o garoto passando a mão pelo corpo e logo depois com um tom de brincadeira falou. _E acho que sou eu.



Mal terminou de falar e o garoto se viu envolto num abraço forte que Hermione e Gina deram ao mesmo tempo. Rony apenas ria da cara de surpresa do amigo.



_Soltem-no se não vocês vão acabar o matando. Falou Rony para as duas que o soltaram imediatamente ambas vermelhas. Só depois disso que Rony, Hermione e Gina puderam dar uma olhada melhor no amigo que agora estava de pé. Harry estava mais alto com mais ou menos 1.87alt os cabelos ligeiramente maiores e mais desgrenhados e o corpo do garoto estava ou parecia estar mais definido os olhos dele estavam extraordinariamente mais verdes.



_Cara você ta alto em. Falou Rony ao ver que o amigo estava só alguns centímetros mais baixo que ele.



_Harry James Potter onde o sr estava durante todo o verão. Falaram Gina e Hermione ao mesmo tempo. O garoto olhou para Rony e depois para as duas e do nada começou a rir.



_Qual e a graça. Falou Hermione levemente corada e Gina tava no mesmo estado.



_Vocês pareceram a Sra Weasley quando esta nervosa. Falou o garoto depois de se controlar Rony não agüentou e caio na risada também, mas logo parou ao receber um olhar mortífero das garotas.



_Muito engraçado Harry. Falou Gina com uma voz que dizia o contrario. Agora nos responda. Falou mais uma vez cruzando os braços.



_Cara você tem razão elas parecem à mamãe quando esta nervosa e... Rony ficou quieto só com o olhar que Hermione lhe lançou.



_Bom eu estava em todo o lugar. Os três olharam para ele não entendendo nada então ele se apresou a dizer. Quer dizer eu não parei num só lugar.



_E para que lugares você foi? E há quanto tempo você voltou? Perguntou Hermione seria.



_Bom passei um tempo na Franca e depois passei pela Alemanha por Portugal fui ao Estados Unidos fui para a Índia. O garoto parou um minuto para respirar e falou com certeza que ia receber um belo sermão. Estou na Inglaterra há uma semana.



_Como? Falou, ou melhor, gritou Gina. Você esta aqui há uma semana e nem entrou em contato com a gente? Rony e Hermione pareciam chateados que nem Gina.



_É. Respondeu simplesmente, mas apressou-se a dizer. _Só não entrei em contato, pois não queria que o pessoal da Ordem me fizesse um interrogatório e ainda por cima eu ficar recebendo um sermão por ter desaparecido. Seus amigos ficaram quietos e envergonhados com a resposta dele.



_Bom então como foi na Índia? Perguntou Mione. _Ouvir dizer que e um lugar de muita cultura. Continuou a garota interessada.



_Foi muito bom. Respondeu o garoto. _É lá eles tem uns costumes estranhos como a adoração à vaca e essas coisas eles tem deuses ate para o tambor.



_E ai conheceu alguma gatinha pelos paises que você passou? Perguntou Rony com um sorriso maroto que não agradou nem um pouco Mione.



_Nem tive muito tempo eu só ficava algumas semanas e ainda por cima eu treinava muito. Respondeu o garoto para o desapontamento dos amigos. _Mas vamos parar de falar de mim um pouco e vamos falar de vocês e dos acontecimentos da Inglaterra. Falou o garoto deixando seus amigos curiosos.



_Não mude de assunto Harry. Falou Gina num tom de voz que lembrava muito a Sra Weasley.



_Não estou mudando. Harry deu uma boa olhada em Gina e em Hermione. _Nossa desculpa ai Rony, mas sua irmã ta linda e você também esta linda Mione. As duas garotas coraram enquanto Rony achava graça do modo de Harry fugir do assunto.



_A esqueci eu trouxe umas coisas para vocês. Disse Harry tirando algo do bolso e para a surpresa dos garotos era o malão do garoto. Harry colocou o mini malão no chão e murmurou. _Engorgio. E o malão cresceu ate ficar do tamanho certo.



_Achei mais fácil para carregar. Falou ao ver o olhar dos amigos. _Bom, mas primeiro quero que vocês prometam não fazer pergunta de onde eu arranjei essas coisas, pois aqui não e lugar nem a hora para falar.



_Tudo bem Harry não vamos fazer perguntas. Falou Gina com um tom inegável de curiosidade e Rony e Hermione confirmaram com um aceno da cabeça.



_Bom primeiro para você gina. Falou olhando para a garota e logo depois ergueu para ela um pequeno pacote que ela abriu logo. Gina tremeu ao ver que era uma adaga com o cabo com varias pedrinhas preciosas e a bainha branca e curva o que indicava que a lamina também era curva. A garota puxou um pouco a adaga da bainha para ver a lamina, mas quando fez isso soltou a adaga deixando ela cair no chão com um barulho seco. Rony e Hermione olharam para a adaga e depois para Harry eles pareciam muito surpresos.



_Harry onde você conseguiu uma adaga dessa? Perguntou Hermione com espanto.



_Já disse que aqui não e o lugar nem essa e a hora para falarmos disso. Falou o garoto calmamente.



_Mas Harry essa adaga e muito especial. Falou Rony exasperado. _Pensei que ela nem existia. Hermione olhou surpresa para Rony por ele saber o que era aquele objeto. _Vai cara fala não e todo dia que se da de presente uma adaga de lamina dourada. Não uma adaga dourada, mas sim a Adaga dourada veja as inscrições. Disse apontado para velhas inscrições na adaga



_Depois eu falo onde eu consegui, mas só depois. Falou o garoto para desespero dos amigos. _Você vai deixa-la ai no chão? Perguntou o garoto a Gina que rapidamente pegou a adaga do chão e colocou ela cuidadosamente dentro do malão. _Acho melhor não mostrar essa adaga a ninguém pelo menos não por enquanto. Disse o moreno.



_Ta Harry. Murmurou Gina com a voz tremula de surpresa.



_A agora e para você Rony. O amigo olhou assustado para Harry que mexia no malão que estava maior graças a um feitiço. _Toma. Disse entregando uma pequena caixa para Rony que ficou fitando a caixa em sua mão. _Não vai abrir? Perguntou ao amigo que se assustou.



Rony abriu a caixa e para a surpresa do garoto dentro da caixa tinha uma safira um pouco menor que a palma de sua mão e que brilhava intensamente. Não era comum encontrar safiras daquele tamanho e ainda mais que brilhassem tanto então Rony olhou para Harry que respondeu.



_Uma safira de Odin. Falou o garoto. Aquilo não surpreendeu tanto os seus amigos, pois as safiras de Odin eram conhecidas por muitos, mas eram extremamente raras tanto que só se sabe de três pessoas que as tem.



_Valeu cara. Falou Rony encarando a safira com admiração.



_Para Mione eu tenho duas coisas uma esta aqui. Disse entregando a garota um pacote um pouco maior que a palma da mão da garota. _Abra. Pediu o garoto.



Quando Hermione abriu o pacote ela olhou para o garoto e depois olhou para o pacote de novo e fez isso varias vezes. Dentro do pacote avia uma cruz inteiramente feita de ouro com símbolos egípcios a cruz era achatada, mas diferente das outras cruzes na parte de cima era uma espécie de circulo muito estranha.



_Uma Cruz Ansata*. Os olhos da garota brilharam, ela era fascinada pelo antigo Egito. _Como você conseguiu essa? Perguntou Hermione.



_Cuidado pertenceu a um templo do antigo. Quando ele disse aquilo Hermione apertou com cuidado a cruz e trouxe para mais perto do rosto e depois olhou para o amigo. _Mais tarde eu explico. Disse Harry Cansado.



_E o que mais você tem para Mione? Perguntaram Gina e Rony quase ao mesmo tempo.



_Bom. Começou o moreno. Vocês sabem que nossa querida amiga Hermione adora ler. Os dois acenaram com a cabeça e Mione ficou vermelha. _Também sabem que o livro favorito dela e Hogwarts uma Historia. Falou o garoto.



_Se nos sabemos. Falo Rony exasperado. _Ela vive falando do livro coisas como ele e muito bom ou vocês deve ler ele.



_E ela tem razão Rony. Hermione olhou para o garoto levemente surpresa, pois imaginara que ele lera o livro o mesmo aconteceu com Rony e Gina. _Mas eu não li Hogwarts uma Historia.



_Sabia. Disse Mione.



_Bom como Mione deve saber o livro Hogwarts uma Historia e só uma pequena copia do livro original que foi escrito pelos fundadores.



_É e, mas o livro sumiu e só acharam fraguimentos dele. Falou a garota. _O resto do livro eles preencheram com coisas que já sabiam.



_Como sempre você ta certa. Mione sorriu encabulada. _Bom então ninguém tinha achado o livro original que tinha o titulo Hogwarts a Historia. Falou o garoto. E Hermione olhou para ele desconfiada, pois nem ela sabia daquilo.



_Como e que v...



_Que eu sei? Terminou o garoto. _Bom veja. Ele tirou do malão um livro que com certeza devia ter mais de mil paginas e com uma grosa capa negra com o brasão da escola bem na parte da frente e o titulo em dourado Hogwarts a Historia e logo abaixo seguia o nome dos quatro grandes.



_Harry James Potter onde você arranjou esse livro? Perguntou a garota com um tom de voz que lembrou muito a professora Minerva guandu essa desaprovava algo.



_Não importa. Disse o garoto. _Agora ele e seu para você ler ele e, por favor, não entregue nem fale dele para ninguém. Pediu o moreno de olhos verdes.



_Tudo bem Harry, mas você vai ter que explicar tudinho.



_Claro, mas.



_Mas nada Harry Potter você vai explicar tudinho.



_Eu vou, mas acho melhor você e o Rony irem para o vagão dos Monitores, pois vocês estão meia hora atrasados. Hermione arregalou os olhos e viu no seu relógio e viu que o garoto estava certo porem Rony parecia não se importar.



_Vamos logo Rony. O garoto não teve nem tempo de responder, pois foi quase que literalmente arrastado para fora da cabine por uma Hermione desesperada.



_Bom eu também vou saindo. Disse Gina se levantando, mas foi impedida por Harry que a pegou pelo braço e a fez sentar de novo. _O que foi em Harry? Perguntou impaciente.



_Calma. Falou o garoto com um sorriso que não lhe sai do rosto e uma calma maior isso. _Eu quero conversar com você. O moreno olhou para o relógio e depois continuou. _Mas vamos esperar uma pessoa chegar o que não vai demorar muito acho que uns dois minutos.



_Mas eu tenho que ir falar com o... Gina parou por um segundo, mas depois falou. _O Dino.



_Não minta para mim Gina. Potter falou ainda com o mesmo tom calmo que irritou a garota. _Eu sei que você não esta com o Dino nunca esteve. Gina empalideceu perigosamente e olhou para o moreno assustada.



“Será que ele sabe”. Perguntava-se a ruiva. “Não ele não sabe só ta jogando é é isso ele só ta jogando e só uma suspeita ou coisa parecida”.



_D-Do que você esta falando e claro que eu estou com... Ela foi interrompida pelo Potter.



_Ora Gina não minta eu já sei que você não esta com o Dino dês de que eu voltei. Gina olhou para ele desconfiada.



_Realmente eu não entendo do que você esta falando agora me da licença que eu já to indo.



_Não e preciso ele já chegou. Quando Harry acabou de falar a porta do vão abriu então lá estava dirigindo um olhar de extremo nojo.



Draco Malfoy estava fitando o garoto sem nem olhar para o lado por isso não percebeu de imediato que Gina estava ali. Malfoy estava um pouco mais alto apenas uns três centímetros menor do que Harry. E seu físico estava quase igual ao do moreno. O loiro olha para os lados na intenção de xingar Rony e Hermione, mas para o espanto do garoto quem tava lá com uma cara de poucos amigos era Gina. O rosto do rapaz ficou levemente vermelho e seus olhos escureceram levemente.



_Cala a Boca Malfoy e entra de uma vez. Falou o moreno calmamente o que aumentou mais ainda a raiva do loiro. _Ou você prefere ficar ai na porta a viajem inteira? Perguntou num tom de brincadeira ma logo depois olhou de novo para o Malfoy e falou. _Entra logo que seus capangas estão ocupados demais comendo no vagão da frente.



Aquilo foi demais “Como e que ele sabe exatamente que eu e o Draco armamos para aqueles gorilas nos deixar em pais?” Era o pensamento da ruiva. Draco entrou na cabine com intuito de azarar o Potter, mas quando olhou para os olhos do moreno sentiu um leve arrepio como se os olhos do moreno desprendesse eletricidade então ele resolveu sentar.



_Muito bem. Falou o moreno. _Agora eu quero que vocês me digam a quanto tempo estão namorando.



Pronto aquilo pegou os dois de surpresa Draco e Gina se olharam e depois olharam para o moreno que parecia se divertir com a situação. Gina abriu e fechou a boca varias vezes para falar algo mais não conseguiu falar e Draco não conseguiu falar nada olhava para o Potter com surpresa e estava corando.



_Bom se vocês não me responderem vou ter que usar Legilimencia. Falou o garoto ainda sorrindo pra o desespero de Gina.



_Acho que isso não e da sua conta Potter. Falou Draco com a voz ameaçadora.



_E da minha conta quando se trata de Gina que e minha amiga. Por um instante o olhar do garoto se intensificou e aquilo não agradou nem um pouco o Malfoy nem a ruiva. _Veja bem Gina você não acha melhor falar para mim do que para o Rony. Pronto aquilo foi o suficiente para que tanto Malfoy e a Weasley perdessem o resto de cor que avia em seu rosto. _Isso sem contar com os gêmeos que descobrem tudo o que querem.



_P**** Potter você sabe como convencer alguém. Disse Malfoy com a voz falha. _Não que seja da sua conta, mas estamos juntos dês de antes de vocês irem para o ministério.



_E Harry, mas não conte nada para o Rony muito menos para Fred e Jorge. Falou Gina desesperada não por Rony saber, pois esse no Maximo iria dar um belo soco no Malfoy e ficar sem falar com ela durante um bom tempo, mas os Gêmeos eram o problema isso sim. _Você precisava ver o que os Gêmeos fizeram com Miguel quando souberam que ele me descartou o coitado só pode sair em publico há poucas semanas. Harry riu alto enquanto Malfoy suava frio pela revelação.



_Não vou contar nada, mas vocês sabem que não vão esconder isso por muito tempo. Falou o garoto. _Principalmente quando você. Disse olhando para Gina. _Sumir de vês em quando não parece, mas eles sempre estão te vigiando mesmo o Rony faz isso.



_Eu vou contar eu juro. Falou a garota quase chorando.



_Se acalma Gina se o Potter fosse contar para alguém já o tinha feito. Falou Draco lançando um olhar fulminante para Harry que fingiu estar achando graça de uma pequena aranha.



_Ele esta certo. Gina olhou para o moreno ainda com os olhos cheios de lagrimas. _Mas e melhor contar logo para ele, pois se eles souberem sem ser por você ai sim o bicho vai pegar.



Harry riu baixo por um tempo e Gina achou que ele tava louco, mas logo depois a expressão do garoto mudou de vês sorridente e despreocupada ficou dura com os olhos parecendo sérios.



_Mas agora vamos falar coisas serias. Falou olhando principalmente para Draco. _Ousa Malfoy e ousa bem, pois só vou perguntar uma vez. O loiro sentiu um arrepio e um súbito frio na barriga. _Ate aonde você iria para ficar com Gina? Aquela pergunta fez a te a garota olhar o loiro com interesse. Passou alguns minutos ate que Malfoy olhasse para outro lado para não encarar Gina e muito menos o Potter.



_Responda Draco. Falo Gina.



_E não sei. Falou ofegante como se tivesse corrido muitos quarteirões.



_Em que lado você esta na Guerra? Perguntou o moreno. _Pergunto isso, pois você não vai entrar na guerra só no futuro não a guerra esta batendo em nossas portas e precisamos saber qual e o lado que seguiremos. Harry parou um minuto e suspirou logo depois continuou. _Sei que e uma escolha difícil para você, pois se escolher o lado de Voldemort perdera a única pessoa que te fez sentir único em Hogwarts. Gina o Draco coraram furiosamente. _Mas se escolher o lado de Dumbledore você esta destinado a uma vida de lutas onde perdera varias pessoas e não mudara em nada o futuro dessa guerra. O moreno esfregou os olhos e depois falou. _Dos dois lados você vai sair perdendo não importa o que fizer para Voldemort você não vale nada alem de um filho de seu melhor comensal e para Dumbledore você será apenas um reforço.



Tanto Gina quanto Draco ficaram calados pensando no que Harry avia dito procurando algum furo naquilo procurando um modo de achar outra alternativa algo que não os levasse para tanto sofrimento, mas não encontrou nada todos os meios que encontraram todas as saídas levavam sempre a mesma coisa, ou seja, a dor e sofrimento.



_Bom não vou força-lo a nada, mas tem uma alternativa mesmo essa não sendo muito diferente, mas pelo menos vocês poderão fazer algo pelos outros poderão ajudar a salvar pessoas que nem Dumbledore pode ou que ele acha que não pode. Draco olhou para o moreno com interesse e pela primeira vez ele viu assim como Gina uma aura poderosa de cor verde em volta do moreno e ele soube que Harry era a chave não sabia como, mas sabia que se ele unir-se com o Potter ele teria maior chance de alcançar a vitória de viver em paz de ter esperança que nem Voldemort nem ninguém entrassem no caminho que ele iria traçar no que ele queria viver e isso o agradava, mas ele não ia admitir que viu tudo isso no Potter não, mas ele iria concordar.



_Tudo bem Potter. Disse Malfoy decidido, mas ainda com o mesmo tom gélido ao falar o sobrenome do moreno.



_Muito bem amanha as dez da noite eu quero que você vá para aquela sala que vocês descobriram as reuniões da AD. Falou o moreno. _E ninguém deve saber dessa conversa nem aonde vocês vão amanha. Draco e Gina afirmaram com um aceno da cabeça. _Gina vá e avise o Neville agora e Malfoy aja como se nos não tivéssemos essa conversa tanto comigo quanto com Gina ou qualquer outro. Os dois afirmaram mais uma vez e logo Gina saiu da cabine para ir falar com Neville e logo após ela saiu Draco com cuidado para ninguém velo ali.



Harry suavizou sua expressão e voltou a ficar com ela calma e depois encostou de novo a cabeça no vidro para descansar um pouco, pois não avia dormido direito depois do ultimo treino. Mal encostou a cabeção no vidro ele a porta da cabine se abre e quando ele olha ele vê que era Luna Lovegood que estava a porta. Não a Luna de antes agora ela avia crescido mais um pouco e assim como Gina e Hermione ela estava linda e tinha perdido um pouco daquele olhar sonhador.



_A desculpa Harry não sabia que você estava dormindo. Falou ela com um tom de voz preocupado o que fez o garoto estranhar, pois Luna nunca usava aquele tom.



_Eu não tava dormindo. Falou rapidamente. _Mas porque você esta tão preocupada? Luna sentou-se de frente para Harry e olhou para o garoto bem nos olhos.



_Você ta diferente. Aquilo não era o que Harry queria ouvir, mas pareceu interessado.



_Como assim?



_Não sei parece que você tem algo mais uma aura talvez. Falou Luna.



_Não fuja do assunto. Falou o garoto tentando fazer ela esquecer esse assunto o que pareceu funcionar.



_Bom lembra que eu disse que as pessoas pegam minhas coisas só por brincadeira, pois me acham meia maluca. Harry afirmou com um aceno. _Bem ainda não me devolveram algumas coisas, mas não e isso que me preocupa.



_Então o que e?



_E que pegaram uma colar com um pingente em forma de sol dourado e dentro do sol tinha uma meia lua. Harry olhou para luna interessado, pois aquilo batia certo com uma descrição de um objeto muito raro. _Eu queria de volta, pois foi a ultima coisa que minha mãe me deu.



_Não fique triste ele vai acabar aparecendo e eu ajudo a procurar. Luna olhou nos olhos do garoto e sorriu em agradecimento. _Bom vamos procurar? Perguntou o garoto.



Quando eles estavam prestes a sair pela porta ela e aberta violentamente e um Rony muito afobado entra esbarrando em Harry fazendo ele perder o equilíbrio e cair no chão.



_O desculpa ai Harry. Falou quando viu que tinha derrubado o seu amigo. E que eu tava procurando a monitora da Lufa-Lufa, pois esta havendo um tumulto lá na frente e precisamos de todos os monitores para dispersar os curiosos.



_A então você tava me procurando Ronald? Perguntou Luna voltando ao seu estado avoado.



_E você mesma luna vamos logo. Mas antes do ruivo sair da cabine Harry pergunta.



_O que tem lá na frente?



_Parece que Blas Zabine esta mexendo com umas novatas e tem outra novata que o esta desafiando. Harry olhou para o ruivo e depois, pois pensou.



“A não só pode ser uma pessoa” “Mas eu pedi para ela ficar na dela” ou “Porque será que ela não me obedeceu?”



_Vou com você para ver se eu ajudo. Falou o garoto se levantando e andando pelo corredor acompanhado de Rony e de Luna. _Porque vocês precisam de todos os monitores?



_Bom parece que o terceiro vagão só tem sonserinos então você já viu.



Não demoraram muito e chegaram no terceiro vagão onde avia varias pessoas não só da Sonseria, mas de todas as casas assistindo uma discussão fervorosa de Blas Zabine com uma menina pequena de cabelos negros. Harry chegou mais perto para ver melhor a briga e vê que era exatamente quem ele avia pensado.



Anne estava de pe a pouco menos de um metro de Zabine ela estava vermelha provavelmente de raiva e estava olhando Zabine com extremo nojo que era rebatido com a mesma intensidade.



_Ora sangue-ruim e melhor você calar essa boca antes que você se arrependa. Falou Zabine.



_Oh falou o grande mestre. Anne zombou. _O que eu devo fazer agora?- Perguntou provocando mais ainda o garoto. _A já sei eu devo morrer de medo e pedir a mamãe. Alguns alunos riram com o tom da garota.



Anne parecia orgulhosa por estar fazendo aquilo e começou a olhar em volta pronta para falar umas poucas e boas para o sonserino quando vê para no meio da aglomeração de alunos um moreno de olhos verdes a fitando com seriedade. A garota empalideceu levemente, mas depois se recompôs e voltou a discussão.



_Ora sua pirralha quem você pensa que e para se meter nos meus assuntos?



_Eu sou Anne muito prazer. Disse a garota estendendo a mão para o sonserino fazendo muitos alunos rirem ate mesmo os companheiros de Zabine. _E já que as apresentações foram deitas agora de o fora daqui e não mecha mais com nenhum novato. Ordenou a garota.



Agora Harry tinha entendido o motivo da briga provavelmente Zabine tava enchendo algum primeiroanista e a morena com seu gênio forte foi lá e se meteu no meio. Anne olhou mais uma vez em volta e parou rapidamente seu olhar em Harry.



_ “Não o machuque muito”. Anne ouviu Harry dizer em sua mente.



_Flipendo. Um jato de luz azul claro saio da varinha da garota e acertou Zabine lançando ele para a porta de uma das cabines. O garoto não teve como reagir mais sendo ele filho de um dos maiores comensais da morte não desmaiou com o feitiço nem com o impacto apenas se levantou e com seus olhos negros brilhando de fúria apontou sua varinha para Anne.



_Ora sua pirralha insolente agora você vai ver só. Um sorriso maldoso passou pela face do sonserino. _Crus... Algumas pessoas prenderam a respiração, pois sabiam que ele iria usar uma das imperdoáveis. Mas ninguém estava preparado o que venho a seguir, pois antes de Zabine terminar de proferir a maldição da dor uma leve brisa passou por todos. Sem ninguém notar de imediato o porque dele ter parado a maldição eles viram com grande surpresa Harry Potter segurando Zabine pelo pescoço e o erguendo fazendo o sonserino bater a cabeça no teto do trem.



Aquele não era o Harry que todos conheciam, pois suas feições eram duras e seu olhar gélido os olhos do moreno escureceram sensivelmente e uma aura de energia verde avia surgido em redor dele, mas ninguém a não ser algumas pessoas aviam percebido a aura.



_Ousa o que vou te dizer porque não repetirei nunca mais. A voz do garoto estava fria e autoritária fazendo muitos tremerem diante dele menos os sonserinos que não ligaram apenas apontaram suas varinhas para Harry. _Nunca mais quero ver você mexendo com nenhum novato não importa a casa e o mais importante não ouse nem pensar e nem mesmo sonhar em proferir essa maldição perto de mim, pois se fizer isso a você vai preferir ser torturado pelo próprio Voldemort. As maiorias dos estudantes tremeram quando ouviram o nome do bruxo das trevas. _Você entendeu? Zabine olhava para Harry com fúria e humilhação nos olhos. _Eu perguntei se você entendeu. Falou o Potter mais alto e Zabine confirmou com um aceno de cabeça.



O moreno olhou para Anne e falou mentalmente para ela. “Finja que não me conhece que só ouviu falar de Harry Potter” A menina entendeu o garoto e apenas confirmou com um aceno quase que imperceptível de cabeça que só foi percebido por Luna.



Harry praticamente jogou Zabine em direção dos seus colegas de casa que assim que viram seu companheiro fora da linha de fogo deram mais um passo a frente no intuito de ameaçar Harry, mas este nem ligou apenas olhou para eles e falou.



_Pense antes de fazerem algo. Quando os sonserinos olharam em volta viram varias varinhas apontando para eles que desistiram e ajudaram ao companheiro caído entrar numa cabine. _Agora meu assunto e com todos. Os estudantes tremeram levemente. _A penúltima cabine não deve ser ocupada, pois quero que todos que pegaram uma coisa de Luna Lovegood e não a devolveram deixem elas lá ouviram. Dessa vez os tremores foram maiores e muitos alunos saíram correndo. _No fim da viajem iremos ver e se tiver faltando algo ai de quem pegou. Isso foi o suficiente para dispersar a maioria dos alunos. _Agora você garota. Disse olhando para Anne como se não a conhecesse. _Vamos para minha cabine, pois eu acho que não e mais seguro você andar pelo trem sozinha.



_Eu sei me defender muito bem.



_E eu vi que você sabe, mas não discuta e vamos logo.



A garota foi murmurando algumas coisas que Harry não pode ouvir ou fingia não ouvir. O resto da viajem foi normal com os amigos do garoto insistindo em fazer perguntas e Harry só falando que iria responder no dia seguinte. E quando chegou no fim Harry, Hermione, Rony, Luna, Gina, Luna e Anne foram ver a cabine que ficava em frente a que eles estavam e dentro dela avia vários objetos dos mais excêntricos ate livros de escola e lá também estava o colar que Luna tanto procurava.



_A obrigado Harry. Disse Luna se pendurando no pescoço do garoto.



_Tudo bem. Disse ele. _Agora vamos. E lá foram eles para fora do Expresso de Hogwarts para mais uma vez ingressar na escola de magia e Bruxaria de Hogwarts.



N/A: Olha ai eu sei que esse capitulo não ta lá essas coisas, mas tai. Prometo me esforçar mais no próximo que sai o mais rápido possível. VALEU FUI.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.