FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

30. Uma morte no futuro, duas vida


Fic: Por que preciso te amar? - ÚLTIMO CAPITULO FINALMENTE POSTADO


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

oie genty...
bom antes de tudo gostaria de agradecer os coments, em especial a MarciaM que se 'preocupou" em responder meu e-mail! Muito obrigado! Bom agora deixa eu voltar a postar a fic...hehe..
ah e sorry pela demora, sabe como é né, minha agenda ta lotaaada!!!hehe
Bom bjokitas
by bruxinha Gina

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

30º capitulo
Uma morte no futuro, duas vidas no passado


Rony e Harry desceram as escadas e lá encontrava-se Mione parada a beira da escada.
- VOCÊS QUEREM POR FAVOR ME CONTAR O QUE ESTÁ ACONTECENDO? CLARO, SE NÃO FOR MUITO INCOMODO, PORQUE AFINAL PERDER TEMPO COM UM PESADELO COMO EU DEVE SER EXTREMAMENTE TERRIVEL! – dizia Hermione aos berros.
- Fale mais alto, talvez assim Hogwarts inteira vai ficar sabendo que estamos com algum problema! – rony respondeu em tom sarcástico.
Hermione não lhe respondeu, apenas bufou.
- Mione me dá o vira-tempo! – disse Harry indo até a amiga.
- Não antes de você me contar o que vocês estão me escondendo.
- Se você não quiser que a Gina morra, então anda logo e ma da o vira-tempo. Por que agora já são – harry olhou para o seu relógio de pulso – 12:10 e Gina só tem mais 3 horas e 50minutos de vida. Vamos Hermione! Dá-me o vira-tempo que depois Rony te explica já que ele vai ficar AQUI com VOCÊ.
- Eu não vou ficar AQUI com ELA!
- Não! Eu vou sozinho! Fica aqui com ela e conta o que eu te contei!
- Mas eu não sei nada da missão!
- Tanta coisa pra falar, e você pensa justo nisso?
Hermione tirou o vira-tempo do pescoço e entregou a Harry.
Ele pegou o mesmo e era impossível de notar a pulseira. Ela continuava brilhando.
Harry colocou o vira-tempo no pescoço e apertou um botaozinho e imediatamente, o circulo do meio começou a girar. O mundo a sua volta também. Hermione e Rony não estavam mais ali. Muitas novas pessoas passavam pelo Salão Comunal. De repente tudo parou. Harry olhou para um calendário que havia ali. Sobre o Numero 20 um grande circulo o completava. Abaixo do calendário, havia escrito: 20 de abril de 1997. Harry voltara 20 anos no passado. Ele olhou ao seu redor, e percebeu que estava no antigo salão comunal da grifinória. Estava praticamente igual. Alguns moveis eram diferentes, mas quanto ao resto, tudo igual. Harry ouviu passos de pessoas descendo as escados do dormitório feminino. Três eram as garotas donas dos passos. Uma tinha os cabelos loiros, a outra morena. E a outra ao qual parecia comandar o grupo, era a mais bonita. Seus cabelos eram vermelhos como o fogo.
-Oi? Como você esta no salão comunal da grifinória? Você é de outra casa? Não me diga que é da Sonserina? – perguntou a ruivinha.
- Não! Sou aluno novo! – disse Harry meio nervoso.
-Aluno novo? Como assim? Dumbledore deixou você entrar na escola mesmo não estando no inicio do ano letivo? – perguntou a ruivinha fitando-o com seus olhos verdes-vivos.
Aquela menina para Harry lhe parecia familiar.
-Hãmhãm... – foi a única coisa que ele consegui dizer.
- Como é seu nome?
- Harry Pot.... quer dizer, Harry Grintur.... – foi o primeiro sobrenome que lhe veio na cabeça.
- Seu nome é muito bonito sabia? Bom, seja bem vindo harry. Meu nome é Lílian Evans...
- Futuramente Potter. – disse um menino cujo usava óculos e seus cabelos eram levemente despenteados.
- Não enche Potter...- exclamou a ruivinha.
Harry congelou. Estava a frente de lílian e Thiago. Seus pais.
-Mas você me ama!
- Eu não te amo!
- Ah, ama sim! – disse Thiago se aproximando de Lílian e a beijando.
Harry riu, e os outros três meninos que acompanhavam Thiago também.
Thiago soltou Lílian. Ela parecia estar sem fôlego, mas a expressão de seus olhos era de felicidade,
- Quando eu lhe dei a pulseira, percebi que seu amor por mim seria eterno. – disse Thiago.
- Mas eu a devolvi! – exclamou Lílian.
- Eu sei, mas...
- veja Thiago, ele tem a mesma pulseira que você e Lily! – respondeu um menino de cabelos cumpridos.
- Não seja burro Sirius, a pulseira dele é diferente! – disse Thiago
- é diferente não! – disse um menino de madeixas louras e curtas.
- Até você Lupin?
Harry não contia em si de felicidade. Estava a frente de seus pais, Sirius e até mesmo Lupin.E o melhor, descobrira com quem estava a pulseira. Com seus pais. O único problema era conseguir pegar deles agora.
-Harry?Harry! – chamou Lílian.
-Oi?
- É.. aonde foi que você conseguiu essa pulseira? E, pra quem você deu o outro par? Seja quem for, esta correndo perigo!
Harry sentiu uma imensa vontade de dizer a verdade e falar que ele tinha ganhado de Dumbledore, que deu pra ex-namorada, que ela e Thiago eram seus pais, que Sirius era seu padrinho e que Lupin iria se casar, e que, mas pêra ai, o quarto menino era muito parecido com... RABICHO!. Harry sentiu uma vontade de avançar nele, mas no mundo de Thiago e lilian, não deria o porque dele estrangular Rabicho.
- Er... ganhei de meus pais, Petúnia e Valter. Dei outro par pro meu maninho Duda. Ele esta mal..
- petunia? Minha irmã se chama Petúnia!
“Ai, Harry potter, que idiota! È meio obvio que Petúnia é irmã de Lílian né, ela é sua tia!!!!Drrrr!!!!”
- É? Legal! –disse Harry preocupado.
- Bom gente eu vou tirar um sonequinha. Tchau minha foguinho! –disse Thiago a Lílian lhe roubando outro beijo. – Tchau Harry! – disse ele enquanto lily parecia comer-lhe com os olhos.
- Tchau pa...Thiago!
- Tchau Harry!- disseram Sirius e Lupin.
-Tchau!
Dito isso os matos subiram as escadas conversando. Sorte que Rabicho não falara, porque se não, nem Harry sabe o que seria capaz de fazer.
- Tchau Harry! – disse Lily dando um beijo na testa, igual como Lílian(sua Mãe) fazia quando colocava-o para dormir.
-Tchau!
Tinham se passado 10 minutos até que Harry resolveu tentar tirar a pulseira de Thiago.
Seria hoje e tinha de ser hoje. Harry voltara ao passado na mesma hora e no mesmo dia em que saira do seu presente, portanto sabia quantas horas de vida Gina ainda tinha. Já eram 12:47 da tarde. Harry ainda tinha 3 horas e 18 minutos. Foi até o dormitório. Ao chegar lá todos estavam dormindo. Thiago dormia na cama onde dorme Harry, Sirius onde dorme Rony, Lupin onde dorme Neville e Pedro na cama de Dino. A cama que Simas dorme estava vazia. Lupin estava com um livro sobre seu peito. Certamente adormecera lendo. As cortinas estavam fechadas, provavelmente para não entrar a luz do dia. Estava meio escuro la dentro. Harry encaminhou-se até a cama de Thiago apenas com a luz de sua pulseira.
Recostou-se ao lado da cama, e em um milésimo de segundo, sem querer, o abajur sobre o criado mudo caiu no chão.
- Quem esta ai? Perguntou Lupin acordando assustado com um pulo.
Harry abaixou-se no chão, pois Lupin poderia reconhece-lo pela pulseira.
A respiração de Harry tornou-se lenta e ofegante.
- Quem esta ai? – tornou a perguntar Lupin
Ou Harry imitava a voz de Thiago, ou teria de se entregar a Lupin. Mas pra que fazer isso? Ele dormia naquele quarto, podia entrar e sair do quarto a hora que bem quizesse.
- Sou eu, o Harry! – disse ele levantando-se do chão.
Lupin pegou a varinha que estava na cabeceira ao lado de sua cama e murmurou: Lumos!
- O que você esta fazendo ai? Ao lado da cama de Thiago? – perguntou ele com a luz apontando para Harry.
- Eu...eu...essa luz esta machucando meus olhos! – disse ele espremendo os olhos.
-Oh sim claro! – disse Lupin baixando a varinha.
- Bom eu..eu...eu...eu, vim ver se meu óculos esta aqui, eu perdi ele! Por algum acaso você viu? – perguntou harry tremulo.
- Serve este que esta no seu rosto?
Harry levou a mão aos olhos e la estava o óculos.
Que burro! Por que fui justo falar dos óculos? – pensava Harry indignado.
- Ah, obrigada Lupin! Mas agora deixe-me dormir! Bom...bom, sono!
- Igualmente! – respondeu Lupin achando a atitude de Harry esquisita.


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.