FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

15. Reações


Fic: Um amor pra recordar - A walk to remember


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Draco subiu para o dormitório, enquanto Hermione procurava por Harry e Rony. Encontrou-os no Salão Comunal da Grifinória, jogando uma partida de xadrez bruxo e rindo. Seria tão doloroso, ela realmente gostaria que aquilo não estivesse acontecendo...
- Harry, quando é que você vai parar de jogar esse jogo estúpido? - ela ouviu. Então percebeu que Gina estava sentada numa poltrona de frente pra lareira.
- Quando acabarmos a partida! - respondeu Harry totalmente sem paciência.
Ele olhou para a entrada da sala e avistou-a.
- Hermione, você está bem? - ele perguntou preocupado. Ela percebeu que devia estar mais pálida do que quando soube.
- Na verdade não Harry... Eu realmente preciso falar com vocês... A sós - ela disse, apontando para Gina, que estava de costas para eles.
Harry trocou um olhar preocupado com Rony e os dois se levantaram.
- Ah! Quando Hermione precisa falar com você, você levanta correndo! Quando sua namorada precisa ficar um pouquinho com você, você simplesmente ignora! - disse Gina de repente, levantando-se e colando em Harry - Você não vai a lugar nenhum sem antes passar um tempo comigo.
- Harry - Hermione disse - É realmente importante.
Mas ele nem teve tempo de responder. Gina puxou-o com muita força, e eles saíram da sala. Hermione continuou olhando para a porta, esperando que ele voltasse, mas ele não voltou.
- O que era, Mione? - Rony perguntou. Ela se virou para ele com os olhos cheios de lágrimas - Hermione... - então ele a puxou e lhe abraçou.
Ela lhe adiantou algumas coisas, mas gostaria de contar tudo quando Harry também estivesse junto. A reação de Rony foi a esperada.

Tudo estava dando tão errado...

Depois de algum tempo ela foi para seu quarto, assim como Rony. Harry talvez ficasse bravo com ela no dia seguinte, pois se era algo tão importante ela deveria ter feito alguma coisa quando Gina o puxou... Mas na verdade ela não se moveu por que não conseguiu. Não queria admitir para si mesma, mas ainda não tinha conseguido se livrar totalmente daquele sentimento por Harry... Poderia estar escondido, bem no fundo, mas ainda assim estava lá. Por mais que gostasse de Draco, por mais que somente ele conseguisse fazê-la feliz, os seus sentimentos por Harry voltavam á tona de vez em quando.

Gina conseguiu levá-lo para fora do castelo, e de tão satisfeita nem percebeu que ele não a aguentava mais. Sempre que podia lá estava ela, esperando-o do lado de fora da sala de aula, ou na escada, esperando que ele acordasse. No café-da-manhã lá estava ela, e seus assuntos com seus amigos ficavam cada vez mais limitados. Ela também era sua amiga antes, mas nada que se comparasse a Hermione e Rony. Ele gostava que ela demonstrasse seus sentimentos por ele, mas ele estava ficando cada vez mais sufocado com tudo isso, e por mais que quisesse decidir algo não conseguia chegar na garota e dizer tudo o que sentia, do que tinha sentido por ela no Baile, do que não estava sentindo no momento, do cansaço que aquela relação provocava nele e do que começara a sentir por Hermione.

Hermione tinha começado a perceber algumas atitudes de Harry quanto a Gina... Mas também fora bastante estranho o que tinha acontecido com os dois. No Dia das Bruxas ela vira os dois de mãos dadas. Alguns dias depois, Gina viera lhe dizer que eles tinham terminado, mas mais ou menos um mês depois eles estavam novamente juntos. E ele também estava esquisito. Não conversava com Hermione como antes, parecia que ele tinha perdido a confiança nela. Na aula ele ficava olhando para ela a todo momento, e quando ela se virava para ele, ele fingia que nada estava acontecendo... E como se a resposta que estava debaixo de seu nariz subisse para a frente de seus olhos, descobriu o motivo de tal comportamento: ele sabia. Gina com certeza tinha contado tudo a ele... Mas ele não podia saber! Mesmo que não quisesse acreditar, era quase que bem provável, tudo apontava que sim.

Agora, além de precisar ter uma conversa bem séria com Gina, no dia seguinte ela precisaria conseguir falar com Harry sobre a guerra. Ela não conseguia acreditar que ainda não tinha conseguido falar e o motivo para isso era unica e exclusivamente Gina Weasley.

De manhã, ela desceu as escadas repassando tudo que precisava ser dito naquele dia. Primeiramente procuraria Harry, assim ela poderia evitar encontrá-lo com Gina (apesar de que, do jeito que ela era, ela deveria estar sentada ao seu lado, grudada pelo braço com ele), e se ela estivesse junto, ela o arrancaria de lá a força. Depois, procuraria Gina e iria esclarecer tudo. Porquê tudo de ruim tinha que acontecer ao mesmo tempo?
- Falando sozinha, é? - ela ouviu alguém dizendo. Ela se virou e viu que era Draco, a única pessoa que ela queria, de verdade, ver naquele momento. Será que ele deveria saber que Gina tinha contado para Harry que ela gostava dele, mas na verdade ela não gostava mais, mas gostava antes, e Gina não sabia disso e...
- Problemas demais - ela acabou respondendo. Ele sorriu.
- Qual foi a reação do Potter?
Ela bufou.
- Se eu te disser que não consegui contar por que Gina o puxou de perto de mim antes que eu pudesse dizer qualquer coisa, você acreditaria?
Ele olhou na direção da mesa da Grifinória, na direção de Harry.
- Acreditaria. Aquela menina não solta mais dele - ele apontou com o queixo. Hermione olhou para lá e se deu conta de que seria mais difícil encontrá-lo sozinho do que pensava. Mas ela não contaria na frente de Gina.
- Você distrai ela enquanto eu sequestro Harry e o levo para a Casa dos Gritos - ela disse - Rápido!
Os dois riram. Hermione gostava tanto de ouvir sua risada... Draco parou de sorrir e a encarou. Ela também parou, e começaram a se aproximar...
- Hermione! - era Harry.
Ela e Draco se afastaram rapidamente, sem jeito.
- Oi Harry - ela respondeu.
- Gina foi conversar com algumas amigas, se você quiser falar comigo tem que ser agora!
Ela olhou para Draco e ele sorriu, falando para ela ir logo. Ela, Harry e Rony foram para fora do castelo.

Foram para debaixo de uma árvore grande. Os dois se sentaram, mas ela permaneceu de pé.
- Bem Harry, foi Draco quem me contou isso. Me contou ontem, aliás, mas quando fui te procurar, Gina ahm... Não deixou eu falar - ela disse - Mas mesmo assim eu não acho que seja um assunto que ela deva estar junto quando discutirmos, envolve muitas coisas, muitas pessoas, e bem...
Rony olhava para o chão, e Harry olhava-a intrigado
- Ele tem um plano, Harry - ela fez uma pausa, segurou as lágrimas - Eles estão preparados, eles vão atacar a escola, Harry... VOLDEMORT! - ela disse desesperada, vendo sua expressão de desentedimento.
- Voldemort? Voldemort tem um plano, Hermione?
- É uma coisa grande, Harry... Há muito tempo está pronto...
Ela lhe contou tudo que sabia, as lágrimas escorrendo por seu rosto. Harry recebeu como um choque, mas ele sabia que deveria ter esperado alguma coisa assim. Voldemort esteve no silêncio por algum tempo, ele certamente estava planejando alguma coisa... Mas invadir o castelo era ousadia demais. Com Dumbledore ali dentro, o plano dele deveria ser realmente algo grande...

Estava escuro, mas os três ainda permaneciam sentados sob aquela árvore, observando o horizonte, e pensando como seria suas vidas dali pra frente. Voldemort poderia atacar a escola no dia seguinte, eles só sabiam que deveriam estar preparados para tudo.
- Devíamos procurar Dumbledore - Harry disse.
- Amanhã, Harry - Hermione respondeu, e deitou sua cabeça em seu ombro, desejando que aquilo tudo fosse um pesadelo, apesar de saber que não era.

N/A: Comentem!
Isabella.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.