FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

32. Depois do amor...


Fic: Brincar de viver (R/Hr - H/G - Atenção - cenas NC18)


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

O prazer que ele sentiu agora, depois do consentimento dela, do pedido dela... O que fazer quando a mulher de sua vida pede pra ser penetrada por você?

Os movimentos dele começaram lentos, ainda um pouco temeroso de machucá-la. Ele também mexia o quadril de maneira que sentia seu pênis preenchendo-a completamente, chegando a encostar no útero dela... E ela gemia sem vergonha do que estava experimentando, sentindo-o penetrá-la suave mas firmemente, segurando-a com firmeza em seus braços, as pernas dela pareciam ter perdido a força... o tesão era tão grande que ela nem pensava em dominá-lo, só em sentir e dar ao namorado muito prazer, um prazer único, que só duas pessoas apaixonadas poderiam dar uma à outra...

Agora era possível para os dois entender as palavras apaixonadas descritas por poetas e pensadores do mundo todo. Realmente, só um amor pleno e verdadeiro seria capaz de proporcionar à duas pessoas aquela sensação indescritível de prazer e cumplicidade... e como eles se amavam!

Como era agora possível extravasar aquele amor, aquela agonia de dois seres que querem ficar o tempo todo juntos! Não havia sensação mais afetuosa e completa no mundo do que a de duas pessoas que se amam verdadeiramente...

Ela apoiava as mãos no peito dele, um movimento delicioso de vai e vem, sentindo-o entrando e saindo de dentro dela... estavam muito suados, o coração acelerava a cada movimento, ele puxava gentilmente os cabelos dela, e ela percebeu que isso a deixava ainda mais excitada... ela gemia cada vez mais, e ele começou a aumentar o ritmo dentro dela...

Os dois agora eram ainda mais rápidos e precisos. Eles sabiam que o fim estava próximo, ao mesmo tempo não queriam parar, e não queriam continuar sentindo aquela agonia que só é possível sentir quando estamos vivendo a situação... queriam sentir aquela cumplicidade, aquele calor pra sempre... Ele implorando para que ela não parasse, ela pedindo que ele não se controlasse mais...

- Ah, por Merlin, você é a mulher mais perfeita do Universo! Tudo é tão cálido e gostoso, não quero gozar, não quero que esse momento acabe, mas não vou suportar por mais tempo... o que você quer de mim? – Ron sabia exatamente o que queria ouvir: queria que ela implorasse por mais e mais, sabia o que as palavras dela fariam, o que a voz dela naquele momento significaria para eles... mas ainda havia espaço pra mais surpresas, porque o que ela falou foi ainda mais forte do que ele podia imaginar!

- Me penetre com mais força, quero sentir você inteiro dentro de mim... Goza dentro de mim, me dê o que de mais seu você tem pra me dar, me faz sentir esse prazer que só você pode me dar...

As palavras dela fizeram-no sentir que ele era o centro do mundo dela, e ela o do dele. Segurou-a, e com muito amor deu-lhe uma estocada mais funda e mais forte ainda, sentindo que estava explodindo dentro dela, enquanto ela gemia muito alto, implorando por mais, mais, mais...

Ela gritou muito ao sentir o jorro de esperma dele invadindo suas entranhas! Gozou muito e muito ainda se mexendo sob ele, rebolando ainda mais rapidamente, enquanto ele tremia e gemia, o coração descompassado, batendo tão rapidamente, ela fazendo a cara de mulher mais linda que ele já havia visto...

Quem poderia imaginar aquele momento acontecendo apenas algumas semanas depois dos dois terem assumido seu amor? O que aquela guerra contra Voldemort estava provocando era uma reação em cadeia, mas uma reação boa, inimaginada pelo mal...

E acreditem no poder do amor. Ele é o único que consegue vencer tudo! E qualquer expressão de amor é uma arma poderosíssima contra o mal! Era aquilo que os fazia ainda mais próximos e apaixonados!

Depois desses momentos indescritíveis, os dois desabaram sob a cama, respirando ainda aos trancos. O que era aquilo, o que tinha acontecido com eles? Agora era possível entender o quanto é fácil perder a cabeça quando se está apaixonado, não é assim que os dois se sentiam?

Exaustos, mas extremamente felizes, eles se olhavam agora com imesurável ternura e amor. Um via claramente nas expressões do outro todo aquele amor, aquele sentimento...

Ron olhou para sua Mione, linda e nua em seus braços, e disse:

- Hoje é o dia mais feliz da minha vida! Eu te machuquei, Mione? Você está bem, está feliz, está... – ele já estava tagarelando de nervoso!

Ela olhou firmemente para ele, e disse-lhe:

- Não sinto dor nenhuma, meu amor. Meu homem, meu amante, meu tudo! Você me fez mulher Ron, a mulher mais feliz do mundo nesse exato momento! Tem uma coisa muito gostosa que podemos fazer agora, quer ver?

Ele sorriu para ela e, adivinhando-lhe os pensamentos, encheu a banheira com água, sais e espuma perfumada. Pegando-a novamente no colo, colocando-a com todo carinho dentro d’água, juntando se a ela imediatamente...

Os dois ficaram abraçados por muito tempo dentro daquela emulsão perfumada e morna, beijando-se sem parar, trocando juras de amor eterno... e foi batendo uma fome de leão neles!

Depois dos “exaustivos exercícios”, Ron conjurou taças de vinho tinto e um delicioso jantar para os dois. Para sobremesa, deliciosos morangos... Eles comeram juntos, e depois deitaram-se novamente sob os lençóis macios e perfumados, abraçados e felizes...

- Eu não quero que esse dia acabe, eu quero ficar com você aqui pra sempre! – Mione sorria e beijava-o o tempo todo...

- Eu também, meu amor, mas só posso te prometer mais umas duas horas tranqüilas por aqui... afinal, já amanheceu!

Ele abriu a janela para que os dois pudessem, abraçados juntinhos, curtir aqueles momentos com tudo o que tinham direito...

O sol penetrava pela janela, aquecendo ainda mais o coração dos jovens amantes.

Um novo dia começava para os jovens casais apaixonados, que haviam adormecido juntinhos...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.